Troca do tensor simultânea à da correia dentada é pi-ca-re-ta-gem?

Uma das maiores fábricas de rolamentos do mundo afirma ser desnecessária a troca conjunta se a oficina proceder corretamente

correia dentada e tensores shutterstock
Conjunto de correia dentada e rolamento tensor (Foto: Shutterstock)
Por Boris Feldman
21 de agosto de 2021 08:03

Critiquei as oficinas que defendem a nem sempre necessária troca do rolamento junto com a da correia dentada. A chamada “venda casada”. Uma controvérsia que surgiu desde que se introduziu a própria correia dentada em substituição à corrente metálica.

Vantagem da correia dentada? É mais barata. Mas os fabricantes alegam ser mais silenciosa. Embora a corrente metálica não seja ruidosa a ponto de incomodar. Mantida na maioria dos carros.

Desvantagem? Ao contrário da metálica, exige trocas frequentes com determinada quilometragem, em geral entre 50 mil e 100 mil km. Pior: se o veículo roda em ambiente contaminado com pó de minério ou outro abrasivo, o desgaste é acentuado e ela se rompe antes mesmo do prazo previsto de substituição. E, em muitos motores, correia rompida é prejuízo na certa, pois as válvulas “atropelam” os pistões.

VEJA TAMBÉM:

Fábricas que mudaram para a correia dentada já voltaram a projetar motores com a metálica, tantos foram os questionamentos, principalmente as dificuldades dos frotistas.

A controvérsia? Alguns mecânicos alegam que o rolamento pode pifar logo depois da substituição da correia e o dono do carro arcar com uma nova mão de obra que poderia ser evitada com a troca conjunta. E afirmam estar seguindo uma norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Mas, imagina-se que um rolamento de aço, não submetido a impactos nem esforços axiais (laterais) deve ter vida útil muitas vezes superior à de uma correia de borracha. Tanto que, em motores Ford Ka e Chevrolet Onix, onde são banhadas em óleo, correias e rolamentos duram mais de 200 mil km.

E a ABNT? Ela tinha realmente publicado a norma NBR 15759 (em 2009) recomendando a troca do rolamento. Observamos – na época – para esta associação, que nenhuma fábrica (exceto a Renault) incluía este procedimento em seu manual de serviços. Ela acatou a sugestão e modificou o texto, recomendando o procedimento indicado pela fábrica, ou seja, inspecionando o rolamento.

Em 2011, voltou a modificar a norma apesar de manter – estranhamente – sua numeração e recomendou novamente a troca dos agregados da correia.

Uma das maiores fabricantes…

escritorio da schaeffler jhvephoto shutterstock
Schaeffler: uma das maiores fabricantes de correias do mundo (Foto: JHVEphoto | Shuterstock)

Mas, diante de críticas de alguns mecânicos que defendem a troca simultânea, decidi consultar uma das mais prestigiadas e famosas fábricas de rolamentos do mundo, a Schaeffler. Que os produz no Brasil sob as marcas FAG e INA. Pensei que sua equipe técnica poderia ficar “em cima do muro” pelo interesse da empresa em faturar seus produtos. Mas foi objetiva e de uma ética exemplar.

Afirmou que:

– o padrão de homologação de rolamentos para correias é de 300 mil km. Mas pode haver, segundo ela, uma variação para mais ou menos de acordo com as condições operacionais, horas de funcionamento do motor com o carro parado (congestionamentos), etc;

–  estatísticas de campo afirmam que 99% dos problemas de desgaste prematuro dos rolamentos de tensores das correias dentadas são provocados pelo ajuste irregular quando de sua montagem;

– só recomenda a troca simultânea do rolamento em motores com alta quilometragem e que não se conhece o histórico. Ou seja, se o carro já rodou, digamos, 200 mil km e a correia deve ser substituída sem que se conheça sua vida útil e a do rolamento, sugere a troca de ambos. Ou quando a inspeção visual/auditiva do rolamento indique esta necessidade.

Então:

–  a ABNT recomendou em 2009 a troca do rolamento simultaneamente com a da correia, mas já alterou duas vezes a norma, em 2010 e 2011;

– estes rolamentos são projetados para durar cerca de 300 mil km, mas em testes de bancada. Na prática, a durabilidade pode variar para mais ou para menos. Como duram acima de 200 mil km em alguns motores (Ford e Chevrolet, por exemplo), pode-se colocar esta quilometragem como a mínima de sua durabilidade;

– fadiga prematura dos tensores/rolamentos de correia dentada são provocados em 99% dos casos, segundo os técnicos da Schaeffler, por ajuste irregular de sua tensão.

Aliás, muitos mecânicos até desconhecem que, se o rolamento estiver no lado tenso da correia, deve-se girar o virabrequim no sentido contrário antes do ajuste.

Mas, como explicar de o rolamento ter pifado logo depois de a correia ter sido substituída, com prejuízo para o dono do carro?

Está explicado por quem o fabrica: o rolamento é homologado, em testes de bancada para durar teoricamente até 300 mil km. Ou menos, na prática e de acordo com as condições operacionais. Há motores em que duram mais de 200 mil km. Casos de desgaste prematuro dos rolamentos são provocados, segundo ela, pelo próprio mecânico ao ajustar irregularmente a correia.

Então, a venda casada correia/rolamento é ou não uma pi-ca-re-ta-gem?

Abaixo, posicionamento da Schaeffler sobre o assunto.

N.R. Apesar de contestado, Boris Feldman confirma o conteúdo da coluna.

“Em relação as publicações e divulgações realizadas pelo jornalista Boris Feldman neste meio de comunicação sobre a troca de tensor simultânea à correia dentada, a Schaeffler ressalta que o inteiro teor da reportagem não retrata ou condiz com qualquer orientação ou sequer posicionamento da Schaeffler Brasil, e que apresenta a seguinte nota de RETRATAÇÃO/RETIFICAÇÃO.

A Schaeffler valoriza, reconhece e mantém uma relação muito próxima dos profissionais reparadores. Por isso, desde 1958, a empresa se preocupa em fornecer muito mais do que produtos de qualidade e excelência, a Schaeffler preza por levar conhecimento e capacitação relacionada à aplicação dos seus produtos.

Além disso, entende que os reparadores são o elo fundamental na cadeia de reparação e por não mede esforços para oferecer todo suporte e orientação sobre seu portfolio e aplicações, a fim de garantir o melhor produto e reparo ao cliente final.

Assim, resta claro que a Schaeffler preza pelo zelo técnico na condução das reparações e reconhece a importância e a seriedade do trabalho desempenhado pelos reparadores, motivo pelo qual, qualquer menção, sugestão ou indução de modo a desqualificar o trabalho dos referidos profissionais, não condiz de forma alguma com o posicionamento da Schaeffler.

Por isso, a Schaeffler recomenda que cada caso requer avaliação cuidadosa do profissional reparador para que possa ser identificado quais componentes precisam ser substituídos, a fim de garantir uma manutenção segura, devendo sempre ser observado as recomendações dos manuais dos veículos. Para cada caso, com base na avaliação do profissional reparador será feita uma recomendação ao cliente dos itens que precisam ser substituídos.

Pensando no mercado de reposição e nas necessidades de cada cliente, a Schaeffler disponibiliza em seu portfólio desde peças avulsas até soluções completas (kits de reparo), garantindo assim uma manutenção com qualidade para o cliente final e eficiência para o profissional reparador.

Os componentes são desenvolvidos seguindo alto nível de qualidade e requisitos técnicos, e passam por rigorosos testes de validação em bancadas, garantindo assim a vida útil adequada para cada aplicação.

Importante ressaltar que a vida útil está relacionada às condições de uso, quais sejam, variáveis como o meio de operação (condições do ambiente), uso severo como reboque ou trânsito intenso, além das próprias condições de manutenção do veículo em geral. Alinha-se a isso a necessidade de análise de cada profissional reparador em relação à manutenção preventiva recomendada para cada um de seus clientes.

Quanto aos rolamentos, como são componentes dos tensores, o que dita no momento da substituição é a análise do conjunto completo do tensor e não apenas o componente.

Uma possível falha considerada prematura em um tensor pode ser originada por diferentes variáveis, tais como: condições de operação, contaminação pelo ambiente e também pela condição geral de manutenção do veículo, portanto não é só a quilometragem rodada que deve ser observada, lembrando também que o veículo mesmo parado no trânsito e o motor em operação os sistemas estão sendo exigidos, como por ajustes quando esses são necessários. Uma vez identificado o componente avariado, a necessidade da substituição de outros itens periféricos do sistema será indicada pelo profissional reparador, visando uma manutenção preventiva e segura para o cliente.

Para as questões relacionadas ao ajuste do sistema de tensionamento ou qualquer outra associada aos produtos da Schaeffle e em casos de dúvidas estas podem ser sanadas via os canais de atendimento da Schaeffler, sendo eles: 0800 011 10 29, sac.br@schaeffler.com, contato direto com os técnicos da Schaeffler, plataforma REPXPERT, e também por meio de visitas técnicas. Além disso, oferecemos os treinamentos técnicos, visando à capacitação constante dos nossos clientes e de toda a rede.

Dito isto, com relação a troca de tensor simultânea à correia dentada, a Schaeffler recomenda que seja analisado o manual do fabricante, bem como também sejam verificados os elementos periféricos. Importante ressaltar ainda que além do manual do Fabricante, para garantir uma maior eficiência na troca e uma melhor vida útil, é de extrema importância que também sejam checados (i) os manuais de instalação e (ii) a Norma ABNT NBR 15759:2011, suas eventuais atualizações e as demais normas que possam orientar este assunto.

Diante de todo exposto, a matéria publicada pelo Boris Feldman deve ser intepretrada única e exclusivamente como do ponto de vista/opinião pessoal do próprio jornalista e não da Schaeffler Brasil Ltda.”

SOBRE
654 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
João Carlos Ferreira 28 de agosto de 2021

No Brasil tem sim muitos picaretas, profissionais ruins, contudo, na área automotiva, as montadoras e oficinas de concessionárias, na minha opinião, são as piores, é cada fumo que empurram nos consumidores, peças de reposição caríssimas e com durabilidade duvidosa, quer um exemplo: troca da correia dentada e seus penduricalhos(tensores, bomba d’água, etc) do jeep renegade turbo diesel não saí por menos de 5000,00 reais, è ou não é uma picaretagem??? Para acabar
com a polêmica seria necessário cada fabricante de peças colocar bem claro e objetivo a validade do produto, e garantir um mínimo de segurança para proprietários e reparadores.

Avatar
Wellington Monteiro Araújo 26 de agosto de 2021

Realmente fiquei surpreso pela essa reportagem ,tenho um Bosch service e meu intuído e sempre cuidar de famílias e deus me deu o dom de concertar carro para dar segurança nas famílias ,até pode ser que dura tanto esses rolamentos ,com minha esperiencia de 32 anos no mercado nunca vi ,com desenas de marcas no mercado ,cliente quase nunca quer original como o mecânico vai garantir ,as próprias concessionária que são nosso exemplo de qualidade para seguir não tem esse procedimento,realmente não entendo e aliás vc fala muito de picaretagem isso e desonestidade ,será que o mecânico tiver fazendo errado não pode ser falta de informação,falta de proficionalismo ,não são todos que são desonestos nesse mercado,vc poderia estudar mas nosso mercado para ver a realidade e não só falar o que não sabe a realidade

Avatar
Evaldo Kosters 26 de agosto de 2021

PI CA RE TA GEM é fazer desinformação. PI CA RE TA é quem não respeita o trabalho dos outros, atacando sem ouvir o outro lado. Jornalismo sério se faz dando direito ao contraditório. Manutenção preventiva não é picaretagem. Notícia falsa, a suposta manifestação da Schaffler, já desmentida pela indústria. Matérias como esta, denegrindo (Prejudicando) a imagem dos reparadores e em induzindo o consumidor a correr risco que podem lhe causar PREJUÍZO de milhares de reais, é um desserviço. Os Sinderepas do Brasil todo devem contestar esta matéria que causou prejuízo à toda a classe dos reparadores. UMA VERGONHA.

Avatar
Polvo 26 de agosto de 2021

Boris, pra resolver essa polêmica vc precisa consultar um especialista (um mecânico de autos, mecânico de manutenção ou eng. mecânico) e pedir para mostrar, na prática, como se avalia se um rolamento tensor ainda está bom. Aproveita e pede para ele mostrar rolamentos defeituosos ou com indícios de que vão dar problema. Eu tive um Celta que na primeira troca da correia dentada aos 58 mil km, o motor fazia um chiado e, ao retirar a correia dentada, o mecânico me mostrou a causa do ruído e era o tensor.

Avatar
Jair 26 de agosto de 2021

Na minha opinião não é picaretagem
Sou Mecanico a trinta anos e não troco correia dentada se não for o conjunto porque tenho que dar garantia do serviço e não tem como gatantir um componente que não sei o seu tempo de uso

Avatar
Maluhy 26 de agosto de 2021

E agora?A Schafler soltou a nota dizendo que quem decide é o reparador, não falou nada em tensionador que dura 300 mil km,quem é o picareta nessa história?Na verdade eu gostaria de ver uma retratação pelo autor dessa matéria, que gosta de adjetivar outras pessoas sem base , corre o risco de sofrer um processo de difamação e calúnia e lógico,o site TB ,que permite publicar infâmias….

Avatar
Evaldo Kosters 26 de agosto de 2021

APOIADO. TEM QUE TER RETRATAÇÃO

Avatar
Antonio Forte 27 de agosto de 2021

Concordo. Tem que ter retratação.

Avatar
Marvim 25 de agosto de 2021

E penso o seguinte, o preço que custa o tensor nem de longe vale apena o risco da peça da problema, e se ficar com baita prejuízo. e como se diz, a troca e preventiva, portanto e melhor prevenir que remediar, tem proprietários que vai além, aproveita e troca a bomba de agua, e não esquecer de trocar as demais correias e etc.

Avatar
Fabio Felix de Melo 25 de agosto de 2021

Concordo com sua visão, sempre fiz isso e mesmo assim perdi um motor 2.0 16V com menos de 50% da quilometragem recomendada no manual para troca da correia. Alias não foi o rolamento tensor, mas foi o guia. Marca INA o mesmo que ele cita no vídeo. A retifica ficou em mais de 5 mil, quando? Perto da data em que as normas citadas foram editadas. Enfim rodar 50 mil a mais para gastar de mão de obra um valor superior ao da peça não tem cabimento é economia porca.

Avatar
elioricardo 26 de agosto de 2021

Olha Fábio o certo é sim trocar se no caso for carro usado ir ao mecânico de confiança e checar aliás quem tem Citroën atenção a correia pode arrebentar antes não confiem no manual em que a kilometragem e X pode se romper antes já vi em oficina um que arrebentou por vacilo do dono isso acontece infelizmente

Avatar
Roberto Karpinski 25 de agosto de 2021

Que ladainha por causa de um rolamento esses metidos a colocar certas matérias são muito confusods indecisods sem informação correta acabam escrevendo porcarias sem convicção só causam confusão são pateticos arcaicos

Avatar
Carlos Augusto soratto 25 de agosto de 2021

Meu wv upi está rodando a 257000 sem nunca ter trocar peça alguma .pode?

Avatar
PTK 25 de agosto de 2021

Nem paleta do limpador ??? Óleo V. só completa também ???

Avatar
Marcio 25 de agosto de 2021

Vc já viu, custurar pano novo com pano velho,odri velho com vinho novo,vc não olhou a norma, sempre e indicados trocar os tensores e dependedo até abomba d’água, kkkkkk

Avatar
roberto 25 de agosto de 2021

Este comentário ñ tem lógica,não é só troca por km peças tem vida util prazo validade sem falar que o motor funcionando sem carro rodar tmb tem desgaste.

Avatar
THIAGO DOS SANTOS 25 de agosto de 2021

Bom dia me chamo Thiago acho realmente necessário a troca do tensor pois o fabricante do rolamento não irá pagar um motor caso realmente aconteça do tenso travar é mais barato um tensor do que a dor de cabeça e nem sempre fabricante de rolamento com Vivi no dia a dia da troca nem sabe como fica não sabe se pegou água não sabe se entrou terra falar é fácil a prática que é o problema fica a dica troque sua Correia troque seu tensor limpe bem o lugar da correia.

Avatar
Ivanilda Monteiro lima 25 de agosto de 2021

Boris sou seu fã! Tenho um respeito muito grande pelo conteúdo e conhecimento que o seu trabalho traz para nós apaixonado por carros, mas a sua equipe está trazendo cada matéria de envergonha até o lampião

Avatar
Fabio Felix de Melo 25 de agosto de 2021

Aqui no norte se troca correia dentada com metade da quilometragem recomendada no manual, motivo, os carros principalmente de frota ficam horas parados ligados para manter o ar condicionado funcionando. Cai por terra os 300 mil km.

Avatar
maximo dos santos fiau 25 de agosto de 2021

Ainda bem q com a internet cada vez mais difundida no Brasil ninguém acredita nessa picaretagem de reportagem, basta dar uma pesquisada e se vê q a reportagem não tem fundamento

Avatar
Wanderlei 25 de agosto de 2021

Só o fabricante de tensores Ina que se manifestou a favor do Sr Boris porquê os outros fabricantes não. Obrigado Wanderlei

Avatar
Paulo 25 de agosto de 2021

Comentário lamentável, sem fundamento técnico e equivocado uma vez que o fabricante recomenda a troca, e a norma brasileira correspondente solicita que a troca seja feita.

Avatar
Alexandre 25 de agosto de 2021

Kkkk para vcs que tem pena de pagar um tensor , pois bem o mecânico não ganha tanto na troca do tenso e sim para abrir o motor ferrado de quem não fez a manutenção correta..

Avatar
Felipe c de oliveira 25 de agosto de 2021

Boa sorte A todos os clientes que não trocam e confiam nessa reportagem kkkkkkk que lixo !!! Não troquem msm … O mecânico agradece 👍

Avatar
Jo 24 de agosto de 2021

Vamos lá… Rolamento dura mais que a correia. Mas já está aberto e por 150 pilas a mais prefiro não arriscar e troco tudo. Correia hnbr e tensor de qualidade. Pra eu rodar 50.000 km em 4 anos com tranquilidade. O cliente decide.

Avatar
Solimar 25 de agosto de 2021

Nunca vi mecanico ganhar com troca do tensor da correia esse sr que esta falando isto conhece mal teoria ..faz a pesquisa com quem trabalha no ramo abraço.

Avatar
Danilo Gonçalves de Oliveira 24 de agosto de 2021

Não sei se é obrigatório, mas não troquei o estivador uma vez e pouco tempo depois ele travou e o motor foi pra vala.

Avatar
Edgar 24 de agosto de 2021

Quem escreve o texto só pode ser mecânico frustrado…

Avatar
Polvo 24 de agosto de 2021

A corrente metálica deveria ser padrão nos motores atuais, pois dura tanto quanto o próprio motor. Um componente vital para o funcionamento correto do motor não deveria usar correia de borracha e nem ter esse rolamento tensor, isso aí é herança da década de 70. Infelizmente poucos fabricantes adotam esse componente como padrão nos dias atuais, espero que acabem de vez com esse componente e todos adotem a corrente.

Avatar
GABRIEL FERNANDO PASSING 24 de agosto de 2021

Opa não não aconselho não pois a contaminação de minério nos lubrificantes do rolamento pois a capa guarda-pó dependendo da situação não sustenta os 300 mil quilômetros. E picaretagem é sentar o pau no mecânico trabalhador que apenas trabalha em cima de normas escutar de um velho babão tal barbaridade

Avatar
Emerson 24 de agosto de 2021

Pois é amigo, fico vendo esse cara falar… Limpeza de bico é picaretagem, agora essa do tensor… Duvido q ele tenha alguma experiência prática pra ter moral pra falar essas coisas. Como Jornalista ele tem experiência, eu sei mas mecânica…… Tenho é dó de quem escuta oq ele fala e acredita…

Avatar
Mozart 24 de agosto de 2021

Bem assim tem tensor que não aguenta 40.000 km

Avatar
Márcio 24 de agosto de 2021

Experiência própria, ja troquei somente correia com 40.000 km e o tensor não aguentou 10.000 km a mais, ele pesou tanto q queimou as costas da correia, sorte minha q percebi a tempo e troquei novamente correia e tensor.

Avatar
Rosy 24 de agosto de 2021

Esse Sr. Boris, deveria ter vergonha de fazer essa reportagem. Não é picaretagem do mecânico, é para garantir segurança.

Avatar
Cesar 24 de agosto de 2021

Sempre troquei porque o kit vem correia e tensor.
Se rodam juntos..desgastam juntos tbm. Não sou mecanico mas confio na maioria dos mecânicos que me atendem. Não vejo picaretas. …vejo responsabilidade no serviço. Fica ao alcance de todos trocar o conjunto..pior eh arrumar motor se acontecer o pior. Não confio neste senhor da reportagem. Economia porca depois da dor de cabeça pro mecânico e cliente. 99% dos comentários são a favor da troca do conjunto. Assunto encerrado.

Avatar
Paulo Batista Brandão 24 de agosto de 2021

Acho que ele está chamando de ” picaretagem” a venda casada do kit e não os mecânico! Quem está levando vantagem são as autopeças que ganham mais vendendo o kit em vez de vender somente a correia , aí está a picaretagem !

Avatar
Daniel Scheidemantel 24 de agosto de 2021

O jornalista/Engenheiro em seu artigo jogou a culpa nos reparadores… Como sempre… Consultou uma empresa do setor (aproveitou para fazer o marketing dele), e foi determinante em seu veredito…. Esse sabe tudo…. Os picaretas todos estão por aí…. E em todos os grupos setoriais…. Oremos!!!!….

Avatar
cesar 24 de agosto de 2021

ok, entendo, mas os mecânicos tem razao em se manifestar em própria defesa pois clientes assistem este video e podem passar a achar que é bobagem trocar o conjunto. Assim como milhares de videos no you tube ensinando trocar e fazer reparos achando que técnicos em tv, mecânicos etc..cobram caro. Cobra-se pela hora trabalhada e conhecimento adquirido e acho melhor avisar o cliente que o conjunto se desgasta e enfim, a mão de obra é a mesma pra trocar 1 ou os 2. Tal economia ensinada nos vídeos que depois certamente sairá caro pro cliente. Troca de Fluido da água, fluido de freios, tudo isso deve-se fazer anualmente assim como a correia e tensor (principalmente se o carro tiver parado ou andar em estradas poeirentas) . Questão de prevenção e baixo custo. É como nosso corpo, melhor se prevenir que deixar acontecer e certamente gastar muito mais ou nem ter jeito mais de se tratar com medicamentos. Não gostei do vídeo assim como outros mais que ensinam fazer coisas no you tube desvalorizando o serviço dos profissionais. Cada um na sua. Concordo que em cada categoria pode haver sim aproveitadores, até na área médica. Mas entendo que a maioria dos bons mecânicos sugerem trocar o conjunto (questão de responsabilidade), sem ter intenção de se aproveitar da boa fé dos clientes.

Avatar
Joaquim Caldeira 24 de agosto de 2021

Informações desonestas que não condizem com a realidade e/ou dia-a-dia da manutenção mecânica preventiva.

Avatar
Jose rberto 23 de agosto de 2021

Reportagem irresponsável,o sr deveria ser processado pelo sindicato das oficinas mecânicas,por tamanha falta de responsabilidade, eu não dou garantia de o cliente não trocar o conjunto sua Reportagem e fake e desonesta

Avatar
Eduardo 24 de agosto de 2021

O que esse Sr. Se esquece de dizer é que trocar ou não é um deliberalidade do CLIENTE. Claro que pode não ser trocado, porém assume-se o risco. O custo da mão de obra é a mesma se combinado antecipadamente. Porque não trocar? No kit vendido o tensor vem junto não a toa. Se antes dos referidos 200.000km o tensor der problema a fábrica dará garantia ou vai alegar que é uma peça de desgaste natural? Esse jargão utilizado por ele é extremamente preconceituoso porque coloca na vala comum todos os mecânicos, sejam eles honestos ou não. Pela visualização vale tudo.. infelizmente!

Avatar
Emerson 24 de agosto de 2021

Muuuuito bacana, comparar sistemas de distribuição com correias banhadas a óleo com sistemas convencionais. Se a do Ford Ka dura a do Fire q é protegida por uma capa de plástico da espessura de uma unha…

Avatar
marcio 23 de agosto de 2021

É bom avisar os fabricantes de kit de distribuição essa sua dica.A maioria deles já vende o kit prontinho,por que será então? Pra enganar os picaretas?
Agora “picareta ” é o senhor que não tem responsabilidade nenhuma no que diz,não está na ponta ,dando a cara a tapa.Pessima matéria!

Avatar
Leandro José Macedo frança 23 de agosto de 2021

Assino em baixo. Fabricante assume o prejuízo se o rolamento trancar ou começar roncar depois de pouco tempo? Eu ainda aconselho revisar bomba d’água .

Avatar
Cid Nelson Alves 23 de agosto de 2021

Certíssimo. Não sei de onde veio esse cara que se coloca como expert. Não e Brasileiro nato com certeza .vou mandar um só recado pra ele ,aqui é Brasil,e nós Brasileiros não devemos nada a filhos da P nenhum do mundo .volta pra sua terra.

Avatar
RAFAEL RODRIGUES 23 de agosto de 2021

Matéria totalmente sem pé nem cabeça!
Comparando tecnologias e engenharias completamente diferentes, como se fossem a mesma coisa e ainda nem sabe do que se trata, pois durante a matéria ele se refere a corrente de comando como metálica, e com isso dando a entender aos leigos que seria uma correia metálica.

Matéria Fake!
Jornalista incompetente!
Não sei onde quer chegar com estas alegações!
Ainda acusando os mecânicos de serem picaretas e desonestos!
Pois está deixando explícito que os mecânicos são incompetentes na hora de instalar a correria e deixam com tensão excedente!
Engraçado que esse erro e incompetência só ocorre com rolamentos usados, com os novos não!
Então o mecânico está agindo de má fé, e não por erro?!

Agora ele fala apenas do ônus da troca, pq ele não fala do ônus da correia quebrar e o cliente gastar muito mais com uma retifica de cabeçote do motor!?!?!?
Se os mecânicos tivessem má fé, deixariam quebrar pra cobrar a retifica, pois se ganharia muito mais, já que o valor do um rolamento é uma fração no lugar de uma retifica!

Avatar
Waltemberg 23 de agosto de 2021

É uma pena ver um engenheiro com tanta bagagem da esse golpe nós nosso amigos mecânico.
Chama de picareta?
Não gosto dessas atitudes onde se maltrata profissionais por iboPe na mídia

Avatar
Cid Nelson Alves 23 de agosto de 2021

Vamo lá, acho que a intenção do auto papo e sr Boris é chamar a atenção e ganhar dindin com a repercussão “picaretagem”,como está acontecendo com essa . Vou fazer de conta que a intenção não seria está e vou opinar. Absurdo, vou na feliz opinião de alguns aqui.
pergunta pra ele e para os técnicos dessa grande fábrica de rolamentos se eles fariam essa troca nos seus carros particulares nessa kilometragem. Não ponha as culpa no mecânico.

Avatar
LEANDRO NEPOMUCENO DOS SANTOS 23 de agosto de 2021

Queria ver o Boris manter essa mesma opinião….. se ele fosse dono de Oficina …. e tivesse que dar garantia ……ele deve ter ódio de mecânicos…… outra coisa o mecânico não ganha mais nada por colocar um tensor novo ou colocar o usado……. é muito fácil ser especialista de manutenção no ar condicionado do escritório dele ….. quero ver ele trocando uma correia dentada do New Fiesta e da Duster e manter essa opinião…… desafio feito a você ESPECIALISTA de Troca de correia dentada.

Avatar
Diego 24 de agosto de 2021

Realmente deve ser a intenção gerar repercussão. Mas… Eu já não gostava das matérias deles, agora que perderam totalmente a credibilidade com a maioria dos profissionais.

Avatar
José Antônio Gomes 23 de agosto de 2021

Esta é a opinião do Fabricante, com as analises de seus “Técnicos” que nunca entraram numa mina de profundidade ou à céu aberto, como acontece em região de mineradora de ferro ou níquel. Quando fizerem isto, certeza que terá outra expectativa. Micropartículas de poeiras suspensas com água adicionadas constantemente nas vias, fazem penetrar no núcleo das peças, que perdem suas lubrificações ou fazem as mesmas fadigarem, causando anomalias.

Avatar
Diego 23 de agosto de 2021

Isso aí! Façam uma economia de 100 pila e arrisquem gastar 3 ou 4 mil, baita dica de não trocar o esticador!!
Nos casos de ser banhado em óleo, blz, mas em muitos modelos fica exposto ao tempo sem lubrificação, exceto a que vem de fabrica.

Avatar
Cid Nelson Alves 23 de agosto de 2021

Concordo com vc Leandro infelizmente estamos dando munição ao bandidos. Mas não tem como ficar calado com tamanha calúnia. Nós ganhamos nosso dinheiro com suor e honestidade,, mas espertos , através da internet ganham muito com esse tipo de jornalismo mentiroso.

Avatar
Leandro de verdade 23 de agosto de 2021

Perfeito. Muito interessante este tópico. Até pq tenho dois VW COM CORREIA DENTADA e um VW com correia metálica. E sempre fico nas mãos do mecânico.

Avatar
Carlos Alberto 23 de agosto de 2021

Picareta são esses jornalistas mal informado, duvido as empresas SKF, INA etc darem garantia de 300.000 km num rolamento tensor, Sr Boris se informe o tempo de garantia dessas peças antes de usar o termo picareta para os “profissionais da área”.
Pra mim o Senhor perdeu o prestígio fazendo essa reportagem.
Tem carros que pra trocar correia dentada e tensor são gastos 12h ou mais de mão de obra, pra economizar 100,00 ou pouco mais e correr o risco de e perder o motor.
Reportagem equívocada.

Avatar
edsob 23 de agosto de 2021

manda esse cara aí. esse picareta que só trata nossa classe como picaretas.
manda ele abrir uma oficina e fazer pela metade as picaretagem que ele alega . qdo estourar um rolamento junto com cabeçote e bloco. quer o ver onde ele vai chorar. esse cara gosta de desclassificado os mecânicos para ganhar seu salário. é um ignorante. Deus q o abençoe e tire dele essa maldade. os mecânicos estudados merecem tbm seu salário. coitado digno de pena.

Avatar
Diego 23 de agosto de 2021

Aaaaaaa,sinseramente causa imensa revolta ver mais uma vez tentativas de marginalizar nós profissionais mecânicos utilizando da palavra “picaretagem” para classificar a forma de trabalho a qual, com a experiência desenvolvida com os anos na área escolhemos trabalhar dessa forma trocamos sim correia e tensor junto virando garantir tanto a qualidade e durabilidade do serviço quanto evitar futuros problemas para os clientes.tenho certeza que a grande maioria dos comentários resumem essa mesma opinião.

Está aí um dos motivos sr.boris ao qual cada vez mais se torna difícil a relação entre reparador e cliente. Sem nesse cidade essa citação “picaretagem” kkk verdadeira falta de conteúdo da parte dos senhores

Avatar
Gostei da sua resposta, porque ele não compra um carro é deixa o rolamento da correria dentada do carro dele rodar 300 mil!!!. 23 de agosto de 2021

Duvido

Avatar
Polvo 23 de agosto de 2021

Rolamentos vendidos no mercado paralelo eu não confiaria em rodar tanto, mas se for o original da montadora, comprado em concessionária, acredito que é possível rodar muito mais que os 50 mil km da correia.

Avatar
Ebert 23 de agosto de 2021

Sou mecânico não sou picareta, não sou professor pardal igual ao senhor e toda troca de correia dentada eu faço a substituição pois a maioria das correias (muitas sendo a primeira vez que e substituída) o rolamento tem algum defeito ( vazamento de graxa, ruído etc). Acho que você tem que parar de ser professor pardal e meter o nariz onde não entende nada.

Avatar
Antônio 23 de agosto de 2021

Eu prefiro a marca Dayco,que são as melhores….

Avatar
Antoni 23 de agosto de 2021

Papo de engenheiro que nao sabe usa uma chave de fenda

Avatar
PAULO DA SILVA BATISTA 23 de agosto de 2021

Vai economizar o que?70 reais? A mão de obra vai ser a mesma!!!!

Avatar
Paulo 23 de agosto de 2021

Totalmente sem cabemento ! O mecânico para a troca da correia e obrigado a retirada do tensor, rolamento, esticador… Chama como quiser isso prova que não há mau intenção em recomendações de troca dos mesmos uma vez que se o profissional for honesto não aumentará o valor apenas pela peça que já teria que ser recolocada seja nova!

Avatar
Simão 23 de agosto de 2021

Então quem confiar nesse Sr Boris, façam o que ele disse no seu veículo quando for trocar a correia dentada, não troquem o tensor e vocês vão levar uma “paulada” no seu bolso. Deixem de ser mesquinhos, acham que os mecânicos vão enriquecer trocando um rolamento ? O custo da mão de obra não aumenta em nada a mais. Eu não sou mecânico, mas trabalho com manutenção também. Se estourar seu motor depois vocês não vão aceitar uns tapinhas nas costas pelo mecânico dizendo que ele não teve culpa !!! É BEM PROVÁVEL que vocês irão leva-lo ao procon.

Avatar
Mauricio 23 de agosto de 2021

Na dúvida é melhor trocar o conjunto todo. Quem quiser arriscar e tomar prejuízo fica a vontade.

Avatar
Andre Costa 23 de agosto de 2021

SOU REPARADOR AUTOMOTIVO E O SENHOR ESTA ERRADO!!! JA ACONTECEU E MUITO,DE ALGUMAS MARCAS DE ROLAMENTOS NAO DURAR NEM 30MIL KM…
IMAGINA ENTAO Q MUITOS NEM SABE Q EXISTE TAL KILOMETRAGEM PARA A TROCA…
E ANTES DE CRITICAR,VÁ SE INFORMAR COM QUEM TRABALHA TODOS OS DIAS COM MOTORES.
PASSAR BEM!!!😡🤬💪

Avatar
Osama binladem 23 de agosto de 2021

Preparador de carrinhi de mão kkkk!

Avatar
EDNAN LINS DA COSTA 23 de agosto de 2021

Excelente explicação! Parabéns!

Avatar
Wagner 23 de agosto de 2021

Tenho uma Strada 2011/12 desde 0 kms..já está com mais um milhão….. De kms .nunca fiz o motor..
Já fiz A troca do conjunto Correia/ tensionados
Pelo menos 16 vezes….a cada 50/60 kms.. estou muito satisfeito…..ok

Avatar
Joao Paulo 23 de agosto de 2021

Acho que senhor não sabe o conceito de manutenção preventiva. E repassa aos leitores uma matéria que conduz os leigos a um erro que pode doer no bolso. A troca do rolamento juntamente com a correia se faz preventivamente. O bom profissional (e não picareta como o senhor diz) não vai esperar o rolamento travar, causando prejuízo ao seu cliente. Se for pensar assim pra que trocar o rolamento da embreagem junto com o kit? Pra que trocar o filtro de óleo junto com o óleo? Conceito de mecânica ultrapassada.

Avatar
Samuel Teodoro Nunes 26 de agosto de 2021

Peço por favor alguma fabricante de correias e tensionadores, fabricante graduada no assunto para se manifestar e rebater esta matéria explicando para nós afinal qual é o correto.
Porque agora estamos sem saber.por favor nos ajude aí.

Avatar
Eber Marcelino de Almeida 23 de agosto de 2021

Bom primeiramente Sr. Feldman, com todo o respeito acho meio pesado usar o termo picaretagem para definir uma prática que é usada pela maioria dos profissionais (dentre eles grandes e renomados profissionais) da área. Prática essa que visa a segurança e a garantia da manutenção executada no veículo do cliente, para que ele não tenha “dores de cabeça” futuras. Outro ponto é que esses profissionais como eu inclusive, tem uma margem muito pequena ou senão nenhuma em relação as peças, muitos nem as fornecem, o cliente adquiri em uma loja de auto peças e leva à oficina para efetuar a troca.
O trabalho de trocar o kit ou só a correia é o mesmo, daí eu pergunto: o que eu ganho com isso? Então estou lesando meu cliente só por maldade e sem levar vantagem nenhuma? Me desculpe mas nem os verdadeiros picaretas que existem no nosso ramo agiriam dessa forma. Quer dizer então que marcas como Continental, Dayco e Gates fazem parte da legião de picaretas por venderem os kit’s de sincronismo?
Respeito sua formação acadêmica e sua experiência jornalística, mas acredito que o senhor precisaria de uma vivência mais prática para comentar certos assuntos com mais propriedade e cuidado. Dessa forma vejo que na maioria das vezes o senhor terá a aprovação do público leigo que o acompanha, mas entre os profissionais dessa forma perde muito a credibilidade. Sendo sincero, por conta de alguns maus profissionais, nós já temos a fama de desonestos, infelizmente. Não precisamos que alguém fique fomentando isso!

Avatar
Getulio 23 de agosto de 2021

Perfeito!

Avatar
Antonio Carlos 26 de agosto de 2021

ótimo comentario,picareta é este senhor.

Avatar
Cheu 23 de agosto de 2021

Kkk, quer gastar com mais uma mão de obra depois que começar a cantar o rolamento, fique a vontade

Avatar
José Natal 23 de agosto de 2021

Sr. Boris antes de agredir verbalmente uma classe de trabalhadores o sr. Deveria primeiro respeitar
Sobre assuntos técnicos e comerciais o Sr deveria pesquisar melhor, hoje pra se reparar um veículo precisamos ser cautelosos no diagnóstico e também estarmos atentos as normas e suas atualizações e também ao CDC, portanto seria prudente de sua parte fazer uma retratação com o mesmo tempo usado para denegrir a imagem imagem dos mecanicos que lutam por seriedade no nosso setor, existe sim os maus profissionais que o sr. Se dirija à eles OK e não prejudique um setor inteiro por causa de alguns.

Avatar
Osama binladem 23 de agosto de 2021

Venda casada e picaretagem sim

Avatar
JOSE NATAL 24 de agosto de 2021

Sr. “picaretagem”, digo o seguinte a industria onde você buscou tal informação vende o kit completo … correia, tensionador, rolamento de apoio, bomba dágua, parafuso, kkkk então picareta é o fabricante? você não conhece manutenção então não dá pra falar com quem não sobe o que diz.

Avatar
AELIO SOUZA DE JESUS 23 de agosto de 2021

Acho que vale a pena previnir,trocando o kit completo, prefiro não arriscar em perder o motor,acho que o desgaste é muito grande, agora estou com um cerato ele tem corrente de comando,si fosse correia com certeza iria trocar por prevenção.

Avatar
THIAGO APARECIDO DOS SANTOS 23 de agosto de 2021

Picaretagem ?? Por favor senhor jornalista atualize suas informações… eu tive infelizmente um problema de não trocar o tensor e só trocar a correira… me lasquei.. o tensor travou e eu perdi o motor do meu onix com 50mil km rodados…. por favor não fique fazendo essas matérias mentirosas e que prejudicam a informação correta

Avatar
Milton Coitinho 23 de agosto de 2021

O teu Chevrolet Onix, tem correia dentada? Não é banhada a óleo.

Avatar
Justino viesniewsky 23 de agosto de 2021

Olha picaretagem é uma palavra forte.
Mão acho que entregar um serviço de confiança com todos os componentes novos para um cliente seja picaretagem é sim manutenção preventiva pois certamente se tiver problema em um rolamento novo o cliente vai ter todo o suporte por parte da oficina.

Avatar
Lindomar Airton Neri 23 de agosto de 2021

Quanta gente grossa, sem educação, fazendo comentários discordando do autor da matéria. Não precisa disso, apenas discorde.
O mecânico Stefano Celiver, por exemplo, discordou sem ser grosseiro. Apenas justificou.

Avatar
Fabio Fernandes da Silva 23 de agosto de 2021

Bom dia. Primeiro engenheiro e uma coisa, reparador é outra e muitas das vezes as suas idelogias de montagem, atrapalha ou quase impossibilita nosso trabalho, elevando o custo de mão de obra ao cliente.

Seus comentários sem noção, acaba prejudicando nosso trabalho sendo que você nem profissional da área é. Senhor deveria ver como nos trabalhamos e não nós críticar. Sentado atrás de uma mesa.

Estou aberto a conversa e mostrar que não somos picaretas e sim estamos zelando pelo patrimônio do nosso cliente. 300.000 km ?? Ok se estourar uma correia de um dos meus clientes a conta será sua.

Avatar
OSMAR RAMIRES DOS SANTOS 23 de agosto de 2021

Não é o meu carro que não havia trocado estourou o rolamento e travou a Correia , enfim atropelou as válvulas

Avatar
Cleyton 23 de agosto de 2021

É bom sempre quando for trocar a correia dentada trocar os rolamentos de pessoas porque pode a causa na travamento e o rompimento da correia dentada sendo que sai mais barato fazer uma manutenção do que dá problema no motor então quando trocar a correia dentada Só que também os rolamentos por motivo de segurança e prevenção é muito chato ficar na estrada por falta de manutenção

Avatar
Aguinaldo Almeida 23 de agosto de 2021

Na verdade uma grande parte dos brasileiros não troca nem a correia na quilometragem recomendada, imagina trocar o kit.

Avatar
arenilton@48gmail.com.br 23 de agosto de 2021

Eu mesmo tive que trocar o mecânico falou que todas vezes que trocar correia o sessor tbm

Avatar
Caio 23 de agosto de 2021

PI-CA-RE-TA desse senhor que nunca deve ter trocado uma Corrêa dentada na vida. Quer ibope vai pra globo.

Avatar
Evandro 23 de agosto de 2021

Um ponto importante é o fato de que até as marcas “tradicionais e nacionais” estão produzindo agora na CHINA e com qualidade a desejar, vá em uma autopeças e confirme.

Avatar
Luiz Otávio de Lima 23 de agosto de 2021

Essa informação procede, tenho um Logan 2014faz um ano que troquei a Correa dentada, e não troquei o sensor, está funcionando normalmente sem nenhuma alteração

Avatar
VINICIUS 23 de agosto de 2021

Então reza bastante….kkkk

Avatar
VINICIUS 23 de agosto de 2021

Simples… se o fabricante assegurar 200.000 km e arcar com todas as despesas por mim tranquilo

Avatar
Evandro 23 de agosto de 2021

O valor do serviço com ou sem a troca do rolamento é o mesmo, as trocas desses componentes são preventivos, o rolamento não é um ítem tão caro a ponto de ser considerado picaretagem sua troca prematura.

Avatar
Anderson 23 de agosto de 2021

No meu carro, sempre trocarei os dois itens, correia e tensor. Aliás, inúmeras fabricantes de correias vendem os kits completos com ambos correia e tensor. É burrice correr o risco de quebrar o motor por causa de 40 reais de um rolamento, sendo que a mão de obra não muda quando o rolamento é trocado em conjunto. Estou com minha consciência tranquila, e meu motor também hahahahausu Forte abraço!

Avatar
Stefano Celiver da Silva 23 de agosto de 2021

Sr. Boris, eu sou mecânico há exatos 21 anos e nessa eu tenho que descordar do Sr. Não pelo fato de um determinado fabricante dar uma vida útil longínqua ao seu produto, mas por não termos como acompanhar isso. Tanto que hoje em dia, vários fabricantes já disponibilizam o kit com correria e rolamento tensor, quando exigimos a troca do kit, não é para lesar o cliente, pois a mão de obra é a mesma. Fazemos para termos como dar a devida garantia ao cliente, uma vez que sabemos que todas as peças do conjunto de sincronismo foram trocadas, não temos como fazer uma previsão de quanto tempo mais irá durar o tensor, pois até o momento, os fabricantes não disponibilizaram o tempo de vida útil em km rodados nas embalagens. Logo não temos como precisar quanto tempo mais ele irá durar. Por esse motivo trocamos todo o conjunto.
Obs: sou fã do seu trabalho, lhe sigo desde quando não existia rede sociais, lhe ouvia na JB.FM no Momento Boris Feldman.
Um abraço!! Até às próximas Dicas do Boris.👍🏾👍🏾

Avatar
Getulio 23 de agosto de 2021

Perfeito!

Avatar
Mecânica e auto peças Birço ltda 23 de agosto de 2021

Quanta bobagem em um único artigo. Pergunta pro fabricante se ele garante 200.000 km prós sensores que fabricam e que se derem algum problema a fabricante assume todos os gastos sem contestar e se eles pagam o carro reserva para o nosso cliente durante o tempo que o carro permanecer na oficina pra reparos no motor devido a quebra do rolamento e atropelamento de válvulas ou o cliente fica esperando 10/15 dias até enviarem um técnico para analisar o problema e posteriormente dizer que foi problema na execução do serviço,pois sempre vao alegar isso pra tirar o deles da reta. Aí é a aficina brigando na justiça com uma multinacional gigante que conta com os melhores advogados e que vão sempre por a culpa em quem instalou o produto assim manchando nossa reputação de mais de 20 anos de empresa que é o meu caso e de outros colegas com mais tempo de serviço. Mais cuidado nessas publicações para não denegrir a imagem de profissionais corretos e não picaretas. Sabemos também que em nosso meio tem sim gente mal intencionada mas a grande maioria é honesta na busca do seu sustento no dia a dia. É no manual de muitos veículos se pede para analisar a condição de rodagem assim alterando o tempo de vida útil do conjunto correia e tensor. Sob condição severa reduz muito o tempo de troca. Se informem melhor antes de sair colocando essas dúvidas na cabeça de muitos.

Avatar
Paulo 23 de agosto de 2021

A INA deveria da a garantia de motor do carro, se por ventura o rolamento trava e estourar a correia abaixo dos 300KkM e danificar o motor.

Avatar
Francisco m de Azevedo 23 de agosto de 2021

Parabéns ao fabricante pelo esclarecimento sobre o tensor da correia dentada eu particularmente já entendia q não era necessário mas trocava mesmo assim mas por medo de hj em diante farei só se tivermos dúvidas do tempo de uso muito obrigado senhores ,

Avatar
Arisvaldo Lélio 25 de agosto de 2021

Não te aconselho, a ABNT é bem clara, deve se trocar. E a norma foi reescrita por engenheiros mecânicos.

Avatar
Antônio Marcos judice 23 de agosto de 2021

Tenho um gol G 8 preciso trocar a correria com quantos KM?
Ou se nessessario trocar o quite completo?

Avatar
Ted 23 de agosto de 2021

Matéria estúpida… esses rolamentos tensores não aguentam essa quilometragem nunca. esse fabricante (sheafler)tudo made in China. Sou mecânico reparador e tenho auto peças, tudo made in China. Dificilmente um tensor desse roda mais de 100 mil sem fazer barulho.

Avatar
Sergio Coelho 23 de agosto de 2021

Perda de tempo lendo essa matéria.
Troco correia e tensor e ponto final.

Avatar
Mauro 23 de agosto de 2021

“Válvulas atropelam os pistões?”
Essa piada foi boa demais.
Por aí se vê o nível de conhecimento de quem escreveu a matéria.

Avatar
LOURIVALPSILVA 23 de agosto de 2021

Boa tarde Mauro, não é piada infelizmente.
Realmente acontece um encontro entre as válvulas e o pistão, que podemos sim, denominar de atropelamento. Só que é o pistão que atropela as válvulas ao subir ao seu nível mais alto, caso alguma valvula esteja aberta, no caso de arrebentar ou bambear a correia dentada, ou a mesma sair da configuração com o comando de válvulas. Sugiro que você procure estudar, ou tomar algumas lições sobre mecânica de motores pra não vir aqui falar essa estupidez. O nível do Sr. Boris comparado com sua obtuosidade é imensuravelmente superior.

Avatar
Ivã Garcia Donoso 26 de agosto de 2021

O Mauro esta certo, o reporter escreveu que as válvulas atropelam os pistões, e é o contrário, os pistões é que atropelam as válvulas, até porque se a correia se rompe as valvulas param de se movimentar então nao vão atropelar nada, mas as que ficarem abertas VÃO SER ATROPELADAS PELOS PISTOES e não ao contrário como foi escrito.

Avatar
Osama binladem 23 de agosto de 2021

Fala o engenheiro da nasa

Avatar
LOURIVALPSILVA 23 de agosto de 2021

Oi boa tarde Bin Laden, já que você entende mesmo de mecânica, pode me instruir qual o torque para apertar os parafusos do cabeçote do motor flex e.torq evo 1.8,? Procurei na Internet e não encontrei ainda.

Avatar
LOURIVALPSILVA 23 de agosto de 2021

Sr Boris, respeito e admiro vossos alertas quanto ã prática de mal intenção e picaretagem de alguns profissionais da mecânica de carros.
Na minha cidade tem um mecânico formado com curso técnico muito competente e honesto.
Todavia desta vez a prudência me reserva o direito de não concordar totalmente com essa matéria.
Considero uma temeridade a decisão de trocar somente a correia dentada e deixar de trocar os seus componentes auxiliares tais como extensor, rolamento de encosto e bomba d’água.
A correia e seus componentes são peças vitais para o funcionamento e da integridade do motor.
A melhor atitude na dúvida da integridade do componente, deveria ser uma meticulosa análise, submetendo o componente à um teste utilizando uma ferramenta para girar o rolamento pra verificar seu comportamento.
O extensor ou esticador é mais complexo, pois é dotado de uma mola de aço para seu funcionamento além também de um rolamento. Se tiver folga em demasia já é motivo de troca inevitavelmente.
A bomba d’água é ainda mais vital, pois se tiver folga pode haver vazamento do líquido do arrefecimento do motor causando superaquecimento e provável queima da junta do cabeçote, o que não é nada agradável para o dono do carro .
Quanto à correia não se deve considerar apenas a quilometragem marcada no velocímetro. Deve-se verificar se não está impregnada de óleo. Se os dentes da correia contém fiapos soltos, se as bordas dos dentes estão arredondadas ou gastas, é sinal de que sua vida útil já está comprometida.
Dobre com os dedos a correia do lado de fora e do lado de dentro pra ver se não há fissuras ou microfissuras, ou rachaduras um termo mais apropriado. O tempo de uso e a alta temperatura em regiões de clima quente, bem como temperaturas próximas de zero também contribuem negativamente a durabilidade da correia.
Li aqui que a teoria e a prática são distintas. Eu não diria distintas, pra mim são integradas,a primeira depende da prática e não haveria prática sem a teoria.
Infelizmente o pouco poder aquisitivo e a necessidade diária da utilização do veículo obriga o dono a abster-se de uma manutenção mais completa e apropriada. Não podemos culpá-los pois num país onde pagamos impostos tão exorbitantes sem retornos é admirável a ginástica que o brasileiro tem que se submeter para sobreviver. Meus amigos, rezo pra que seus carros não lhe tomem o alimento de seus filhos .obrigado

Avatar
Edgar jose 23 de agosto de 2021

Olha cá entre nós, não vou de fazer oque faço por isso,todos os carros e marcas que tive troquei o conjunto com 100.000 km nunca tive problema agindo assim,mesmo nós importados, pretendo contínuas dessa maneira!

Avatar
Alessandro 23 de agosto de 2021

Picaretagem é esse tipo de reportagem, troque só a correia e espere o prejuízo que essa falta de manutenção preventiva vai causar em um futuro breve.
Carro não é brinquedo, você coloca em risco sua vida, de seus ocupantes, familiares ou não. Então economia burra não…

Avatar
ALCIDES CORREA DA SILVA 23 de agosto de 2021

Gostei muito do vídeo parabéns.

Avatar
Kimori Tobara 23 de agosto de 2021

300.000 Km no odometro eh igual a 300.000 rotações neste rolamento?

Avatar
Jarbas nery 23 de agosto de 2021

Bom dia vamos da um desconto para o Boris ele não fabrica rolamento e tão pouco correia .não sabe de nada de mecânica ele só está tentando segurar o seu próprio emprego fazendo matéria desnecessária…

Avatar
Bleyd 23 de agosto de 2021

Concordo plenamente esse sr seu Boris não tem noção dos carros de ruas que temos que usar pra trabalhar direto então aparece em programas de TV e dizer coisas para inglês ver são outras questões.

Avatar
Mailson 23 de agosto de 2021

Sr Boris .. bora fazer assim os carro q chegar aqui na loja não iremos trocar mais os tensores por q já revisei um prisma 2014 70k ele rebentou a correia dentada .. e o rolamento q travou q foi o defeito o carro nunca foi mexido no caso a fábrica q deve ter tensionado errado me poupe ..você não sabe o q está falando e denegrindo a imagem de nós reparadores.. só quem está dentro de uma oficina realmente sabe o q nós passamos c der algo errado o cliente volta mesmo no 12 e vc tem q arcar com guincho peças e serviço … Outra coisa passa o pix pra nós gente não troca o tensor e de .b.o vou falar pra te procurar blz

Avatar
Hecto 23 de agosto de 2021

Eu troco o tensionador a cada 2 troca de correia dentada, motor Volks e GM…ou seja, troco com 120 mil kms é uma troca barata….mas se eu tivesse motor importado ou nacional com 16 válvulas eu trocaria sempre junto com a dentada…eu já deixei de trocar o tensionador e por volta dos 140/150 mil kms começaou a dar um barulho estranho de rolamento.

Avatar
Brendow 23 de agosto de 2021

Picaretagem é uma matéria dessa. Nunca troquem só a correia, troque o kit completo. Não seja o dono de carro bobão que se orienta por uma matéria dessas.

Avatar
Augusto Moura 23 de agosto de 2021

Na minha opinião este tipo de matéria é uma pi.ca.re.ta.gem simples e fácil de responder a este tipo de opinião basta todos os donos de veículos que tiverem prejuízo devido a este tipo de matéria entrarem com ação na justiça para reaver os valores gastos em seus Veículos

Avatar
Tiger 23 de agosto de 2021

Não sei se os rolamentos de roda e tensionador de correia dentada são os mesmos, mas tenho uma caminhonete e já está com 400 mil kilometros rodados, e até hj não troquei os rolamentos das rodas traseiras. Se forem iguais, creio q o rolamento tensor possa aguentar mesmo por muito tempo

Avatar
Charles 23 de agosto de 2021

Picaretagem é o que o Sr fala pois quero ver o Sr se comprometer com outras fábricas de rolamento da Correia que sequer chegam a 50 mil km

Avatar
Valci Fagundes de Souza 23 de agosto de 2021

Tem que ser trocado sim (correia+tenseonador)
Vc trocando só a correia vc não está realizando o serviço direito pos esse tenseonador é um rolamento e o tempo de vida dele não vai aguentar mas pra frente vai ficar fazendo barulho e vcvai ter que pagar outra mão de obra para substituir

Fica ligado

Avatar
Almir Lopes Gonçalves 23 de agosto de 2021

Bom,eu já troquei duas vzs a correia do meu carro e até agora não troquei o tensor.
Vc se a faaaaaabrica de tensores disse que não ê necessária a troca casada então eu vou seguir as orientações do fabricante do produto.
E pode ter certeza que eu cuido muito bem do meu carro.

Avatar
Jorge gustavo 23 de agosto de 2021

Eu tbm concordo.. Queria que todo dia aparecesse um carri um correia dentada arrebentada por conta do tensor.. Seria meu sonho

Avatar
Marcos Gabriel facuri 23 de agosto de 2021

Sr. Boris deu um tapa com luvas de pelica nos pseudo-mecânicos que infestam nossas cidades, sempre querendo aplicar a “lei de Gerson”. Parabéns ao senhor por nós alertar.

Avatar
Endrigo Correa da Silva 23 de agosto de 2021

Mais uma Reportagem incompleta ou mau intencionada, que visa unicamente denegrir a imagem dos reparadores veiculares. A troca do tensor é muito importante sim e não vale a pena economizar neste item na hora de fazer a revisão. Geralmente o tensor custa de 15 a 20% do valor da troca da correia dentada e não vale o pena economizar neste item e depois correr o risco de ficar com ruído ou simplesmente ter que arcar com uma retifica para reparar o veículo. O rolamento talvez em um mundo perfeito pode durar 300mil km mas a maioria das pessoas e principalmente o sr. jornalista que escreveu esta matéria esqueceu de acrescentar que muitos proprietários de veículos andam as vezes 3, 4 ou 5 anos sem revisar a correia dentada. Sr. BORIS seja mais amistoso com os reparadores deste país e pare de chamá-los de PI CA RE TAS. Os reparadores automotivos mantém este país rodando e merecem nosso carinho e respeito.

Avatar
Ricardo Loffredo 23 de agosto de 2021

Eu não seguiria essa recomendação, já cai na besteira de trocar apenas a correia e passado alguns mil kms o tensionador quebrou e me gerou um prejuízo absurdo pois tive que fazer o motor do meu carro.

Avatar
Douglas dos Santos Vieira 23 de agosto de 2021

Picaretagem é não trocar o conjunto todo, se eu estou gastando o desmonte para a devida manutenção preventiva, porque não trocar o rolamento, acorda Boris, faça conteúdo produtivo

Avatar
Pedro 23 de agosto de 2021

Site clickbait, matéria totalmente errada e com intenção de e prender a atenção dos “pilotos de teclado”.

1- Existe sim carga axial nos rolamentos do motor, uma vez que nao são bi-apoiados e por isso a própria altura do rolamento serve como braço, gerando uma resultante axial, que desgasta o rolamento.

2- A mão de obra do rolamento é a MESMA da correia, o mecânico PRECISA afrouxar o rolamento pra trocar a correia.

3- O custo do rolamento em si, é praticamente o mesmo ou até inferior ao da correia, e ambos são uma fração perto do valor da mão de obra do serviço todo. Você ja estará pagando, sei lá, 1000 reais pro serviço e pra trocar o rolamento junto gastaria só mais os 50 da peça. Só por ai ja se ve que a recomendação do Sr. da matéria nao tem fundamento.

4- Alem de tudo que eu disse, ainda estamos falando de um componente de RESPONSABILIDADE no motor, ou seja, nao é uma lampada ou um fusível que se falhar esta tudo bem, pelo contrário. Estamos falando do MOTOR. Um rolamento estourado pode simplesmente matar um motor e gerar facilmente 10 mil reais pra mais de prejuízo, tudo isso por uma peça de 40-60 reais em um serviço com a mão de obra ja paga. Quem entende de risco de mercado/investimento vai ver que trocar o rolamento é uma barganha pra se livrar desse risco.

5- Nao se pode generalizar mecânica automotiva. Somente o fabricante que projetou o carro sabera te dizer a durabilidade do rolamento. Fabricantes de diferentes cantos do munto tem práticas diferentes quando estamos falando de qualidade de componentes. E é essa recomendação que esta no seu manual, provavelmente te mandando trocar o rolamento junto com a correia. Quem manda é o manual, e nao a norma ABNT, ou o “autopapo”.

6- Se o mecânico tensionar errado, o rolamento novo quebra também.

7- É cultural do Brasileiro achar que o mecânico é sempre picareta. É cultural achar que manutenção é “opcional” e “faz quem quer”. Sites como esse só incentivam esse pensamento medíocre, fazendo um DESFAVOR pra sociedade.

Vocês deviam ter vergonha de se dizer um site gearhead e publicar uma bosta dessas. Voces nao merecem a figura do Jeremy no site de vcs.

Avatar
Arturo 24 de agosto de 2021

Estou de pleno acordo com vc. Não se pode esquecer que durante todo o período de funcionamento da correia , ela solta micro partículas de pó, as quais acabam entrando ao longo do tempo pelo retentor do rolamento, fora outras como água é ressecamento da graxa. Qdo. vc coloca uma correia nova , ésta deverá ser esticada pelo tensor até o ponto demarcado. Não podemos esquecer que ao longo do uso o rolamento foi ficando com carga menor por causa do desgaste da correia é do próprio rolamento. Aí vc volta à carga com esse mesmo rolamento ( seria como apostar que uma pessoa de 70 anos como eu ganhar a São Silvestre ). Sendo assim eu sempre recomendei aos meus clientes a troca do rolamento tensor.
Um abraço.

Avatar
Pascoal meato 23 de agosto de 2021

Amigo teoria e muito bonita mais a prática e
muito mais complexa vc faz a troca da correia e não troca o rolamento tensionador e logo a seguir a correia ou o rolamento estoura a culpa e a é do profissional como tenho clientes que mesmo tendo feito outro tipo de serviços qualquer outro defeito que apresenta o seu veículo ele acha que foi do serviço anterior executado portanto amigo e muito difícil lidar com tal situação volto a dizer teoria e prática são muito distintas

Avatar
EDSON JOSE LOPES 23 de agosto de 2021

Sou mecânico e quando substituo a correia dentada sempre noto que o rolamento em sua maioria está em perfeitas condições, porém ao comprar a correia sincronizadora na maioria dos casos, já vem com o rolamento, e não vende separadamente. Vem o kit completo.

Avatar
Daniel Morais 23 de agosto de 2021

Bom dia a todos, o sr. Boris está conseguindo o que ele verdadeiramente quer ” mais visibilidade na mídia “, ele está pouco se lixando se o proprietário de um veículo faz a troca completa ou não. Sou motorista profissional e sempre defendo uma manutenção completa e as chances de problemas no veículo e minima o veículo agradece.
Defender uma tese de um fabricante e publicar tudo bem, siguinifica ponto de vista ” teoricamente ” fundamentado.
Sei muito bem que existe profissionais da mecânica que são pessoas de pouca confiança; digo “pessoas” não todos os profissionais.
Agora meu caro Boris, afirmar com letras destacas que mecânico que troca todo o kit e picareta não é uma afirmação feliz . Mesmo porque quem define todo esse impasse e o cliente. Ok.
Eu troco tudo que for necessário na manutenção preventiva . Meu bruto agrace sempre nunca me deixou no capinando. Bom dia a todos e muito obrigado.

Avatar
Henrique 23 de agosto de 2021

INCOMPETENCIA TOTAL DE MECÂNICOS. QUE ALIÁS, SÃO FORMADOS ONDE MESMO?!

Avatar
E 23 de agosto de 2021

Em geral só vende com o rolamento nas
Autopeças, sou mecânico e sei o que falo, trocar somente a correia é possível em alguns casos raros, mas na maioria só é vendido o kit.

Avatar
Josafa 23 de agosto de 2021

Discutir se vai ou nao trocar uma peca de 50 a 100 reais. Nunha mao de obra conplicada de se executar. A para ne isso. Ai. E iqual o papo do fabricante. Que olho de trasmisao e vitalício. Eu gosto muito. La na minha oficina ten. So hoje ums 10 canbios em manutenção

Avatar
LOURIVALPSILVA 23 de agosto de 2021

Henrique, existe o Senai, Escola onde se aprende uma infinidade de profissões. Um aluno que cursou o Senai tem mais facilidade de identificar defeitos e panes, com o uso de ferramentas mais sofisticadas e tecnologicas.
Já se vai longe o tempo da marreta, hoje o Mecânico não atualizado vai ficar trocando terminais de direção e buchas dr suspensão com pancadas.

Avatar
Pedro Iacopi 23 de agosto de 2021

Site clickbait, focado em pilotos de teclado e com erros primordiais que levam o leigo a acreditar nisso.

1º- Existe SIM uma porção de esforço axial em rolamentos de motores. Não sei se vc pensou antes de escrever isso, mas para um rolamento não ter esforço axial, ele precisa estar apoiado em ambos os lados, coisa que nao acontece nesta aplicação. a própria altura do rolamento serve como braço, gerando um momento a partir da carga radial, criando então uma resultante axial.

2º- A mao de obra da correia é a MESMA do rolamento, e o valor do rolamento é a maioria das vezes inferior à correia, que por sua vez é uma fração do valor de mão de obra do serviço, basicamente gasta-se quase 2-3x o valor do kit correia+rolamento+bomba dagua em mao de obra. Por aí só, ja se ve que não e um bom negócio seguir a recomendação do Sr. da matéria.

3º- Estamos falando de componentes que sao de responsabilidade no motor, nao é algo que se falhar tudo bem não, voce ESTRAGA seu motor, voce sai de uma economia de 40 reais pra um prejuízo de 10 mil, “Ah mas a vida útil e pipipi” amigo, o valor é INSIGNIFICANTE perto do valor do conserto do motor do carro, creio que muitos lidam que com risco de mercado/investimentos e etc não param pra pensar nesse tipo de risco.

4º- Mecânica automotiva nao se e generaliza. A única pessoa capaz de te informar a respeito da a vida a ultil do

Avatar
CASSIO 23 de agosto de 2021

Sem contar que, o rolamento pode até durar os 300 mil km, mas corre o risco de estragar antes da próxima troca da correia,e ele sozinho é pouco provável de ser verificado, é uma economia de palito.

Avatar
Ancelmo 23 de agosto de 2021

O mecânico não é picareta !

É só vítima da sociedade

Avatar
Wagner leitão 23 de agosto de 2021

Vai nessa onda Que vc vai ficar no prejuízo já fiz só troca da Correa é fiquei no prejuízo, rolamento tensor tem que ser trocado sim ele pode danificar Correa não tencionado corretamente é a Correa pular no caso afrouxando aí meu prejuízo, já vivi este dilema troque o jogo completo se não quebra tudo.

Avatar
Dejair 23 de agosto de 2021

Bom dia esse kts de rolamento e Correia sempre foi um caso sério até mesmo pelo custo do rolamento quando o veículo chega marca os 300 mil km o rolamento já rodou muito mais principalmente os dono que liga o veículo pra aquecer ou dar uma carga a bateria por mais que mecânico pressiona o tensionamento o rolamento tinha q suporte 50% fica difícil se troca só a Correia e da problema o vendedor não da garantia porque não trocou o rolamento se na troca o rolamento e ele der problema o concert do motor fica mais caro que o rolamento se troca só a Correia e depois da metade da duração da vida útil da Correia o dono percebe um barulho no seu carro e é o rolamento que está roncando ele está avisando que vai pifa tem que paga a mão de obra e compra o rolamento e daí vai deixar a mesma correia quem tem o veiculo que precisa da correia veja o melhor pra vcs em uma viagem da problema nesse rolamento vcs tem q gastar com guincho perde a viagem pode danificar as válvulas do cabecote tudo pra economizar um rolamento mas compensar o risco na minha cidade pra troca o kts e o memo valor que trocar so a correia o rolamento aqui e mais barato que a mão de obra então vcs deve ver essa tão picaretagem se compensar ou não

Avatar
LOURIVALPSILVA 23 de agosto de 2021

Fiz a troca do kit completo, correia, rolamento de encosto, rolamento esticador e a bomba d’água. Do meu jeep renegade diesel. A troca foi feita aos 35 000 kms, mas já com 3 anos e 4 meses de uso do carro.
Examinando as peças trocadas, verifiquei que a bomba d’água já apresentava uma considerável folga radial e também uma pequena folga axial, o que denotava que em pouco tempo causaria vazamento de água.
O rolamento de encosto aparentemente se encontrava em bom estado, mas o invólucro externo (polia) de plástico
estava gasto mais de um lado e com micro fissuras, já o rolamento esticador já apresentava um considerável jogo, indicando sua necessária substituição.
O kit completo me custou 1.800,00 reais, mais 300,00 reais pelo serviço, ficou então por 2.100,00 reais.
Ficou caro? Realmente não é barato, dada a situação financeira de muita gente, e a necessidade do uso do carro, as pessoas trocam o mínimo possível para economizar ou porque não têm condições de arcar com tal despesa alta, correndo o risco de cair no barato sai caro.

Avatar
Paulo Sérgio da Silva 23 de agosto de 2021

Picaretagem é afirmar que todo problema por troca da correia é causada pela ” incompetência do mecanico” afirmar isso do jeito que a reportagem fez é jogar no esgoto tudo que foi falado antes,não quer ser acusado injustamente então não faça com os outros,eu nunca recomendei venda casada,sempre analiso o estado e só recomendo se estiver ruim ,é nunca mencionei erroniamete a correia ,então cala esta boca imunda,pode um rolamento sair mal feito de fábrica e durar menos assim como pode um tec errar na montagem ,ninguém é perfeito assim como ninguém é criminoso até que se prove.

Avatar
ERIGLEISON NASCIMENTO SILVA 23 de agosto de 2021

Paulo, eu não sei qual é o propósito desse senhor e desse site, mas, o posicionamento das matérias que li até hoje, sempre vêm com esse tom de que os mecânicos são incompetentes e picaretas.

Avatar
Márcio Geraldo Santana 23 de agosto de 2021

Não sou mecânico mas, pela experiência que tenho de usuário uma reportagem dessa nem precisava,a mão de obra da troca da correia não é lá tão baratinha,o tensor é rolamento, desgasta obviamente e não é caro, porque não trocar a peça pra tudo ficar rodando lizo.
Muito fraca reportagem.
Todavia esclarece um pouco para os menos informados.

Avatar
Brasileiro 23 de agosto de 2021

Os mecânicos piram kkkkkkk

Avatar
Anderson 23 de agosto de 2021

Sua matéria contém um erro grave, a ABNT em 2011 teve duas atualizações uma a que menciona e uma segunda corrigindo e deixando até mais rígida a revisão desse componente, indicando inclusive a troca da Bomba D’água se a mesma for tocada pela correia.
Uma matéria séria como essa deveria consultar melhor as fontes.

Avatar
Adilson 23 de agosto de 2021

Fico aguardando resposta.

Avatar
Hari Dassow 23 de agosto de 2021

O autor dessa matéria deveria ser acionado na justiça para indenizar o proprietário que seguindo a lógica apresentada na matéria decidir substituir apenas a correia…
Considerando que não há garantia que o rolamento “antigo” consiga cuprir seu papel com perfeição durante a “vida” útil de duas correias, e que os mecânicos são obrigados a cumprir com as exigências legais de garantia, quem vai indenizar o cliente quanto aos estragos causados ao motor se uma peça falhar e houver comprometimento das válvulas durante o processo?
E se ruptua da correia devido a possivel falha do rolamento “usado” ocorrer durante uma viajem noturna, ou no meio de uma ultrapassagem de risco e colocar em perigo a vida do motorista e todos os ocupantes do automóvel?
O autor da matéria deveria ser acionado judicialmente a fornecer aos mecânicos afetados uma “bola de cristal” que proporcionasse a visão do futuro para poder ter a certeza que um rolamento usado duraria a “vida inteira” de duas correias…
Não basta ter diplomas… É preciso ter cérebro.

Avatar
Jarbas 23 de agosto de 2021

Picaretagem é ter que cobrar duas vezes para trocar algo que vc poderia ter trocado em uma vez, pelo jeito o amigo aí da matéria não é mecânico, tão pouco já trocou correia de Renault, pois até a bomba da água ronca depois da troca” aplicando todos os cuidados e tensão correta”.

Avatar
Adilson 23 de agosto de 2021

Bom dia, eu tive o cabeçote da minha Renault Scenic 2.0 17V danificado porque o rolamento rececou danificou as esferas trabalhando torto travou com isso a correia partiu , qual concrusão devo chegar.

Avatar
Paulo Sérgio da Silva 23 de agosto de 2021

Obviamente se foi defeito de fábrica ( pois durou menos que devia) e se não teve agente externo ou ajuste por alguém de forma indevida anteriormente, então o fabricante deve responder,pois tudo é passível de erro ,inclusive um fabricante de rolamento, assim como um tec. Também pode errar ,agora tem de ver caso a caso é não generalizar como fez a reportagem, Quiseram generalizar a perfeição do fabricante e generalizar a incompetência do mecânico! Isto que me irrita.

Avatar
WALDEMAR ZAFALAN 23 de agosto de 2021

Pessoal, leiam toda a reportagem com calma e observem bem o que está sendo esclarecido. Inclusive a ABNT divulgou uma norma em 2009 e depois alterou em 2011.

Avatar
João Pedro Escudeiro Neto 23 de agosto de 2021

Senhores temos aqui um engenheiro, mecânico, jornalista e um professor de português.

Avatar
André 23 de agosto de 2021

Picaretagem é o título dessa matéria! Se troca, é picareta, se não troca e dá problema, tem que arcar com o prejuízo depois. E é muito fácil pra fábrica jogar a culpa no mecânico. Nunca tive esse problema na minha oficina, mas tenho outros amigos mecânicos, profissionais de alto nível, que já tiveram e o cliente não quis nem saber o que a ABNT recomenda. Pra evitar desgaste com justiça, muitas vezes acabamos pagando contas que não são nossas.
É a segunda matéria que eu vejo de vocês chamando mecânicos de picaretas, não discordo de que existam vários, mas vocês estão generalizando. Sugiro abrirem uma oficina e colocarem a mão na graxa pra pararem de falar besteiras.

Avatar
Wanderson Lemos 23 de agosto de 2021

Sou mecânico a 30 anos já troquei muitas correias o valor da mão de obra pra correia dentada com ou sem tensor é a mesma então porque é picaretagem ?
Se o motor atinge temperaturas bem mais elevadas que as de um cubo de roda isso faz expulsar toda graxa que o lubrifica, se chega a acontecer um acidente o prejuízo chega a $10.000 então o valor de um tensor é insignificante portanto se você não tem dinheiro pra gastar com manutenção ande de bicicleta fica a dica.

Avatar
Paulo Roberto 23 de agosto de 2021

Nesse caso, é melhor andar de ônibus, pois ate bicicleta precisa de manutenção. Rsrs

Avatar
Ricardo Issao Seto 23 de agosto de 2021

Concordo com o colega um rolamento que rodou 100000Km já jogou a maior parte de sua graxa para fora e isso faz com que o desgaste das pistas do rolamento de acentue. O custo de um tensor e baixo não vale a pena correr riscos.Lembrando também que hoje os tensores não são fabricados exclusivamente com elementos metálicos contém muito termoplástico em sua estrutura. O plástico como a borracha deteriora muito mais rápido.

Avatar
Moyses Gonçalves 23 de agosto de 2021

Não entendo nada de mecânica mais acredito que quando a correia chega no seu limite as demais peças também sofrem um desgaste então trocar o kit me parece o certo já que fazer o motor é muito mais caro.
Agora chamar de picareta as pessoas é ser muito baixo.

Avatar
Wanderson Lemos 23 de agosto de 2021

É umilhante vc se especializar ter muita experiência e ser chamado de picareta por um suposto jornalista que não tem formação técnica em mecânica automotiva.

Avatar
Erinaldo maia 23 de agosto de 2021

Agora vai aparece os anti profissinais picareta com cara lavada sem vergonha q gosta de pesar os clientes, defendendo achando que é foda que sabe tudo.. cara lavada, não suja . Pq cara limpa são os honesto!!

Avatar
Roberto Cavalcanti Freire 23 de agosto de 2021

O certo é trocar o kit completo, incluse a bomba d’água, falo isso porque não troquei o kit completo e prejuízo foi maior!

Avatar
Carvalho 23 de agosto de 2021

Blz é isso aí economiza na troca da correia dentada e depois quando ela estourar, faça o cabeçote, deve ficar bem mais barato…. kkkkk

Avatar
Geovane Resende 23 de agosto de 2021

O prejuízo causando pela quebra dos dois componentes é gigantesco, comparado ao valor das peças e da mão de obra!

Avatar
Vilmar 23 de agosto de 2021

Olha ai..todos revoltados.kkk
mas ke tem mecanico picaretas tem .
a isso tem bastante.kkk

Avatar
Rodney 23 de agosto de 2021

A pessoa quando chega numa determinada idade, começa a caducar , aí faz umas matérias ridículas como essa. Picaretagem são o que vcs estão fazendo, enganando um monte de pessoas.

Avatar
ERIGLEISON NASCIMENTO SILVA 23 de agosto de 2021

Parece que é isso mesmo… Não sei qual é o propósito desse pessoal.

Avatar
Luciano Ramos 23 de agosto de 2021

Abaixo da imagem no meio da reportagem diz que a Schaeffler é a maior fabricante de correias do mundo, está errado! Ela é fabricante de rolamentos e não de correias.

Avatar
Fabiano De Oliveira 23 de agosto de 2021

Então porque os fabricantes aconselha a troca do kit. E geralmente vendem o kit completo?

Avatar
Manoel 23 de agosto de 2021

Vc deve ser mecânico, eu até entendo. Mas é mais seguro seguir a recomendação de quem faz o rolamento. Não acha?

Avatar
GABRIEL FERNANDO PASSING 24 de agosto de 2021

Opa não não aconselho não pois a contaminação de minério nos lubrificantes do rolamento pois a capa guarda-pó dependendo da situação não sustenta os 300 mil quilômetros

Avatar
Einar 24 de agosto de 2021

Manoel, se eu te contar que já troquei kit de Correia no Peugeot original que ninguém tinha mexido porque o rolamento tensor estava chiando com 30.000mil km. E isso já aconteceu várias vezes em outros carros também com baixa km. O que você acha?

Avatar
Adriano Malaquias Santos 23 de agosto de 2021

Parabéns parabéns parabéns dos alerta sobre o serviço de mecânica

Avatar
Pedro Pimentel 23 de agosto de 2021

Bom dia Sr Boris, me explica uma coisa, o Sr conta o km e os as horas que o veículo fica parado no trânsito? Porque pelo que eu entendo o tensor continua trabalhado e o odometro não conta esse desgaste, então acho que o km de referência de cada fabricante pode esta errada ou eles dão esse desconto sobre o tensor em horas trabalhadas com o carro parado?

Avatar
Marcio 23 de agosto de 2021

A conta é baseada em voltas , alta rotação alto desgaste, baixa rotação baixo desgaste, por exemplo tratores a manutenção é feita por horas de uso, pq quando em uso normalmente o motor trabalha em rotação fixa.

Avatar
Francisco Eladio Vieira Barbosa 23 de agosto de 2021

Ótimo.

Avatar
João Pedro Escudeiro Neto 23 de agosto de 2021

Sou engenheiro mecânico e proprietário de oficina e nunca tinha visto tamanha infelicidade e incompetência no assunto abordado, sendo que as falhas provocadas nos tensores em sua grande maioria acordem devido a mola presente nele e não do rolamento, para minha felicidade e prosperidade da minha oficina fico grato as pessoas que se deixam influenciar por esse tipo de reportagem e que não vão fazer a troca do rolamento tensor. Te espero na oficina para concerto do motor. Obrigado.

Avatar
Emerson consulin 23 de agosto de 2021

Que engenheiro voce é que escreve concerto ao inves de conserto?

Avatar
Antonio Luiz 23 de agosto de 2021

É que ele é músico também! 🙂

Avatar
Manoel 23 de agosto de 2021

Eu não sou engenheiro mecânico como vc, mas um profissional honesto deve analisar caso a caso, como o próprio fabricante diz

Avatar
Marcio 23 de agosto de 2021

Engenheiro é ciência exata, quando o repórter pergunta a uma fabricante de rolamento quanto a durabilidade, óbvio que a resposta é a maior possível, nunca vão desmerecer seus rolamentos.

Avatar
Paulo Celso Kloh 23 de agosto de 2021

Quanto a necessidade de manutenção em carros quem entende é o fabricante e não a ABNT que deve se limitar no que está no manual. A correia dentada foi um atraso. Só para citar mais um problema: em um Citroen que possuia houve o rompimento do retentor da bomba de óleo da direção banhando de óleo a correia dentada e o consequente deslizamento da mesma na engrenagem. O resto todos já sabem

Avatar
Ronaldo Russo de Carvalho 23 de agosto de 2021

Por informações como esta desde quando o conheci há mais de 50 anos o considerei uma pessoa excepcional.

Avatar
MARCOS MARANHAO DA SILVA 23 de agosto de 2021

Não troca mais não o rolamento… quando ele travar e quebrar a correia dentada e empenar válvulas aí vc procura esse sábio honesto

Avatar
Francisco 23 de agosto de 2021

Verdade,nada fica pra sempre, a correia dentada com o passar dos anos de uso ela fica ressecada e vai se trincado até chegar em um ponto que quebra

Avatar
ERIGLEISON NASCIMENTO SILVA 23 de agosto de 2021

Pois é, Marcos. Infelizmente, algumas pessoas vão ser prejudicadas com essa DESINFORMAÇÃO.

Avatar
Marcos Antônio Silva de Melo 23 de agosto de 2021

Uai meu mecânico diz que tem que trocar o tensor e acaba ficando mais caro a manutenção.

Avatar
José Otaviano Botezelli 23 de agosto de 2021

Carros novos de estrada 100mil km,troca tudo,de cidade ou chão com troca com menos kilometragem.
Depois a segunda em diante com bem menos km ,pois nunca fica igual o que vem de fabrica((peças).

Avatar
Denis Américo 23 de agosto de 2021

Parabéns gostei da dica

Avatar
Carlos bonafé 23 de agosto de 2021

Vèio safado sempre metendo pau nos mecânicos pra dar ibope!! Fi de rapariga

Avatar
Luiz Rafael 23 de agosto de 2021

Fala sério!
Não precisa ser nem mesmo um bom dono de carro para saber que o custo beneficio em trocar as duas peças é bem melhor que trocar uma e 10 mil km a frente ter que fazer outro serviço para trocar a outra e assim pagar duas mão de obra em um curto tempo.

Avatar
Emerson 22 de agosto de 2021

Sr. Boris, espero que todos estejam bem em vossa família, pois a família de milhares de homens de bem acordaram com a surpresa de foram acusados por vossa pessoa de um crime PICARETAGEM artigo 171, lhe afirmo eu não sou! E vou lhe processar. Tecnicamente o Sr está certo, foi na fonte más vou deixar algumas considerações em forma de pergunta aguardando suas desculpas:
1 O Sr tem como mensurar as HORAS TRABALHADAS de um motor com 300.000kms?
2 O Sr se tornará responsável por todo motor que a manutenção não incluir a troca das polias, pois vou mandar para o Sr aferir e revalidar a garantia, quanto custará este serviço?
3 A fábrica em questão dá a garantia de até 200km?
4 Se ela garante esta longevidade, porquê ela vende o kit completo?
5 O Sr tem noção das besteiras que anda escrevendo?
6 Qual o nome do editor?
7 Para finalizar digo ao Sr que toda manutenção preventiva tem o caráter de prevenir uma quebra, como posso imputar uma responsabilidade a alguém que não é técnico, a responsabilidade de uma quebra que em muitos casos danifica um motor, o Sr se sentiria confortável em assinar um termo de responsabilidade?
Por último digo a este veículo de informação que se o objetivo é a desinformação estão no caminho certo.
PS. AGUARDO A RETRATAÇÃO.

Avatar
Denilson 22 de agosto de 2021

Bom eu sou mecânico a mais de 35 anos e eu só troco o tensor da correia dentada se ao girar o mesmo vejo algum ruído ou folga e nunca tive problema em fazer desta forma.

Avatar
Erinaldo maia 23 de agosto de 2021

Parabéns Denilson!! Pela sua onestidade

Avatar
Hari Dassow 23 de agosto de 2021

E esse “teste” garante que a peça vai durar outra “vida” inteira da cooreia nova? Não é honestidade, é roleta russa com consequencias imprevisíveis para o clente…

Avatar
Augusto 22 de agosto de 2021

Picaretagem ou não eu prefiro fazer a troca casada no meu carro,é um custo muitas vezes pouco relevante perto do custo do conserto de um motor depois de uma quebra de correia!

Avatar
Wanderly da Silva Fuly 22 de agosto de 2021

Temos q saber quem o fabricante w afirmou isso e todo vez q os profissionais forem trocar a correia dentada e constatar q o esticador q está veículo e desse fabricante não fazer a troca dele, se todos fizerem isso vai ser uma série d veículo estourando correia antes da kilometragem indicada. Esse tão fabricante vai arcar c todos os prejuízos?

Avatar
Emerson 22 de agosto de 2021

Merece um processo coletivo, não? Quero ver se não parar de falar asneira.

Avatar
Hari Dassow 23 de agosto de 2021

Merece…

Avatar
MARCOS ANTONIO SILVA DE MELO 23 de agosto de 2021

Afinal troco ou na troco as duas peças quando precisar?

Avatar
Milton 23 de agosto de 2021

Quem pode avaliar isso é o mecânico, por isso ele tem que ser de confiança, seu carro pode estar com 50mil km e o rolamento estiver com folga precisa trocar, mas esse laudo vai ser feito com base nas mãos do mecânico, então muitos optam por trocar pois vale mais pagar uns 200 reais do que 3000 reais se der problemas futuros

Avatar
Einar 25 de agosto de 2021

Vai o mecânico meio surdo girar o rolamento tensor na mão para avaliar, e não escuta o pequeno chiado, depois de pouco tempo e já acabou a garantia começa chiar, aí é só mandar a conta pro Borris.

Avatar
Cesar 24 de agosto de 2021

Sempre troquei porque o kit vem correia e tensor.
Se rodam juntos..desgastam juntos tbm. Não sou mecanico mas confio na maioria dos mecânicos que me atendem. Não vejo picaretas. …vejo responsabilidade no serviço. Fica ao alcance de todos trocar o conjunto..pior eh arrumar motor se acontecer o pior. Não confio neste senhor da reportagem. Economia porca depois da dor de cabeça pro mecânico e cliente. 99% dos comentários são a favor da troca do conjunto. Assunto encerrado.

Avatar
Warlley 22 de agosto de 2021

Sr.boris eu não vou falar nada agora e vou gravar um vídeo pra vc saber de algumas coisas q vc tá desinformado ok

Avatar
Wanderly da Silva Fuly 22 de agosto de 2021

O certo e trocar o esticador, correria e rolamento d apoio, já q trabalham em conjunto, para q atinja a kilometragem indicada p próxima troca c segurança. Tbm como o profissional pode dar garantia do serviço trocando só a correria?

Avatar
Joao vitor wille wille 22 de agosto de 2021

O meu carro acabou de quebrar o rolamento so o rolamemto cobro de quem agora

Avatar
ERIGLEISON NASCIMENTO SILVA 23 de agosto de 2021

Cobra primeiro da fabricante que disse que não precisava trocar, depois do jornalista, depois do site que divulgou essa balela.

Avatar
ADRIANO MESQUITA DOS SANTOS 22 de agosto de 2021

Picareta é vc velho babão sfd, respeite nossa classe, tem mecânicos picaretas sim, como tem jornalista picareta igual vc que difama uma classe por interesse próprio. Pq vc não fala dos absurdos das concessionárias ? Respeita os mecânicos deste país que se desdobram pra atender seu público sem muitas vezes ter incentivo de ninguém.

Avatar
Wanderly da Silva Fuly 22 de agosto de 2021

Concordo e muito fácil falar teoria qd não se conhece nada da prática, picareta e pesado, realmente e uma falta d respeito c os profissionais da área, não sei como são Ibope p esse engravatado q nunca sujou a mão d graxa e fala um monte d besteira

Avatar
Emerson 22 de agosto de 2021

Caro Altair, boa noite meu nome é Emerson tenho 48 anos e sou técnico em reparação automotiva a 25. Seu primeiro relato só prova que o mecânico era inexperiente, não picareta, que um crime. Pense comigo qual a vantagem de te preservar uma bomba d’água? Posteriormente sugiro outras leituras pois este Sr é muito infeliz nas palavras e pode manchar uma categoria inteira com suas teorias conspiratórias. Vou posta uma resposta, leia por favor e diga se argumentos são válidos.

Avatar
Wilson Grey 22 de agosto de 2021

Toda regra há exceções, entretanto, um percetual de profissionais da reparação são de fato desonestos, mal intencionados. Sou Eletricista de Autos e não por acaso montei uma oficina há um ano e dois meses e passaram 18 mecânico e todos com um problema incomum desonestos e incompetentes.

Avatar
Lucivaldo Brito 22 de agosto de 2021

Eu também acho que não tem nessesidade se o tensor tiver bom

Avatar
Hari Dassow 23 de agosto de 2021

Como se avalia se um rolamento/tensor está bom o bastante para durar o tempo de vida de uma nova correia?
Bola de criatal?

Avatar
Altair-jc 22 de agosto de 2021

Bom, em primeiro lugar quero parabenizar essa reportagem.
Mas tá aí, uma coisa que eu sabia e que fiquei sabendo depois de ter cido enganado por oficina mecânica picareta. Pois, meu carro a mais de 7 anos, apresentou problemas de retorno de água no reservatório de arrefecimento depois de ter aquecido na estrada.
Então, levei a uma oficina que o mecânico responsável desse que era cabeçote me cobrou para abrir e mandar retificar cobrou mil reais e mais o kit de correia dentada. na época o carro tava com apenas 30 mil km só. Só que não resolveu nada e uma semana depois eu tive que retornar, e o mecânico picareta foi direto na tampa do radiador e disse que a vedação tava ruim e que era para eu comprar em um posto de gasolina, que não adiantava eu fazer em casa porque era b barato. Bom cheguei em casa e arrumei e tá até hoje. Só que o problema era na bomba de água que eles deveriam ter trocados e não o fizeram.

Pois, de vídeo as vezes o carro aquecer e as vezes não. Uns dois anos depois eu mesmo constatei que o problema era na bomba de água e eu mesmo troquei. Sem nunca ter feito ou visto como se faz.

Os mecânicos picaretas, além de não arrumar o que era para arrumar na pura má fé pois, bem provável que contavam com o meu retorno na oficina. Ainda espanaram a rosca do parafuso do cabeçote no bloco.

Isso eu acabei de eu mesmo arrumar no mês passado, onde devido ter arrebentado a correia de comando. Abri o motor mandei retificar o cabeçote, retirei o motor inteiro do carro e dei uma geral com direito a pintura e tudo. Refiz a rosca estragada do bloco, revisei a bomba de óleo e de água e o estado de funcionamento e conservação dos mancais e bronzinas, engraxei o tensor que está zerado apesar de estar com 70 mil km e coloquei correia dentada nova. Montei tudo e agora faz uns 10 dias que tá andando perfeitamente.

Tive uma aula prática e auto didática comigo mesmo. Foi um uma experiência ótima. Pois, nunca tinha visto ninguém abrir um motor de veículo, muito menos inteiro com eu fiz.
Más, acho que só fiz isso, depois de ter levado cano de oficina com o conserto da minha caixa de câmbio, que depois de fazer umas duas vezes e não dar certo. Sendo que uma foi cobrado quase o preço de uma nova, e não colocaram óleo e não consegui andar uma semana com ela.
Então, comecei a procurar um mecânico bom, depois de uns 2 dias, achei um que diziam ser bom. Então, fui a oficina e o cara com dois elevador na oficina me disse que fazia, más eu teria que pagar alguém para tirar a caixa porque ele não tirava e já me adiantou que ia demorar porque o meu carro era importado.
Então, eu disse para minha esposa se for para eu pagar para tirar ou mesmo ter que tirar, então eu mesmo vou fazer e foi o que fiz, comprei as peças e fiz. Posteriormente, comprei uma nova e agora quando preciso substituo em quanto conserto a outra.
Além de ter várias outras peças de reserva. Par eventuais reparos.
Bom estou se tornando o meu próprio mecânico.

Bom pessoal essa é um pouco da minha história com oficinas picaretas. Acreditem, tem mais….

Valeu

Avatar
Emerson 22 de agosto de 2021

Caro Altair, boa noite meu nome é Emerson tenho 48 anos e sou técnico em reparação automotiva a 25. Seu primeiro relato só prova que o mecânico era inexperiente, não picareta, que um crime. Pense comigo qual a vantagem de te preservar uma bomba d’água? Posteriormente sugiro outras leituras pois este Sr é muito infeliz nas palavras e pode manchar uma categoria inteira com suas teorias conspiratórias. Vou posta uma resposta, leia por favor e diga se argumentos são válidos.

Avatar
João Vicente 23 de agosto de 2021

Infelizmente, esta acontecendo muito frequente,mecânico que não obedece o fabricante, em um simples troca de vela,alguns aperta não oferecendo o torque que fabricante recomenda,tem muito mecânicos bons más também tem alguns, que agente mesmo resolve melhor do que eles,fiquei muito chateado, com um mecânico, além dele colocar 3,8 litros no motor,e fez vários erros,eu só falei pra ele que o cárter do meu carro é 3,5 litros, sendo que excesso de oleo pode causar danos ao motor,pelo que vejo que muitas pessoas que começam trabalha determinado tempo na oficina e acha que é mecânico,não só o mecânico mas todas as profissões tem que está atualizado, o conhecimento não para!

Avatar
Einar 25 de agosto de 2021

Tem alguns carros que existe filtro do óleo pouco maior ou pouco menor aí altera a quantidade de óleo.

Avatar
Simões 22 de agosto de 2021

Sempre ouvi dizer que os pistões atropelam válvulas, mas ele diz que as válvulas atropelam os pistões!! Não estou entendendo!! quem está certo? Ele ou todos os mecanicos?

Avatar
Davi Barros 22 de agosto de 2021

Pelo que eu entendo… Quando a correia Dentada arrebenta, as válvulas param de se mover, porém os pistões não,porque estão ligado ao eixo de virabrequim… então acho que o mais correto é dizer que o pistão que atropela a válvula. Só minha opinião

Avatar
Hari Dassow 23 de agosto de 2021

Olá! A resposta é bem fácil de se encontrar…
O motor está em constante movivento “rotacional” tanto comando de válvulas como o virabrequim.
Essa rotação deve sempre estar sincronizada, função essa exercida pela correia “sincronizadora”… (nome técnicamente correto da correia dentada)
Quem determina essa rotação é o funcionamento do motor, que através da polia inferior transfere sua rotação para a polia do comando na parte superior.
Quando ocorre a ruptura da correia, o motor perde essa sincronização, logo, rotaciona de forma aleatória em ambas polías.
Ocorre que a “massa” do conjunto inferior (virabrequim) é bem maior que a parte superior (eixo de comando de válvulas), o que faz com que o comando interrompa seu “giro” antes que o virabrequim, deixando assim as válvulas paradas, algumas em posição abertas…
Pelo fato de o virabrequim continuar rotacionando por tempo maior (por inércia), ou caso o automóvel esteja em movimento (as rodas manterão o virabrequim rotacionando até sua parada), os pistões atingirão as válvuas que permaneceram abertas, causando empenamento de suas hastes.
Conclusão da definiçao correta…
Os pistões “atropelam” as válvulas, e não o oposto.

Avatar
Einar 25 de agosto de 2021

Esta correto, pistão atropela as válvulas. Quando Correia dentada quebra o commando de válvulas para de girar,e assim fica algumas válvulas abertas no caminho do pistão que está subindo.É como se você estivesse na BR com seu carro é o pistão 🙂 , e vem um (suicída /valvula) e pula na frente. Kkk

Avatar
AIRTON SILVA 22 de agosto de 2021

CONVERSA É ESSA SEMPRE TROCO O CONJUNTO COM TODOS OS AMIGOS COMENTAO
SE O CLIENTE QUE SER TROCAR AO A CORREIA EU TROCO MAS COLOCO NA NOTA SEM GARANTIA
OPSAO DO CLIENTE TROCAR SO CORREIA
FALAR QUE O ERRO É DO MECANICO QUANTO O AJUSTE
QUASE TODOS TEM A SETA DE AJUSTE NAO TEM COMO FICAR FORA
JA VI ROLAMENTO NOVO YRAVAR E QUEBRAR CORREIA
QUANTO MAIS VELHO E RODADO
ENGENHEIRO ENTENDE DE DESENHAR E CRIAR PEÇAS
MAS DE DESGASTE E TEMPO DE VIDA ENTENDEMOS NOS

Avatar
Filipe Alves Cardoso 22 de agosto de 2021

Sempre que troco, substituo correia e tensor, assim como cabos e velas..melhor prevenir do que remediar!!

Avatar
Samuel Cardoso 22 de agosto de 2021

Esse sujeito gosta de aparecer isso sim!! Quem escolhe o melhor pro somos nós e não esses lixos de fabricantes ou consultor automotivo, bando de hipócritas deveria era estar tentando encontrar soluções pra gasolina cara…

Avatar
Valter Costa 22 de agosto de 2021

Rodar de 40 a 60 mil já é uma quilometragem boa pra manutenção preventiva, cabe cliente analizar custo benefício, caso venha ter problema com 1 desses componentes do kit comando o prejuízo bem maior.E com certeza nenhum fabricante de tensor pagará seu prejuízo caso tenha um excesso km rodado.

Avatar
Benildo 22 de agosto de 2021

Prefiro a moda antiga:troca de tensor e Correia dentada juntos. Por acaso alguém troca o óleo do motor e o filtro de óleo nao?eu nao arrisco.

Avatar
Rafael Martins 22 de agosto de 2021

Boa noite senhores, MTA teoria do senhor Boris, mas na prática, não tem nenhuma experiência pelo visto, tenho 37 anos, nasci dentro de uma oficina, sabe qtas vezes uma representante de rolamentos nos deu garantia por defeito, nenhuma. Amigos mecânicos, troquem o kit. Picaretagem são essas pessoas q falam oq desconhecem!!!

Avatar
Samuel Cardoso da Costa 22 de agosto de 2021

Concordo plenamente com você irmão!! Esses lixos de consultoria de carro…bando de hipócritas

Avatar
Nélio 22 de agosto de 2021

Troca preventiva – substituição de todo o conjunto = correia e rolamentos. Troca corretiva – troca da correia quebrada ou rolamento que simplesmente travou. No meu eu sempre troco o conjunto inteiro. Correia dentada, os dois rolamentos, retentores da bomba de óleo e dos comandos, bomba d’água, junta do cabeçote, correia do ar e alternador. Isso quando atinge 50 mil km ou 4 anos. Meu carro já está com 25 anos de uso a todo vapor. Mazda mx3 16 válvulas.

Avatar
Junior Cordeiro 22 de agosto de 2021

Sou mecânico a mais de 25 anos e dono de oficina. Convenhamos que é pífio e medíocre querer economizar em um componente que,se der problema, ocasiona um prejuízo de pelo menos 10X mais o valor do tensionador. Daqui a pouco, dirão que é picaretagem ou venda casada,trocar o filtro de óleo juntamente com o óleo do motor.

Avatar
Alberto 22 de agosto de 2021

Amigo já adotaram esse tipo de manutenção a alguns anos atrás trocando o óleo e o filtro só que não vingou

Avatar
Paulo 22 de agosto de 2021

Sou mecanico isso chega ser uma piada na hora que a correia arrebentar vai doer no bolso de vcs uma peca tao barata que se chegar arrebentar danifica o cabecote e fica muito caro msm.agora isso vai de cada um troca se quiser mais gosto quando chega na oficina uma correia dentada arrebentada.

Avatar
Geliandro ferreira dos santos Silva 22 de agosto de 2021

Boa a noite a todos mecânico s,aí certinho esse Sr boris ,e os clientes que que vão na onda desse sujeito,se quebra e atropela as válvulas peças a garantia Sr bores,acho que ele não tem nada pra fazer e fica inventando modas!!!Tá mais pra violeiro !!

Avatar
Japa 22 de agosto de 2021

Picaretagem é essa reportagem querendo botar no rabo dos mecanicos essa inverdade e a troca preventiva fica onde? Tencionador tem rolamentos que podem sim dar problema! Seu Boris não é mecanico esta querendo visualizaçao e likes isso sim !!!!

Avatar
Valdir Cerqueira 22 de agosto de 2021

Boa noite!Como profissional eu recomendo a troca da correia e tensor.Ja presenciei colega de profissão fazer a substituição só da Correia e com pouco meses o tensor tranca,sobrar p ele pagar guincho,remover cabeçote p o cliente assumindo um grande prejuízo, e mais inteligente fazer troca do conjunto, procurar fazer economia p assumir pepino tudo novo e garantido..Epor isto que tem manutenção preventiva!!

Avatar
Anderson 22 de agosto de 2021

Parabéns Boris por esclarecer está questão foi um bom assunto,eu particularmente já sabia que isso era uma picaretagem e muito normal no Brasil, eu nunca aceitei trocar o tensor quando fazia troca de correia.

Avatar
Francisco Cosme Freitas 22 de agosto de 2021

Troca mesmo não, a vantagem é que quando ela arrebentar ou der folga, vc faz a parte de cima do motor do seu carro, só que aí, vc liga para o senhor Borges e pede para ele fazer um orçamento para seu prejuízo, kkkkkk….eu recomendo mais indicações como essas, o lucro da oficina sempre aumenta com esse tipo de reportagem.

Avatar
Ricardo Ferreira 22 de agosto de 2021

Amigo, trabalho com aplicativo e meu carro que comprei zero km, só faço preventiva, gasto cerca de R$ 4.000,00 anualmente com ele em manutenções……sabe qual resultado disto tudo mantendo as trocas preventivas das peças que por hora tem prazos diferentes de validades, economizou em uma quebra mais complexa, como por exemplo, você economiza cerca de R$ 300 reais em não trocar um rolamento de correia e pode gastar cerca de R$ 2.500,00 em fazer um cabeçote e válvulas e tudo depende ainda de.abrir o motor e de como ficou o estrago…..

Tenho um New Fiesta motor Sigma ano 2015 com 500 mil km……se andar em meu carro verá que posso ir para o Ceará e voltar e ele nao ira.me.deixar.na mâo…..

Tudo que você faça de forma preventiva, te da segurança na vida

Avatar
Mecânico 23 de agosto de 2021

Isso aí, vc tá no caminho certo, quando o tensor quebrar vc me fala seu mendigao

Avatar
JAISON FERNANDO IGLESIAS 23 de agosto de 2021

Não trocar o conjunto e como tomar banho e por a mesma cueca..economia burra.

Avatar
Jeferson 22 de agosto de 2021

Tem a nota da BNT em mãos e fala bobagens! Isto sim é picaretas!
QUEM citou a regra correta: Boris ou ADG?

Avatar
Mauro 22 de agosto de 2021

A mim me trocaram o famoso kit e o tensor foi instalado torto o que provocou que a correia dentada nova arrebentasse e eu tive que fazer o motor do meu carro importado…
Agora vai achar o responsável!
Vai responsabilizar a oficina pelo serviço porco!
Vai saber se o esticador não veio com defeito!
Olha sinceramente no Brasil estamos na mão de Deus pq ninguém se responsabiliza por nada aqui!

Avatar
Maluhy 22 de agosto de 2021

Mauro,qdo se instala componentes novos em um veículo por lei tem 3 meses de garantia,no seu caso, se tal prazo não foi vencido o profissional teria obrigação de lhe dar garantia,pois o próprio fabricante se responsabiliza.Ja aconteceu comigo em um Clio, depois de trocar o kit de correias/tensores ,o tensor quebrou e empenou válvulas,etc, o fabricante do kit bancou tudo, é o certo,mas se tivéssemos seguido o péssimo conselho dado aqui eu teria essa cobertura de garantia?

Avatar
Einar 25 de agosto de 2021

O que acontece muitas vezes é o tensor da Correia dentada vim com defeito, mesmo de marca primeira linha, pode jogar a Correia para fora ou para dentro.tem que funcionar o carro um tempinho antes de fechar tudo para observar se esta tudo certo. Porém essa dica não está em nem um manual ou norma.E alguns casos o tensor pode dar problema depois também mesmo que no ato da montagem foi apresentado funcionamento perfeito.Quando isso acontece não adianta trocar o tensor novamente,porque é lote com defeito.É melhor trocar de marca. Depois o Borris quer que tensor ande 300mil km.

Avatar
Marcio Pereira de Souza 22 de agosto de 2021

Parabéns Sr Boris
O Sr ė especialista em trazer assuntos que geram polimica e muitas divergência na área mecânica .Embora sou quase um sexagenário o Sr deveria ver o estado dos esticadores e tensionado res que substituo de correias de distribuição ,mesmo aquelas de veículos que acompanho a kilometrgem e tenho certeza que com todo seu conhecimento técnico o Sr não os reutilizariam, saúde e paz a todos

Avatar
Jeferson 22 de agosto de 2021

CLIMA TA TENSO COM O ADG!!! Kkkkkkk
Jornalistas versos profissionais da área de mecânica!! Manutenção preventiva ou corretiva?

Avatar
ALEXANDRE 22 de agosto de 2021

Não creio q é picaretagem,sempre é correto a aplicação das peças sim,pois a oficina tem q dar garantia no seu trabalho
Sempre recomendo troca das duas sim.

Avatar
Osvaldo Bernardes Ribeiro Junior 22 de agosto de 2021

Eu sempre troco o conjunto,mas já que o fabricante de ramento disse pode rodar 200 mil km ,farei uma reação sim outra não.

Avatar
Simões 22 de agosto de 2021

Quem sabe você fica rico fazendo assim Sr Osvaldo !!

Avatar
cristiano paixão 22 de agosto de 2021

Faz o seguinte:
Troca somente a correia,mas pegue toda a papelada,como nota fiscal de peças,nota do serviço,a ordem de serviço com observação de que você autorizou”somente a substituição da correia”,mantendo o tensor usado e…se der algum problema com relação ao tensor, faça a cobrança ao Sr. Bóris!
Vamos ver como será a sua resposta…

Avatar
Jeferson 22 de agosto de 2021

Ele irá dizer que isto é uma picaretas!!!!kkk

Avatar
Maicon 22 de agosto de 2021

O problema q a culpa será jogada na mão de obra sempre,para publicante e fabricantes lavarem as mãos.

Avatar
Altair-jc 22 de agosto de 2021

Meu Deus o que eu vejo nos comentários é um monte de picaretas bandidos que roubam os clientes na cara dura. E ainda tem coragem de falar de serviço porco será que eles sabem o que é serviço porco mesmo. Serviço porco e serviço mal feito e porco são todos os trocadores de peças que se acham mecânicos de verdade ó coitados…
Descobri que mecânico de verdade, sou eu que fiz o motor do meu carro sem nunca ter visto ninguém fazer e já estou especialista na caixa de câmbio do meu carro. Isso tudo de pois de cansar de ser vítima dessa cambada de bandidos reles trocadores de peças…
O Sr, Bóris, prestou um ótimo trabalho de utilidade pública para o povo e deve ser respeitado. Pois, só falou a mais pura verdade. E essa máfia de trocadores de peças que se dizem mecânicos estão chateados…

Avatar
Hari Dassow 23 de agosto de 2021

Entendo sua indignação por ter escolhido o mecânico errado (picareta), são a grande maioria, infelizmente. mas como em qualquer área, existem os bons e os maus…
Deixo apenas uma pergunta paa sua ponderação…
Haja visto que não existe (não existe mesmo) um método com 100% de garanttia de se saber se um rolamento se manterá íntegro durante a vida inteira da segunda correia, como saber se ele não irá falhar em uma situação de risco (uma ultrapassagem por exemplo) onde você e seus filhos possam perder a vida?
Sua vida e de sua família vale essa “economia”?
Nem sempre é por picaretagem…
Alguns mecânicos querem ter a certeza que o senhor e sua família tenham as melhores chances de se manter seguros durante todo o tempo em que estiverem dentro de seu automóvel…
Pense nisso e se pergunte se o senhor Boris está realmente com razão…
Se o motor simplesmente “apagar” no meio de uma ultrapassagem de risco, você se lembrará do sr Boris, do seu mecânico que sugeriu a troca do kit ou de sua “economia” que poderá resultar na morte de sua família?
Abraços!

Avatar
Luciano 22 de agosto de 2021

Boa noite eu sou reparador e ja peguei carro com a correia partida com 2 meses de trocada pois a quebra da correia foi porque não trocou o rolamento pois o mesmo travou devido a falta de lubrificação interna do rolamento.eu acredito que na hora da troca o rolamento estava em bom estado porem o retentor do rolamento ja deveria estar fadigado e vazou a graxa que lubrifica as esferas.
Eu sempre aconselho aos meus clientes a trocarem o kit correia e esticador pois o prejuiso pode ser muito maior

Avatar
Einar 25 de agosto de 2021

Cara eu fiz até um vídeo rolamento novinho da marca que começa com S e acaba com F instalei no fire Evo funcionou 5minutos e jogou monte de graxa.Entrei em contato com a fábrica eles iam pagar a mão de obra, mas da tanto trabalho a papelada que nem fui atrás, como não tinha fechado tudo ainda troquei rapidinho e coloquei outra marca. Porque quando essas coisas acontecem normalmente é lote com defeito.

Avatar
Afonso 22 de agosto de 2021

Não troca a correia em tensor não e quando der problema aí fala com este senhor que não tem mais o que falar.

Avatar
Rogério 23 de agosto de 2021

Boa noite a todos proprietários de veículos , recomendo que sigam as afirmações do Sr Engenheiro Boris , não troquem os tencionadores da correia dentada , troquem apenas a correia dentada
Desta forma vocês proprietários de veículos irão aumentar a demanda de serviços das reparadoras automotivas
Se caso vir a romper o tencionador e consequentemente , danificar seu motor , pergunte ao SR BORIS ( engenheiro ) quem vai pagar seu prejuízo !!!
Sou reparador automotivo e não PICARETA
SR Boris , o mínimo que o SR tem que fazer e pedir desculpas em público , pela forma que classificou nossa categoria
Dê o respeito para ser respeitado

Avatar
Warley 22 de agosto de 2021

Olha já participei de alguns cursos técnicos com fabricantes e sempre afirmaram a necessidade da troca de correia tensor inclusive engrenagens estas de acordo com desgastes em veiculos com mais de 50.000 km de forma preventiva.

Avatar
Luiz Carlos Valgas Marciano 22 de agosto de 2021

Na troca de correia de distribuição deve ser verificados é dependendo do estado trocados engrenagens é tensor e retentores da correia, trabalho a aproximadamente 39 anos com mecânica e nunca tive problemas desse tipo

Avatar
Charles 22 de agosto de 2021

Faça isso troque só a correia pois temos fama de ser picareta,mas faça você depois Me fala quando suas válvulas virarem um S Ah tem vídeos no YouTube depois reclama pra eles ou para o site autopapo ou para o fabricante da correia

Avatar
Maluhy 22 de agosto de 2021

Temos mais um detalhe, como sou tb perito judicial, já vi decisões de magistrados imputando culpa em profissionais qdo casos semelhantes vão a justiça,pois mesmo o proprietário assinando termo de responsabilidade o juiz decidiu que cabe ao profissional fazer o serviço da maneira que não haja possibilidade de falhas, o carro pode quebrar na hora e local errado, afetando a segurança do usuário… não deixo janela aberta, se der algo errado com algum componente NOVO,chamo a garantia do fabricante, velho basta quem assina essa coluna…

Avatar
cristiano paixão 22 de agosto de 2021

Sua observação foi a mais concreta possível!!!
A justiça imputa a responsabilidade ao técnico profissional,que detém o conhecimento e responsabilidade pelo serviço…
O MM juiz não irá reconhecer a opinião fútil do Sr. Bóris…
Seria bom ele fazer reportagens sobre picaretagens ,dos concessionários como o caso recente da Jeep,que cobrou 230 mil por “reparos da injeção”…

Avatar
Maluhy 22 de agosto de 2021

Perfeito, Cristiano!

Avatar
Cleiton 22 de agosto de 2021

Acho um desrespeito desse senhor chamar os profissionais do ramo automotivo de picaretas . Acredito que a classe já tem força suficiente para não aceitar esse tipo de opinião ,pelo menos não nesses moldes. Sugiro algumas dessas classes que se dizem defensores dos reparadores automotivos alguma providência quanto a esse senhor. Uma classe que se quiser realmente para esse país quero ver se todos cruzarem os braços como a frota circulante do país vai fazer suas manutenções. O trabalho desses guerreiros é árduo e lotado de sacrifícios para um senhor como esse vir chamar toda uma classe de picareta. Força classe mecânica do país “#Fora Boris”

Avatar
Glaucia de Souza Fernandez 22 de agosto de 2021

Maravilhosa resposta, agradecemos que tenha reconhecimento, pessoas que não são idôneas existe em qualquer profissão, agora entitular e generalizar, o transforma em LIXO.

Avatar
Marquini 22 de agosto de 2021

Vamos prestar atenção na atualização das normas ….

Avatar
Josué Lima 22 de agosto de 2021

A minha recomendação, troca o rolamento não, troca só a correia dentada, aí quando o seu motor quebrar os mecânicos vai achar interessante.
Tem econômica que não vale a pena, pode sai mais caro depois.

Avatar
Antônio 22 de agosto de 2021

Concordo acho que deve trocar uma troca sim outra não e desnecessário a troca dos dois. O mecânico percebe se tem desgaste no rolamento sim mas mesmo assim obrigado o consumidor trocar. E picaretagem SIM

Avatar
Charles 22 de agosto de 2021

Faça o teste,quando quebrar a correia você volta e fala puts os caras tinham razão!! Só tenho 26 anos de profissão e se você acha que somos picaretas troca você. Tem vídeos de mecânicos feras no YouTube.
Ahh esqueci do detalhe peça depois desconto para fazer o cabeçote e trocar as válvulas que você entortou.

Avatar
Maluhy 22 de agosto de 2021

Daqui a pouco vai ressuscitar o assunto que limpar bicos é picaretagem tb, não tem falta de assunto,tem falta de um redator, fale sobre falsificações de autopeças, dos absurdos que os CSS fazem com os clientes, não chame profissionais que querem fazer um serviço de qualidade para seus clientes de picaretagem,na verdade nós, reparadores independentes,somos muito melhores que os CSS, pq eles só mexem em modelos de uma marca,tem apoio da montadora e ainda conseguem fazer burradas, mas não fique triste,senil, Nenhum cliente meu se baseia nessas suas matérias questionáveis,confiam mais num Técnico com 45 anos de experiência ……

Avatar
wagnerdesousa0412@gmail.com 22 de agosto de 2021

E é. Sou motorista de aplicativo, ja estoy no segundo veiculo chegando a 300 mil km. Numca fiz esse serviço. Mecanico ja me recomendou. Mas nao caio nessa

Avatar
Geraldo 22 de agosto de 2021

Não concordo.
Pra mim é serviço porco
Se vai trocar a correria o correto é trocar todo o conjunto pra não correr riscos de danos.
Nem sempre os rolamentos estão perfeitos.

Avatar
Arinarã 22 de agosto de 2021

Putz😂😂😂😂😂😂e eu sou troca de acreditar numa reportagem dessas😂😂😂😂😂😂 é culpa do mecânico 😂😂😂😂😂😂😂😂😂reportagem pífia e usando o nome de empresas de grande nome

Avatar
Luiz plinio 22 de agosto de 2021

Caros amigos o problema não está na correia dentada , mecânicos, etc.o problema está nos impostos altíssimos cobrados nos automóveis. Pois se não fosse esta barbaridade, poderíamos fazer manutenção periodicamente com muita satisfação.pensem nisso.

Avatar
Augusto Quevedo zambrano 22 de agosto de 2021

Não falem bobagem troca só a correia anda uns 10.000 km e estoura rolamento que você vai dizer para cliente por que não trocou junto com a correia EA garantia é de quem aí mecânico se ferra mão de obra de graça e além de gastar nas peças do cabeçote eu se o cliente quiser só trocar correia troco mas atiro a responsa para cliente

Avatar
Gilson 22 de agosto de 2021

Trabalhei em conssecionaria ,o fabricante não aceitava a troca de uma Correia dentada sem o tensor
Caso fosse feito dava retorno da fabrica

Avatar
Prates 22 de agosto de 2021

Boa noite …então as concessionárias sempre passo seus clientes para trás, em seguida os outros centers pois a primeira coisa que eles dizem sobre troca de Correia sincronizada seguida dos rolamentos tensor e guia …sempre disso que era picaretagem, mas um nome grande impacta para enganar o público desinformado …..

Avatar
Emerson silva da silveira 22 de agosto de 2021

Mas bha tche.já ouvi muitas besteiras neste mundo automotivo mais está é de tirar o chapeu.amigos reparadores nosso papel ė reparar automoveis e ganhar nosso dinheiro honestamente e nāo colocar nossos nomes em risco pelos fabricantes de peças. Que depois nao dao garantia das pecas que fabricam

Avatar
R sa triart 22 de agosto de 2021

Acredito sim.. a fábrica tem interesse em vender, se estao dizendo uso é verdade sim.

Tive um Monza que ais 170mil uns a correia e o tensor ainda eram os originais.. troquei a correia q estava soltando pedaços.. rodei mais uns 50 mil uma sem problema nenhum…

Avatar
EVAIR ANTONIO DA SILVA SILVA 22 de agosto de 2021

Troquei a correria dentada do gol 16 válvulas por está beirando 100mil km, e não demorou 3 meses após a troca pro tensor travar e a correria estourar e me dar um prejuízo de mais de mil reais na época será que vale apena!?

Avatar
ODECI DO NASCIMENTO VIEIRA JUNIOR 22 de agosto de 2021

Isso é midia suja e podre não sabem a besteira que estão colocando na cabeça das pessoas leigas serão q vão pagar pra fazer o cabeçote do seu carro quando o tensor travar ou de alinhar com folga e soltar a correia será q quem tá afirmando isso vai pagar eu trabalhei a vida toda como mecânico trabalhei 4anos na taguauto volkwaguem,6anos na Renault premier ,4anos na honda plaza motors, e o fabricante pede sim pra substituir o kit correia e tensor sempre q desmontar a correia no caso da renault até a bomba de agua sério nunca pensei q iria ouvir uma besteira dessas ainda chamado de picareta sinto muito por isso por mim e todos profissionais da área e meu professor Mauro do Senai de Brasília grande profissional que todos entendam q sempre vai existir um espírito de porco pra falar tamanhos absurdos do tipo

Avatar
Marcos Alexandre Mendes 22 de agosto de 2021

Perfeito seu comentário, não imagino o interesse deles em fazer uma reportagem com tanta besteira.

Avatar
Augusto Quevedo zambrano 22 de agosto de 2021

boa noite Como tem gente que fala besteira tem oficina e não acho legal esses caras falando besteira

Avatar
Fernando 22 de agosto de 2021

Isso serve para os desleixados e ignorantes. Por isso e outros… Os carros viram bombas nas mão de alguns Brasil a fora.

Avatar
Rodrigo 22 de agosto de 2021

Parabéns…o senhor sempre faz a diferença!

Avatar
Deivison . 22 de agosto de 2021

Pergunta simples, caro Boris no seus carros vc troca so a correia Da sua alfa?

Avatar
Wellington Yamashita 22 de agosto de 2021

Olá,sou Wellington Yamashita.

Por muito tempo, sempre troquei o tensor e a bomba d’água também, pois para não ficar na não e já estar mexendo pois segundo o mecânico já para aproveitar a mão de obra.
O duro é saber se foi erro de montagem, ou negligência minha pois o mecânico avisou.

Att.

Avatar
Perycles 22 de agosto de 2021

Obrigado mestre pela orientação.

Avatar
Richard Vidal 22 de agosto de 2021

TOTALMENTE DESNECESSÁRIO E PRETENCIOSA MATÉRIA,então se o rolamento trancar antes de 200k km vocês arcam com o prejuízo. Afinal estão chamando profissionais que sabem que estão fazendo de picaretas, enquanto ficam atrás de uma mesa. Nunca foram pra campo fazer uma pesquisa, mas daí já jogam pro rabo mecanico( se quebra depois de troca correia antes 200k mecanico instalou errado) daí e fácil.

Avatar
Pedro Portella Neto 22 de agosto de 2021

Creio que picaretagem é jogar a responsabilidade do produto na competencia do mecânico e também por essa reportagem que somente distorce as normas.

Avatar
marcio 22 de agosto de 2021

Concordo com a matéria, em partes,pois quando se está do lado de”lá”,é muito fácil, gostaria de saber se vocês que fizeram esta matéria saíram em campo para ver e procurar entender os motivos pelos quais,os profissionais sérios do ramo da mecânica teen recomendado esta pratica?Nem sempre a intenção é forçar uma venda,e sim uma forma de se precaver de futuros problemas de retornos de clientes se queixando de ruídos e outros problemas que surgem apos a realização destes reparos,que por serem preventivos exigem uma realização bem feita.

Avatar
Jonathan Costa 22 de agosto de 2021

Matéria desnecessária picaretagem é um engenheiro desse remontar a correia nova com o velho tensor, com a mola tensora que regula o tensionamento da correia dentada quebrar antes dos 20 mil km da correia nova. Eu que não coloco meu profissionalismo no vento. Se já aconteceu comigo e eu ter que arcar com todo prejuízo do cliente com válvula e retifica de cabeçote. Besta mesmo pra cair numa cv’s piada dessa. Acho até graça !

Avatar
Claudinei 22 de agosto de 2021

Bom , se vcs acham que é picaretagem troquem o rolamento ou os rolamentos com 200 mil km , se quebrar antes ,quero ver se quem fez essa matéria vai pagar seu prejuízo , simples assim.

Avatar
Jairo 22 de agosto de 2021

O tensor custa em muitos casos em torno de 100 reais, enquanto um motor danificado pode custar mais de R$5000. Vale a pena o risco?

Avatar
Alexei 22 de agosto de 2021

Não é a primeira vez que se utiliza essa palavra “picaretagem”…
Quer dizer que substituir um tensionador por km é picaretagem? Então, trocar a correia dentada (antes de arrebentar) de maneira preventiva também é picaretagem?
Desculpe, mas quem está sendo, aqui, picareta é “alguém” que não sabe o que está falando…está se expressando de maneira totalmente errada..
As palavras que estão sendo utilizadas em VÁRIAS matérias são agressivas, ofensivas e sem conhecimento de causa…está “tentando” passar impressões totalmente inadequadas…
Agora, porque isso???

Avatar
Paulo peres 22 de agosto de 2021

Nem precisa discutir kkk uma peça que dura 300 mil km só tem três meses de garantia . Isso sim é picaretagem

Avatar
Gilmar 22 de agosto de 2021

Eu concordo com a troca dos dois na manutenção preventiva são peças de baixo custo compensa colocar ORIGINAIS.

Avatar
Waldir Lima Cabral 22 de agosto de 2021

E ainda vou alem; Correia,Tensionador e bomba d’água

Avatar
Igor 22 de agosto de 2021

Tem que troca o conjunto ainda mais com esses materias ruim que sao fornecido e alem mais e muito barato e vc ja esta pagando a mao de obra entao troca os dois para evita problema

Avatar
THIAGO HENRIQUE DOS SANTOS 22 de agosto de 2021

Picareta é simples é só dar garantia de 100.000 km eu troco Correia de 50 50.000 km

Avatar
Denilson Luiz Barbosa 22 de agosto de 2021

Kkkk cada uma que a gente vê como assim picaretagem sendo que o rolamento trava ou solta as esferas por uso prolongado….

Avatar
Douglas Carajeleascow 22 de agosto de 2021

falou besteira mas falou muita besteira .prefiro ser o picareta dessa vez

Avatar
Jordao Silva rj 22 de agosto de 2021

Ola,gostaria d saber a diferencia e qual o problema vela d 2 ou 3 eletrodo qual o problema…

Avatar
RAFAEL GOUVEIA VELOSO 22 de agosto de 2021

Mentirosos!! quero ver durar 200 mil pegue uma Amarok recomendada para trocar com 120 mil e não troque não pra ver o prejuízo de 20.000 mil reais

Avatar
Edinaldo Souza 22 de agosto de 2021

Vcs deviam avaliar melhor essa reportagem pois e muio sério. Com os profissional dessa área. Isso e uma palhaçada

Avatar
Mosemius Barcellos Mattos de Góes 22 de agosto de 2021

Sou taxista a 25 anos, todos os carros tive que trocar , correia dentada, Correia do ar , e o esticado. Então só ouvia tem que trocar com 50,000km se você passar vai arrebentar , vai trancar o moto: se não trocar a correia e a correia vai perder muito dinheiro ,fazer motor. Então eu pergunto: Falta serenidade do fabricante em falar a verdade e transparência técnica,para nós usuários não senti esses anos todos estou sentindo que fui roubado😡, passado para trás e mentiroso .

Avatar
Guillermo 22 de agosto de 2021

Es una tristeza que hoje solo tenemos mecânicos mas jovenes que adultos.
Los jovenes mecânicos solo cambian todo.
Primero: por su enseguridad de experiência sobre rodamientos y otros.
Segundo: para Ellos es mas facil cambiarlos (tensor y correa) y asi se sentiram aliviados, sin pensar los costos que el cliente tem que desenbolsar.
Aquellos mecanicos, jovenes y adultos que no tengan experiência solo se dedicaram en ser solo (MACANICOS CAMBIA PIEZAS), Es muy facil para ellos ya que en países como Brasil son fabricantes de piezas e ensamblejes de carros,camiones etc.
Entonces digame que tipos de mecânicos tendremos en el futuro.
Bien amigos en el fondo todo es simplemente negócio y el mecanico ya no piensa solo cambia y a veses lo hace mal y porq? falta de experiência.

Avatar
carlos della croce tonozzi 22 de agosto de 2021

alegam erro de montagem do mecanico,entao explica,como um carro retirado zero km…..chega aos 80000 km com o tensor fazendo barulho,sendo este ter sido montado pela montadora?…falar que dura 300000 km….so ser guinchar o carro 300000 km

Avatar
Daniel 22 de agosto de 2021

Bem nessa , trocamos esses dias de um Peugeot 1.6 16v 70 mil km roncando o rolamento tensor.

Avatar
ISMAEL JOSE DA SILVA 22 de agosto de 2021

O correto e trocar correia e rolamento e em alguns casos fazer a substituição da bomba de água pois isso não vai custar nada ao cliente o cliente também pode fornecer as peças

Avatar
Everton Cintra 22 de agosto de 2021

Pois é velhinhos vcs perderam o monopólio da informação, todos até quem não é mecânico sabe que tem que trocar o kit completo. Parem com isso tá feio heinnn…

Avatar
Everaldo 22 de agosto de 2021

Falam de picaretagem a troca dos itens juntos mas nenhum fabricante vai querer dar o suporte em caso de problemas e vai sempre culpar o mecânico.
Já vi peças originais com defeitos absurdos e é picaretagem querer proteger o bem do cliente já que o rolamento não custa nenhum absurdo

Avatar
Marcio 22 de agosto de 2021

Concordo plenamente, e já vi o mesmo .

Avatar
Altair-jc 22 de agosto de 2021

Sim é picaretagem sim.
Pois, mecânico que não sabe avaliar o estado de funcionamento de um simples rolamento ou peças. Não deveria nem se chame de mecânico, aliás tem muito mecânico que não sabe nem mesmo engraxar um rolamento.absurdo condenam peças Nova por falta de graxa e por não saberem como fazer.
Verdadeiros trocador de peças, hoje 90% dos mecânicos são réles trocador de peças…

Amigo hoje, de tanto levar golpes desses trocadores de peças nojentos que cobram o olho da cara e por serviços e peça não colocadas ou contratados

Avatar
Eduardo Macedo 22 de agosto de 2021

Sou mecânico a 30 anos, trabalhei em várias oficinas e concessionárias.
Quem sempre mandou trocar a correia dentada e esticador foi sempre montadora.
Tanto que na Renault quando em garantia o veículo, e necessita de manutenção um serviço que requer a remoção da correia dentada, a garantia paga o kit completo.
Tanto que vendem o kit montado.
As vezes é melhor não discutir. Se o cliente quiser é mandar botar sem esticador, melhor assim, menos trabalho.

Avatar
Edson Rabelo De Almeida 22 de agosto de 2021

Fico “puto” com estes comentários de uma fábrica onde só tem a ganhar com a venda maciça de rolamentos tensionadores. Bom, sou mecânico e regulador mecânico há 30 anos e TROCO SIM os tensores ao trocar uma correria dentada. Existem casos e casos. Tive um enorme prejuízo num cabeçote 16v por não trocar o tensor a pedido do cliente por não ter dinheiro. Hoje, troco tudo…
Edson Rabelo de Brasília.

Avatar
Altair-jc 22 de agosto de 2021

Amigo, acredito que você não soube avaliar o estado da peça e provavelmente, também não o a engraxou devidamente. Digo isso porque a grande maioria dos mecânicos na engraxar rolamento quando possuem proteção que costumam dizer que é blindagem. Pois, mesmo as proteções de metal dá para tirar e colocar novamente.
Olha eu não sou mecânico e faço isso de boa.
Uma vez levei meu carro em uma oficina de “peso”, para fazer uma revisão completa.onde depois de darem marretadas no carro que era novo fizeram um monte de bosta.
Eu pedi e ensisti para o mecânico engraxar os rolamentos das rodas dianteiras, e ele se recusar dizendo que não se engraxava rolamentos porque eram blindados.
Depois, queria me cobrar dói amortecedor dianteiro que era novo e não tinha colocado pois o carro tinha só 3 anos e hoje com 11 anos ainda são os originais e estão bons.

Bom voltando aos rolamentos eu mesmo fiz o devido engraxamento em casa sem dificuldade.
Amigo, os mecânicos poderiam ganhar dinheiro com sua mão de obra sem explorar, ludibriar e enganar seus clientes na pura má fé vendendo peças desnecessárias…

Avatar
Miranda 22 de agosto de 2021

Uma tremenda mentira. Entao se o cliente paga 150 reais de mao de obra para trocar uma correa dentada e o tensor começa a fazer barulho depois de uma semana? O mecanico vai cobrar outra mao de obra para fazer a troca do tensor e o dono do carro leva um prejuiso 50% maior que se tivese trocado o tensor. Uma informaçao totalmente desnecesaria. Veces precisao entender que a teoria e um conto de fadas onde tudo tem final feliz,mas na pratica e outra coisa.

Avatar
Joel Carlos Rodrigues Filho 22 de agosto de 2021

Faça essa pergunta ao fabricante da correia (se é necessário a troca dos rolamentos) e se não trocar, havendo um problema se o fabricante da correia dará garantia do estrago.

Avatar
Fabio 23 de agosto de 2021

Interessante q o fabricante tem a cara de pau de dizer q o mecânico é culpado de danificar um rolamento tensor de correia, só pode ser piada mesmo, dono de carro q vai nessa onda tem q se dá mais mesmo, o mecânico não ganha nada em trocar ou não o esticador, se o dono não quiser trocar o esticador tem q ter palavra e assumir caso aconteça a fadiga. A ética desse fabricante de respeito passou longe. E o q é correria metálica? Conheço como corrente de comando, realmente não tem como comparar a durabilidade dessa com uma correia dentada. O mecânico diz o q tem q fazer por experiência do dia a dia,.o dono do carro faz se quiser. Sou mecânico e tenho q valorizar a mão de obra não só na hora de cobrar o cliente e sim a certeza de entregar um trabalho q vai rodar sem problemas. Cada profissional faz o q achar melhor, infelizmente o editor dessa matéria deixou a desejar, não existe essa de inspecionar um rolamento blindado e dizer q vai durar mais 100 ou 200 mil km. Abraço aos amigos mecânicos.

Avatar
Paulo 22 de agosto de 2021

Pra mim tá blz, só não dou garantia e cobro mais uma mão de obra.

Avatar
Everton Cintra 22 de agosto de 2021

Ótima sua respostas, tomara que ninguém mais leve o carro na sua oficina..

Avatar
Altair-jc 22 de agosto de 2021

Picareta.

Avatar
Dagoberto 22 de agosto de 2021

Sou mecânico a 40 anos e uma coisa posso afirmar trabalho na oficina e escuto a radio ouro verde aqui de Curiba . não aguento mais escutar na rádio este cidadão falando tanta bem besteira noventa por cento do que ele fala pode ser jogado no lixo . por tanto sr Boris procure investigar mais sobre algo antes de gravar qualquer pronuncionamento sobre o assunto

Avatar
Roger F F Mourão 22 de agosto de 2021

Eu sempre só fazia a troca da correia dentada individualmente, mas no dia que só o tensor quebrou e eu tiver que pagar um arbusto de mão de obra com desempeno de válvula e retifica, resolvi trocar a correia, tensor e bomba d’água. Se um dos 3 quebra e todo o sistema se danifica, então nada mais justo do que trocar os 3 ao mesmo tempo.

Avatar
Berg Oliveira 22 de agosto de 2021

E verdade amigo, mas tem carros que a correia dentada não gira a bomba d’água.
Mas errado vc não está!

Avatar
Berg Oliveira 22 de agosto de 2021

Sou mecânico, sempre troco os 2 sim.
Prevenção nunca é de mais, não acredito que um cliente não prefira fazer o mesmo, a final ele não vai comprar o kit corriqueiramente.
50 mil kms demoram bastante tempo.
Não acho caro o cliente gastar 300 ou 350 com o kit e mão de obra,do contrário se o tensor quebrar vai gastar muito mais com kit de novo e levando o cabeçote pra retifica, tem casos que até o cabeçote empena é o custo pode chegar até 1.800 reais.
Então pense bem antes de querer economizar com peças que são fundamentais para o seu veículo, a final vivemos em um país onde a obsolescência programada impera desde sempre…

Avatar
Vanderlei Camargo 22 de agosto de 2021

Não merece nem resposta um camarada desse
Não sei em que mundo ele vive .depois são os mecânicos que são picaretas.

Avatar
Daniel 22 de agosto de 2021

Boris, você é um bocoris de escritório que nunca sujou a mão de oleo, desserviço isso que você disse na matéria, prevenir é sempre a melhor escolha

Avatar
Edmar 22 de agosto de 2021

Sou mecanico, e troco todas as veses correia e rolamento, nao acredito que um rolamento aguente duas trocas de correias, ainda maia considerando que os fabricantes buscam baratear seus custos na fabricação, rrdusindo automaticamente a qualidade do produto, vivemos num pais capitalista onde o lucro é o unico objetivo dos fabricantes, recomendo a todos os proprietarios de veiculos com correia dentada, troquem sempre o kit, correia e tensor, porque trocando somemte a correia se o tensor der pau no segundo periodo de instalaçáo só de correia, quem vai pagar a mão de obra, novamemte, pra pagar só o tensor? O fabricante? Essa conversa de trocar somente a correia é baléla, alem do mais, você precisa confiar no seu mecanico, e isso é suficiente. E lembre sempre, cada vez mais caminhamos pra baixa qualidade de produtos e preços altos.

Avatar
Maluhy 22 de agosto de 2021

De novo esse assunto? O senil está precisando de platéia?

Avatar
Lori Borges 22 de agosto de 2021

Realmente é picaretagem Simnm. não é necessário cada vez de trocar a Correia dentada trocar o tensor e os rolamento, isso é coisa de mecânico que não tem conhecimento e não quer te dar garantia de seus serviços, ainda dizem assim se não trocar conjunto não tem garantia. Eu tive muitos carros com correia dentada e eu mesmo troquei as correias e nunca troqui o tensor e rolamentos, já tive por exemplo uma fiat estrada 2010 que rodei 660 mil km e é com essa km só troquei a Correia, nunca troquei tensor e rolamentos mais isso tenque saber fazer tudo tem o seu tork recomendo isso tensão da da correia correta.

Avatar
Roger F F Mourão 22 de agosto de 2021

Eu sempre só fazia a troca da correia dentada individualmente, mas no dia que só o tensor quebrou e eu tive que pagar um absurdo de mão de obra com desempeno de válvula e retifica, resolvi trocar a correia, tensor e bomba d’água. Se um dos 3 quebra e todo o sistema se danifica, então nada mais justo do que trocar os 3 ao mesmo tempo.

Avatar
ISMAEL JOSE DA SILVA 22 de agosto de 2021

Isso no seu carro,se e que você tá falando a verdade, agora pega um carro de um cliente faz isso e da problema,o cliente não quer saber você foi o último que fez manutenção você que vai arcar com o prejuízo.e a ABNT e clara tem que trocar tudo que a correia movimenta até a bomba d’água quando e tocado pela correria isso não tem o que discutir

Avatar
Sergio Luis Herrero lomas 22 de agosto de 2021

Isso se dá o nome de
Revisão preventiva
Caso o rolamento não for trocado
E o mesmo venha à dar problemas futuros
Aí o necessário será processado
Me explica isso

Avatar
Manuela 22 de agosto de 2021

Então os rolamentos duram pra sempre? Já que não devem ser trocados ?

Avatar
Marcelo da Silva Lopes 22 de agosto de 2021

Vc não leu o texto não é se liga aí

Avatar
Gilberto Vargas goulart 22 de agosto de 2021

Como assim,picaretas então as fábricas,são todos as instruções técnicas,fala sério,acho que picaretas são estas reportagens

Avatar
Clodoaldo 22 de agosto de 2021

Muito bem amigo, esses comentários é de quem não sabe o que está falando

Avatar
Antonio Forte 22 de agosto de 2021

Apos tudo que li aqui tomei a decisão de passar um e-mail para a área técnica e para o departamento de imprensa da scheaffler para ter uma resposta diretamente deles. Sou engenheiro mecânico e discordo com a matéria. O Sr Boris deveria defender o seu ponto de vista mas chamar de picareta quem faz a troca preventiva é muito grave. Sugiro que quem também estiver na duvida sobre o assunto faça o mesmo.

Avatar
Marcelo da Silva Lopes 22 de agosto de 2021

E o que eles te falaram

Avatar
Antonio Forte 22 de agosto de 2021

Ainda não me deram retorno. Assim que tiver informo a todos. Devem me responder segunda ou terça.

Avatar
ANDREI GOULART 22 de agosto de 2021

Prezado, tem algo truncado nessa discussão.
Tem certeza das normas atuais.
Me interessa.

Avatar
Claudemir José de Almeida 22 de agosto de 2021

Eu só uso rolamentos INA ou SKF como tensor de correia dentada.
E recomendo sempre a troca do conjunto, desde que o rolamento seja de uma das duas marcas, ou original de fábrica.
Está questão de Km para troca do rolamento, está relacionado ao fato de o projeto ser desenvolvido fora do Brasil.
E estes produtos são tropicalizados, para serem vendidos por aqui.
São desenvolvidos em outro clima.
Aí eu pergunto, em qual país o rolamento vai suportar mais durante uma hora de engarrafamento todo dia durante 1 ano, no Brasil ou na Alemanha?
A diferença climática é gritante.
Por isso que falo que falo, as assistências técnicas dos fabricantes de componentes, é muito fraca, porque na maioria quem nós atende, são pessoas recém formadas.
E sem o conhecimento técnico necessário para nós auxiliar, então vão lendo o está escrito em algum texto.
Acompanho estas mudanças a 40 anos, por isso que fico sentido pelo rumo que a manutenção automotiva vem tomando por aqui, sem rumo e sem direção.
A única solução é a padronização com IQA e INMETRO, e o apoio dos frabricantes sérios.

Avatar
Dabio 22 de agosto de 2021

Trabalho no ramo e TB acho que falaram muitas bobagens,pois é melhor gastar um pouco mais no gasto com um tensor do que apostar na sorte e confiar no que o fabricante diz.
Até porque na minha visão todas as montadoras deviam colocar horimetro nos veículos pq km não condiz com o real desgaste de um motor.que fica as vezes por horas parado em trânsito.

Avatar
Rivaldo 22 de agosto de 2021

Boa idéia, as máquinas pesadas considera-se pra controle de manutenção, horas paradas.

Avatar
João Luiz 22 de agosto de 2021

Esse senhor não sabe o que fala….. ele talvez entenda de andar de UBER. Se ele entendesse de carro não falaria uma abobrinha dessas. O TENSOR É COMPOSTO DE ROLAMENTO E MOLAS!!!! E A FADIGA DAS MOLAS NAO FOI CONSIDERADA. vão dormir seu Boris….Não preste este tipo de desserviço!!

Avatar
Alessandro 22 de agosto de 2021

Picaretagem? O cara faz a manutenção preventiva,já visando não ter problema com o carro!e com o cliente!De montar e está com a consciência tranquila que o serviço está garantido! E me vem uns falastrão de ar condicionado que nunca nem abriu um capo e fala umas besteiras dessa! Eu desafio qualquer fabricante de rolamento garanti os seus rolamentos rodar os 200 mil de forma segura! 300 já chega a ser comédia.

Avatar
Roger F F Mourão 22 de agosto de 2021

Quem quer economizar a trocar dum tensor ao trocar a correia dentada saiba que nunca a economia pela trocar do tensor vai cobrir o gasto com uma possível quebra desse item, pois dependendo do momento da quebra pode empenar as válvulas, as bielas é até quebrar o cabeçote.
Eu troco junto com a correia dentada, também o tensor e a bomba d’água.

Avatar
Eliseu Ferreira Rodrigues 22 de agosto de 2021

Com serteza VC esta super certo depois vem tudo em sima de nois que somos mecânico a fábrica vai arrumar desculpas de todos os lados pra não pagar nada intao trocamos correia tensor e até a bomba da água dependendo a situação

Avatar
Paulo henrique guedes 22 de agosto de 2021

Que eu saiba bomba d’água só se trocar se tiver algum vazamento. tenho carro ta com quase 170 mil numca troquei a bomba d’agua e eu rodo muito com meu carro.

Avatar
Hélio Alves Pereia 22 de agosto de 2021

Eu sou profissional da área reparação,eu não concordo de forma alguma com fabricante,eles mais do que ninguém sabe que tem fazer reposição sim conjunto todo não e feito em muitos casos por causa da situação financeira do cliente,mas o ideal e trocar tudo sim.

Avatar
Adevair José Gonçalves 22 de agosto de 2021

O fabricante não e mecânico ele não especializado em manutenção do veículo ele e apenas o fabricante ele não tem s capacidade de verificar o desgaste de um carro para o outro e fácil jogar a culpa pela mau qualidade do seu produto que e feira várias vezes com matérias prima de terceira qualidade para abaixar custa e manter seus lucros vcs jugam os mecânicos de incapacitados mas vcs não tem se quer condições para jugar ou responder qualquer pergunta técnica de um mecânico capacitado

Avatar
Carlos 22 de agosto de 2021

Muinto facil culpar os mecanicos,porque entao nao garantem os 300.000km que rolamento dura.

Avatar
Diego Ferraz 22 de agosto de 2021

Eu sou mecânico profissional, e sempre troquei o conjunto completo,mas um dia fiz diferente no meu próprio carro,por sair caro a troca completa eu resolvi trocar apenas a correia, durou uns dois meses e perdi o cabeçote, tudo por não ter trocado os tensores embora parecia estar em bom estado, mas as aparências enganam,e o problema é que os tensores são deslizantes, e sobre molas que esticam a correia, e devido ao esforço e temperatura eles perdem a eficiência de tensionamento e de guiar a correia no centro da polia, fazendo a correia sair do centro p fora. E por sentir isso no meu próprio bolso, eu defendo a troca, até por questão de segurança para não ter prejuízos mais altos.

Avatar
GILBERTO...... 22 de agosto de 2021

Tenho clientes que compraram uma Duster zero e falaram que poderiam ser trocados o kit com 90.000 km e com 80.000 perderam o cabeçote, pois arrebentou TD e daí ……

Avatar
Rogerio de Oliveira Faria 22 de agosto de 2021

Sou do tempo que quando rompia a correia do alternador era só arriar o alternador colocar a nova correia tensionar a aparafusar o alternador e seguir viagem.
Agora temos que rezar para não romper a correia senão…
Novas tecnologias novas lambanças.

Avatar
Leonardo 22 de agosto de 2021

Mas a correia do alternador se romper, dependendo do carro você pode ir até uma oficina mais próxima e pedir para colocar uma nova, agora se a bomba de água do seu carro gira junto a correia do alternador é melhor chamar um guincho. Geralmente são carros com corrente metálica que a bomba de água gira junto a correia do alternador, quando é dentada ela gira junto com a dentada, sendo assim a do alternador girando apenas ele mesmo ou girando bomba de direção e compressor do ar condicionado junto, caso o carro for equipado com direção hidráulica e/ou ar condicionado.

Avatar
Paulo henrique guedes 22 de agosto de 2021

O fusca ,Brasília e kombi quebrou a correia simples so é andar com uma dentro do carro ver a marcação na polia e na carcaça do motor em baixo alinhar e botar uma correia nova pra não ficar fora do ponto.e seguir viagem.

Avatar
EDIMARIO ARAUJO DE OLIVEIRA 22 de agosto de 2021

Me diga uma coisa se eu troca so a correia ai depois o tensor da problema e fundir o motor do meu carro Voces vão paga pra mim? Não confio nessa teoria um motor é muito carro pra refazer

Avatar
Bernardo 22 de agosto de 2021

Sou mecânico, já trabalhei em várias montadoras, de várias marcas, já troquei correias em que os rolamentos ainda estão bons mesmo, mas isso antes dos 40 mil km, nunca vi um rolamento ou tensionador durar 200 mil km, muito menos 300 mil km, isso é até de rir, porque não existe, o rolamento é exposto a forças axiais sim devido à tensão da correia e o torque do motor, achei extremamente anti ético terem falado que o mecânico é incompetente, pois quem mais dá lucro a essa empresa é as oficinas, quem fez essa matéria nunca trabalhou no ramo…

Avatar
Jose marciano 22 de agosto de 2021

Isso é serio ?
Qual o prazo de garantia que esse fabricante da pra os seus produtos ?
Qual a base tecnica pra quilometragem tao alta ?
Essa materia ta me cheirando á marketing
Como sempre os meios de comunicaçao estao tentando de tufo pra se manterem vivas

Avatar
Thiago 22 de agosto de 2021

Muito interessante esse artigo, pois uma pessoa que se diz engenheiro e não falar nada sobre manutenção preventiva que engloba a troca de kits para prevenir uma manutenção corretiva com valores consideráveis e com certeza nunca deve ter feito uma troca de correia e/ou nem sabe , fala por altos e sem levar em consideração o clima propício a trabalhos mecânicos com maiores temperaturas e principalmente um pais onde muitos veiculos são usados principalmente para serviços, não tem relevância esse artigo ainda mais por um engenheiro que não trabalha na area de manutenção ou na indústria de fabricação.

Avatar
Daniel 22 de agosto de 2021

Tem mecânicos e mecânicos, ao fazer esse tipo de serviço o mecânico onde levo carro verifica o desgaste do rolamento e mostra se tem ou não necessidade de troca.

Avatar
Valdir 22 de agosto de 2021

A péssima qualidade dia materiais de hoje eu troco o kit.

Avatar
Marcos Paulo Alves Da Silva 22 de agosto de 2021

Antes de falar que e picaretagem busque trabalhar nas oficinas. Realmente com as mãos com graxa. Assim vera realmente a realidade da vida. E não dizer que e irresponsabilidade dos mecânicos falar e fácil. Agora quero ver todos os dias trabalhando com isso e presenciar situações adversas. E logo trabalho em concessionária Chevrolet. A correia que roda mais de 200mil kms e a dos motores 3 cilindros sendo a mesma banhada a óleo. E roda 270 mil. Ou 15 anos. Dos outros veículos a própria montadora recomenda a troca de Correia e tensor no seu manual técnico se quiser conferir só olhar o site da Chevrolet revisões aí sim saberá a verdadeira realidade.

Avatar
Flávio Souza Cruz 22 de agosto de 2021

Bem acho que vale o bom senso, sempre troquei os dois, mesmo o mecânico dizendo que não precisava, é só colocar na balança, tensor e correia ideia 1.4 R$190,00 mão de obra R$ 150,00. Correria dentada partida, guincho +ou- R$200,00 + cabeçote retificado e peças R$1800,00 mão de obra uns R$700,00 aí é só escolher!

Avatar
Jean Almeida 22 de agosto de 2021

Continuarei trocando correia + tensionador.
Pelo valor nem compensa economizar em tal peça.

Avatar
Lincoln Souza 22 de agosto de 2021

Plenamente de acordo e com certeza vai ter um monte de mecânico dizendo que está errada a matéria.pois mecânico não é engenheiro.e se a engenharia diz está dito e pronto.

Avatar
Diego 22 de agosto de 2021

Amigo embora a engenharia seja estudada para aprimorar a durabilidade dos rolamentos, grandes indústrias estão importando rolamentos da china,ou seja o pensamento dessas indústrias sempre visam lucros, e os materiais são bem inferiores, e de pouca durabilidade. Ea mesma fábrica enviam para as montadoras rolamentos são fabricados individualmente, e lotes individualmente, com as qualidades bem mais avançadas que as de reposição, por isso as peças originais colocadas nos carros sempre duram mais tempo, mas quando se tem peças de reposição já colocadas em um veículo a durabilidade é muito duvidosa. E a engenharia sempre fala de durabilidade sobre os kms e não de horas de funcionamento, que tem uma grande diferença.

Avatar
Diego Ferraz de Elly 22 de agosto de 2021

Se os tensores não fossem da china até me arriscaria a trocar somente a correia

Avatar
Liberal fonseca 22 de agosto de 2021

Pode ser ate que nao seja necessario a troca da correia e o extenso. Meu tio trocou so a correia dentada e nao trocou o extenso do carro do meu sobrinho.
aconteceu que o extenso deu problema e um pejuizo enorme teve que fazer o motor por ter causado danos nas valvulas.

Avatar
Paulo Santos 22 de agosto de 2021

Para quem REALMENTE LEU a reportagem na íntegra, está certa!
Troca-se o kit quando vc não tem um histórico do veículo anteriormente a troca.
NÃO pulem paragrafos da reportagem!

Avatar
Dagoberto 22 de agosto de 2021

Eu discordo completamente pois alem da correia rolamento o retentor de comando e do gira sempre estao com vazamento entao na minha opniao o sr nao tem visao alguma de um procedimento correto para a manutençao preventiva e corretiva de um veiculo e sim de criar ibop no teu comentario alem de prejudicar os profissionais que fazem corretamente teus serviços.

Avatar
Joel Segala Robinson 22 de agosto de 2021

Boa matéria!

Avatar
FERNANDO CESAR KRUGER 22 de agosto de 2021

Plenamente de acordo. No carro do meu filho, aos 50 mil km trocamos a correia dentada e mantivemos o tencionador original de fábrica, que estava em ótima condição. Trocar um componente original de fábrica em boas condições por outro novo, mas do mercado paralelo, não acho uma boa opção.

Avatar
Victor Rodrigues 22 de agosto de 2021

Bóris faça isso com seu veículo e depois que a buchada descer,vai lá na Schaeffler e diz para eles arcarem com seu prejuízo. A mas eles vão alegar que foi culpa do mecânico que tensionou errado,você está fazendo um desserviço à sociedade com tal matéria. Tem tanta matéria legal para o senhor fazer pare de falar asneira.

Avatar
Celso Diniz Borges 22 de agosto de 2021

Que matéria ruim
Péssima
Completamente sem noção
A galera da mecânica vai recorrer a que se trocar somente a correia e o rolamento travar depois ???

Avatar
Egomar Gomes de Vargas 22 de agosto de 2021

Sou um leitor assíduo e gosto, normalmente gosto das reportagens, mas achei muito in responsável generalizar, sendo que existem tantas variáveis que tem que ser lavadas em conta, e vc sabe que os fabricantes dizem que tem garantia e na hora de dar a garantia foi uma contaminação com óleo, poeira ou erro do mecânico, nunca problema da peça, como eles mesmo disseram mais de 99% das garantias eles negam. Vai em uma concessionária, diz que vc quer trocar só a correria e quer garantia do serviço, vê o que eles vão te dizer.
É fácil falar, quero ver aqui na linha de frente com peças cada vez mais caras e qualidade caindo, é fácil falar…..

Avatar
Amorim 22 de agosto de 2021

Muito bom mesmo o seu comentário…
Se é tensão fora do padrão então porque quando troca o conjunto era pra acontecer a mesma coisa….

Avatar
José Paulino dos Santos 22 de agosto de 2021

Ótimo comentários
Muito útil pra que gosta de carro e pra quem quer aprender

Avatar
Davi 22 de agosto de 2021

Eu troco tudo. Quando vou mexer em correia. Dependendo troco até a bomba da água..

Avatar
Glauber Santos 22 de agosto de 2021

Se a troca é desnecessário pq alguns fabricantes como a Fiat vende um Kit com a correia dentada e os rolamentos mesmo procedimento da Volkswagen na saveiro e outros

Avatar
Jonas de Castro 22 de agosto de 2021

Quanta bobagem escrita, o Sr faz um desserviço ao mercado de reposição criando notícias que podem influenciar os proprietários leigos

Avatar
Jubilino 22 de agosto de 2021

Vou nessa não…troquei só a correia do meu Palio wekend 2012 e não rodei 1mil km o tensor travou quebrou a correia nova e quase da esquente no motor fui rápido parei e chamei logo o Guinho…tive que trocar tudo logo…😒😒😒

Avatar
Arilton Pinheiro 22 de agosto de 2021

Se fosse picaretagem as montadoras não colocariam tempo de troca de correia no manual do carro .
E como mecânico não sou maluco de trocar Correia sem trocar o esticador .
Pois só de analisar vc v com olho nu que o rolamento está recado .
Vai montar uma oficina e não troca pra vc ver quantos motores vc vai pagar por ignorância .
Já peguei k 1.5 3 cilindros com a correia desmanchando com 90.000 km .
E no manual manda trocar com 240 .
Antes de falar besteira pesquisa os donos de oficina .

Avatar
Barrolomeu 22 de agosto de 2021

Troquem o kit completo e de marca…perdi um motor pq o antigo dono colocou uma marca paralela.

Avatar
Geovane rosa Prates 22 de agosto de 2021

Ja fiz muito cabeçote por travar o rolamento,e empenar válvulas,como assim não precisa trocar

Avatar
Antonio Carlos Waltrick 22 de agosto de 2021

Troqueio kit da correia dentada da minha livina 2012 1.6 dentro da preventiva fiz questão de colocar do mesmo fabricante “CONTINENTAL “levei no mecânico de confiança mas foi seu funcionário que trocou resumindo….depois de 10.000 kms deu pau no motor 80% da correia ficou POLI V moeu a correia não arrebentou mas trancou o motor,8 válvulas pro lixo e mais 3000 conto de prejuízo agora eu pergunto devo cobrar na justiça da oficina?

Avatar
Arilton Pinheiro 22 de agosto de 2021

Primeiro tem que analisar o material .
Caso não seja constatado falha nas peças de reposição vc tem que chamar o dono da oficina para a responsabilidade .
Pois ele tem que te dar uma garantia de prestação de serviço .
Não importa o tamanho do prejuízo .

Avatar
Antonio Carlos waltrick 22 de agosto de 2021

Mandei o kit pra continental e retornou com um laudo técnico constatado que não houve problemas com a correia,estou realmente pensando em acionar o dono da oficina,grato pela resposta.

Avatar
Nivaldo Olívio Diniz 22 de agosto de 2021

Primeiro pega a norma atualizada e depois comenta

Avatar
Celso 22 de agosto de 2021

Sou mecânico, já com um bom tempo de graxa e sempre substituo tensores e qdo tem rolamento de apoio Tb eles,o problema q eles trabalham não só por Km e sim TB hrs daí TB falam erros de profissionais eu trabalhei .concessionária a muito tempo atrás e na primeira troca tinha problema de ruído nós tensores e TB tem o custo de MO eu acho q picaretagem é eu não trocar com um intervalo curto der problema e o cliente ter q pagar outra mão de obra, jornalistas tinham q acompanhar o dia a dia de uma oficina para poder ter ctz no q estão falando

Avatar
Francisco 22 de agosto de 2021

Nem vou falar que é picaretagem de mecânico, apesar de existir pilantra em toda profissão, mas que é picaretagem de fabricante pra vender peças a ISSO E!! É simples a Correia trabalha a seco e comparando ao rolamento é um produto mais fraco, já os rolamentos além de serem mais fortes em relação a Correia, trabalham LUBRIFICADOS, então indo por esse raciocínio a Correia irá se desgastar bem antes do rolamento. Isso é lei da física dois matérias em uso constante o mais fraco irá desgastar primeiro.Nem sou mecânico mas acho que meu raciocínio é certo. E aí,quê vcs acham?????????

Avatar
Lucas Melillo 22 de agosto de 2021

Não entendi seu comentário: Se o fabricante diz que não precisa trocar, onde está a picaretagem desse fabricante ?

Avatar
Francisco 22 de agosto de 2021

Esse fabricante disse que não, e parece que é o único já, já os outros dizem que tem, está na reportagem!

Avatar
Francisco 22 de agosto de 2021

Inclusive quando vc vai comprar te venden o kit. Andei muito de moto inclusive trabalhei, a mesma coisa acontece com corrente coroa e pinhão, na época por falta de dinheiro cansei de comprar somente a corrente, e usar a mesma coroa e pinhão.

Avatar
Geovane rosa Prates 22 de agosto de 2021

Se der problema tu vai cobrar de quem,da oficina que fez a troca ou do fabricante ?

Avatar
VILMAR LUIS SCHUMACHER 22 de agosto de 2021

A Picaretagem é dos mecânicos!

Avatar
ADILSON FERNANDES MACHADO 22 de agosto de 2021

Sim, concordo com você, mas o problema é que o rolamento já trabalhou entre 40.000km e casos de até 120.000. deixar de trocar esse rolamento juntamente com a correia poderia causar uma segunda mão de obra em um tempo prematuro, pois a correia estaria com a sua vida útil comprometida e o rolamento já estaria apresentando ruídos.nesse caso o mais recomendado seria a troca dos dois itens.

Avatar
ADILSON FERNANDES MACHADO 22 de agosto de 2021

Eu não entendo o ódio mortal que o Sr. Boris tem dos profissionais na área da mecânica.acredito, ele sendo um conhecedor na área da mecânica dizer tanta bobagem, essa não é a primeira vez que faz isso.em relação a essa reportagem acredito que os fabricante de peças não concorda com a fala desse SR. Pois o próprio fabricante criou um kit de correia,rolamentos e até o parafuso do tensor para que sejam substituído.

Espero uma resposta do SR BORIS E DOS FABRICANTES.

Avatar
Arilton Pinheiro 22 de agosto de 2021

Meu querido .
Enquanto uma correia da uma volta pra completar o ciclomotor .
Um rolamento da no mínimo 30 voltas ou mais até a correia atingir uma volta .
E tem mais .
Com a caloria do trabalho a graxa que lubrifica o rolamento resseca ….

Avatar
Gustavo 22 de agosto de 2021

Uma peça relativamente barata comparada ao custo te ter que abrir um motor, não vale a pena apenas trocar a correia, a mão de obra é a mesma e também tanto é que algumas marcas já vem o kit de correia ( correia + tensor )

Avatar
E.N 22 de agosto de 2021

Façamos uma conta rápida, de um carro “padrao”. Correia dentada R$ 60,00, rolamento tensor R$ 110,00 ( preços medios).
Compensa arriscar e economizar 100 contos e depois ter que abrir o motor?

Avatar
Robson Rodrigues de Ramos 22 de agosto de 2021

Daqui a pouco vão dizer do atuador de caixa exemplo os carros da GM que dá pau direto principalmente no atuador do pedal, vão falar que não precisa trocar aí ai

Avatar
Cristiano Araújo 22 de agosto de 2021

Quero quando o tensor trava quem vai da a garantia o boris ou o fabricante do tensor, será q o boris sabe trocar uma correia dentada d um carro o mais simples

Avatar
Dermeval Guimarães dos Santos 22 de agosto de 2021

Tenho oficina própria, já trabalhei em concessionária, e pela minha experiência, discordo, já fiz o teste em um celta e um pálio, com ± 20000km após a troca, o rolamento do pálio começou fazer barulho, e o indicador de tensão
no rolamento do celta começou bater. Por sempre troco os dois.

Avatar
Sergio 22 de agosto de 2021

Caso eu faça a troca somente da correia dentada e vier a travar o rolamento, esse fabricante vai indenizar, arcar com os prejuízos do meu cliente? ?

Avatar
José B Sene 22 de agosto de 2021

Toda vez que troca a Correia dentada, também troco o rolamento tensor, caso eu não troque e der problemas, vou recorrer à quem. Talvez ao editor dessa matéria.

Avatar
Gaspar Roberto Prinz Júnior 22 de agosto de 2021

Sempre trabalhei com a prevenção , troca de correia e rolamento tensor é básico , lembrando que contabilizamos a quilometragem o que não é correto pois enquanto o veículo está parado em um semaforo ou em um congestionamento o motor continua funcionando, o correto seria contabilizar por horas/trabalho , assim como a troca de óleo da mesma forma. Mas não temos essa cultura. Já assisti a vários programas de nosso amigo jornalista e já verifiquei que não tem muito conhecimento do que fala passando informações falhas .Uma pena ,espero que ele estude mais e se atualize.

Avatar
Felipe da Cunha e Silva 22 de agosto de 2021

Os rolamentos podem até durar 300 mil km em ambiente controlado de testes, mas na vida real e nas condições das estradas brasileiras com contaminação por poeira, lama e alagamentos que molham até a metade inferior do motor esta durabilidade é comprometida drasticamente eu eu prefiro não arriscar reparo de R$ 10 mil para poupar R$ 300,00. Outro fato é que as grandes metrópoles estão com as vias cada vez mais congestionadas e o motor funcionando nos engarrafamentos continuam “girando” sem contar no odometro.

Avatar
ANDERSON MACKEVICIUS 22 de agosto de 2021

Não me surpreende uma grande fábrica de rolamentos,dizer que um rolamento esticador ou tensor duram 300 mil km ,nunca vi em anos de profissão!
Como a mesma afirmou que os danos são causados por ajuste incorreto do reparador eu discordo pois tanto o esticador quanto tensor ou bomba de água para veículos que utilizam junto com a correia,deve ser sim avaliado em conjunto!
Simples se a fábrica estipula a alguns veículos troca de correia a cada 50 mil km (estranho um rolamento)que ao contrário do que foi dito,faz força sim,e sem contar o fator uso,dono e local!

Avatar
Luiz Abreu 22 de agosto de 2021

O certo é trocar só não usar peças chinesas!

Avatar
ANDERSON MACKEVICIUS 22 de agosto de 2021

Para ser mais específico e poupar todos profissionais da área já que a fábrica afirma que o rolamento dura 300 mil km e simples!
Façam uma correia e seus periféricos para acompanhar essa durabilidade,kkkk
Mais não né kkkk

Avatar
Didi 22 de agosto de 2021

Bom dia admiro a própria ina vender o kit de correia com rolamento e parafusos e manual da peça a recomendação da troca e importante verificar os desgaste da polia falar que rolamentos seria pra 300 mil km os próprios motores as vezes não aguenta essa quilometragem

Avatar
Sr. Edione 22 de agosto de 2021

Agora fiquei em dúvidas. Troco ou não correia com tensor. O que faço? O meu carro (Fiat palio Young 2001) tá esquentando demais mesmo parado só funcionando tá aquecendo muito. Dá até prá fritar um ovo quando abre o capô. Será que é por causa da correia dentada e tensor? Me ajudem por favor. Gostaria de uma resposta sincera sem piadas e ironias. Obrigado.

Avatar
Saulo Prado 22 de agosto de 2021

Sr. Edione, a correia dentada e tensor não causam superaquecimento do motor.O Problema do seu palio pode estar sendo causado por problemas no sistema de arrefecimento como radiador,bomba dágua, ventiladores e.t.c. e até junta do cabeçote queimada. Leve seu carro num mecânico da sua confiança urgente.

Avatar
Igor Oliveira Carmo 22 de agosto de 2021

Provavelmente não meu amigo , voce tem que levar seu carro a um mecânico e pedir para ele verificar a válvula termostatica e a bomba d’água. Correia e tensor é somente revisão pelo desgaste da peça para não deixar ela arrebentar e atropelar suas válvulas e ter de abrir o motor para substituição das mesmas .

Avatar
Nivaldo Olívio Diniz 22 de agosto de 2021

Nao troca quando der pau manda a. Conta pro reporter

Avatar
Márcio zuffi.....zufcar 22 de agosto de 2021

Afff…. paciência….nu tem o que publicar….fica quiéto…. abençoado….90 por cento das vezes….os tensores estão desgastados com esferas rustidas….e já é uma prevenção….pública informações úteis…

Avatar
Rafael 22 de agosto de 2021

Isso mesmo Boris, não troca o rolamento do seu carro não!
Vai dar mais serviço e mais dinheiro para nós mecânicos quando for para fazer seu motor todo!
PS: fala pra ele trocar de uma land Rover ou do Ka 3 cilindros que se desgasta e trava a bomba de óleo, ou da Palio weekend 16 válvula, ou do smart… Trocar de AP Volks não vale!
Boa sorte!

Avatar
Erinaldo 22 de agosto de 2021

Tenho um auto center e trabalho na área a muitos anos também concordo com a matéria. Mas existe um tal de auto sport apresentado aos domingos que são movidos a patrocínios que solta cada matéria. E na segunda seu cliente chega e fala quero trocar tudo que viu no programa e vc fala porque quer trocar isso é te fala vi no auto sport

Avatar
José Bonfim 22 de agosto de 2021

Certa vez troquei a correia dentada do meu gol e não troquei o rolamento tensor, resultado o tensor rolamento quebrou e o motor foi pro pau, gastei 5.300 pra fazer, o motor ,então na minha opinião tem que trocar os dois sim

Avatar
Eduardo 22 de agosto de 2021

Troca só a correia do seu carro e anda se o rolamento travar e quebrar a correia nova troca só o rolamento de partida e ve se pega velho sabido cada porcaria q tenho q ler

Avatar
Jorge Luiz cesário Lopes 22 de agosto de 2021

o jornalista está certo,mas ele tbm frisou,caso não se conheça o proceder do veículo troca-se as duas peças,agora tem um monte de mecânico dando chilique

Avatar
Márcio zuffi 22 de agosto de 2021

Tá certo nada ..nunca aperto um parafuso….nu sabe o que c passa em uma manutenção n….

Avatar
Glauco Roberto Cinquini 22 de agosto de 2021

No meu caso que pode ser um caso isolado, com 175mil km tive problemas no esticador de correia de um motor 1.5 dragon, de um veículo 2019, consequentemente houve quebra dos dentes da correia de comando banhada a óleo e como resultante perdi o motor.
O gasto geral está próximo a 20mil reais… Uma vez aberto, passa a ser ínfimo gastar mais 300 reais em um esticador para eliminar os riscos… Realmente não é obrigatório… Porém recomendável.

Avatar
Rosangela Cerqueira 22 de agosto de 2021

Troquei a correia dentada da Duster e com 26000 estourou e prejudicou o motor fiquei com um prejuízo de R$3930.00
A quem devo recorrer sendo q a correia foi comprada pela oficina e tinha feito a troca anterior preventiva pois não sabia quando tinha sido trocada anteriormente

Avatar
Carlos Henrique 22 de agosto de 2021

A oficina com certeza, eles tem que dar garantia do serviço.

Avatar
Carlos Henrique da Silva 22 de agosto de 2021

Eu vou continuar trocando junto preventivamente, porém ele foi cirúrgico quando disse que geralmente a culpa é do mecânico.
Maioria não respeita ordem de desaperto e aperto dos parafusos, tampouco utilizam o torque correto…

Avatar
Volber Costa 22 de agosto de 2021

Esse cara não sabe de nada, nem um mau mecânico é, não passa de um aspirante a mecânico de revista.

Avatar
Euller Soares Monteiro 22 de agosto de 2021

Bem… Você deve ter um currículum melhor… provavelmente…

https://www.portaldosjornalistas.com.br/jornalista/boris-feldman/

Avatar
GERSON DE OLIVEIRA SANTOS 22 de agosto de 2021

Se fosse um país que tivesse leis e as aplicassem de forma correta sem picaretagem como acontece no nosso Supremo, jornalista poderiam ressarcir os proprietários dos veículos que quebrassem por seguir tão grande absurdo.
Assim como quem as publica sem checar.
Opinião é uma coisa, picaretagem está sendo prática “jornalista”.

Avatar
Max da Costa 22 de agosto de 2021

Quem escreveu esta reportagem algum dia instalou correia dentada em algum veículo?
Só entendi uma coisa: se houver erro, a culpa é do mecânico. Não existe peças falsificadas, não existe peças com defeito de fábrica…

Avatar
Alan Coelho dos Santos 22 de agosto de 2021

Será que a fábrica Schaeffler,que queimou, e feio a imagem dos mecânicos, que muitas das vezes recomenda a própria marca acima citada, se encarregaria de cobrir os custos de uma quebra de motor de um cliente que se orientou pela opinião errônea de um engenheiro que talvez nem saiba na prática como é o procedimento de uma troca de correia dentada por mais simples que seja?????

Avatar
Lincoln 22 de agosto de 2021

O mecânico é sempre o marginal em todas as situações!Você troca uma correia e posteriormente um rolamento começa a dar barulho ou mesmo travar danificando no mínimo as válvulas do cabeçote. Quem vai garantir todo esse estrago? O fabricante do rolamento? Ou quem acusa o profissional de todas essas coisas?? Sou técnico em mecânica automotiva à 30 anos!

Avatar
Alécio Da Rós 22 de agosto de 2021

Picaretagem é este jornalista ainda estar escrevendo essas mer.da.s. Só fala borracha. Podia também ir na Alemanha e averiguar que um motor Mercedes dura 300mil km e voltar pra cá afirmando que um de Gol é a mesma coisa. Uma dica: aposente-se, abandone a internet e viva feliz com seu carro de rolamento eterno.

Avatar
João 22 de agosto de 2021

A matéria falou que 99 porcento das correias dendada que se a rebenta e culpa dos mecânicos,só que os mecânicos não assume e esse erros deles ,os mecânicos inventa um monte de defeito no motor do carro para tirar a culpa das costas deles ,os mecânicos ficou furiosos com essa matéria , ABRIL OS OLHOS DE QUEM LEU

Avatar
Aldiones 22 de agosto de 2021

Além de trocar o tensor, em carros onde a bomba d’água também é sincronizada com esse tensor, também é necessário a troca da mesma. Sou eletricista. Mais já vi muitos que não trocaram e ficaram na estrada, trocar as peças é mais barato que vc pagar um reboque pra lhe levar na oficina mais próxima e vc ter que mandar fazer o cabeçote do motor, por uma só peça que alguém disse que não era pra trocar. Quase todo motorista conhece seu carro. E tem seu mecânico de confiança.

Avatar
Ed Carlos Borges Quirino 22 de agosto de 2021

99% é culpa dos mecânicos????
Tirou de onde esses dados???

Avatar
Euller Soares Monteiro 22 de agosto de 2021

Ed Carlos… “99% da culpa ser dos mecânicos”, sim eu vou concordar…

99% dos mecânicos que trabalham nas oficinas do Brasil são reparadores despreparados… A quase totalidade deles nunca terminou o 2º grau (muitos nem o 1º grau), a esmagadora maioria nunca fez um curso de técnico em mecânica industrial ou mecânica automotiva, uma grande maioria nunca se quer pôs os pés em uma escolinha de mecânica automotiva.
Não sabem o que é “torque”, nem imaginam o que seja ABNT…

Eu trabalhei uns 15 anos dentro de oficinas, iniciei como aprendiz e cheguei à responsável técnico… Tenho meus diplomas na área automotiva e industrial…

Então eu estou falando de algo que eu mesmo vivi… Tem sim muita picaretagem dentro das oficinas…

Uma grande parte dos mecânicos dão sim sobre-tensão encima dos rolamentos das correias dentadas, isto é um fato incontestável…

Dentro da concessionária onde trabalhei… Existia uma ferramenta (criada pela fábrica de uma das marcas de veículo) que devia ser colocara no rolamento para ela própria fazer o tensionamento da correia… Tirando eu e mais uns 3 auxiliares que como eu, vieram do SENAI, mais nenhum mecânico naquela concessionária usava a ferramenta para tensionar a correia.

Eu vivi isso…

Há exceções… Sim há…

Avatar
Davi 22 de agosto de 2021

Seu diploma vale mais que uma experiência de campo? O que tem haver ter 1° grau? Conheço mecânicos sem 1° grau que resolveram problema que engenheiro não resolveu, você fala como se estivesse em um país cheio de oportunidades, onde os fabricantes se comprometessem a dar curso, como você mesmo disse você era o responsável técnico e só você e outros 3 usavam a ferramenta, você mesmo contribuiu pra picaretagem quando era o responsável técnico e não corrigiu essa deficiência de uso da ferramenta, você está há um nível abaixo de quem tem nem o 1° grau, porque sabia, era o responsável e deixavam não fazer.

Avatar
Renato 22 de agosto de 2021

Respondeu com maestria o comentário do nobre colega Euller. Assim como o jornalista pseudo-reparador-automotivo,ele falou muita besteira. Também sou engenheiro mecânico a 12 anos e técnico em mecânica formado pelo Senai a exatos 21 anos. Há 18 anos sou proprietário de um centro automotivo e digo que tem muito mecânico com pouca instrução teórica, porém superiores a muitos engenheiros quando falamos em prática. Agora será muito bom se a categoria no Brasil atingir a excelência em cursos, diplomas e especialização, já imaginou a nova formação do custo de preços da hora trabalhada num país onde a cultura é de chamar de ladrão e picareta qualquer cobrança de 100 reais em manutenção ???

Avatar
Euller Soares Monteiro 22 de agosto de 2021

Sr Davi… Só tenho mais de 15 anos dentro do chão de oficina…

Falei apenas a verdade de tudo o que vivi dentro das oficinas.

2º, quando eu cheguei à responsável técnico, eu toquei a oficina que estava sob minha responsabilidade (que era uma garagem…) de modo realmente técnico (não que isto te importe…).

Você apenas acusa daquilo que provavelmente você próprio pratica…

Um profissional treinado, estudado e experiente, sabe muito bem que uma correia (material flexível, com compósitos de borracha e malhas diversas) nunca pode estar no mesmo patamar de uma peça completamente feita 100% de aço como os rolamentos, cuja durabilidade é muito acima da de uma correia.

O resto é papo de quem quer apenas entubar um rolamento no cliente, pra poder ganhar mais… Já que existe também a correia sem o rolamento para ser vendida (em muitos casos).

Quanto ao Sr Renato (abaixo), que se disse “engenheiro”, ele sabe muito bem que o Boris não falou nenhuma mentira, mas como é dono de oficina… …vai sim querer “tirar o dele da reta”… Simples assim…

Avatar
Euller Soares Monteiro 22 de agosto de 2021

Bóris… Eu quando ainda atuando como mecânico, em veiculos que os rolamentos estavam desgastados (mais de 300mil) eu, quando percebia a possibilidade de só substituir o rolamento velhos e aproveitaram o corpo/capa da pista da Correia, só trocava o rolamento…
Houve casos onde o rolamento estava apenas com a graxa seca, (veículo meu….) e eu apenas relubrifiquei o rolamento.. (Abrindo com cautela a capa do rolamento, “procedimento não consegue indicado, mas hora ou outra pôde ser uma opção…”).
Em fim… Desde 1997 quando me.formei,nunca fiz “troca casaca” sempre achei uma prática desonesta…
Em fim…
Não é só picaretagem…. É desonestidade….

Avatar
Macos natios 22 de agosto de 2021

Pq picaretagem quem ganha e só auto peças o mecânico só aconçelha o melhor pro cliente a mão de obra e o mesmo valor não entendi pq isso e uma picaretagem sendo que o único beneficiário e o cliente e a auto peças sem falar que a maioria desses rolamentos estão vindo com defeito muitos vindo da China e sendo embalado em cx de marca boa isso sim e uma picaretagem depois joga a cupa que o mecânico não sabe esticar uma correia na tensão certa sendo que a maioria dos esticadores são automático.

Avatar
Andre Cruz 22 de agosto de 2021

Estou pensando de dar de presente ao Boris um FIAT 147. Atualmente só encontro rolamento tensor com rolete de plástico da marca Cobra para o FIAT 147. Troquei à 5 anos, rodei só 5 mil KM é já está fazendo barulho. Um rolamento tensor ruim, mas é o que tem pra hoje. Tambem tenho medo das marcas chinesas que estão invadindo o nosso mercado de reposição e prejudicando as marcas de autopeças que atuam com seriedade no Brasil.

Avatar
antonio marcos da silva damas 22 de agosto de 2021

sem falar nos produtos falsos

Avatar
Fabio Nei 22 de agosto de 2021

Caro jornalista, caro leitor.
É de suma importância a substituição dos componentes integrados devido a vida útil dos mesmos.
Suponhamos que a troca da carreia de um carro “x” seja a cada 50 mil km ou 5 anos de uso (devido vida útil)
Seus componentes como rolamentos ( tensor) se encontra fadigado por sofre alta temperatura ao mais que durante a troca da mesma esteja em bom estado.
Dentro de pouco tempo o rolamento vai começar roncar . Consequentemente o proprietário do veículo terá mais um custo para desmontar e trocar novamente.
Isso se ao invés de roncar ele para de tensionar causando fadiga na correia nova diminuindo a vida útil dela
A substituição preventiva vai ficar muito menos de 30% que a corretiva.
Se uma correia dentada arrebenta ou até mesmo solta por conta do tensionador o prejuízo ultrapassará 1,800 isso o carro de manutenção mais simples .
Vale a precaução.
Sou mecânico da área. Dentro de 20 anos de profissão já vi de tudo um pouco .
Att Fabio Nei

Avatar
Herike 22 de agosto de 2021

Picaretagem é fazer um serviço pela metade ,trocando o kit o cliente sai da oficina com o serviço não 100% mas sim 1000%

Avatar
Luiz carlos serafim aragao 22 de agosto de 2021

BOM DIA GALERA SEMPRE TROCO,A PREVENÇAO FAZ PARTE.SEMPRE TIVE CARRO E SEMPRE TROQUEI, NAO ACHO QUE EH PICARETAGEM Ñ.

Avatar
Rogerio Ricardo de oliveira 22 de agosto de 2021

Eu também.sempre troco o.kite correia tensor bomba d água compesa custo benefício

Avatar
INA EZEQUIEL TROMBETTA 22 de agosto de 2021

Pra quem só fica na teoria não precisa efetuar a troca .
Esses cara não deve saber nem onde fica localizada o kit de sincronismo.
Um lixo de rolamento como por exemplo na Amarok que antes do km de troca estipulado pelo fabricante o rolamento já apresenta ruído gostaria de ouvir oque eles tem a dizer sobre isso? Se e só substituir a correia que o rolamento se repara sozinho?

Avatar
Rolibleckson 22 de agosto de 2021

Se o rolamento travar quebra tudo.

Avatar
Edmundo Júnior 22 de agosto de 2021

Ok!!!!Vou dizer uma coisa básica e simples.Vida útil..Casa automóvel roda na condição,calor,chuva,vento ,areia etc…Quem é o imbecil que vai concordar que se eu monto um conjunto com tensionador ,roletes e uma correria de borracha,se as peças não forem novas,não haverá prejuízo de vida útil para aquela que for nova???
Alguém já ouviu falar naquela história de calçar sapato novo com meia suja!!!
Boris sua intenção não é informação sabe qual é?
Causar!!!! Ridículo.

Avatar
Euller Soares Monteiro 22 de agosto de 2021

Edmundo Júnior… E eu trabalhei também os meus 15 anos dentro de oficinas e empresas de transportes…
Trabalhei dentro de transportadoras onde não só os caminhões mas os veículos batedores rodavam o Brasil todo…

Concordo plenamente com o Boris…

E se você realmente é um mecânico, já deve ter aberto algum rolamento após a troca do tensor…

De todos os que eu troquei durante minha vida na oficina, mais de 90% nem marcas tinham na pista de rolamento…

E você sabe bem o que uma parte desses rolamentos viram….

Viram aquelas peças que usamos pra fazer os “socorros”… Não é… (Prática usada por quase 100% de todas as oficinas…).

Avatar
dantas 22 de agosto de 2021

⚠É A LEI DO RETORNO..JUSTO🤑

Avatar
Luciano Romão Leite 22 de agosto de 2021

Deveriam eliminar a correia dentada dos motores,passar todos a corrente de comando, só quem já ficou na Estrada ou teve um problema desses sabe a dor de cabeça que ocasiona, arrebenta o cabeçote e lógico, o prejuízo nunca fica abaixo dos 2000 reais, você compra o carro e já tem que mandar trocar, pois muitas vezes em carros usados não se sabe quando foi trocado, sem contar que pode pular um dente da correia mesmo nova, como aconteceu comigo,depois não se sabe se foi o mecânico ou a peça que ocasionou…a questão de trocar o rolamento junto é aquela coisa,a mão de obra é a mesma, da trabalho e não é barato…se der B.O depois sempre o mecânico vai dizer que foi porque não trocou tudo novo.

Avatar
Cadmo 22 de agosto de 2021

Cara, não tem porque não trocar preventivamente uma peça tão barata, é aço e tal, mas rodou aí 50 mil km ou+ sem lubrificação como o motor tem interno, e com esforços sim!
É uma peça muito barata, que pode dar problema futuro, então porque não trocar preventivamente???? Eu já presenciei várias trocas de coreia preventivamente que o rolamento tensor e tal estavam ruins ou inúteis! Era visível o desgaste perto de um novo, alguns mesmo estando bons dava pra ver que o novo estava anos luz melhor

Avatar
Euller Soares Monteiro 22 de agosto de 2021

Cadmo… Os rolamentos tem lubrificação interna… Todos os rolamentos do tipo usado nos tensores, tem capa e contra capa, que mantém os rolamentos com sua graxa intacta por praticamente toda a vida do rolamento…

Se você presenciou troca de tensores com rolamentos ruins… Voltamos aqui à parte que o Boris comentou…
Mecânicos que fazem a substituição de maneira errada… Como comentei com outro colega aqui neste debate… Uma imensa parte dos mecânicos monta sim, o tensor com sobre-tensão o que não só provoca desgaste prematuro da correia, tanto quanto desgaste prematuro do rolamento.

Avatar
Armando 22 de agosto de 2021

Vai nessa , e tem também que trocar a engrenagem do eixo , não troquei isso aí ia ficar 400 , arrebentou a correia nova e , estragou as válvulas aí ficou em 3000

Avatar
Émerson 22 de agosto de 2021

Muito infeliz sua colocação dizendo ser picaretagem, se informe em campo antes de sair dizendo bobagens. Dar uma de reportagem automotivo é fácil, mostre para os leitores os reais acontecimentos dentro das oficinas especializada.

Avatar
Max Ferreira 22 de agosto de 2021

Parabéns pela matéria estilo doa a quem doer.

Avatar
Paulo Rodrigues 22 de agosto de 2021

Opinião é uma coisa…fatos geralmente são irrefutável. Se a verdade estivesse com o nobre colunista os grandes fabricantes Contitech, Schaffler, Dayco,Skf não estariam produzindo não só kits de Correia e rolamento como também kits de Correia, rolamento e BB. d’água. O que mais se houve nos balcões de Autopeças pelo país é “não precisa trocar isso ou aquilo” negligenciando a manutenção preventiva….reflexos talvez da mentalidade “levar vantagem em tudo” .
O brasileiro de hoje só é “apaixonado por carros” desde que ele não de despesas….por isso quando levam seus carros ao mecânico a situação já é de tal maneira comprometida que não resta ao profissional outra alternativa que uma troca completa de forma a garantir o bom resultado do serviço.

Avatar
. Brizola batista de campos domingos 22 de agosto de 2021

Eu sempre troco Coreia com rolamento ,se dono veículo não quer trocar já falo garantia kit não se fala mais nisso.

Avatar
Auriomar 22 de agosto de 2021

O carro e do cliente ele faz o q quer, depois só não pode e querer tirar dinheiro da oficina . Aí ele procura esse velho pra tirar dinheiro dele.

Avatar
Rodrigo 22 de agosto de 2021

Os tensor que ajustar automaticamente como o do Chevrolet Corsa.
Quebra também e o mecânico não tem nada a ver porque o mecânico não ajusta e esta matéria fala que e culpa do mecânico.
Isto não procede.

Avatar
Euller Soares Monteiro 22 de agosto de 2021

Rodrigo….
Quase todos tensores automáticos, são pré-tensionados pelo mecânico… …ou seja…. …ele pôde.sim em muitos casos colocar a Correia com excesso.de torque…

Ai vem aqui um monte de gente criticar um engenheiro mecânico e preparador de veiculos…

Espero que todos sejamos engenheiros pra poder contestar…

Eu já abri centenas de rolamentos trocados junto com as correias… Ao abrir… Dani nenhum existia neles… Ou seja… Substituídos atos…

Avatar
EDUARDO LOPES DA SILVA 22 de agosto de 2021

Bom dia, não acho que seja picaretagem e sim falta de conhecimento.

Avatar
Divino Limonta 22 de agosto de 2021

Sr. Boris…

Se queria causar, conseguiu.. kkk

Uma matéria dessa “desnecessária” mas se o intuito seria gerar repercussão, conseguiu, fora isso… Escolha melhor o que defender em tese, sem deixar em xeque a mão de obra de profissionais da mecânica.

Avatar
Ícaro 22 de agosto de 2021

Sempre acompanho o AutoPAPO, mas essa dica foi a mais pífia que já vi até hoje, pois, por exemplo temos o motor EA211 (VW) que além da correia e rolamento tensor, também é indicado a substituição da bomba d’água, isso é manutenção PREVENTIVA. são itens que não dá pra se dar o luxo de esperar dar defeito. E diversos fabricantes de correias já estão vendendo o kit completo. Então isso seria uma economia burra, vc economiza cerca de 60 a 200 reais num rolamento, e ali na frente vc tem um prejuízo de válvulas empenadas e correia partida.
Então meus amigos, a conta não fecha.
Até o título foi agressivo, chamar quem quer te tirar de um futuro prejuízo de picareta. Essa é uma palavra muito forte pra quem atua no ramo automotivo, transparece ao leigo, que nós somos “ladrões”.

Avatar
emerson alexandre novello 22 de agosto de 2021

Cara acho uma demonstração de falta de conhecimento, faço a inspeção do tensor e tricô só quando necessário, a anos é nunca tive problemas, engraçado uma matéria sendo escrita por alguém sem conhecimento de causa

Avatar
Guilherme Miguel Horvath 22 de agosto de 2021

É lamentável uma pessoa fazer uma matéria sob uma forte alegação dessas, chamar um profissional com vários cursos, treinamentos e palestras técnicas incluindo as próprias empresas de rolamentos e tensores e também fabricantes de correias de picareta ou picaretagem, nunca ouvi falar que um tensor suporta 300.000Km, é simples meu caro Boris, o fabricante se responsabilizando que o produto é para essa Km tudo bem, eu acredito que você não conheça nada sobre oficinas de reparação para fazer uma alegação dessas, você sabe o custo de uma reparação de um cabeçote? com 16V? em relação ao custo do Tensor? a grande maioria dos carros que chegam com avarias na correria e devido ao período de vencimento do material da Correia, mas em muitos casos é devido ao Tensor ou aos rolamentos de apoio principalmente nos modelos 16v que por desgastes desalinham a correia, fora ainda que todos os tensores com 40.000Km apresentam ruídos e o espurgamento de graxa pelos retentores, na minha opinião essa matéria não procede de forma alguma e ainda difama a imagem de todos os técnicos reparadores, Sr. Boris PICARETAGEM é cobrar um tensor sem o substituir!!!

Avatar
Cláudio José de Alencar 22 de agosto de 2021

Muito interessante o comentário do jornalista, que por sinal admiro muito, é fácil para o fabricante afirmar que se o rolamento vier a danificar o problema foi o mecânico, e o que dizer de um veículo que nunca havia sido trocado as correias e o rolamento deu problema ao 108 mil kms? Responde aí senhor jornalista. Eu como reparador e responsável pelo meu serviço, uma vez removida a correria também troco o tensor. Outro coisa, como avaliar a vida útil de um tensor? Girar com a mão próximo do ouvido? Ou deixar o carro parado na oficina por sabe-se lá quantos dias, e mandar o rolamento no fabricante pra ele avaliar?

Avatar
Paulo Cesar Ogrodowski 22 de agosto de 2021

E por qual motivo então que não tem garantia da correia dentada se eu fizer apenas a troca da mesma e não fazer a substituição do rolamento? Nem uma marca de correia me dá a garantia se eu não fizer a substituição do kit completo! Então é picaretagem dos fabricantes de correias e não do mecânico,pois caso contrário o mecânico tem que arcar com as consequências. A corda sempre arrebenta para o lado mais fraco no caso vai sobrar para o reparador.

Avatar
Eduardo Novoletti 22 de agosto de 2021

Porq a polia maluca do Ford Ka não dura mais de 6 mês, motor 1.0 ?

Avatar
Marcos bitelli 22 de agosto de 2021

BOM AE EU PERGUNTO SE JA ESTA MEXENDO PQ NAO TROCAR ??A MAO DE OBRA NAO MUDARA O VALOR ENTAO PQ VOU ARRISCAR ? JA ESTA MEXENDO COLOCO TUDO NOVO E MINHA GARANTIA DE FICAR BOM SEM PROBLEMAS SOBE

TEM JORNALISTAS Q NAO SAO MECANICOS NAO VIVEM O DIA DIA
MEU EXEMPLO MEU CARRO TA COM 155 MIL E O ROLANTO TA FAZENDO BARULHO DEVO RECLAMAR COM A FIAT? PQ NAO CHEGOU A 200MIL??

Avatar
Ernani martins 22 de agosto de 2021

Interessante que nos manuais manda trocar a correia dentada.
Mas porque avaliar só o tensor e a correia não?
Pois a própria correia poderia também durar mais, já vi muitos casos de correias que dobraram o tempo de uso.
Isso significa que muitas são trocadas antes do tempo sem necessidade, porque o manual manda.
Mas não é só porque o manual manda, mas troca-se também por PREVENÇÃO, mesmo aparentando aguentar o dobro de km.
Isso porque é muito difícil avaliar uma correia dentada.
Então o rolamento também troca-se por prevenção, mesmo que a promessa é que dure muito mais.
Porque esse cuidado em excesso com o rolamento, já que poderia durar muito mais?
Simples:
1- peças falsificadas no mercado
2- motor que trabalhou em condições incorretas em algum momento, afetando sua vida útil, como por exemplo excesso de temperatura, vazamento de óleo…
4- peças de má qualidade
5- peças com defeito de fábrica
6- possibilidade de causar ruídos incômodos num prazo anterior a próxima troca.
7- alto custo e dificuldade de mão de obra se comparado com valor da peça.
8- dificuldade em avaliar precisamente.

E ainda assim existe a possibilidade de avaliar hoje e estar bom, mas estará bom até quando? Pode ser que nos próximos 10 mil começa a vazar graxa. E aí?
Avaliação não é certeza que a peça não vá apresentar problemas a qualquer momento.
Quantas peças vemos que hoje está bom, perfeito, amanhã o carro para por defeito nela?
Não somos adivinhos, somos humanos com capacidade de avaliação de qualquer outra pessoa. O que usamos para avaliar num momento de um serviço desse? Os sentidos e nada mais.
Olha-se para o tensor, procura por vazamento de graxa.
Tateia por folgas, gira-se para ouvir barulhos e só.
Você confiaria nessa avaliação?
Eu confio, mas para aquele momento apenas.

Mas a solução para o assunto é simples:
Cliente não quer trocar, tudo bem, então que fique com responsabilidade, já que eu, mecânico, recomendo a troca.

E aí? Vai querer manter o tensor?

Avatar
Rodolfo 22 de agosto de 2021

Falou tudo!
Trocar correia dentada e não o rolamento é economia de palito e muito perigosa por sinal.

Avatar
Max da Costa 22 de agosto de 2021

O amigo se expressa muito bem.
Minha resposta teria sido bem grosseira.

Avatar
Wanderlei 22 de agosto de 2021

E vou além da troca do kit de Correia dentada trocaria também a polia dentada vira e do comando pois se você fizer um exame visual no tensor e nos dentes das polias vai constatar desgastes e aliás se o mecânico não sabe ajusta-lo pois a maioria dos tensores vem com setas e marcações que a próprio fabricante determinou

Avatar
Adalberto Donizete Marconato 22 de agosto de 2021

Meu Deus, que bobagem sua.
Você nao consegue comprar somente a correia ORIGINAL, JÁ VEM COM O TENSOR.
Outra coisa, caso o mecânico não trocar e estourar o rolamento, o fabricante que forneceu o rolamento a 4 anos atrás ou 60, 80 mim km atrás vai se responsabilizar ??????????????????

Avatar
Wagner da Silva 22 de agosto de 2021

Troquei só a correia dentada .
Na estrada travou o tensor.
Arregasou. Motor

Avatar
Silvio Rothert 22 de agosto de 2021

O jornalista esqueceu de comentar que o próprio grupo Schaeffler, através da marca Ina, comercializa o kit de Correia sincronizadora composto de Correia, rolamentos guia e tensor. O dito especialista mais gosta de polemizar do que informar.

Avatar
Wagner da Silva 22 de agosto de 2021

Tem que trocar tudo completo. Nada pela metade.
Rolamento também trava.
Porisso. Troque.

Avatar
Iomar Tavares 22 de agosto de 2021

Bom dia Srs eu particularmente tenho uma Corsa Max costume trocar o rolamento do tensor a cada duas troca de correi dentada. Consumo trocar entre 35mil km a 40mil km

Avatar
Vander Loureiro 22 de agosto de 2021

Vejo que são muitos picaretas pelos comentários! Trabalhei muitos anos com veiculos de mineração e trocávamos somente as correias avaliando os rolamentos e “nunca” tivemos problemas com rolamentos tensores…
Se preocupa com os rolamentos tensores mas se deve preocupar mais com as engrenagens que pir desgastes podem danificar uma correia prematuramente…

Avatar
gjarb 22 de agosto de 2021

vc trabalhou mais não era seu os veículos seu picareta.

Avatar
Euller Soares Monteiro 22 de agosto de 2021

Exato Vander… Eu trabalhei tanto em oficinas reparadoras (e concessionárias) quanto com manutenção em transportadoras… A prática de troca dos tensores, é sim na imensa maioria das vezes, desnecessária.

Trocam os rolamentos por ser algo fácil de embutir em cima do cliente.. Já a polia motriz (normalmente a que mais desgasta) já tive a infelicidade de pegar veículos que ela estava afiada como uma faca e cortando os dentes das correias com menos de 3 mil km.

Eu vivi isso dentro das oficinas…

Mecânicos que nunca usavam a ferramenta de pré-tensionar os rolamentos tensores, e diziam… …sou mais pré-tensionar com a “espátula ou com a chave de fenda”…

E jogam sempre a culpa na qualidade da peça ou outra desculpa… …nunca no erro dele ao executar um procedimento de manutenção completamente errado.

Avatar
Gervasio 22 de agosto de 2021

Quem fez essa matéria nunca entrou em uma oficina não sabe o que passa pra dizer que mecânicos não sabem trabalhar. Na teoria e coisa na prática. E outra. Vamos boicotar componentes dessa fabrica

Avatar
CIDEMAR ANTONIO DA SILVA 22 de agosto de 2021

Picaretagem e o cara colocar uma reportagem desta na hora que quebrar o senhor vai pagar o cabeçote e a mão de obra

Avatar
Vdbdbdbd 22 de agosto de 2021

Com certeza vc e mecânico kkkk

Avatar
Augusto 22 de agosto de 2021

Picaretagem é uma pessoa vir com uma reportagem dessa será que quando seu carro der problema por falta da troca ele vai te ajudar no custo do conserto. Pois por experiência própria carro com 100 mil km efetuei a troca na de 150mil km não troquei sai viajar na estrada o rolamento se rompeu e tive que retificar o motor por causa de um rolamento que eu quis economizar

Avatar
Felipe barbosa 22 de agosto de 2021

Muito bem falasse em km rodados, mas se esquece que o motor o desgaste dele e maior por funcionar por mais tempo e não rodar contar os km, exemplo quem mora em SP capital, que enfrenta muito trânsito desgaste e muito maior, quem é mecânico já deve ter pego da linha Renaut carro quebrando precocemente Correia dentada antes do prazo, enfim não acho picaretagem, o custo dos rolamentos perto do prejuízo é pequeno, e não falamos só de $$ mas sem de vidas que estão dentro dos carros, sempre zelamos para a vida dos nossos clientes.

Avatar
Alfredo 22 de agosto de 2021

Picaretagem é essa reportagem, que nem a norma atualizada informa. E não coloque a culpa no estagiário por favor.

Avatar
Ricardo Sousa 22 de agosto de 2021

Kkkk é igual tomar banho e não trocar a cueca…

Avatar
Júnior França 22 de agosto de 2021

O tensor da correia dentada é muito barato para tamanha questão, sou mecânico ha muitos anos e agora pense comigo: Se for efetuado a troca somente da correia e o tensor trava dando um prejuízo gigantesco ao cliente, como ficará a responsabilidade da garantia do serviço? Quem pagará pelo prejuízo do cliente? Ta na cara que quem fez a matéria é leigo no assunto e provavelmente é um mesquinho miserável que faz questão de não pagar por algo necessário! Não acreditem em tudo que leem, faça serviços de acordo com o seu proficional recomenda, pois ele sim entende de manutenção!

Avatar
THIAGO R NASCIMENTO 22 de agosto de 2021

Então quer dizer que a informação do fabricante está errado e a do “mecânico” tá certa? Então se o fabricante de óleo falar que a troca de óleo deva acontecer a década 5mil km e o vendedor de óleo falar…não, vc precisa vir a cada 1mil km pra trocar, o certo será o vendedor em detrimento ao fabricante? Me poupe, se rolamento é tão barato, comece a oferece como cortesia aos seus clientes.

Avatar
Jose Mario cunha 22 de agosto de 2021

É com frequência que ao desmontar um conjunto percebe-se que, o rolamento já apresenta sinais de desgaste.
Se uma determinada correia tem sua troca estipulada para 60000km,oriento o cliente que a substituição deverá ser feita, referindo-se a correia externa ao óleo.
O rolamento dificilmente resistirá mais 60000km.
Cada manutenção tem suas particilaridades.
Nossa profissão é composta porprofissinais de grande relevância socioeconômica,na sua imensa maioria profissionais sérios cientes de que são responsáveis por vidas a serem conduzidas.

Avatar
Rogerio 22 de agosto de 2021

O valor do rolamento é muito pouco para o dano que ele pode causar. Tem que trocar sim! E aproveitar e trocar também as outra correias e rolamentos existentes, isso se chama prevenção.

Avatar
Alexandre Magno De Souza Trindade 22 de agosto de 2021

Se arcarem com o prejuízo. Td bem.pois o conjunto já rodou mais de 50000km.fora o tempo q o motor trabalha.parado no engarrafamento. É uma economia idiota. Pois se o rolamento. Travar o prejuízo não fica pequeno. Dependendo do motor.nestes 45 anos de trabalho estou surpreso.nunca vi um absurdo deste.Ars servicos AUTOMOTIVOS.

Avatar
João bosco 22 de agosto de 2021

respeito a matéria mais acho que não seja picaretagem não,pois na grande maioria das vezes o rolamento tensor está fazendo barulho se eu deixar e montar assim,travando o rolamento e um rolamento desse travar quem vai dá a garantia?e se ficar fazendo algum tipo de barulho quem para a mão de obra para desmontar de novo?. trabalho a 33 anos no ramo automotivo e nunca precisei usar de picaretagem para ganhar o meu suado salário

Avatar
Ricardo Brunale de Andrade 22 de agosto de 2021

Não sabe nem escrever e quer pintar sobre uma peça que se não for trocada pode gerar um prejuízo alto. Lamentável essa matéria.

Avatar
Joao 22 de agosto de 2021

Falar e fácil teoria até o YouTube ensina vai na prática pra ver cada uma viu

Avatar
Jonas Macedo 22 de agosto de 2021

O problema é que os Picaretas ficam indignados quando são confrontados, eu tenho carro da mesma marca a 11 anos por andar muito em estrada de chão (terra) cerca de 200 dias por ano 86 km por dia fora as minhas viagens, todos os fins de semana 500 km para ir para cidade as sextas e voltar domingo, mais viagens longas em férias feriados prolongados etc,..! Resumindo ando 50 mil km ano em média, fico com carro 3 anos, e os últimos 2 carros que vendi com essa média de 150.000 a 160.000 não troquei tensor, somente correias a cada 40 mil por eu andar muito em estrada de chão, todas as minhas revisões são feitas por um mecânico de minha confiança, ou seja os rolamentos para mim duram sim, o último carro está com meu amigo de trabalho agora com 200 mil que ele vai trocar correia e tensor,..! Acredito que depende do veículo e tipo de condições de uso…!

Avatar
Evandro Mallmann Borges dos Anjos 22 de agosto de 2021

Boa noite.. Sou vendedor de auto peças e a gente aconselha a troca da correia dentada e tensor a cada 50 mil km, como manutenção preventiva. Ainda oferecemos a bomba da água por uma questão de economia na mão de obra. Tenho carro é não arrisco trocar só correia e deixar o tensor usado

Avatar
Diego Galdino 22 de agosto de 2021

Em mais de 15 anos de experiência em concessionária, a recomendação das montadoras em que trabalhei SEMPRE foi de realizar a troca da correia no prazo e km determinado e ANALISAR a integridade dos rolamentos tensores e caso encontrado avaria seria passado o complemento ao cliente. O número de rolamentos que apresentavam qualquer tipo de avaria era menor que 1%, sendo em quase sua totalidade realizada somente a troca da correia. O que acontece é que a grande maioria dos profissionais preferem realizar a troca de uma peça que não está em condições ruins para se isentar de uma análise minuciosa e correta fazendo o cliente pagar por isso. Esse mesmo princípio venho utilizando em minha oficina e vejam só, NUNCA tive problema qualquer serviço que foi trocado somente correia sem o tensor.

Avatar
Pedro Joel 22 de agosto de 2021

Foi a resposta mais sensata até o momento,pois as vezes tiram uma peça original (tensionador) e colocam uma paralela que aí sim sua quilometragem pode ser bem menor que a original, rolamento com problema avisa aparece barulho é só prestar atenção no som do motor só que muitas pessoas não se dão de conta.

Avatar
Paulo Cezar de figueiroa 22 de agosto de 2021

Picaretagem:são essas reportagens que agridem os profissionais da área, dando a entender que as oficinas são locais de picaretagem, a onde os donos de carros, vai ser roubados….trocou as correias é prudente trocar os rolamentos. Vamos a correia já rodou 50.00km,quem garanti que esse rolamento vai aguentar,mas 50.00km,…….vocês que fizeram essa reportagem?

Avatar
Joao 22 de agosto de 2021

Na hora da garantia chama esse pessoal que conversa fiado e só tem teoria nunca pegou em uma chave

Avatar
Francisco Guerra 22 de agosto de 2021

Concordo … Rolamento tem vida ultil conforme cada Fabricante troco correia por garante conforme garantia do veiculo .tensor nao que faz analise sou Eu .

Avatar
Wanderley oliveira 21 de agosto de 2021

Amigos mecânico tem razão todos que já vi rodar o que o fabricante pede o rolamento já tá ferrado

Avatar
Diogo 22 de agosto de 2021

É isso ai carros que na primeira troca de correia rolamento e bomba da água ja estão roncando isso com 50000km será que o rolamento vai chegar à 200000 ou 300000km?

Avatar
Roberto 21 de agosto de 2021

Concordo com o Boris! Não sejamos hipócritas, todos os mecânicos criam dificuldades para venderem facilidades. Não sou mecânico, mas tenho amigo mecânico que já me relatou as várias picaretagens feitas por mecânicos e oficinas. Sem contar as próprias fábricas e autorizadas, é olhar a matéria da quatro rodas sobre o Jeep Grand Cherokee, é só procurar no Google. Carro de R$ 390.000,00! Manutenção custa metade do carro. Se for trocar cada peça que pode haver desgaste melhor trocar o carro quando vencer a garantia.

Avatar
Bacher eletromecânica automotiva ltda 21 de agosto de 2021

Estou na área automotiva a 20 anos. Não concordo com a opinião do Sr Boris. Esses rolamentos esticadores que vem equipando os veículos não duram 200.000 kms. No máximo que vi durar um rolamento foi 90.000kms e depende do uso do veículo se urbano ou rodoviário. Então está matéria não procede me desculpe.

Avatar
Rafael castro 21 de agosto de 2021

Se o cliente chegar na oficina p revisão de correia ..eu vou trocar o casal (correia e rolamento)sim…e ainda vou detonar esse picareta q se axa jornalista automotivo…

Avatar
Ana 21 de agosto de 2021

Esse senhor está gahgah!

Avatar
Manoel Gouveia 21 de agosto de 2021

Caro Sr. Feldman. Devemos ter muito cuidado ao sermos veemwntes em determinados assuntos. Pela afirmaçao dada neste texto, pode levar o usuário a solicitar ao senhor o pagamento de uma retifica do motor em caso de quebra do rolamento do esticador da correia.

Avatar
ESTEVAO APARECIDO ROSA 21 de agosto de 2021

Boris um grande engenheiro com mais de 50 anos de rodagem na impresa automotiva, lhe respeitei muito como mecânico que sou agora você divulgar notícias que são falsas faz isso não compra a resolução da ABNT atualizada até porque na norma fala se pra substituir todos os assessórios que rodam com a correia dentada é tão barato a norma R$36.55 lê ela e depois pública as notícias

Avatar
RENATO CALIARI 21 de agosto de 2021

Simplesmente ridículo, adoro quando chega dono de carro mecânico de YouTube com o carro todo lascado, aí é a hora que eu meto o ferro, esse tipo de desinformação nunca era pra ser feita. ” A troca o tensor que no Boris falou que não precisa” aí quando bater seu motor o Boris vai te dar outro… Comédia que gosta de mídia..

Avatar
Sérgio malandro 21 de agosto de 2021

Então este fabricante deve ser muito mal caráter e ainda continua a fabricar a correia e o tensor…né…ou ele já deve estar quebrado na vida.

Avatar
ANDERSON DE OLIVEIRA 21 de agosto de 2021

300 mil km e um carro que roda em grandes centros,que passa com o motor ligado,alta temperatura,roda pouco mas fica muito tempo ligado,coloca as horas de trabalho também, explica que mecânico não tem bola de cristal pra ver quando o rolamento foi trocado,tensor tem mola também e essa sofre desgaste, faça uma matéria explicando isso e não chamando quem tá todos os dias tendo que aguentar os mecânicos de curso do Google,na teoria tudo funciona,na prática se estourar a culpa é do reparador.

Avatar
Sidnei 21 de agosto de 2021

No manual pede-se que seja trocado aos 50.000 km,o custo-benefício não compensa arriscar,a alta temperatura do motor resseca a correia , aparece trincas que podem Romper a qualquer momento ,vida útil do rolamento também é comprometido ,o tensor perde eficácia , agora ,quanto se gasta pra refazer um motor??

Avatar
JOSÉ VANDERLEI VIEIRA 22 de agosto de 2021

É isso mesmo

Avatar
Ademir Santos 21 de agosto de 2021

K 3 cilondros dura 200mil km kkkkkk vai nessa ate mesmo este frabricante ai vende kits entao esta materia e horivel nao entre nesta ladainha teoca tudo e pronto

Avatar
André Oliveira 21 de agosto de 2021

Stanislau Ponte Preta escreveu a obra literária FEBEAPÁ (Festival de Besteiras que Assolam o País). Provavelmente tal obra literária só foi suplantada pelo texto acima… quanta bobagem junta! Não bastasse as outras já publicadas, bem como a insistência inócua na “empurroterapia”… Queria ver se o autor, Sr Boris (nome de russo bêbado) troca a correia dwntada dos seus carros sem realizar a troca do tensionador… ora bolas…

Avatar
Rubens 21 de agosto de 2021

Resumindo se vc não trocar o rolamento e der problema e o mecânico o culpado pois a estalacao incorreta apertado de mais ou frouxo.De picareta vai de incompetente será que vc Boris vai fazer em seu carro

Avatar
Rafa Macedo 21 de agosto de 2021

Vai nessa de não trocar o rolamento…
E outra, aproveita a mão de obra e nem fica assim “coisa de outro mundo” trocar o rolamento junto!
Melhor trocar e ter mais paz…

Avatar
Lucas 21 de agosto de 2021

Crítica construtiva: Com todo respeito Boris, mas percebo, não é de hoje que tuas matérias tem por objetivo massagear o ego de quem quer “economizar” em seus carros. Agora essa matéria foi a gota da água. Realmente o senhor não está buscando fatos em suas matérias e sim agradar leitores. Isso é uma armadilha. Do meu ponto de vista o senhor perde a credibilidade com esse tipo de matéria. Economizar sim mas deixar o leitor causar um dano em seu carro por ser influenciado por uma opinião não técnica sobre um assunto, acho falta de profissionalismo. Com todo respeito.

Avatar
Giordano Rodrigues corradi 21 de agosto de 2021

Quando se fala em avaliar,deveria colocar o protocolo,norma e forma de avaliar corretamente o rolamento, pois ficou subjetivo e se der problema a culpa será do aplicador,o tensor tem um valor muito baixo em relação ao dano que pode causar
Faça a matéria com dados e informações
Seja um pouco mais responsável ao chamar um profissional de PICARETA

Avatar
Clauciano Nunes. 21 de agosto de 2021

Concordo plenamente com você!
Pois mesmo que o rolamento seja fábricado para durar 300.000 kms, mas o certo e o correto é trocar junto com a correia.
Até mesmo porque ele sofre muito com o esquenta,esfria do motor!

Avatar
RICARDO TRINDADE BRANKOWSKI 21 de agosto de 2021

Problema não é só o tensor apresentar defeito e quebrar, anres dos 100 mil kmo rolamento ja secou e começa a fazer barulho, fora que o custo não é alto não justifica uma economia porca pra um risco consideravelmente alto.

Avatar
Eric Yamamoto 21 de agosto de 2021

300mil??? Kkkkkk… Carro com 60mil, o rolamento fazendo barulho,travando, jogando a correia pra fora ou pra dentro. O cara quis comparar um tensor da correia com um rolamento de roda na outra matéria e vem com essa agora… Kkkkk…

Avatar
SIDNEI ROSA DOS SANTOS 21 de agosto de 2021

Toda troca de correia dentada sim tem que trocar o rolamento tensor. Aí não né Boris que pena sempre levo sua opinião em consideração dessa vês não dá.

Avatar
Sebastião Borges dos Santos 21 de agosto de 2021

Sou muito favor! Porém quero ressaltar sobre os veículos da Renault.
A Renault instala rolamentos de baixa qualidade em alguns componentes. Como marca NTN e Koyo no alternador, diminuindo a vida útil do alternador. Pode tb estar instalando no tensor da correia.
É possível essa msg chegar até a Renault?
Eu já questionei isso em concessionárias,mas de nada adianta?

Avatar
Alzemiro Borges Neto 21 de agosto de 2021

Fazem uma matéria sem ao menos consultar a norma ABNT atualizada… Quanta desinformação junta em apenas uma matéria…

Avatar
Diego 21 de agosto de 2021

Isso e novo pra mim , trocar tensor a cada 300 mil kkkk, sendo que o próprio pó de desgate da correia já e o suficiente pra danicar o rolamento, pra mim e indiferente , quem manda e o cliente , eu apenas sugiro .

Avatar
Sebastião Borges dos Santos 21 de agosto de 2021

Na msg diz para avaliar!

Avatar
Diego 21 de agosto de 2021

A gente avalia meu rei , ninguém tem bola de cristal não para prever quando vai travar o tensor…

Avatar
Eu 21 de agosto de 2021

.

Avatar
Beatriz 21 de agosto de 2021

E assim se vai mais um motor, kkk.

Avatar
Francisco José silva 21 de agosto de 2021

Picaretagem e o que estão fazendo com nos mecânico e que temos que fazer malabarismos diariamente com esta peças fajuntas que são vendidas nessa autopeças aí assim vocês deveriam dar um olhada não falar dos mecânico a final tem carros quebrando correias dentadas com 40 mil quilômetros

Avatar
Tiago 21 de agosto de 2021

eu não troco somente a correia dentada agora se o cliente preferir ele tem que se responsabiliza por qualquer danos posteriores isso aí é como tomar banho e não trocar a cueca kkkkkk

Avatar
Rodolfo 21 de agosto de 2021

Exatamente!

Avatar
Ney Roberto David 21 de agosto de 2021

Vc foi no ponto certo, ê bem isso mm

Avatar
Humberto cesar luciano 21 de agosto de 2021

Discordo porque o tempo de uso da correia é mesmo do rolamento e alguns casos ele trava OK.

Avatar
Alexandre 21 de agosto de 2021

Caro Boris….

Vou dar minha opinião de Estudante de engenharia e tbm (principalmente), de técnico de automóveis ou mecânico ou qualquer nomenclatura equivalente.

É sabido que um rolamento que não sofra impactos e nem esforços axiais (como bem disse) é para ser capaz de suportar mais de 200mil km, e que tensão errada compromete profundamente levando a quebra e etc e tal, pois é, é verdade e eu concordo, porém!… como técnico de reparação independente e inclusive de uma autorizada da Ford há alguns anos atrás eu discordo em vários pontos de sua matéria…

1° – O senhor ñ acha curioso e contraditório a fábrica tão bem elogiada pelo senhor, dizer que não há necessidade do rolamento, apenas trocar a correia e etc, maaaas, pq motivo ela mesma, sim a INA, vende o seu famoso “Timming Belt kit” que é composto justamente de “correia + tensor(rolamento)”!?.Devo ligar para o respectivo Sac deles e dizer que estão agindo de má fé para conosco,então?

2° – Já que tensor só falha, (segundo oq o senhor disse) por má instalação de nós técnicos e que inclusive em alguns casos deve-se até girar o virabrequim em sentido “anti-horário”. Me diga em qual Literatura de serviços e de preferência também a seção, o senhor extraiu essa informação, pois eu tenho acesso à uma certa gama de literaturas de serviços técnicos e até o momento só achei dizendo o seguinte: “Deve-se sempre girar o eixo virabrequim em sentido HORÁRIO”, e pelo menos no meu caso eu posso citar as literaturas com as devidas seções elaboradas por FABRICANTES DE MOTORES. Será que devo notificar por email que coencidemente todos eles estão errados e que na verdade há alguma exceção?

3°- O senhor sempre menciona o uso severo como condição ou fator determinante para reduzir a vida útil de determinado componente. Hora, sejamos sinceros, há condição mais severa do que as das nossas estradas/rodovias/ruas e trânsito do nosso país?, isso sem falar dos motoristas que são adeptos à “dar banguela”, será que todos eles quando chegam à uma oficina dizem oq realmente fizeram?, me diga de maneira pragmática como saber se não há um pequeno vício oculto, não digo não só no bendito rolamento, mas na sua estrutura como um todo, talvez no monento da inspeção, imperceptível, porém na prática… O senhor bem sabe que a composição dos metais que compõe o seu bendito rolamento são diferentes dos que compõe o suporte/estrutura do mesmo, não é!?.

4°- Ka e Onix possuem correias banhadas em óleo e duram mais de 200mil, no ka a ford diz que dura 240mil e só é possível essa proeza devido à um tratamento de aramida líquida na correia, tecnologia da Dayco inclusive, e que obviamente está banhada em óleo, ou seja, imagina-se que ao menos não há contaminação com minérios que possam proporcionar abrasão. Tudo isso é sabido. Mas será que todos os motores comercializados são iguais aos dos Ka e ônix?.

5°- Todas essas pessoas que o senhor consultou, será que ao menos uma só vez, já pegaram seus próprios carros (os que são correias obviamente),e substiruíam para tirar suas próprias conclusões?, ou tudo é embasado apenas em cálculos e teorias de quem só viveu o ramo da engenharia?

Há possível falha de material, sim.
Há possívelfalha no procecimento de instalação, sim.
Há falha de comunicação entre fabricantes e oficinas e consequentemente consumidores,Sim e muito!.

Como futuro engenheiro e como técnico/Mecânico e como consumidor, o que eu penso é o seguinte. TUDO deve haver o BOM SENSO. arriscar um motor de mais de 10k por um rolamento de em média 90R$, tendo em vista “N” possibilidades que podem mudar totalmente o rumo das coisas, será que realmente é justo, ético e correto?, sinceramente,acho que não.Pense nisso.

Avatar
Valdemir 21 de agosto de 2021

TROQUE A CORREIA DENTADA,O TENSOR,O ROLAMENTO,O ÓLEO DO MOTOR E O FILTRO,O ÓLEO DE FREIO,O ÓLEO DO CÂMBIO ,O DA DIREÇÃO HIDRÁULICA,COLOQUE ADITIVO PARA RADIADOR AO INVÉS DE ÁGUA DA TORNEIRA,VERIFIQUE O SISTEMA DE FREIOS.
SEJA DONO DO SEU CARRO E NÃO SÓ UM MOTORISTA,E SEJA FELIZ😉

Avatar
Ricardo Pereira Barros 21 de agosto de 2021

Isso é uma vergonha Boris!!!! Kkkkkkkkkk

Avatar
guto 21 de agosto de 2021

Só deu mecânico, aqui nos comentários kkk

Avatar
Irineu 21 de agosto de 2021

Aew tu não troca o tensor algo que fica exposto com a correia e por nada tu toma na jabiroka,kkkkk

Avatar
Euller Soares Monteiro 22 de agosto de 2021

Irineu…. Onde e em qual marca de veículos que o tensor e a correia ficam expostos???

Ou você é daqueles mecânicos que tiram a capa protetora, pintam ela de verde e jogam no mato???? kkkk

O autor do texto além de engenheiro é preparador de motores, foi piloto e em fim, tem décadas só dedicado ao automobilismo…

E você? Tem ao menos um cursinho de mecânica?

Avatar
Paulo Miranda Lima 21 de agosto de 2021

Como uma pessoa que acha que entende de carro fala uma estupidez destas.
Amigo vá assistir o MAIS VOCÊ com Ana Maria Braga e vai aprender a fazer Bolo ou Macarronada.

Avatar
Ney Roberto David 21 de agosto de 2021

Pode ser reprovado até no + vc kkkkkll

Avatar
Marcello 21 de agosto de 2021

Esse boris e lunático cada dia pior nos seus comentários e dicas conselho corram dele kkkk.

Avatar
MARCIO APARECIDO CREPALDI 21 de agosto de 2021

Boa tarde… Faça um trabalho completo de entrevistas de publicar sua própria versão. Sugiro ter a mesma disposição pra entrevistar todos os fabricantes de correias e rolamentos que vendem “kit” correia dentada + rolamento tensor. Quem sabe assim você seja mais honesto com o público leitor?

Avatar
PEDRO CARLOS DE FARIA PINTO 21 de agosto de 2021

Tenho uma Spin 2013 com 130 mil km e já troquei a correia duas vezes sem precisar trocar o rolamento tensor. É como disse o fabricante, basta acertar a tensão da correia.

Avatar
Marcos Ribeiro weber 21 de agosto de 2021

Tbm tenho uma spin 2013 troquei duas vzs,mas troquei os tensores tbm

Avatar
Pedro Carlos de Faria Pinto 23 de agosto de 2021

Quantos km tem sua Spin??

Avatar
Everton Wudarski 21 de agosto de 2021

Quem fez essa matéria já trocou correia dentada? , então pega uma Amarok usada no campo aí quero ver se troca o kits completo ou não, aí no campo e outra coisa , agora vem dizer que e incompetência de mecânico , da licença

Avatar
EU 21 de agosto de 2021

Não precisa apelar, Amarok e Campo não poder estar na mesma frase.

Avatar
Ney Roberto David 21 de agosto de 2021

Comentários de quem fica atrás de uma mesa no computador, não levo em consideração, estão querendo jogar p/ os mecânicos a péssima qualidade de peças desses fabricantes, q tiraram qualidade dos materiais p/ terem + lucro , c/ certeza nunca trabalhou c/motores. Tô nem ai eu troco sempre o kits compl. Já q a garantia vai ficar por minha conta, e sempre falo p/o cliente trocar antes da km recomendada.

Avatar
Jeann Chrystopler 21 de agosto de 2021

Falou que a culpa é dos mecânicos terem má fama , a culpa é de quem não sabe se expressar direito e cria um universo de dúvidas ao invés de esclarecer e generalizada sem saber , fazer uma matéria dessa e ainda querer discutir achando que sabe mais que todo mundo aqui … Fim do mundo mesmo

Avatar
Edson 21 de agosto de 2021

Sou mero consumidor de serviços mecânico, cabe ao cliente a decisão final sobre a troca do rolamento, mas com certeza uma tremenda burrice optar somente pela troca da correia considerando o custo benefício do serviço.
As duas vezes que precisei fazer esse serviço, troquei o kit completo conforme orientação do mecânico (de confiança).

Avatar
Junior castro 21 de agosto de 2021

pois bem…entao pra que q os FABRICANTES DE CORREIA DE SINCRONISMONDE MOTOR..ja faz a venda casada como kit de coreeia de sincronismo….fala uma coisa e quer agir com outra….

Avatar
Hector 21 de agosto de 2021

Isso que dizer que as montadoras, as quais indicam a troca da correia e do tensor nos seus manuais também são picaretas? Manuais que convenhamos são escritos acompanhando os testes de pessoas que projetam e que entendem sobre a aplicação de cargas em serviço. E não por pessoas que nunca projetaram nada, mas que diz ir atrás de informação. Diploma sem aplicação não diz nada. Para ter competência na área é preciso trabalhar e não ficar atrás de uma tela. Acredito ser interessante o senhor relembrar mecânica dos fluidos, resistência dos materiais I e II, vibrações, elementos de máquinas e projetos I e II. Para ai sim o senhor acompanhar o trabalho dos fabricantes de componentes automotivos e quem sabe participar de teste instrumentados.

Avatar
EU 21 de agosto de 2021

Aí que tá o BO, somente a VW em alguns manuais recomendava a troca, todas as outras recomendam “conferir e ajustar”. A correia sim todas recomendam a troca com determinada km.

Avatar
Euller Soares Monteiro 22 de agosto de 2021

Hector… E dai?… O Boris não é só engenheiro… quantos anos ele tem dentro da oficina??? Eu mesmo já fiz serviços em oficina que tinha parceria com ele (décadas à traz…), também tenho os conhecimentos de mecânica dos fluidos, resistência dos materiais e inclusive já trabalhei dentro de uma montadora… …concordo com 90% de tudo o que o Boris disse. Ele falou a verdade, doa a quem doer….
As fábricas, antes de lançar um veículo fazem testes extremos com os veículos, desmontam e observam os desgastes… E ai vem aqui, os mecânicos que nem a “ferramenta de montagem do rolamento tensor” usam (90% usam uma espátula ou chave de fenda), vem aqui falar que a matéria e quem criou a matéria estão errados…

Dos meus 15 anos dentro da oficina, uns 1% (um pouco mais ou um pouco menos) dos rolamentos de tensores tinham algum desgaste e eu já trabalhei em concessionárias, “boquetas”, garagens de ônibus, transportadoras… Em fim… Do veículo do “seu Zé” que só rodava fins de semana à frotistas que rodavam mais de 150mil ao ano, eu vivi disso tudo… Já retifiquei motor de carro, mas o rolamento do tensor estava sem desgastes… Incrível não…???

Avatar
Samarone Antunes 21 de agosto de 2021

Brasileiros não cuidam bem dos carros, peças caras, mão de obra cara, mecânicos despreparados (não todos), quando vão comprar pastilhas de freio pedem a mais “barata” na troca de óleo pedem o mais “barato”, o mecânico cobra 250 ele oferece 200.
Resumindo a historia no Brasil tudo funciona diferente, cada um deveria ter um mínimo conhecimento pra tomar as próprias decisões e assumir o risco.

Avatar
Rodolfo 21 de agosto de 2021

Imaginem a hipótese de o cliente assinar um termo de isenção de responsabilidade caso a correia dentada arrebente devido a não troca conjunta do rolamento com a correia. A quem recorrer agora sendo que foi assinado o termo de isenção de responsabilidade?
Preço do tensionador X, retífica de cabeçote, troca de válvulas, balancins, comando, pistão e etc, 10X ou mais dependendo do modelo do carro. Isso é economia de palito!

Avatar
Reginaldo 21 de agosto de 2021

Picaretagem é essa matéria

Avatar
Ludwig Von Drake 21 de agosto de 2021

Acusa sem provas? Parece um capitão…
Apresente seus argumentos, e SE eles forem convincentes, então poderá quem sabe merecer algum respeito.

Avatar
Daniel magno 21 de agosto de 2021

O tensor e eterno não precisa trocar.
Somente quando o tendo que e nada mais que um rolamento travar e quebrar a correia dentada.

E o cliente ficar no prejuízo.

O fabricante vai te dar outro motor?

Avatar
Ludwig Von DRake 21 de agosto de 2021

O tensor é eterno? Tenho uma novidade para você: Não, ele não é eterno. Dura bastante, mas não é eterno. Duvida? Pergunte ao fabricante. Ou melhor, leia a matéria, onde essa pergunta foi feita e respondida.

Avatar
Daniel magno 21 de agosto de 2021

Boa tarde ! Para vc falar isto deveria não só desenhar um automóvel mas sim fazer a revisão.

Se a correia geralmente se troca com 70.000 mil km o tensor se não trocado vai dobrar o km .

Isto e um rolamento que trabalha com lubrificante.vai perder a lubrificação e travar automaticamente.

Avatar
Ludwig Von Drake 21 de agosto de 2021

Não necessariamente. Se o rolamento a princípio pode tranquilamente rodar no mínimo 200.000 km e tipicamente 300.000 km, (aliás, 70.000 mil como você escreveu, dá 70 milhões de km, ok?), pode tranquliamente durar o equivalente a 4 correias dentadas (3 trocas), desde que a manutenção seja feita corretamente. Ele só vai “perder a lubrificação e travar automaticamente” se a manutenção for deficiente.

Avatar
Ricardo Soares de Souza Filho 21 de agosto de 2021

Podiam questionar o fabricante da graxa que vem no rolamento lacrado,se tem durabilidade de 200 ou 300 mil km, trabalhando no rolamento parafusado no bloco do motor, em ambiente aquecido. Nem a NASA.

Avatar
Eder 21 de agosto de 2021

Já vi gente remover o plástico do rolamento e colocar óleo grosso 80

Avatar
Wilton Majella 21 de agosto de 2021

E mesmo? Faz o seguinte, assim que vcs forem trocar a correia,fala pro fábricante fazer uma garantia que o tensor vaí rodar até a próxima troca,com um mercado que só tem peças que são um lixo, onde quem perde e o cliente, bora lá atender os fabricantes, ótimo prós mecanicose!

Avatar
Claudio 21 de agosto de 2021

O tensionador da correia dentada é tão barato perto da manutenção corretiva causada por atropelamento de válvulas e sua frequência de trocas é tão baixa que não há motivo para querer fazer essa economia porca de querer trocar somente a correia e manter o tensionador.

Avatar
Claudio 21 de agosto de 2021

Economia porca..igual trocar o óleo a cada 10 mil km e o filtro a cada 20 mil km

Avatar
Mario Rodrigues Baptista filho 21 de agosto de 2021

Como isso tenho quarenta anos de oficina já mitos muitos rolamentos desmontar antes da troca da próxima troca da correia sugiro colocar na caixa da correia o aviso não precisa trocar o esticador não comercializar o kit.

Avatar
EU 21 de agosto de 2021

Se você é mecânico a tanto tempo, então tem parte de culpa na má fama dos mecânicos brasileiros.

Avatar
GILBERTO DOMINGOS BENICIO 21 de agosto de 2021

Trabalho como mecânico a mais de 20 anos e a primeira vejo alguém fala uma besteira dessa não sei aonde que chegar

Avatar
EU 21 de agosto de 2021

Se você é mecânico a tanto tempo, então tem parte de culpa na má fama dos mecânicos brasileiros.

Avatar
Ludwig Von Drake 21 de agosto de 2021

Então você provavelmente não tem confiança na qualidade do próprio trabalho, certo? Eu por sorte tenho um mecânico competentíssimo e já tive um carro onde troquei a correia por duas vezes (a primeira na garantia, a segunda no mecânico), Ele examinou o rolamento e disse que estava em excelente estado, e nao trocou. A pessoa que comprou meu carro depois me disse que ao chegar a terceira troca, também trocou o rolamento, mas o mecânico dele até comentou que talvez nem precisasse. Então… tire suas conclusões.

Avatar
HUGO LEONARDO RODRIGUES PASCHOALIN 21 de agosto de 2021

Nunca vi tanta bobagem em uma reportagem.
Para o senhor Boris tudo que se faz em uma oficina e picaretagem.
Para ele um rolamento de correia tem que durar 300 mil km se não a culpa e do mecânico.Queria ver ele trocando correria e repetindo rolamento velho assumindo riscos de ter problemas, só fala isso porque não está lá trocando nada quem não assume responsabilidade por serviço nenhum pode falar a bobagem que quiser mas praticar e outra coisa.

Avatar
Ludwig Von Drake 21 de agosto de 2021

Sugiro que o Sr. se candidate a substituir o Sr. Boris, já que parece entender mais do que ele.

Avatar
Jorge Luiz da Silva Conceição 21 de agosto de 2021

Parabéns para todos reparadores, nenhum fabricante vai se responsabiliza por Essa fatalidades, com respeito a esses fabricantes, qualidade dessas peças está fora do controle

Avatar
Guilherme 21 de agosto de 2021

E agora me diga quando o rolamento já está fazendo barulho não se deve trocar não ?

Avatar
Ludwig Von Drake 21 de agosto de 2021

Sim, é recomendável trocar o quanto antes nesse caso. Mas o que tem isso a ver com o assunto do texto?

Avatar
Neir 21 de agosto de 2021

Picaretagem é uma postagem como esta que induz o proprietário ao erro e a prejulgar os profissionais capacitados que trabalham correta e honestamente.

Avatar
Fernando B 21 de agosto de 2021

Trocar a correia e manter o tensor é a mesma coisa de trocar o óleo e manter o filtro. Economia porca que compromete (e muito) a manutenção do carro a médio prazo. Aliás, tenho lido umas matérias sinistras nesse site ultimamente.

Avatar
Euller Soares Monteiro 22 de agosto de 2021

Sr Fernando B… Que eu me lembre ( foram só 15 anos na mecânica…) Filtros de óleo, se trocam uma troca sim, outra não ( praxis dentro da oficina)…

Mas como os “mexanicos” de plantão daqui, também com certeza fazem parte daqueles que te induzem à trocar o óleo à cada 5mil km, sem nem entenderem quais os aditivos são usados nos óleos atuais, em fim…

Em fim, só quem realmente estudou mecânica, sabe e conhece a complexidade do tema acima…

Avatar
Fernando B 24 de agosto de 2021

Euller, a questão é o valor. Um filtro de óleo custa 20, 25 reais (se tanto). Não compensa deixar um filtro usado, haja vista que o mais pesado financeiramente na troca de óleo é o próprio óleo.

Avatar
Jeann Rodrigues 21 de agosto de 2021

Picaretagem e deixar o rolamento usado , troca preventiva e melhor que a corretiva , o rolamento não aguenta a vida útil de duas correias , estudos feitos dentro de uma sala com um monte de estagiários é uma coisa , pegar um carro de uso do dia a dia do seu Dirceu que anda na estrada de pó direto , quero ver não trocar o rolamento tensor , seco e cheio de pó fazendo barulho , teoria é diferente do que na prática …
Grande matéria , quem fez compra um 16v , 20v ou 24v e troca só a correia , arriscando com tensor velho que custa bem menos que o estrago no cabeçote …
Aí vai falar que o mecânico tinha que ter visto o tensor .
Fiquei indignado , este tipo de matéria cria uma imagem generalizada dos mecânicos que evitam futuros prejuízos para o cliente e é chamado de picareta .

Avatar
EU 21 de agosto de 2021

Mas essa imagem de mecânico picareta vem de muitos anos atrás e adivinha de quem é a culpa.

Avatar
Jeann Chrystopler 21 de agosto de 2021

A culpa e de quem não sabe se expressar direito e cria um universo de dúvidas ao invés de esclarecer , aqui não amiguinho já dei muita aula para engenheiros experientes . Cada um na sua profissão , tem que fazer certo , o mínimo seria passar uma informação correta .

Avatar
Rogério Nantes 21 de agosto de 2021

Muito tendenciosa a matéria… Tenho um centro automotivo e em hipótese alguma troco só a correia dentada… Troco o kit correia e tensor… É uma manutenção preventiva… Já aconteceu 2 casos de carro de cliente na faixa de 60 mil km que arrebentou correia dentada por ter travado o tensor.

Avatar
Rogério 21 de agosto de 2021

Se um carro que a troca de correia dentada e pra ser trocado com 80 mil km como não trocar o tencionados se os dois trabalham e conjunto como isso é picaretagem faça um favor em

Avatar
Ludwig Von Drake 21 de agosto de 2021

Muito simples, são componentes diferentes e com expectativas diferentes de vida útil, desde que utilizados da forma correta e desde que a manutenção também seja feita da forma correta. Você troca os pistões quando troca as velas? Ué, eles também trabalham em conjunto. Pela sua “lógica”, deveria trocar também… não é?

Avatar
Tiago de Melo Montechessi 21 de agosto de 2021

Boris, abra uma oficina já q sabe tanto de carro 👍

Avatar
Paulo 21 de agosto de 2021

Meu GM Zafira tem 2 rolamentos, um para cada correia. Recentemente o da correia de acessórios falhou e estava encostando na lateral da correia, que já tinha perdido 1/4 da largura. O tensor tinha uns 200 mil. Acho que “nem 8 nem 80”. Vou adotar a troca a cada 2 trocas das correias.

Avatar
diego 21 de agosto de 2021

boa tarde pessoal, conforme sr. Boris publicou a matéria , para este “GRANDE fabricante ” nossos serviços preventivos são reconhecidos por eles como “picaretagem”, a empresa Schaeffler fabricante das marcas INA e FAG concorda com essa “Grande Materia” ,possuo algumas oficinas e ja adianto que essas marcas deixaram de fazer parte do meu estoque,total desrespeito, lamentável ….

Avatar
Ney Roberto David 21 de agosto de 2021

Certíssimo, muito bom.

Avatar
Felipe Dias Barrerro 21 de agosto de 2021

Que matéria capciosa, por acaso quem a escreveu já passou o dia dia de uma oficina?
Rolamentos com 50 mil km jogando graxa pra fora, contaminados de óleo de motor que vaza, quase sempre de retentores e junta da tampa do comando.
Outra coisa, se é picaretagem, porque a própria Schaeffler vende o kit de correia, com rolamentos tensor e de apoio, e até os parafusos de fixação, e ainda afirma no manual que todos eles devem substituídos?
Enfim, muito mais dúvidas do que respostas

Avatar
Ocimar Silva 21 de agosto de 2021

E quando o rolamento travar fazendo a Correia partir. Quem vai cobrir a garantia? Não tem a menor noção essa matéria. Já vi casos do Tensor estar em bom estado. Mas quem irá garantir que ele irá aguentar mais 40mil km? É a economia mais porca que pode ser feita.

Avatar
Rafael Sotto Henriques 21 de agosto de 2021

Já está na hora de se aposentar….como pode falar tanta asneira e sem nenhuma vivência de oficina…

Avatar
Antonio Forte 21 de agosto de 2021

Gostaria de manifestar a minha opinião. Pessoas que tem oportunidade de divulgar publicações com esta deveriam ter muito cuidado com as informações pois o publico normalmente acredita.Ser categórico em afirmar que é picaretagem deveria ser no mínimo com mais cautela. Outro ponto é que na matéria existem erros técnicos. O rolamento tensionador da correia dentada realmente não sofre esforços axiais, mas esta entre parênteses que seriam esforços laterais, isto esta errado esforço axial é no sentido do eixo de fixação do rolamento e os radiais ou laterais seriam esforços a que este rolamento é submetido. Sou engenheiro mecânico e proprietário de uma BOSCH Car service com mais de 30 anos de experiência neste setor e discordo da matéria. Não é picaretagem trocar o rolamento junto com a correia, isto é preventivo. Na matéria é colocado que os profissionais trocaram o rolamento somente por ganho financeiro e que o desgaste prematuro do rolamento se daria pela regulagem errada por parte dos mecânicos os dois estão errados o custo do rolamento é pequeno o que não gera lucro e os mecânicos estão cada vez mais indo atrás de conhecimento técnico. Se a fabrica foi categórica que o rolamento dura de 200 a 300 mil km então que incluam esta informação no certificado de garantia se responsabilizando por qualquer dano causado por sua quebra. Lamentável este tipo de públicação pois não contribui em nada,pelo contrario só prejudica a execução de um trabalho correto e com garantia. Pense melhor nas próximas publicações.

Avatar
PEDRO WERNEK DE CASTILHO JUNIOR 21 de agosto de 2021

Perfeito…

Avatar
Gilmar Ferreira Azevedo 21 de agosto de 2021

Excelente sua colocação e explicação, verdade, economia porca.. não sou mecânico e sim dependente de vocês, o assunto acaba gerando uma certa desconfiança quando formos fazer algum serviço com vocês, essa matéria infelizmente não foi muito bacana. Obrigado pela explicação Antônio… parabéns.

Avatar
Euller Soares Monteiro 22 de agosto de 2021

Caro Antônio Forte, revise o texto do Boris… A afirmação dele sobre os rolamentos não estarem sofrendo esforço axial, está corretíssima, os rolamentos de tensores de correias, no caso de aplicações veiculares, estão sujeitos à tensões radiais apenas.

Se o rolamento vai durar 200 ou 300 mil, isso vai depender muito da manutenção que o veículo sofre. Você diz ter 30 anos de experiência na sua oficina… …ok, eu também tenho minha experiência… A imensa maioria dos rolamentos de tensores que eu substituí (e muitos na 2ª ou 3ª troca da correia dentada, sequer tinham uma leve marca na pista e quando desmontados, sua graxa estava em boas condições.

Então, sim, a matéria está correta… “Troca casada” é sim um prática “PICARETA”,eu fui mecânico e sou técnico especialista da área… …eu afirmo o que eu ví dentro das oficinas… 99% dos mecânicos usam uma espátula ou chave de fenda pra tensionar o rolamento e descartam as ferramentas produzidas pelos engenheiros das fábricas para pré-tensionar os rolamentos… Isso é um fato.

A imensa maioria das oficinas não tem ferramentas especiais pra executar as manutenções nos veículos e quando as tem, nem todos os mecânicos as usam… Este é um outro fato verídico…

A categoria quer ser reconhecida… Ok…
Então, que as oficinas contratem apenas técnicos com segundo grau técnico especializante, para atuarem nas suas dependências… A imensa e esmagadora maioria dos mecânicos, mal tem o 1º grau completo, aprenderam a profissão na prática… Ignoram o que seja “torque”, quiçá sabem a diferença entre radial e axial… ABNT… visxi…. duvido que a maioria saibam o que ela é…

A grande verdade é que uma grande maioria dos “mexanicox” aplicam uma prática sem técnica durante o processo de manutenção e também agregado aos donos de oficina que querem pagar uma mão de obra barata e com isso contratam o “prático” em detrimento do técnico, em suma… …temos assim, a manutenção porca que existe Brasil à fora.

Sim, se chegar nas minhas mãos um veículo com mais de 5 anos de uso e alta quilometragem rodada, compensa fazer uma troca preventiva de tudo (isso se o dono do veículo o tiver acabado de comprar e não sabe a procedência e histórico de manutenção do veículo). O que é uma outra história… não obstante veículos com mais de10 anos com o mesmo dono e histórico de manutenção confiável, existe sim, trocas supérfluas e que são sim “PICARETAGEM” quando impostas ao dono do veículo.

Avatar
Antonio Forte 22 de agosto de 2021

Talvez você tenha que reler o que o Boris escreveu na matéria e o que escrevi no meu comentário. Realmente os esforços a que o rolamento tensionador da correia dentada é radial ou lateral. Só que na matéria ele comenta isso mas coloca entre parênteses ao lado de axial a palavra lateral e esta errado.
“Mas, imagina-se que um rolamento de aço, não submetido a impactos nem esforços axiais (laterais) deve ter vida útil muitas vezes superior à de uma correia de borracha.” Quanto a sua maneira de trabalhar um direito seu. Abraço.

Avatar
Elias Ribeiro dias 21 de agosto de 2021

Boris vc calado é um poeta.

Avatar
Eduardo vigolo 21 de agosto de 2021

Muito facil jogar a culpa nos mecanicos .
Se é para aguentar isso então que se responsabelizem pela garantia.
Garantia de 200 mil km ok nao trocamos.
Nao tem garantia do fabricante ?
Então é feita a troca ai sim a oficina pode dar uma garantia ao seu cliente.

Materia mal feita dando a entender que estamos (estamos porque sou dono de oficina) sendk desonestos com o cliente.
Especificamente sobre este assunto faço uma pergunta ao escritor da materia
Em seu carro foi feito a substituição da correia e o ainda no prazo da garrantia legal (3 meses) o veiculo apresentou problemas . Sendo que o veiculo seu tem menos de 200 mil km de quem o senhor ira cobrar a garrantia.
Oficina mecanica
Conssecionaria
Fabricante do rolamento.
Esta claro que da oficina.
Entao para termos respaldo legal e ficarmos proteguidos contra eventuais problemas decorrente disso se troca o kit completo e ai sim damos garantia clmpleta do serviço.
Materia de quem nao conhece o mercado o nao estudou o mercado para escrever .
Obrigado

Avatar
Elias Ribeiro dias 21 de agosto de 2021

Boris em adoro seu comentário sobre o que é suas dicas pra mim o valor pra fazer a troca da correia dentada é o mesmo,se o cliente não fazer a troca dos rolamentos tensor coloco na nota fiscal o que foi feito e um abraço.

Avatar
Roberto Carvalho 21 de agosto de 2021

Tenho um cliente que comprou um Vectra 16v. E trocou só a correia dentada não trocou o rolamento por estar bom e economizar. Rodou 10km e o rolamento esticador quebrou. E aí. E o prejuízo fica com quem da pitaco ou com o dono do carro?

Avatar
Ludwig Von Drake 21 de agosto de 2021

Provavelmente o mecânico que não regulou direito o tensionador. Se quebrou só 10km depois da troca da correia, fica difícil acreditar que teria quebrado igualmente em tão pouco tempo caso a correia não tivesse sido trocada.

Avatar
Rodrigo Car Box autopeças 21 de agosto de 2021

Então segundo o Boris e os tecnicos da shaefler o correto é avaliar os tensores e trocá-los a cada 300 mil km e se arrebentar antes a culpa é do mecânico que instalou errado! Kkkk vc estão de sacanagem.. Então resumindo a matéria… a culpa sempre é do mecânico pq se ele troca antes ta sendo “picareta” e se não troca e arrebenta a culpa ainda é dele! O que a matéria não diz é que na realidade a troca preventiva é recomendada, pois pode-se avaliar a peça no ato e estar boa, mas antes da próxima troca de correia ele pode apresentar defeito e fazer ruído ou até mesmo travar e ocasionar ruptura da mesma ou no mínimo uma troca prematura da correia antes da km prevista para a correia recém colocada.

Avatar
Hamilton Tokio Korin 21 de agosto de 2021

Picaretagem faz os fabricantes, como não trocar se o rolamento fica fazendo barulho por falta de lubrificante.Pode o rolamento travar e danificar todo sistema.

Avatar
Fernando Dias 21 de agosto de 2021

Eu prefiro troca o rolamento com a correia, as vezes o motor vira uma chiadera só por causa desse rolamento.

Avatar
Adriano 21 de agosto de 2021

Matéria tendenciosa e mal escrita, me perdoe Boris, mas o rolamento por si só não garante o bom trabalho do tensor, esta é um peça complexa e outros componentes que fazem interface com o rolamento são afetados diretamente pela tensão que é colocado na correia, sem falar que as polias também sofrem, portanto é recomendado sim a troca do conjunto.. e sim trabalho em empresa líder do mercado de correias e tensionadores..

Avatar
Irineu de Melo 21 de agosto de 2021

Eu como mecânico há 50 anos acho que este engenheiro de obras prontas a maior partes de que ele fala e muita besteira e falta de conhecimento,Boris apareça menos e fale menos

Avatar
Mister Gasosa 21 de agosto de 2021

As montadoras devias diferenciar o tipo uso, severo ou normal, para a troca da correia dentada assim como fazem com a troca de óleo. Pois moro aqui em São Paulo-SP e no horário de pico o carro fica mais parado do que andando.
Outra alternativa e mais inteligente seria troca por horas de operação além do tempo e da quilometragem, pois hoje em dia muitos carros tem computador de bordo e isso não seria tão caro ser contabilizado, salvo melhor juízo.
Para quem não sabe segue abaixo por exemplo o que é considerado uso severo:
Condições de uso severo:
1. Quando a maioria dos percursos exige marcha lenta durante um longo período ou funcionamento contínuo em condições de rotação baixa frequentes (como no “anda e para” do tráfego urbano denso).
2. Quando a maioria dos percursos não passa de 6 km (trajeto curto) com o motor pouco aquecido.
3. Operação frequente em estradas de terra e de areia.
4. Usado como táxi, veículo policial ou atividade similar.
5. Quando o veículo permanece, com frequência, parado por mais de dois dias.
Fonte:
– Manual do Onix ano 2019
– Disponível a visualização gratuitamente no site da Chevrolet do Brasil na data de hoje (21/08/2021).

Avatar
Mister Gasosa 21 de agosto de 2021

As montadoras devias diferenciar o tipo uso, severo ou normal, para a troca da correia dentada assim como fazem com a troca de óleo. Pois moro aqui em São Paulo-SP e no horário de pico o carro fica mais parado do que andando.
Outra alternativa e mais inteligente seria troca por horas de operação além do tempo e da quilometragem, pois hoje em dia muitos carros tem computador de bordo e isso não seria tão caro ser contabilizado, salvo melhor juízo.
Para quem não sabe segue abaixo por exemplo o que é considerado uso severo:
Condições de uso severo:
1. Quando a maioria dos percursos exige marcha lenta durante um longo período ou funcionamento contínuo em condições de rotação baixa frequentes (como no “anda e para” do tráfego urbano denso).
2. Quando a maioria dos percursos não passa de 6 km (trajeto curto) com o motor pouco aquecido.
3. Operação frequente em estradas de terra e de areia.
4. Usado como táxi, veículo policial ou atividade similar.
5. Quando o veículo permanece, com frequência, parado por mais de dois dias.
Fonte:
Manual do Onix ano 2019
Chevrolet Onix Owner Manual (GMSA-Localizing-Brazil-11984121) – 2019 – crc – 3/20/18
* Disponível a visualização gratuitamente no site da Chevrolet do Brasil na data de hoje (21/08/2021).

Avatar
Claudio Roberto L Da Silva 21 de agosto de 2021

Tenho carro a muito tempo só troco as Correia 80 mil kilometros.tambem troco o rolamento.ate agora deu certo.pra mim não picaretagem.

Avatar
Kleber 21 de agosto de 2021

Picaretagem é o fabricante dizer que roda 300000 km e se quebrar e culpa do ajuste do mecânico
E no caso de um carro tirado 0km e o rolamento engripar aos 120000km ? E culpa da montadora que tensionou demais a correia ?
Sejam onestos e contem a realidade

Avatar
Janisio Guilherme 21 de agosto de 2021

Concordo contigo Kleber,dizer que um rolamento dura300mil km e ema irresponsabilidade
Sabe se lá se esse carro não andou em estrada com poeira ou passou dentro de enchentes como acontece muito.Os lubrificantes que colocam no rolamento vazam pela vedação além de ser de ma qualidade.Esse Boris tá falando bobagem

Avatar
Adilson 21 de agosto de 2021

Com 50000 km (originais) fui $urpreendido por quebra da dentada. Desde então tenho como ref. substituí-la a cada 4 trocas de óleo (40000 km). Sai mais barato pois o custo do rolamento não é significativo e a mão de obra inalterável. Para quem discorda faça analogia ao uso de preservativo (com suas consequências). Audi em casa com mais de 150000 km (dentada metálica) é uma tranquilidade.

Avatar
Fábio silva 21 de agosto de 2021

loqiço q arrebentou aí está dizendo o tensor não a correia correia 30.mil.no máximo depende da condição onde carro a anda jacu

Avatar
Kleber Lima figueiredo 21 de agosto de 2021

Estão se esquecendo da manutenção preventiva!!! Que nada mais e um custo benefício favorável e vantajoso, porque evita prejuízos maiores posteriores como mão de obra ou quebra de todo um sistema dependente ou No caso o MOTOR que não é barato ou ainda ficar no prego na estrada.
Deve-se inspecionar o rolamento na troca sim para ver qual o tipo de uso que a máquina é usada porque não podemos se basiar só em quilometragem mas em clima ,tempo de uso, trânsito e congestionamentos e ainda uso do ar-condicionado caso este o carro fica em funcionamento parado ! Sem que se registre a quilometragem…
É por isso que o fabricante não dá uma garantia concreta
CONCLUSÃO NÃO É PICARETAGEM

Avatar
Emygdio 21 de agosto de 2021

Boris, você já substituiu uma correia dentada?
Obrigado pelo espaço!

Avatar
DIEGO 21 de agosto de 2021

Fabricante confirma: troca de tensor com correia dentada é picaretagem!
Uma das maiores fábricas de rolamentos do mundo afirma ser desnecessária a troca conjunta se a oficina proceder corretamente

Por Boris Feldman

Deveriam ter um pouco de cautela e analisar melhor o que é dito, o papel aceita tudo que se escreve , pois a realidade do dia a dia é bem diferente , na minha opnião uma matéria desrespeitosa tanto para o mecanico quanto para o cliente …

Avatar
Janisio Guilherme 21 de agosto de 2021

É amigo,chamou os mecânicos de picareta
Ele tem esse hábito.
Mau hábito
Entende nada nada

Avatar
Geison 21 de agosto de 2021

É fácil resolver essa questão, pede para os fabricantes de rolamentos sensores emitir uma nota avisando a todos os cliente que seus produtos tem garantia de 200mil KM e ponto final. Assim os mecânicos ficam isentos da responsabilidade, agora não venha com papo de que os ajustes dos tensores podem causar o desgaste prematuro dos rolamentos, uma vez que, todos os tensores tem um ponto exato de tensionamento visível no próprio tensor!!! Se montar fora culpe a oficina!!!

Avatar
Jose Prado 21 de agosto de 2021

Os rolamentos tem uma vida média prevista, mas uns poucos podem falhar com muito menos tempo de uso, a troca “casada” eu não considero picaretagem , é uma forma de evitar pagar duas vezes por uma mão de obra, as vezes complicada, por uma peça de custo baixo.

Avatar
Camila 25 de agosto de 2021

Correia dentada, tensor e bomba d’água são peças que temos que ter uma maior atenção. Qualquer um dos três citados a cima pode te dar uma baita dor de cabeça.
Aqui não minha loja sempre quando um cliente vem para a compra e bomba d’água sugerimos que troque a correia dentada pois já vai estar aberto e ele não vai gastar com duas mãos de obra.
Quando ele vem comprar apenas a correia sugerimos a troca do tensor. Poxa gente… Mais fácil gastar um pouquinho mais do que tomar um prejuízo enorme.
Aqui damos a dica… Se o cliente escutar beleza se não é com ele mesmo .
Já aconteceu do cliente levar apenas correia de um gol 16v e de não escutar o nosso conselho… Uma semana depois teve as válvulas empenadas pois o tensor travou e a correia partiu. Que prejuízo que ele teve.

Avatar
Rodolfo 21 de agosto de 2021

A pergunta que não quer calar é:
“Se o mecânico mandar eu assinar um termo de isenção de responsabilidade por não ter trocado o rolamento junto com a correia, o fabricante do rolamento vai me reembolsar caso o rolamento trave e destrua o motor?

Avatar
OSMAR FERNANDES FERREIRA JUNIOR 21 de agosto de 2021

rodolfo deixou ai o X da questao… falem para nós ai técnicos da Schaeffler……

Avatar
Adriano warvenczach 21 de agosto de 2021

Blz Boris para os clientes que chegam para trocar somente a correia dentada eu não faço porque até posso concordar que o rolamento ina ou outra marca de primeira linha possa suportar até 300 mil km mais a falcificacao de tudo tá tanto que prefiro não arriscar e sim trocar o conjunto o serviço do profissional é o mesmo só vai do dono do carro arriscar mais você chamar de picaretagem você passou do limite.

Avatar
Boris Feldman 21 de agosto de 2021

Os técnicos da Schaeffler explicaram muito bem: 99% dos casos de desgaste prematuro do rolamento da correia são provocados pelo ajuste mal feito da correia pelo mecânico

Avatar
luis 21 de agosto de 2021

Neste caso, mesmo instalando um rolamento novo, se ele quebrar, a culpa é do mecânico que não ajustou direito? Conversa fiada.

Avatar
VANDER LUCIO VIANA LOUREIRO 22 de agosto de 2021

Pode ser! Por que não?
Os mecânicos aqui se achao Deuses…

Avatar
Rodolfo 21 de agosto de 2021

Boris,
Você falou, mas não respondeu a minha pergunta. Que diferença então faz trocar rolamento ou não se será o mesmo mecânico que teoricamente pode errar na instalação da correia dentada?
Assim prevenir é melhor do que remediar, acho que devo sim trocar em conjunto o rolamento com a correia, pois se der algum problema o meu mecânico vai ir atrás da garantia.
Rolamento é barato perto de um atropelamento de válvulas e até quebra de pistão.

Avatar
IVAN Tadeu Cardoso 21 de agosto de 2021

Balela mentira,produto ruim matéria prima de má qualidade isso sim.

Avatar
Antonio Forte 21 de agosto de 2021

Isto é a coisa mais absurda que ouvi. Ajuste de tensionador de correia dentada é a coisa mais fácil de fazer. Todos tem marcas bem definidas e qualquer mecânico com um conhecimento básico é capaz de ajustar. Poderia colocar aqui neste espaço uma nota assinada por um responsável da Schaeffler confirmando a tua afirmação. E caso eles tenham coragem de fazer isso nos proprietários de oficina e mecânicos não utilizaremos mais esta marca. Fico no aguardo desta confirmação da Schaeffler.

Avatar
MARCIO APARECIDO CREPALDI 21 de agosto de 2021

Sobre essa reposta esdrúxula, manda um engenheiro de rolamento ir ajustar correia dentada e deixar no ponto correto… Se existissem mais de uma maneira de fazer isso, você poderia colocar culpa em mecânico… Mas só existe um ajuste no ponto correto, e o resto é por conta do tensionador!! Por isso a necessidade de troca!

Avatar
Edmilson 23 de agosto de 2021

Os técnicos da Schaeffler deixaram claro que o que chega PRA ELES é que 99% dos casos que chegam ATÉ ELES é mau uso. Vai pra uma oficina qualquer ver quantos tensores chegam rodando avariados no carro, quantos tensores novos chegam com defeito e sequer são enviados pra RMA porque é uma burocracia desgraçada acionar garantia nesse país. Quando quiser publicar alguma coisa sobre o porquê de fazer algo em chão de oficina, pergunte ao dono da oficina. Uso seus textos do o referência pra muita coisa, mas nessa aí pareceu mais propaganda do que tira-teima.

Avatar
Deixe um comentário