Encosto de cabeça: ele não é para descanso – aprenda a regular

A ferramenta é um equipamento de segurança obrigatório que pode ser crucial na hora de um acidente de trânsito

encosto de cabeca
O encosto deve ser regulado para a altura de cada passageiro (Foto: Shutterstock)
Por Lucas Silvério
20 de julho de 2022 16:04

Na hora de viajar, ou num momento de cansaço, é comum que alguns passageiros do carro se aproveitem do confortável encosto de cabeça, presente no banco dos carros, para se acomodar melhor. Pode até parecer, mas não é essa a sua função. O encosto de cabeça é feito para proteger o passageiro no caso de uma parada repentina ou uma colisão, evitando lesões e fraturas.

Este apoio protege, mais especificamente, o passageiro de sofrer lesões na coluna. E para desempenhar bem sua função ele deve estar ao menos na altura do centro da cabeça.

VEJA TAMBÉM:

Segundo a Lei Nº 9.503 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), em seu inciso 3º do artigo 105, é obrigatório o “encosto de cabeça, para todos os tipos de veículos automotores, segundo normas estabelecidas pelo CONTRAN”. A lei foi alterada em 2020 e agora exige que todos os bancos dos novos carros tenham o item de segurança.

A obrigatoriedade legal em todos os bancos foi importante para maior segurança de todos. Em uma pesquisa disponível no G1, o médico e diretor da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet), Dirceu Rodrigues Alves falou da importância do encosto.

“O objetivo é a gente evitar que o sujeito tenha aquilo que nós chamamos de efeito chicote. É proteger a cabeça e o pescoço desse indivíduo para que, em uma freada brusca ou uma colisão, ele não tenha um impacto sobre a coluna cervical, que é um perigo, porque ele pode ter morte imediata. Lesionando a coluna cervical, ele vai ter parada respiratória seguida de parada cardíaca. Então, isso é um equipamento de segurança, como é o airbag, como é o cinto de segurança.”

cinto de tres pontos
Foto: Shutterstock

Cinto de três pontos é crucial como o encosto de cabeça

O cinto de três pontos também passou a ser obrigatório em todos os assentos do veículo, junto do encosto de cabeça. A mudança veio por questões de maior segurança, principalmente para o passageiro do centro do banco de trás.

Segundo o Centro de Experimentação e Segurança Viária (Cesvi): “O cinto de três pontos é essencial para todo veículo, principalmente por reter melhor os ocupantes em sua posição e propicia uma distância maior dos ocupantes das partes rígidas do veículo”, explica Emerson Feliciano, superintendente do órgão.

Boris Feldman alerta sobre a importância destes itens de segurança:

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário