[Vídeo] 6 motivos para comprar o Honda City Hatchback Touring 2023

Caro, o Honda City Hatchback chegou ao mercado para aposentar o Fit e brigar no segmento de compactos, mas tem seus predicados

honda city hatchback 2023 frente
City Hatchback chegou para colocar a Honda no segmento de hatches compactos, num momento em que todo mundo sonha com SUV (Fotos: Marcelo Jabulas | AutoPapo)
Por Marcelo Jabulas
13 de julho de 2022 14:39

Lançado em fevereiro, o Honda City Hatchback chegou ao mercado para substituir no Fit e também fazer a estreia da Honda no segmento de hatches compactos. Trata-se do primeiro dois volumes (com exceção dos SUVs) desde o Civic, que teve versões com esse formato de carroceria importados nos anos 1990.

Caro, o City Hatchback estreou por R$ 114 mil. Ele se distancia de rivais como Chevrolet Onix, Fiat Punto, Hyundai HB20, Peugeot 208, Volkswagen Polo e até mesmo o Toyota Yaris. Principalmente na versão de entrada na versão topo de linha, Touring, que já beira os R$ 130 mil e faz com que ele se aproxime dos SUVs compactos.

VEJA TAMBÉM:

Mas esse japonesinho conta com bons argumentos para o consumidor apostar nele e não num jipinho de entrada. Confira:

Motor do City Hatchback

O City trouxe para o Brasil o novo motor 1.5 16V de 126 cv e 15,8 kgfm de torque. Essa unidade é 10 cv mais potente que o bloco utilizado na geração passada. Uma das razões é que ele utiliza injeção direta de combustível, que também contribui para melhor eficiência. A unidade é casada com transmissão do tipo CVT, com emulação de sete marchas.

Acabamento e conteúdos

honda city hatch 10
Por dentro, o City conta bom nível de acabamento superior ao que oferecido no segmento (Foto: Honda | Divulgação)

O interior do City está muito além do que vemos num hatch compacto e até mesmo num SUV pequeno. Ele oferece pacote de conteúdos farto e acabamento refinado, com direito a couro no painel. O pacote de conteúdos conta com ar-condicionado digital, multimídia (com Android Auto, Apple CarPlay, assim como câmeras de ré e lateral), vidros e retrovisores elétricos, assim com quadro de instrumentos parcialmente digital

Herança do Fit

Como o compacto chegou para aposentar o Fit, ele herdou a boa modularidade dos bancos traseiros. Esse carro permite diferentes ajustes dos bancos para tornar o transporte de volumes mais fácil e não penalizar completamente a ocupação.

Design do City Touring

honda city hatchback 2023 traseira
City Hatchback é o mesmo carro da coluna pra frente, mas a traseira tem desenho exclusivo

O Honda City Hatchback tem desenho moderno e mais arrojado que o finado monovolume. De frente, ele é igual ao sedã e imprime a atual identidade visual da marca. Já na traseira, ele ganhou formas próprias, com direito a lanternas triangulares e vincos nos para-choques, que deixam o carrinho mais invocado. As rodas de liga leve, aro 16 ajudam na composição do visual, mas sem exagerar na dose.

Suspensão do hatch

Como todo compacto a suspensão do City Hatchback está longe de ser a mais sofisticada, mas não deixa a desejar, o conjunto conta com McPherson, na frente, e eixo de torção, atrás. No entanto, o acerto é bem balanceado, pois garante firmeza sem comprometer o conforto.

honda city hatchback 2023 lateral
Japonês oferece bom espaço interno graças aos 2,60 m de distância entre-eixos

Honda Sensing

O City oferece o sistema de segurança Sensing. Trata-se do mesmo pacote eletrônico do irmão rico Accord. Assim, o compacto conta com controle de cruzeiro adaptativo (ACC), frenagem de mitigação de colisão (quando o carro percebe o risco de colisão e amplifica a força da frenagem), monitor de permanência em faixa com correção de trajetória, além de ajuste automático de facho dos faróis.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
SOBRE
8 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Sérgio Ramos de Siqueira 19 de julho de 2022

Como sempre a Honda erra na mão na hora de precificar seus carros. A mesma coisa está acontecendo com HRv novo muito dinheiro para pouco carro.

Avatar
Antonio Donizeti Martins 16 de julho de 2022

Prefiro carros mais simples, onde temos o necessario.
O mundo moderno criou uma infinidade de necessidades desnecessárias. A maioria desses acessórios só servem para dar e causar problemas. Nem cogito conhecê-lo.

Avatar
Álvaro 15 de julho de 2022

Pelo jeito, assim como a Toyota, agora a Honda também foi picado pelo “jeitinho brasileiro” de lucrar muito sem entregar tudo.

Avatar
ADJAIR BERTOCHI 14 de julho de 2022

FUTURO MICO DA HONDA, NÃO EMPLACA, JÁ FOI LANÇADO A UNS 2 OU 3 MESES E NEM SEQUER APARECE NA LISTA DOS 20 MAIS VENDIDOS NAS REVISTAS ESPECIALIZADAS, BEM AO CONTRARIO DE OUTROS CARROS DA PROPRIA MONTADORA, QUE QUANDO LANÇADOS NO PRIMEIRO MES JÁ APARECIA NA LISTA DOS MAIS VENDIDOS E SEMPRE COM TENDENCIA DE CRECIMENTO.

Avatar
jo 14 de julho de 2022

Com certeza um bom carro, mas não o melhor entre concorrentes. A frente tem gosto duvidoso e o preço não convence (na minha opinião tem uns 20 mil de gordura aí). Nestas condições eu se quer considero adquirir ele e nem iria na concessionaria fazer teste drive.

Avatar
Cadillata 15 de julho de 2022

É um carro com muitos predicados, mas com preço fora de órbita.
De todos os citados no artigo, ainda ficaria com o Yaris mais simples.

Avatar
Fábio Navarro 13 de julho de 2022

Vomitaram o Honda City, o q tá acontecendo com a Honda, estou preocupado com o futuro

Avatar
Waslon 13 de julho de 2022

Vai virar um mico!

Avatar
Deixe um comentário