Por que o estepe temporário está ficando comum? Ele é confiável?

Pneu de emergência tem vantagens e desvantagens: porém, é essencial que o motorista respeite a limitação de velocidade

Por Alexandre Carneiro 05/03/21 às 10h30
estepe de emergencia do carro pneu fino shutterstock 192422609
Atualmente, vários fabricantes equipam veículos com o estepe de emergência (Foto: Shutterstock)

O motorista abre o compartimento sob o porta-malas e leva uma surpresa: descobre que o estepe do carro é do tipo temporário, também conhecido como de emergência, daquele com pneu “fino”. Imediatamente, já vêm à cabeça dúvidas sobre a utilização ou até mesmo sobre a confiabilidade desse item.

Se você é um desses proprietários, saiba que o estepe temporário não vai deixá-lo na mão diante de um pneu furado. Isso, porém, desde que as limitações desse tipo de sobressalente sejam respeitadas. É o que dizem dois engenheiros consultados pelo AutoPapo.

Popularização do estepe de emergência

Antes de mais nada, vale esclarecer: sim, o estepe temporário é mais barato para o fabricante e permite redução nos custos de produção do veículo.

Contudo, o professor Cleber Willian Gomes, do departamento de Engenharia Mecânica do Centro Universitário FEI, de São Paulo, explica que o componente traz algumas vantagens também para o proprietário do carro. São elas:

Vantagens do estepe temporário

  • Menor peso durante o manuseio
  • Menos visado para furtos
  • Ocupa menos espaço no porta-malas
  • Menor custo de reposição

Em relação à economia de espaço, o uso do estepe “fino” está ligado ao crescimento do tamanho do conjunto pneu e roda nos últimos tempos. Há cerca de 20 anos, por exemplo, era comum que veículos médios utilizassem pneus 185. Atualmente, essa medida é padrão em modelos compactos, ao passo que sedãs ou SUVs vêm com componentes 215 ou até maiores. Um sobressalente com tais medidas ocuparia preciosos litros extras no bagageiro.

Desvantagens do estepe temporário

Claro, o estepe “fino” também impõe algumas desvantagens para o motorista. São elas:

  • Velocidade limitada durante a utilização
  • Uso estritamente emergencial
  • Não pode entrar no rodízio de pneus
  • Prejuízo à dirigibilidade se houver desrespeito aos limites

Pneu “fino” é confiável?

É justamente por alterar o comportamento dinâmico do veículo que os fabricantes não recomendam atingir altas velocidades com o estepe “fino”. Geralmente, o limite é de 80 km/h. Ademais, esse tipo de pneu reserva, por ser menor, admite menos ar em seu interior e, naturalmente, esquenta mais. Gomes, da FEI, é categórico quanto à importância de respeitar a restrição de velocidade e afirma que:

O motorista tem que ter consciência das limitações do pneu temporário e do carro como um todo. Respeitar os limites estabelecidos é mandatório para não se colocar em risco”

Contudo, uma vez respeitados os limites, Gomes pondera que não há motivo para temores. Ele explica que, antes de equipar um veículo com o estepe temporário, os fabricantes realizam diversos testes de homologação. O engenheiro garante que esses testes são bastante rigorosos, até porque um componente inadequado poderia causar recalls e até danos à imagem da empresa, resultando em prejuízos milionários.

estepe de emergencia equipado no carro
Mesmo bem mais fino que os demais, pneu estepe é, segundo os fabricantes, seguro (Foto: Shutterstock)

João Irineu Medeiros, da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva (AEA), também destaca o papel dos testes na homologação do estepe temporário. Ele esclarece que os resultados obtidos no campo de provas servem não apenas para garantir que o veículo terá condições adequadas de dirigibilidade, mas ainda para calibrar sistemas eletrônicos, como o ABS.

O engenheiro da AEA destaca que a Resolução 540 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) determina a realização desses testes para que os fabricantes adotem sobressalentes com medidas diferentes que as dos demais pneus. São tais ensaios, inclusive, que impõem o limite de velocidade do estepe de emergência.

E se não houver uma borracharia por perto?

Os especialistas ouvidos pela reportagem são unânimes ao dizer que o estepe temporário deve ser usado unicamente em situações emergenciais. Logo que possível, o motorista precisa providenciar o reparo do pneu com as medidas normais e recolocá-lo no lugar. Contudo, se for necessário percorrer longas distâncias em uma eventualidade, o sobressalente “fino” pode ser usado tranquilamente, desde que o condutor respeite a limitação de velocidade.

O estepe temporário pode rodar algumas centenas de quilômetros até o motorista encontrar uma borracharia ou, em último caso, até chegar ao destino,” assegura Medeiros. Mas ele adverte que os sulcos desse tipo de pneu são bem menos profundos que os de um similar convencional: geralmente, têm 1,6 mm. Assim, se for utilizado nesse tipo de situação, o componente pode precisar de substituição.

Você sabe como trocar o pneu do carro? Assista ao vídeo e entenda passo a passo!

Cuidados com o pneu estepe

Vale lembrar que qualquer pneu estepe, seja do tipo temporário ou não, exige determinados cuidados. O componente deve ser mantido com a calibragem recomendada pelo fabricante do veículo: se estiver murcho, será inútil em caso de necessidade.

O componente pode até apresentar algum desgaste, mas nunca deve estar “careca”, com sulcos abaixo da medida mínima. Além disso, fica o lembrete que, mesmo se permanecerem sem uso, os pneus têm prazo de validade. O limite pode variar de acordo com o fabricante: alguns determinam apenas 5 ou 6 anos; o máximo admissível é de 10 anos.

35 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Andre dias 27 de julho de 2021

Beleza, estepe de emergência, e na hora que usado estepe o pneu original cabe no vão que é guardado o estepe?

Avatar
Wesley 21 de julho de 2021

As montadoras são uma piada e fazem o que querem. Como se não bastasse a aberração do pneu de moto (estepe temporário), querem ditar as regras do mercado, acabando com os carros populares e enfiando SUVs goela abaixo do povo, por um preço bem mais salgado. Se a Fiat for esperta e voltar com o motor 3 cilindros no Mobi, vai ser o carro mais vendido dos próximos 10 anos, disparado, pois um carro popular, pequeno e econômico supre as necessidades da maioria da população, não essas carniças de crossovers disfarçados de SUV, verdadeiras banheiras que mal conseguem caber numa garagem comum e ainda bebem horrores.

Avatar
Teles 18 de junho de 2021

Isso deveria ser proibido no Brasil !!! Deveria haver a lei da 5º roda (estepe igual aos demais pneus).

Avatar
Allan Pereira Guimaraes 27 de maio de 2021

Outras VANTAGENS: + ANDAR DENTRO DOS LIMITES DE VELOCIDADE para não furar mais um e ficar na estrada de vez. O estepe diferente vai te “ajudar” a lembrar a ter cuidado redobrado. + Lembrar que está com o estepe e que precisa passar na borracharia para pegar o pneu que está arrumando ou comprar novo pneu. Quantas pessoas não esquecem que está sem estepe porque o reserva é idêntico ao conjunto instalado?

Avatar
Wesley 21 de julho de 2021

Pela sua lógica, andar mais rápido faz os pneus furarem mais facilmente kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Avatar
Georges C. Costaridis 24 de maio de 2021

o estepe temporário é mais barato para o fabricante e permite redução nos custos de produção do veículo, só isso e nada mais que isso. trocaram segurança do motorista por um punhado a menos no custo. deveria ser banido.

Avatar
Conconco 28 de abril de 2021

Deixa eu explicar a vocês o motivo, razões e circunstâncias, os carros modernos estão vindo com dispositivos nos bicos dos pneus, caso ele furar ou baixar é acionado no painel do carro a pressão dos pneus.

Avatar
Conconco 28 de abril de 2021

Resumindo após o aviso, paramos no posto calibramos ou se for o caso direto ao borracheiro, condutores trocar pneus é raridade hj em dia.

Avatar
Rodrigo MARTINIANO 7 de abril de 2021

NA REALIDADE É OUTRA ECONOMIA DAS MONTADORAS.
MEU ESCORT 1.8 XR-3 1989 TINHA ESTEPE DE LIGA LEVE, IGUAL À RODAGEM DE USO.
HOJE, MEU VOYAGE HIGHLINE ‘ostenta’ RODAGEM ARO 16″, mas o estepe é 15″, DIÂMETRO RESULTANTE IGUAL, e pneus de boa marca.
PORÉM, pneus ‘fininhos’, MUITO DESINDICADOS NO QUE CONCERNE À VELOCIDADE.
O VOYAGE É UM CARRINHO CAPAZ DE 200 km/h NUMA BOA DESCIDA, sem – evidentemente – USAR O ESTEPE.

Avatar
Alexandre Bezerra 13 de março de 2021

Economizam nos pneus, mas não vi carro com preço em conta! É Brazil com Z, sempre ferrando o trabalhador! E se a viagem for numa sexta a noite, e furar! Aí lascou, então chame a mãe do tal engenheiro! Pois os borracheiros só voltam a trabalhar na segunda! Sempre as malandragens pra cima da classe média!!

Avatar
Joel Xavier 12 de março de 2021

Os estepes temporários foi uma insresposabilidade dos engenheiros, sem estabilidade, cirte um dos pneus no fim de uma sexta feira, início de viagem, provavelmente só conseguirás outro na segunda e se foi sua viagem, assim aconteceu comigo.

Avatar
Emerson Rodrigue 12 de março de 2021

Não Acredito pois alguém está se beneficiando disso,lembra de estojos de primeiros socorros extintores,enguanto no Brasil a lei de Gerson existir alguém estará levando vantagens.

Avatar
Leandro Sordi Kucharski 12 de março de 2021

E onde colocar o pneu furado, já que o espaço está ocupado com bagagem. Pensaram nisso?

Avatar
Allysson Freitas de Morais 23 de junho de 2021

Top !!! lacrou!✌🏻

Avatar
Marciel Alves dos Santos 12 de março de 2021

Esse pneu é horrível o carro perdi totalmente estabilidade,eu tirei tudo e coloquei o normal .

Avatar
Alexandre 10 de março de 2021

Mais barato ele não é! Pois no site da Hyundai, o pneu do HB20 custa quase R$ 600,00

Avatar
José Paulo de carvalho 10 de março de 2021

Horrível!!!
Imagina vc troca o pneu e fica obrigado a limite de velocidade,limite de velocidade, pois está fora da banda de rodagrodagem !!!
Vc perde a estabilidade do veículo e se tiver que rodar um pouco mais te estraga a viajem!!!
Trocando em miúdos, só interessante para as indústrias!!!
Ainda não havia penssado nisso, pois o meu carro veio com essa engenhoca !!!
A roda já foi inventada !!!
Obrigado pela ajuda !!!

Avatar
Flavio Luis Farias Garcias 10 de março de 2021

Nunca tinha usado o estepe do meu FLUENCE que não é fino, porém estes dias quando fui usar tive surpresas o pneu não é o mesmo do carro é menor 15″, e não pode ultrapassar o uso que é 50 km e a velocidade máxima de 80 km. Não vejo outra realmente Dade que só a indústria que ganha com isso, o consumidor só perde. Imagina em um feriadão tu a 200 km de uma cidade que tu possas conseguir um pneu para repor no teu carro, vais ficar empenhado ter que ficar em um hotel até o próximo dia útil para poder comprar um pneu para continuar a viagem. São problemas que não são muito pensados pelo consumidor, mas que acontecem.

Avatar
Jose 10 de março de 2021

E quando acontece de rasgar uma das rodas, pois isso já aconteceu comigo na regis bitencurt, era feriado e todas borrecharia que fui não tinha pneu, acabei rodando quase 400 km até chegar em casa, se fosse esse pneu fininho eu tava era frito…..

Avatar
Carlos 9 de março de 2021

Esse pneu fino foi criado para não demorar a trocar pelo o original.

Avatar
FELIPE JOSE DUARTE DO NASCIMENTO 9 de março de 2021

Nunca vi um pneu temporário que custasse menos de R$300. Se existe economia, é da montadora.

Avatar
Fred 8 de março de 2021

Põe um tênis e e um chinelo… Se voce achar que dá…

Avatar
ASSUNÇÃO 8 de março de 2021

Piada, é só no Brasil…é o fim da picada…

Avatar
Sir.Alves 7 de março de 2021

Sou taxativo quando vou olhar um veiculo para aquisicao… Se vier com reserva fino nao quero, ate pq na hora de trocar o pneu furado nao vai caber no lugar do reserva e vai ficar uma zorra na mala… Imagina isso numa viagem com a mala cheia de bagagem…

Avatar
Sir.Alves 7 de março de 2021

Sou taxativo quando vou olhar um veiculo para aquisicao… Se vier com reserva fino nao quero, ate pq na hora de trocar o pneu furado na vai caber no lugar do reserva e fica uma zorra na mala… Imagina isso numa viagem com a mala cheia de bagagem…

Avatar
Xisto Luiz Barral 6 de março de 2021

É muito antagônico as mesmas autoridades apresentarem gráficos de segurança no trânsito e exaltarem os valores negativos,como índices de morte no trânsito, acidentes em rodovias e ao mesmo tempo, permitir a utilização de equipamentos que limitam a segurança dos veículos, para que as montadoras se beneficiem da baixa dos custos de produção. Quem mais se beneficia?

Avatar
Rocildo Dias Noleto 6 de março de 2021

Não acho uma boa idéia pois quando vamos fazer a premeira troca poderiamos comprar 3 e colocar o estep para rodar e com esse emergencial temos q comprar os 4

Avatar
Orlando da Silva Riscado Neto 6 de março de 2021

Qual a pressão que normalmente é recomendado pata este tipo de pneu.

Avatar
Geraldo Lima 8 de março de 2021

No manual do meu carro o recomendável são, acredite, 60 libras….nos outros 4 são 35 libras independente de estar só o condutor ou com carga..

Avatar
Gilberto Severo De Almeida 6 de março de 2021

As conversas dois engenheiros nada a ver, conversas vazia

Avatar
José Donizetti Serra 6 de março de 2021

Só tem desvantagens. O pneu normal, vc pode aproveitar um pneu meia vida quando trocar os 4 e nesse temporário as vzs vc precisa trocar ele por prazo de validade e sem uso. Pode ser mais barato pras montadoras, mas pro proprietário é dinheiro jogado no lixo além dos riscos de segurança. Tem lugar no Brasil.que vc tem que rodar muito, mas muito mesmo pra encontrar um lugar para arrumar o pneu furado. Sem noção essas montadoras

Avatar
Francisco Cordeiro Tavares da Silva 5 de março de 2021

Não acho confiável, porque o carro fica torto e pucha para o lado.

Avatar
André manfrine 6 de março de 2021

Eu muito perigo este pneu temporário, eu estava viajando elevei um susto numa curva fechada , dei de cara com um carro usando pneu temporário estava muito devagar e quase bati nele. Muito perigoso esse tipo de pneu.

Avatar
ANDRE LUIS RODRIGUES FARIA 12 de março de 2021

Só depende de nós mesmo é só exigir o pneu normal quando comprar o carro que está patifaria acaba

Avatar
ANDRE LUIS RODRIGUES FARIA 12 de março de 2021

Só depende de nós mesmo é só exigir pneus normais quando comprar o carro sem custo adicional campanha se não vier pneu normal não compre que acaba está patifaria rapidinho

Avatar
Deixe um comentário