Limite de preço para carro PcD pode aumentar

Reunião do Confaz em que o tema será discutido acontecerá neste mês; Abridef acredita que aumento é necessário para garantir o direito do público

Por Laurie Andrade 15/07/20 às 16h10
*Matéria atualizada em 23/7/2020 às 20h23

A legislação brasileira garante, desde 1995, a isenção de impostos para pessoas com deficiência (PcD) na compra de carros zero. Acontece que há 11 anos o valor máximo dos veículos incluídos no desconto, R$ 70 mil, não é alterado. Após insistentes solicitações, o Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) pode votar a atualização do teto no dia 23 de julho.

Atualização: a reunião foi adiada para o dia 30 de julho

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria, Comércio e Serviços de Tecnologia Assistiva para Pessoas com Deficiência (Abridef), as alterações no Convênio do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) são de extrema urgência.

LEIA MAIS

“Por muito tempo as fabricantes de automóveis mantiveram alguns poucos modelos abaixo dos R$ 70 mil para atender essa fatia de consumidores. Mas agora, a partir do segundo semestre de 2020, as montadoras não vão mais suportar segurar os preços e as PcD ficarão sem opção de modelos para aquisição com isenção”, afirma Rodrigo Rosso, presidente da Abridef.

Dificuldade para aprovar as novas regras da isenção de impostos para PcD

A atualização do valor do teto só pode ocorrer após aprovação dos técnicos da Comissão Técnica Permanente do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços (Cotepe), formada por órgãos ligados ao Ministério da Economia e às Secretarias de Fazenda, durante encontros do Confaz.

De acordo com o site do órgão, a próxima reunião deve ocorrer em 23 de julho. Para ser válida, a mudança nos convênios deve ser aceita por unanimidade.

A Abridef aponta alternativas para solucionar o impasse:

O reajuste pode ser praticado através dos índices oficiais, como o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) ou Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M). A segunda opção seria determinar que a PcD adquirisse qualquer veículo com as isenções, desde que o carro entregasse até 127 cavalos de potência, assim como era antes de 2009.

Outra alternativa proposta para a mudança na isenção de impostos para PcD é estipular um valor médio de mercado, mesmo que abaixo das correções com base nos índices citados acima, mas que dê opções de compra para as pessoas com deficiência.

O valor sugerido pela Abridef após a realização de estudos é de R$ 90 mil.

pessoa com deficiencia pcd olhando interior de um veiculo
A isenção de impostos para PcD foi criada especificamente para facilitar a mobilidade do público

A Abridef encaminhou ofício solicitando a imediata reavaliação dos valores. O documento, que relata outras preocupações ligadas ao assunto, foi endereçado ao Ministro do Estado da Economia, Paulo Guedes, também presidente do Confaz.

O texto também será encaminhado a Henrique Meirelles, Secretário de Estado da Fazenda do Estado de São Paulo, uma vez que o estado é aquele que mais recolhe ICMS com a venda de carros novos no Brasil.

Foto | Shutterstock

87 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    José Samuel Toso 7 de agosto de 2020

    Boa noite, infelizmente somos obrigados a engolir esses absurdos impostos a nós por alguns políticos que só pensam em encher os bolsos. Eles nos enfiam esses R$70.000,00 goela a dentro enquanto eles podem todos os anos trocar a frota toda de carros e não são qualquer carro. Se for falar tudo que acontece…acho melhor nós cadeirantes aprender a andar de bicicleta.

  • Avatar
    Daniel Marques Marques 31 de julho de 2020

    Boa tarde tudo bem eu sou deficiente físico e preciso comprar um carro automático para tomara que vocês aprovem essa medida mas também acho que vocês deveriam estipular para vender carros só para quem anda numa cadeira de rodas porque tem muita gente se beneficiando com isso e quem realmente precisa comprar um carro não consegue porque meu sonho é comprar a Traker para colocar minha cadeira de rodas já os outros não cabe minha cadeira de rodas tomara que dê certo.

    • Avatar
      Jair erlacher 5 de agosto de 2020

      Sabe me dizer se foi aprovado p 90 mil ?

    • Avatar
      Wellington 5 de agosto de 2020

      Meu caro sabemos das dificuldades de pcd ,porém você deve levar em consideração as pessoas com outro tipo de deficiência, não clarificar só os cadeirantes.
      Abraços.

  • Avatar
    Carlos 28 de julho de 2020

    Na teoria é: aumentando o teto, permitirá o consumidor a escolher mais versões (melhor equipadas).
    Na prática será: o mesmímsimo carro de 70 mil, será comercializado como 80, 85 mil (fábricas irão alegar adequação nos preços, irão dizer que já vinham levando prejuízos, e blablablá)

  • Avatar
    Sebastião Ribeiro 26 de julho de 2020

    Eu acho que a pessoa com deficiência a maioria já tem muita despesa com médico e remédio e os carros são os mais simples portanto não sou a favor do reajuste.

  • Avatar
    Rodolfo 26 de julho de 2020

    Aumento felizmente pra poucos, e infelizmente pra muitos.

  • Avatar
    Luis Carlos 25 de julho de 2020

    Qual o resultado da reunião do Confaz para aumentar o valor re veículos Pcd ????

  • Avatar
    Lincoln S sousa 24 de julho de 2020

    Existe muita benevolência em querer dar opinião ao CONFAZ o
    de colocar o teto de 90.000 para isenção de ICMS para pcd haja visto que há 11 anos não não se faz um ajuste nesse teto ou melhor dizer em 2009 o dólar era cotado a 2,20 o teto equivalia 31000 dólares hoje o teto corresponde a 14000 dólares O mercado de veículo é um mercado global e querer aplicar correção nacional em cima de produtos de mercado global porque não põem um teto na gasolina da Petrobras.

    • Avatar
      Silvano Salazar Rodrigues 2 de agosto de 2020

      Todos comentários feitos tem que ser analisado devidamente , mas essa analogia de comparação de valor perante o DOLAR sim é o caminho mais justo pois mais de uma década sem equiparação de valor ou aumentar o valor na AQUISIÇÃO PCD esta injusta e defasada absurdamente , as pessoas que precisam fazer esse uso de direito benefício estão completamente desassistidas e infelizmente tem que ficar aguardando decisões nada favorável ,pessoas com deficiência deveriam ter atenção prioritária e não ficar no descaso que se faz atualmente !!!

  • Avatar
    Lincoln 24 de julho de 2020

    Há muita dificuldade para você entender esperamos às vezes 1 ou 2 anos para ver se muda o teto da isenção de ICMS IPI entretanto quando chega na data entrevista ocorre o adiamento da reunião conforme aconteceu nesse dia 23 de julho de 2020 vamos esperar para ver se muda alguma coisa outro detalhe também SEFAZ RJ está indeferido requerimentos de isenção de ICMS para pcd que adquiriu o carro com isenção de ICMS baseado no confaz 38/13 alegando alteração no prazo de 2 para 4 anos que alguém compra carro com isenção de ICMS é um parado por determinação do 38/13 registrado em nota fiscal o Amparo desse dispositivo que não foi revogado fica entendido o que é um ato jurídico perfeito e deve ser respeitado o prazo de dois anos se alguém está no gozo esse Amparo de 2 anos não pode ser modificado e o SEFAZ RJ está cometendo esse descalabro gostaria chamar atenção do Conselho Nacional de fazenda para agir em defesa desse benefício SEFAZ RJ está retirando indevidamente

  • Avatar
    Nil.Souza 24 de julho de 2020

    Eu sou nil preciso do carro, si omenta vai sair do meu orçamento.Ó 70 mil já está difícil e omentar + 20 mil E OU CARRO VAI FICAR DO MESMO JEITO ai fica difícil né. Eu quero a spin, de 5 lugar si nesse plano entrasse de 7 lugar? aí sim, mas ñ,sobe tudo? complica né verdade? E vamos ver ou que vai dar espeto que as montadoras. Entenda que muitos ñ tem dinheiro o carro Pcd E para nos ajudar. ok Obrigado.

    • Avatar
      Sandro 27 de julho de 2020

      Aumentar o valor do carro já está acima o que está se pedindo e para aumentar o teto máximo e não mínimo , então vão continuar tendo carros na primeira faixa o que está se pedindo e aumentar para poder se atingir carros mais completos

  • Avatar
    Leyde artilheiro 23 de julho de 2020

    Cada um tem que saber onde seu sapato aperta ,tinha que ser lei pra pcd carros completos, mas aqui é Brasil país de todos, com a suba do dólar difícil pra todos… tem que subir o teto infelizmente pra um e felizmente pra outros .

  • Avatar
    Joice Neto Alves Barros 23 de julho de 2020

    Se aumentar o teto os carros pra PCD vão continuar cada vez mais pelado e mais difícil porque as montadoras não está nem aí pra cliente PCD demora de mais só monta o carro quando está sem pedido dos outros clientes

  • Avatar
    Reginaldo de Jesus 23 de julho de 2020

    O que adianta mudar se as concessionárias tiram cada vez mais os itens pagamos por um carro caro e pelado, temos wue reconhecer que tudo muda os valores 70 mil já defazo muito mesmo. Vamos ver por que as concessionárias também só choram.

  • Avatar
    aroldo 22 de julho de 2020

    Se aumentar ou diminuir, para muitos não importa pois, a renda no Brasil impossibilita a aquisição de veículo novo.
    Quem pode adquirir um veículo de 70 ou 100 mil no Brasil, com certeza não é o pobre!?

  • Avatar
    Suzy Carla De Tanes 20 de julho de 2020

    Sou contra pois é Brasil o que irão fazer principalmente neste período de dólar em mega alta será pegar o carro tal qual está pelado e vão passar de 70mil para o próximo teto….não estou vendo vantagem para a pcd vantagem seria se as montadoras tivessem uma lista de itens obrigatórios a seguir…..aí até tudo bem subir.

    • Avatar
      Paulo 20 de julho de 2020

      Eu também penso assim , se aumenta o teto no dia 23 de Julho no dia 24 o carro que custa hoje 69.990,00 passará a custar 89.990.00, e podem até criar versões mais equipadas em um primeiro momento , mas que logo começaram a depenar os carros como sempre fizeram , a obrigatoriedade de alguns equipamentos como Rodas de liga, central multimídia e sensor de estacionamento traseiro deveriam ser obrigatórios e não poderiam ser tirados do carro .

    • Avatar
      Carolina 23 de julho de 2020

      Oi Suzy, gostaria de expor minha opinião. Sou vendedora de veiculos para PCD, se aumentarem o teto para 90 mil, podemos atender com mais versoes. o Cliente teria mais opções para escolher, podendo ou não ser o mais completo, isso dependeria da situação financeira de cada um. Mas acredito que seja melhor.

      • Avatar
        Antonio Carlos. 24 de julho de 2020

        Pra vc que é vendedora é otimo, o veiculo aqui no Brasil já è muito caro, infelizmente mesmo aumetando o teto o os veiculosvveiculosios virao pelados e as montadoras rindo atoa

      • Avatar
        Carlos 28 de julho de 2020

        Na teoria é: o aumento do teto permitirá ao consumidor escolher mais versões (melhor equipadas).
        Na prática será: o mesmíssimo carro de 70 mil será comercializado como 80, 85 mil (fábricas irão alegar adequação nos preços, vão dizer que já estavam levando prejuízos antes, blablablá)

    • Avatar
      Lina 23 de julho de 2020

      É verdade, eu tbm sou contra subir o teto, irá acontecer exatamente isso, os carros serão o mesmo porém com o valor do teto.

  • Avatar
    Marcelo Cavoli 20 de julho de 2020

    Já passou a hora de aumentar o teto para pcd.
    Os carros de onze anos pra cá dobraram os preços.
    E o teto deveria ser no mínimo 120 mil

  • Avatar
    Sebastião 19 de julho de 2020

    Vai melhorar muito ( pra quem ? ) O carro que hoje está isento dentro do valor de R$ 70.000,00 é o mesmo que vai também ter seu valor elevado para R$ 90.000,00 sem que haja qualquer melhoria no modelo.

  • Avatar
    Roberto Rossi 19 de julho de 2020

    Mas depois temo que fazer o curso de Auto escola novamente? To veio demais para fazer cursos.

  • Avatar
    Marcelo Eduardo Buono Alayon 19 de julho de 2020

    IPVA é a cereja do bolo para o Estado, eles não mexem por que é um dinheiro que entra e não tem finalidade para nenhum setor somente para os cofres público melhorar o cardápio de lagostas, mas contrapartida como agente sempre sai perdendo eu prefiro o teto no mínimo 100.000,00 arredondando por que se ficar em noventa daqui alguns poucos anos ele já não servirá para nada, ou seja é Brasil que criasse imposto em cima de imposto e o que vc tem na verdade não é seu porque o paga para a vida toda, temos que rever os políticos desse país.

  • Avatar
    Ricardo 19 de julho de 2020

    Diante deste cenário de incertezas com relação ao valor cambial e por não conseguir fazer projeções confiáveis de volume de vendas, as montadoras tiraram de suas ofertas os veículos PCD que tem margens muito pequenas. Já não tem como reduzir os custos desses veículos eliminado acessórios, os veículos já estão completamente pelados. Assim sendo redimensionaram a produção para os modelos mais rentáveis. Acho muito lógica essa política adotada por elas. A questão é, ou o governo faça valer a lei de isenção de impostos para deficientes permitindo que o mercado tenha condições de oferecer opções minimamente razoáveis ou revoga a lei de de isenção a portadores de doenças. O que não é aceitável é existir a lei mas o governo não dar condições ao mercado oferecer produtos que atendam minimamente os deficientes. Chega a ser humilhante procurar um veículo PCD.

    • Avatar
      Carolina 23 de julho de 2020

      Oi Ricardo, concordo com sua opinião!

  • Avatar
    Bruno Mendes 19 de julho de 2020

    É muito melhor comprar um carro de 70 mil que sai com as isenções por 54 a 57mil, que vem pelado, do que pagar 100mil completo e com isenções vai sair por uns 80 mil.
    Se pegar um veículo quase sem acessórios e gastar entre 8 e 10mil fora da concessionária, deixará o veículo completo igual um modelo de 100mil. Aí o veículo ficaria completo por uns 65mil.

    • Avatar
      Silva 20 de julho de 2020

      Já vi que vc não é PCD e não tem alguém da família para postar uma coisa desta, um dia que vc precisar de uma cadeira de roda você tem direito de falar alguma coisa.

      • Avatar
        Maria Ines 23 de julho de 2020

        É O MÍNIMO QUE GOVERNO PODE FASER PÁRA O DEFICIENTE FÍSICO. NÃO TEM TRASPORTE DE QUALIDADE NO BRASIL. É BRINCADEIRA TEM QUÊ LIBERAR O TETO COMPRAR CARRO COM SEGURANÇA PILOTO AUTOMÁTICO FREIO DISCO NAS QUATROS RODAS CONTROLE DE ESTABILIDADE COM OPCIONAIS TIRAM TUDO DO CARRO 6 ARBEGUES ELES MERECEM TRABALHADORES DO BRASIL

    • Avatar
      Mathias 22 de julho de 2020

      Se você gostar de equipar gol, pálio, uno, tudo bem, pois é o que vai dar pra comprar com esse teto de 70 mil daqui a alguns anos.

  • Avatar
    Celio Belchior de lima 19 de julho de 2020

    Na minha opinião o valor deve ficar entre 90 e 100 mil, nos dando a opção de escolher um carro melhor é mais equipado.

  • Avatar
    Vitor 18 de julho de 2020

    Muita gente ainda não percebeu que se o limite de valor não for aumentado , a categoria de carros pcd vai sumir. E isto em função do forte aumento do dólar ( risco país )

  • Avatar
    Marcos Figueira 18 de julho de 2020

    Quando mais aumentar o teto mais os fabricantes aumentaram os preços, já é dificil pagar os R$54mil, quando aumentarem o teto não vai ter mais veiculos automáticos de R$70mil.

    • Avatar
      Marcos Nicolini 19 de julho de 2020

      Discordo de você, veja os preços de carcomo O Nívus e Tracker que seu preço norma é abaixo de 90 mil, certamente vai beneficiar.

      • Avatar
        Paulo 23 de julho de 2020

        O nivus hoje está custando 100.000,00

  • Avatar
    Silvio 18 de julho de 2020

    O governo deveria atualizar a tabela do imposto de renda também pois fazem anos que isso não acontece e cada vez mais pessoas teem que pagar imposto de renda por ela estar desatualizada.
    A questão do aumento da tabela para pcd, só fará com que as montadoras lucrem mais pois quem da desconto São os governos federal e estadual, já as montadoras não nos beneficiam em nada, só querem enriquecer.
    Espero que se alterado o valor, eles não depenem o carro.

  • Avatar
    Ailton Santos 18 de julho de 2020

    No Brasil é tudo errado, não sei porque teto, o deficientes deveria comprar o carro que quiser com desconto,e também deveria ter um prazo pra trocar após terminar a garantia, o carro tem três ano de garantia na média, então não pode ser trocado com 4 anos.não entendo mesmo,tenho direito já há dois anos e não comprei porque os carros PCD não carroças com nome de carro, qualidade zero todos capados dá até nojo de ir na concessionária olhar.

    • Avatar
      JOSE SILVIO 21 de julho de 2020

      Concordo plenamente.

  • Avatar
    Marcelo Eduardo Buono Alayon 18 de julho de 2020

    Este é o momento de revermos em quem votamos! Políticos não estão nem aí para as pessoas com deficiências, muito pelo contrário, é um calo no pé para eles, pois deixam de ganhar esse imposto que já deveria ter sido extinto lá em meados 1985 quando se transformou em IPVA e é somente para encher os cofres públicos e não mais para a finalidade anteriormente que era para pavimentações de estradas de rodagem no que agora só socam pedágios e + pedágios.

  • Avatar
    Luciane da Silva Campanha 18 de julho de 2020

    Bom dia!O teto podia ser liberado,cada PcD compraria o carro conforme o seu orçamento.Esse teto necessita de reajuste.

  • Avatar
    Silvana Rabelo 18 de julho de 2020

    O valor d ve ser acima d 90 mil pois antes caro de 70 mil da honda hj nao se comprar por menos de 100mil deveriamos compra o carro que quisessemos e com espaço maior de anos para comprar

    • Avatar
      Luis Alberto dias correa 19 de julho de 2020

      Taxista pode comprar com isenção o carro que, quiser, um cadeirante não.

  • Avatar
    Wilson Cesar de Araújo 18 de julho de 2020

    Eu espero que resolva o valor do teto da compra de carros para PCD,pois o valor está muito defasado .

  • Avatar
    Igor 17 de julho de 2020

    Parabéns carros como Renegade, T Cross, Tracker e Creta que não passavam de 57.000 vai tudo pra 65.000. Grande vantagem.

  • Avatar
    Delma 17 de julho de 2020

    A ideia do aumento é boa,mas o valor está a baixo. O carro que comprava com o valor de R$ 70.000, 00, hoje custos mais de R$ 100.000,00. Não poderemos ter um carro confortável.

  • Avatar
    Reni martim Pereira 17 de julho de 2020

    É um verdadeiro absurdo os carros pcd vim pelado, sem acessórios, pois teria que vim completo de fábrica comforme venda normal, pois que beneficio é esse,se o fabricante recebe o benefício.

  • Avatar
    João Expedito 17 de julho de 2020

    Como sugestão para incrementar as vendas nessa pandemia: ampliar para, além de PCD, quem foi acometido por qualquer CA e ao mesmo tempo positivo para covid ter direito a aquisição do veículo
    Boa noite

  • Avatar
    José Carlos 16 de julho de 2020

    Em 2016 adquiri um Ecosport para PCD’s. O carro veio quase sem nenhum acessório. Não vale a pena comprar carros acima de 70 mil.

  • Avatar
    Aloisio Caetano 16 de julho de 2020

    Tenho uma sugestão de que seja aumentado o valor para R$ 100.000,00 e que o icms seria 100% isento para troca em 4 anos e 50% para troca 2 anos, para o pcd que dispoe de recurso acarcaroa com a metade do icms para troca em 2 anos nao onerando o estado em 100% sendo até uma forma de arrecadaçao para os cofres publicos

  • Avatar
    Florisvaldo Bonjardim. 16 de julho de 2020

    Eu comprei um Hyundai creta attitude pcd. Cara só veio o motor e câmbio por não poderam tirar. Realmente acho uma falta de respeito para com a categoria pcds. Mais acredito que isso só acontece aqui no Brasil. Esses impostos indevidos é mesmo um absurdo..

  • Avatar
    Ivaldo da cunha 16 de julho de 2020

    Conheço pessoas q trocam de carros a cada dois(02) anos, usam esses carros para seu lazer e trabalho, agora a pessoa deficiente q este veículo foi tirado em nome dele até pra ir ao médico ou outra emergência usam transporte público como táxi ou Uber. Obs: acho q o veículo tem q ser tabelado para todos.

    • Avatar
      Carlos Godoy 18 de julho de 2020

      Se você conhece pessoas que utilizam a isenção sem ter esse direito, é seu dever como cidadão denunciar essas irregularidades. Não adianta só ficar postando e não denunciar. Mande o nome delas para a receita estadual e receita federal pois isso é sua obrigação. Só assim vamos garantir nossos direitos.

  • Avatar
    Celi Barbosa Costa Silva 16 de julho de 2020

    É um desrespeito para com o pcd, tiram todos os acessórios do carro! O mesmo vem ” pelado” , literalmente! Pura enganação! Falta de respeito mesmo!

  • Avatar
    Pedro Roberto Alves 16 de julho de 2020

    Será q tem carro pra deficiente pobre aquele q ganha o salário mínimo ?deficiente pobre tmb e gente e precisa se locomover tmb hj nem uma cadeira de rodas motorizada da pra ele comprar q vergonha tenho desses políticos vejo ricos comprando carão pra depois vender e ter altos lucros

  • Avatar
    Wviana 16 de julho de 2020

    Bom dia , desde que eles coloquem nos carros todos os acessórios. Chega ser um absurdo, o PCD ter que pagar , tapete, protetor de carter .

  • Avatar
    Antonio Carlos Cuerci 16 de julho de 2020

    Excelente reportagem, o responsável estao de Parabéns; estava hora. Obrigado a todos.

  • Avatar
    Guilherme 16 de julho de 2020

    As montadoras vão pegar os mesmos carros que hoje são vendidos por até R$70 mil e vão aumentar os preços. O que vai subir não é a qualidade ou pacote de equipamento, mas as margens de lucros.

    • Avatar
      Junior 16 de julho de 2020

      Perfeito

    • Avatar
      Silvio aparecido mendes sanches 18 de julho de 2020

      Verdade Guilherme.
      As montadoras aproveitaram essa pandemia e tiraram os carros da venda pcd esperando esse aumento.
      Espertos,vão subir o preço do veículo e vão manter a má qualidade para pcd.
      Espero que esse aumento seja para que realmente não peguemos mais carros pelados.

    • Avatar
      Ricardo 19 de julho de 2020

      Desculpa, seu raciocínio está equivocado. Teve um aumento cambial de 30%, e por conta da pandemia teve aumento do custo operacional pela reorganização dos recursos produtivos. Então veículos que já tinham pouca margem de lucro antes da pandemia ficaram inviáveis a partir de agora. Solução o governo aumentar o valor para aquisição de veículo PCD e deixar o mercado se regular pela concorrência.

  • Avatar
    Maria Ines 16 de julho de 2020

    Vamos liberar o teto cada um compra o Carro que cabe no seu bolso O deficiente tem direito E Humilhante você chegar na concessionária PCD É ESTE O carro é limpo não tem nada você é cidadão de bem você vai comprar e pagar é deficiente físico nós não temos TRASPORTE de QUALIDADE SOMOS DOEMTES FÍSICO É O MÍNIMO QUE O GOVERNADOR PODE FAZER PÁRA OS DEFICIENTES

  • Avatar
    Guilherme 16 de julho de 2020

    Eu acho não deve ter teto para carro PCD ja que o médico passou na perícia você tem direito cada um compra o Carro que cabe no seu bolso é muito humilhante você não tem direito de decidir o carro que quer comprar PCD É ESTEZ NÃO TEM FAROL DE MILHA PILOTO ALTOMATICO ÀQUELE CARRO LIMPO VOCÊ JÁ É DEFICIENTE E É HUMILHADO VAMOS LIBERAR O TETO

  • Avatar
    Luiz Carlos de Lima 16 de julho de 2020

    Na verdade nós com direto de isenções somos trapaceados quem leva vantagem nesses descontos são a montadoras que te entregam um veículo incompleto e quando e sem previsão de entrega.
    E muito complicado obter seus direitos …..uma burocracia terrível e absurda,!

  • Avatar
    Alexandre 16 de julho de 2020

    Podia rever o prazo para revenda do carro. Voltar aos 2 anos como já foi antes

  • Avatar
    Lindolfo 16 de julho de 2020

    Deveriam cortar essas negociações de carros acima do teto. Eu acho que esse desconto é pra auxiliar a pessoa a adquirir um automático. O que mais vejo são pessoas comprando carros de alto padrão em nome de familiares.

  • Avatar
    Ricardo Lopes Nunes 16 de julho de 2020

    No momento é nescessário e tbm deveria ser tema dessa discussão o tempo de uso com direito a aquisição , no momento são 4 anos o prazo para troca e isso tbm não é bom pq após um período o veículo sofre grande desvalorização e fica difícil nova compra por parte de muitos.

  • Avatar
    valdecir morgado 16 de julho de 2020

    Eu sou pcd e vejo que não estão considerando a defasagem que está o atual valor para se ter a isenção total, as fabricantes estão casa vez mais tirando acessórios para se adequarem a essa defasagem absurda, imoral e covarde. 90 mil reais não seria a correção correta, pois estaria ainda com muita defasagem sobre o valor real que na época podia se comprar um carro de extrema qualidade e conforto.

    • Avatar
      Gil 20 de julho de 2020

      Só resta saber quem comprou um carro pcd 2020 vai ficar muito defasado, teriam que almentar o valor das tabela Fipe prós carros usado, só assim conseguimos vender e adiquirir outro veículo sem tem ter que desembolsar um valor tão alto, que vai ser um absurdo

      • Avatar
        Mathias 22 de julho de 2020

        Tabela Fipe é regulada pelo mercado. lei da oferta e procura.

  • Avatar
    Adalberto da Silva Rodrigues 15 de julho de 2020

    Só vai aumentar o valor, vamos pagar mais caro pelos veículos que tem hoje no mercado PCD. Um absurdo, pois as montadoras entregam os carros pelados, comprei um não veio nem tapete, fora outros acessórios. Estou querendo trocar o meu mais não tem uma marca que venha com todos os itens de série. Quem dá desconto é a Receita Federal e Receita estadual, porém as montadoras tiram vários itens como roda de liga, protetor de carte. Tem uma tira até o tampão traseiro do porta malas justificando que ficam mais fácil de carregar cadeira de rodas, não é justo uma vez que não são todos que necessitam de cadeira de rodas. Fica aí meu protesto contra o aumento.

    • Avatar
      Manoel Amauri da Silva 17 de julho de 2020

      Sou deficiente, motivo 04 cirurgias de coluna lombar, com enxerto ósseo, parafusos, hastes e grampos na coluna, fiquei com sequelas e inválido. Comprei um automóvel,Nissan livina no ano de 2011, paguei 36 parcelas, porém, não tive condições de pagar as parcelas restantes devido os juros bancários serem exorbitantes. E a minha remuneração de policial aposentadoria estar defasada há quase dez anos. Portanto não consegui pagar e o banco, confiscou o carro. O governo federal deveria confeccionar legislação para isentar todos os impostos, na esfera federal e estadual e ainda financiar com alienação do BNDS com juros máximo de 1.8 a 2.00 ao ano. Isso pra ajudar o deficiente. Tendo em vista que autoridades, artistas, famosos enfim poderosos, donos de impérios compram Aeronaves, jatinhos, helicópteros, financiados pelo BNDS e com impostos Zero . Sendo que o proprietários de veículos automotores pagam o IPVA e os donos de aeronaves não paga pela propriedade dessas aeronaves. É um descaso com os deficientes brasileiros.Cade a Sra. Michele Bolsonaro, que se diz: que defende a classe dos mudos, dos cegos dos deficientes físicos, agora que ela deveria se manifestar a favor dos deficientes. Para facilitar a vida daqueles que estão pregados em uma cama,cadeira de rodas etc sem se poderem locomover até mesmo com destino a hospitais para tratar da saúde.Acorda primeira dama , Socorro!

  • Avatar
    Adalberto da Silva Rodrigues 15 de julho de 2020

    Vai a aumentar o valor mais não vai ser melhor para os consumidores, pois vão pagar mais caro pelos carros que estão no mercado PCD hoje. Redumindo: só vai aumentar o valor do carro.

    • Avatar
      Andre 15 de julho de 2020

      Sabe que penso a mesma coisa brother. Aumentam o teto e eles aumentam os valores dos carros. Poucas versões, poucas opções os que já existem hoje não valem o preço..

  • Avatar
    Wellington 15 de julho de 2020

    O que tinha que acabar mesmo é essa obrigatoriedade em tirar o ICMS vinculado a montadora e a concessionária específica vc fica preso ao mau atendimento de ambos! Concorrência faz bem! E a montadora que deixa vc em uma fila e as vezes vende um produto diferente do que vc solicitou a princípio, como vc está preso a ela fica sem opção de mudar pois tem que passar por tudo outra vez com outra montadora e concessionária.

  • Avatar
    Regilan Cardoso farias 15 de julho de 2020

    Só queria saber se deficiente auditivo tem o direito dos desconto

  • Avatar
    Sandro 15 de julho de 2020

    Se eles aumentarem o teto, o mesmo carro que custa 69.900 hoje, no outro dia passa custar 89.900, isso é malandragem das montadoras que querem faturar o que o governo abdica de imposto. As montadoras não estão nem um pouco preocupadas com PCD, só com os lucros.

    • Avatar
      Paulo Maximo Boschini 15 de julho de 2020

      É bem por aí, mesmo carro com preço maior alem de sermos obrigados a comprar uma série de opcionais inúteis.

    • Avatar
      Alexandre 16 de julho de 2020

      Verdade, vamos ter mesmo carro a 90.000 tem alguém levando vantagem que não é o cliente PCD.

    • Avatar
      Mathias 22 de julho de 2020

      Se eles não aumentarem o teto, o mesmo carro que custa 69.900 hoje, no outro dia não vai estar disponível para PCD, e no lugar, teremos um veículo igualmente pelado mas de categoria inferior. Já sairam os sedans médios (corola, civic). Os próximos serão os SUVs. Só vai sobrar popular compacto.

  • Avatar
    alvaro andre 15 de julho de 2020

    alem do preço estar sendo mantido se que seja reajustado como tudo nesse pais temos ainda que enfrentar uma serie de burocracias com todos os orgaos envonvidos alem do descaso dos setores que se tem que se passar vamos Brasil isso e um direito adquirido temos que ter mais flexibilidade na ora da aquisição do veiculo com essa insenção e melhorar o setor das documentaçoes muita burucracia e temos que contratar um agente despachante para seguir com os documentos tudo fica caro e ainda muito demorado devia se resolver tudo das agencias revendedoras da marca que se preferir

  • Avatar
    Mathias 15 de julho de 2020

    Vão aprovar nada. Toda reunião é a mesma história. Ouço isso desde 2015. Como eles não podem acabar com o direito de isenção, vão congelar esse valor até que não seja possível comprar qualquer carro.

    • Avatar
      Elias neuba de Oliveira 15 de julho de 2020

      Que bom porque eu também quero comprar um fé em Deus

    • Avatar
      Lincoln S sousa 24 de julho de 2020

      Você matou a charada É isso mesmo Matias

  • Avatar
    valdemir 15 de julho de 2020

    um boa para gente que possuem necessidades especiais( PCDS), mas esperamos que as montadoras respeite mais as pessoas que precisam de locomoção e ter mais direito ao conforto, e menos burocracias da parte dos que promove esse direitos a nós

Avatar
Deixe um comentário