Chicote no bolso: Mexer na parte elétrica pode custar caro

Com a sofisticação dos carros, manusear o chicote elétrico, que conta com centenas de metros de cabos e controlam inúmeros instrumentos exige muito cuidado

chicote eletrico
Instalação de acessórios que era algo corriqueiro nos carros do passado se tornou um tarefa arriscada nos modelos mais modernos (Foto: Shutterstock)
Por Boris Feldman
25 de maio de 2022 18:03

Infelizmente, quanto mais sofisticada a tecnologia de um automóvel, mais ele tem que ser levado para as concessionárias, ou para oficinas independentes e realmente estruturadas para fazer o serviço correto, o reparo no lugar e na hora certa.

E muitas vezes você, por um componente mais simples do mundo, pode prejudicar todo o funcionamento do seu carro. Eu já ouvi história de dono de carro que mandou instalar aquela câmera de ré no para-choque e o carro saiu da oficina sem acender os faróis.

VEJA TAMBÉM:

Por quê? Por causa do sistema eletrônico cada vez mais sofisticado. E agora eu vou te contar um milagre sem contar o santo. Uma locadora que tem milhares de automóveis, e entre eles algumas dezenas de carros elétricos, passou pelo seguinte problema: o seu mecânico foi instalar o rastreador, rastreador desses que indica a posição do carro, e interferiu no chicote, cortou um fio para ter energia elétrica para esse rastreador.

Só que ele cortou o fio errado. O resultado foi que queimou a bateria do carro elétrico. O carro custa aí no mercado R$ 180 mil. Sabe qual foi o tamanho do prejuízo dessa bateria do carro elétrico? Nada mais nada menos do que R$ 140 mil.

Entendeu a sutileza dessa sofisticação eletrônica e aonde isso pode levar?

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
SOBRE
29 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Jhon 29 de maio de 2022

É possível instalar o que quiser, em qualquer carro/moto. Basta o técnico ser capacitado e além disso estudar o veículo que terá o componente instalado.

Avatar
Santiago Artur Wessner 29 de maio de 2022

Pois é.
Mas o problema é que na grande maioria dos comércios de acessórios não se têm esse conhecimento detalhado de cada modelo de veículo. E aí, pra não perder o cliente, faz-se a coisa do jeito “basicao” já conhecido – e as dores-de-cabeça só vão aparecer depois.

Avatar
Fabio 30 de maio de 2022

Bem simples . Compra um completo que não tenha nada a fazer pois até as concessionarias fazem mal serviço e só vê depois .

Avatar
RWC 29 de maio de 2022

Que vai acontecer e comprar carro 200..300, com bateria pifada, adaptar motor do fusquinha 1300 vc e rodar kkk

Avatar
João Ronaldo Zanon 29 de maio de 2022

Seguradora insistiu em instalar rastreador em um carro o km. Troquei de seguradora, Eu tinha conhecimento de pessoas que instalou rastradores e ficou na estrada. Isto em carro convencional. Imagine em carro elétrico, que por si só ja e uma droga.

.

Avatar
José Maria 29 de maio de 2022

Que os fabricantes desses carros deixem um terminal extra…para que os donos, liguem as boboseiras, que quiserem.

Avatar
José Maria 29 de maio de 2022

Que os fabricantes deixem um terminal para os donos ligarem as bandeiras wue quiserem…simples não?

Avatar
VLADEMIR GONCALVES DOS SANTOS 29 de maio de 2022

Mexer em um veículo elétrico ,seja moto ou carro não é para qualquer um ,eu tenho uma elétrica , só autorizada !

Avatar
Almir Marinho 29 de maio de 2022

Fora do grande centro comercial e da capital que é umas das 6 metrópole do mundo São Paulo que até lá os custos são altos para a preparação de mão de obra qualificada , não há quem patrocine , que deveria ser as montadoras ! Por exemplo aprender usar o osciloscópio e outras mais

Avatar
Santiago Artur Wessner 28 de maio de 2022

Pra quê engenheiro???
Deixa que eu faço!!!

Avatar
Raphael 29 de maio de 2022

Precisa de cursos de capacitação, os mecânicos se modernizarem e mesmo assim serão pouco que terá capacidade de arrumar

Avatar
José Benedito Honorato da 28 de maio de 2022

Vdd que sobra para o dono do carro, mas sinceramente o valor, mesmo hipotético, não serve como exemplo, está muito, mas exagerado. O Boris fala aí que o cara gastou R$ 20.000,00. Tá caro, mas tá bom.

Avatar
Sergio 28 de maio de 2022

Então considerando que as baterias tem uma vida útil entre 3 e 4 anos, a não ser q essas sejam diferentes, daqui a 4 anos o dono do carro vai pagar o valor do mesmo em baterias?

Avatar
Nei 27 de maio de 2022

Quer dizer que que a bateria custa 140mil e o carro vale 40mil kkkk q evolução!!!!

Avatar
Robson Roberto De Lima Alencar 27 de maio de 2022

Se pode comprar um carro desses,pode fazer a manutenção na autorizada.

Avatar
Robson Roberto De Lima Alencar 27 de maio de 2022

Tem técnico demais,quem pode comprar um carro elétrico,pode fazer manutenção na autorizada.

Avatar
Juvei 27 de maio de 2022

Sou especialista em avião só me procurar

Avatar
Horacio Rodrigues 26 de maio de 2022

Baterias dos veículos elétricos são muito mais complexas que as baterias que estamos acostumados, ver em https://www.allaboutcircuits.com/technical-articles/introduction-to-electric-vehicle-battery-systems/ e para funcionarem se comunicam com a rede CAN do veiculo. Se danificarem o circuito de comunicação do pack de baterias, apesar das células internas continuarem boas, o PACK (que é selado) não vai mais funcionar corretamente e o reparo só no fabricante. Aqui no Brasil, enviar para o fabricante, reparar e voltar acaba sendo o preço de um PACK novo.

Avatar
Cesar 26 de maio de 2022

Cuidado com seguradoras que instalam rastreador. Além do risco de danos, você perde a garantia da parte elétrica.

Avatar
João Gabriel 26 de maio de 2022

Isso no Brasil vai acontecer direto. A maioria desses “mecânicos” por aí não sabiam nem mexer em carros a combustão modernos que dirá de elétricos. O que vai ter de carro queimado aí porque o Tião meteu fita isolante onde não devia, e aí daqui a pouco vão vão vir os papagaios falarem que carro elétrico é bomba.

Avatar
Reginaldo Castro 27 de maio de 2022

Carro eletrico e bomba

Avatar
Thiago Vicente 26 de maio de 2022

Realmente essa estória está mal contada, mas independente disso, carros modernos exigem profissionais qualificados, como em qualquer setor produtivo. A evolução é constante e quem não aceita, que continue andando de Fusca…

Avatar
Paulo Guimarães 28 de maio de 2022

Após apocalipse só existirão baratas, keith Richards e o fusca.

Avatar
Edgard matuad 25 de maio de 2022

Não é verdade sobre cortar um fio e queimar uma bateria elétrica. Para acontecer isto a bateria teria que ser curto circuito da. Onde a corrente elétrica seria conduzida de um polo positivo ao outro polo negativo.

Avatar
André Gustavo 26 de maio de 2022

A bateria de um carro elétrico tem uma coisa chamada BMS, um circuito eletrônico que controla a carga das células da bateria pra manter todas no mesmo valor de tensão mantendo a bateria equilibrada, ela fica integrada a bateria, se ela queima a bateria fica inutilizada

Avatar
Roberto 29 de maio de 2022

Bom dia. Mesmo assim, acho muito exagerado. Ouvi minha vida inteira profissionais avisando que trocar bateria de um carro como os Peugeot ou Critroen, poderia queimar modulos, que a forma correta era trocar com chupeta entre baterias para manter a tensão no sistema, etc. Hoje vejo esses mesmos carros descarregando bateria de palmo-em-palmo. Danificar um sistema dos packs de bateria apenas cortando um fio, digo UM FIO, da rede de comunicação delas, acho que não é bem assim. Ele pode ter visto uma tensão de 12v vindo por esse fio, achou que era uma linha 30+ e LIGOU O RASTREADOR NELA. Isso sim pode causar um retorno de massa e fechar curto no sistema. Agora, causar um dano desse, apenas cortando um fio? Pode até acontecer, mas nunca vi algo assim acontecer seja em qualquer ária que tive contato ou relatos na internet, engenheiros, tecnicos, etc.

Avatar
Horacio Rodrigues 26 de maio de 2022

Edgard, os módulos as bateria dos veículos elétricos são muito mais complexas, ver em https://www.allaboutcircuits.com/technical-articles/introduction-to-electric-vehicle-battery-systems/ e para funcionarem se comunicam com a rede CAN do veiculo. Se danificarem o circuito de comunicação do pack de baterias, apesar das células internas continuarem boas, o PACK não vai mais funcionar corretamente e o reparo só no fabricante. Aqui no Brasil, enviar, reparar e voltar acaba sendo o preço de um PACK novo….

Avatar
Andre Gustavo 29 de maio de 2022

Exatamente, provavelmente era uma alimentação de 12v mas de baixa corrente, acabou sobrecarregando o circuito e queimou, aí já era, o reparo é bem caro.

Avatar
Chapolin 25 de maio de 2022

Que mentira!

Avatar
Deixe um comentário