Fiat 500e chega ao Brasil em versão única por R$ 239.990

O Fiat 500e é a nova geração do compacto retrô, ele vem importado da Itália e marca o começo da estratégia elétrica da Stellantis no Brasil

fiat 500e 4
O Fiat 500e vem apenas na versão Icon e oferece quatro opções de pintura (Foto: Fiat | Divulgação)
Por Eduardo Rodrigues
03 de agosto de 2021 17:23

No mês de julho a Stellantis anunciou seu plano global para carros elétricos, que engloba todas as marcas do grupo. O pontapé inicial desse plano no Brasil foi dado agora com o lançamento do Fiat 500e, que vem importado da fábrica de Turim, na Itália.

O estilo continua retrô, inspirado no Nuova 500 de 1957 desenhado por Dante Giacosa. Mas não deixe o design enganar, esse 500e é todo novo e feito em uma plataforma exclusiva para elétricos. O compacto elétrico é o mostruário de tecnologia da Fiat e adianta muito do que poderemos ver nos carros da marca no futuro.

VEJA TAMBÉM:

Para o Brasil foi escolhida a configuração de duas portas do 500e, com teto solar panorâmico. As portas usam maçanetas eletrônicas batizadas como e-latch e dão acesso a cabine para quatro ocupantes. O porta-malas de 185 litros reforça a proposta urbana desse carro.

O Fiat 500e virá em versão única, a Icon. O preço é de R$ 239.990, com a pré-venda começando na noite dessa terça (3) e indo até o dia 10 de setembro. O carro pode ser reservado pelo site da Fiat.

O Fiat 500e como elétrico

Inicialmente o novo Fiat 500e será vendido em 10 concessionárias de nove cidades brasileiras: Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Campinas (SP), São Paulo (SP) com duas lojas, Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF) e Recife (PE).

Para recarregar as baterias o elétrico da Fiat usa um plug do padrão europeu, o tipo mais comum nos postos de recarga no Brasil. Em casa o dono do 500e pode plugar o carro diretamente na tomada. Caso queira um carregamento mais rápido pode pedir a instalação de uma Wallbox, que permite a recarga completa das baterias em 4 horas.

No uso o motorista conta com a recarga ultra-rápida, em corrente contínua de até 85 kW. Com isso é possível acrescentar o equivalente a 50 km de autonomia urbana em apenas 5 minutos. Em 35 minutos nessa recarga é possível completar 80% da capacidade de carga.

A condução do elétrico

No eixo dianteiro do Fiat 500e fica um motor que gera 118 cv e 22,4 kgfm, o suficiente para levar o elétrico de zero a 100 km/h em 9 segundos. A velocidade máxima é limitada em 150 km/h. Por ser um elétrico ele se destaca nas retomadas, a Fiat divulga que de 60km/h a 100 km/h ele gasta apenas 4,8 segundos.

Os dados de autonomia divulgados foram obtidos em testes realizados pela Fiat em seu campo de provas em Betim. Mas não revelaram se foi feito baseado em algum ciclo de testes padronizado, o que dificulta ter um parâmetro de comparação com os concorrentes.

A autonomia divulgada foi de 460 km rodando em condições ideais e 320 km em uma simulação de deslocamento diário de cerca de 30 km. Caso queira compara com os concorrentes, os dados do 500e europeu testado no padrão WLTP são de 320 km no ciclo misto e 400 km no ciclo urbano.

Rodando na cidade em velocidades de até 20 km/h, o 500e emite um som para alertar pedestres e ciclistas. Acima de 25 km/h esse alerta sai de cena e entra o tema do filme Amarcord, feito pelo compositor italiano Nino Rota.

Convivendo com o 500e

Conforme falamos anteriormente, o Fiat 500e é uma vitrine de tecnologia da Fiat. E no interior é onde muitas dessas tecnologias aparecem. O destaque fica na conectividade, com integração ao smartphone, smartwatch a Assistente Virtual Alexa, da Amazon.

Através do aplicativo E-Control o motorista pode controlar alguns recursos do carro, como ligar o ar-condicionado remotamente e programar o carregamento do carro para fora dos horários de pico. O motorista também pode consultar a sua pontuação do Eco Score, que analisa a forma de dirigir e incentiva uma tocada mais econômica.

A central multimídia tem tela de 10,25 polegadas, com Apple CarPlay e Android Auto sem fio. A central vem também com um navegador 3D nativo, que vem com os pontos de recarga compatíveis mapeados. Esse navegador é atualizado automaticamente sempre que tiver uma nova versão disponível.

O painel é digital e conta com tela em TFT de 7 polegadas. As informações exibidas podem ser personalizadas pelo motorista.

Para manter os ocupantes conectados o carro vem com o hotspot de Wi-Fi capaz de conectar até oito dispositivos.

Segurança

Dentro da cabine os passageiros são protegidos por seis airbags. Na segurança ativa o Fiat 500e oferece frenagem autônoma de emergência com detecção de pedestre, leitor de placas de velocidade, detector de fadiga e monitoramento de ponto cego.

Esse compacto elétrico vem com sistema de condução semiautônoma nível 2. Ou seja, um cruise control adaptativo com assistente para manter na faixa de rolagem. Outro assistente é o de estacionamento. E para manobras o carro vem com câmeras 360°.

Em emergências o motorista pode acionar o botão SOS no console de teto. Caso o veículo seja roubado a Fiat pode monitorar a localização do carro e auxiliar na recuperação.

Fotos: Fiat | Divulgação

1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Sir.Alves 4 de agosto de 2021

É isso, com essa grana dá para pagar a gasosa por toda vida útil de um 1.0T e ainda sobra,… precisa de incentivos fiscais sim. De outra maneira um nissan leaf ou um chevrolet bolt se tornaram mais interessantes.

Avatar
Deixe um comentário