Motor a combustão está com os dias contados lá fora: como fica o Brasil?

Na Europa e em alguns outros locais, veículos movidos por combustíveis fósseis serão banidos em um período de 10 anos

motor do carro arte interna pistao pistoes camara combustao potencia cavalos hp torque
Queima de combustível dará lugar à eletricidade também no Brasil? (Foto: Shutterstock)
Por Alexandre Carneiro
04 de agosto de 2021 16:22

Alguns dos chamados petrolheads, aficionados por pistões, combustível e ronco do escapamento, já preparam a despedida: é que o motor a combustão tem data para morrer. Em países do exterior, em especial na Europa e em parte da Ásia, a expectativa de vida dele não passa de 10 anos. Consequentemente, muitos fabricantes, como os Grupos Stellantis, Ford, GM, Honda e Renault-Nissan-Mitsubishi, já anunciaram que só investirão em propulsão elétrica.

A situação é mais complexa, porém, em regiões menos desenvolvidas, como África, Sudeste Asiático e América Latina. Em tais locais, os consumidores têm menor poder aquisitivo e não há uma política de incentivos aos carros elétricos. É exatamente nessa situação que está o Brasil, onde os poucos modelos com esse tipo de propulsão têm preços muito elevados. E como fica o mercado nacional? O motor a combustão seguirá reinando por aqui?

VEJA TAMBÉM:

Para responder a essas questões, o AutoPapo consultou especialistas, que fizeram previsões parecidas. Para eles, o Brasil vai demorar um pouco mais para aposentar o motor de combustão interna, mas a onda de eletrificação acabará chegando ao país. Inclusive aqui, a tendência é que os carros troquem as bombas de combustível pela eletricidade. Enquanto isso, outras fontes de energia também devem ter espaço.

Marcus Vinicius Aguiar, vice-presidente da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva (AEA), explica que as medidas de priorização do desenvolvimento de tecnologias elétricas anunciadas por grande parte da indústria são imediatas e visam justamente os mercados mais desenvolvidos. Porém, ele acredita que, a médio prazo, os fabricantes voltem a investir em outros tipos de motopropulsão. Segundo ele:

Um mercado de 4 milhões de veículos (como o brasileiro) não é desprezível. Juntos, países da África e da Ásia consomem dezenas de milhões de veículos. Não vamos virar essa chave para os elétricos de uma hora para a outra.”

País grande e desigual

Outra questão levantada por Aguiar é que o Brasil é um país de dimensões continentais, o que dificulta a instalação de infraestrutura para veículos elétricos em nível nacional. Por outro lado, o engenheiro da AEA pontua que as grandes cidades, em especial nas regiões Sudeste e Sul do país, já contam com redes de postos de recarga: em São Paulo, a legislação municipal até determina a instalação deles em novos empreendimentos imobiliários.

O Brasil, na visão de Aguiar, não está muito atrás dos países desenvolvidos no que diz respeito à implantação dessa infraestrutura nos grandes centros urbanos. Para ele, algumas cidades brasileiras podem até ter zonas de circulação só para elétricos já nos próximos anos. Mas isso não implica na aposentadoria breve do motor a combustão: “não haverá, a curto prazo, uma estrutura para atravessar o país com um carro elétrico”, sintetiza.

Como é dirigir um carro elétrico pela primeira vez? Assista ao vídeo!

Paulo Roberto Garbossa, consultor da ADK Automotive, também aponta o tamanho do território nacional, bem como as diferenças socioeconômicas regionais, como entraves para um processo rápido de eletrificação da frota. Entretanto, ele destaca que o consumidor brasileiro gosta de novidades: tanto que, em segmentos premium, veículos elétricos e híbridos já estão obtendo participação significativa no mercado. O especialista em mercado diz:

Existirão nichos de mercado para diversos tipos de produtos, com diferentes sistemas de propulsão.”

Biocombustíveis devem dar sobrevida ao motor a combustão

Aguiar, da AEA, toca em outra questão chave para essa diversificação da propulsão veicular: “A Europa não tem uma matriz energética. E nós temos o etanol, os biocombustíveis e o pré-sal.”

Ele observa que essa estrutura não se tornará obsoleta enquanto os preços dos carros elétricos e a rede de recarga das baterias não forem amplamente acessíveis. E que, para se popularizarem, esses veículos dependem de um plano estratégica do Estado, com incentivos tanto para fabricantes quanto para consumidores.

carro eletrico ponto de recarga
Postos de recarga para elétricos já existem em algumas grandes cidades, mas implantação dessa rede em todo o país não ocorrerá em curto prazo

Por sua vez, Garbossa lembra que os grandes investimentos feitos pelas matrizes dos fabricantes inevitavelmente trazem reflexos para todos os países onde elas atuam. Ele esclarece que, mesmo na Europa, o motor a combustão ainda tem grande participação no mercado: por enquanto, os elétricos não são dominantes. Porém, à medida que for implementada uma estrutura de produção dessa tecnologia, ela tenderá a se popularizar.

O analista de mercado da ADK pondera que, não por acaso, vários outros países, como a Índia, estão investindo em combustível líquido renovável. Para ele, “etanol e biocombustíveis são, sim, boas alternativas”.

Vale lembrar que o álcool da cana pode ser utilizado não apenas em motores de explosão, como também para os elétricos: em vez de ser queimado, o combustível é utilizado quimicamente para extração de hidrogênio que, por sua vez, gerará energia. Isso sem falar na célula de hidrogênio, tecnologia na qual vários fabricantes também apostam.

Híbridos também têm motor a combustão

Enquanto os carros elétricos não se popularizam e uma rede nacional de recarga não é implantada, o motor a combustão seguirá no Brasil como tecnologia obsoleta? Será um dinossauro com uma pequena sobrevida após um apocalipse elétrico? Na opinião de Aguiar, esse futuro não é tão obscuro assim.

O engenheiro da AEA salienta que carros híbridos também são equipados com o motor a combustão. E que, naturalmente, esses modelos seguirão evoluindo nos próximos anos, inclusive no que diz respeito ao conjunto mecânico. Propulsores mais eficientes, que sofrem menores perdas de energia mecânica, capazes de rodar com etanol ou biocombustíveis, em conjunto com baterias e unidades elétricas já são desenvolvidos pela indústria.

Sem um prazo tão apertado para eletrificar a frota e com outras alternativas em mãos, além de um enorme mercado consumidor, países menos desenvolvidos podem, inclusive, receber investimentos das matrizes.

Aguiar cita como exemplo a Volkswagen, que nos próximos anos passará a vender unicamente carros elétricos na Europa: apesar disso, a multinacional alemã anunciou recentemente que pretende transformar o Brasil em um polo de desenvolvimento do motor a combustão.

Você sabia que o AutoPapo também está presente em suas redes sociais favoritas? Clique e confira:

TikTok YouTube Facebook Twitter

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
189 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Wal Santos 19 de novembro de 2021

Questões sobre a implantação da motorização elétrica automotiva: 1- Geração elétrica, como será resolvida? Não sei sobre Europa e Ásia, mas no Brasil, com supostos problemas hídricos, em que se pede pra tomar banho frio nas regiões frias (norte e nordeste não sentem tanta falta disso), precisam investir em novas hidrelétricas ou outras fontes. 2- Postos de reabastecimento, deverão investir e muito na instalação dessas estruturas, quem sabe até nos tradicionais postos de combustíveis que deverão migrar para a energia elétrica. Infelizmente vejo outro problema: os furtos de cabos de recarga. Nao somos igual a Europa como aparece em uma das fotos, com carros estacionados e abastecendo em pontos de recarga, por aqui, o dono virará as costas e aquele cabo desaparecerá, fora a vandalização desses pontos de recarga. 3-. Preço, sabemos que os elétricos ainda estão caríssimos, e só terão preços menos sofríveis com a popularização, mas considerando que os atuais veículos estão com preços cada vez mais absurdos, não será estranho que um compacto elétrico na casa de mais de 200k seja padrão, ou seja, carro atual é para poucos, carro elétrico será para pouquíssimas pessoas.

Avatar
Leandro 11 de outubro de 2021

Agora será a vez dos motores elétricos. Mas o futuro é o motor magnético.

Avatar
José Pereira da Silva 24 de novembro de 2021

TODOS os motores elétricos também são magnéticos

Avatar
Cezar 8 de setembro de 2021

Quando chegar na hora de trocar baterias que chegam a metade do valor de um carro novo kkkkkkk quero ver o q fazer com essas sucatas kkkkkkk….sabendo q tem bateria q não está passando nem pela garantia e está dando o q falar como o caso do rapaz da Europa que teve q pagar 10 000 euros por uma bateria nova na garantia kkkkk….

Avatar
Moacir antunes 25 de agosto de 2021

Os elétricos com preços nas nuvens , porém os a combustão pelo meio ambiente ou pelo fim do petróleo não vão mais que 20 anos

Avatar
Paulo Santana 24 de agosto de 2021

O que não se observa é que o brasileiro não suporta mais os preços dos combustíveis e o descompromisso da política de preços com a situação econômica.

Avatar
Euller Soares Monteiro 22 de agosto de 2021

Me perdoem os “partidários ” dos veículos elétricos…

Mas, por enquanto isso é “utopia”… Talvez em 100 ou 150 anos (ou menos se houver real investimento em tecnologia…) mas os motores elétricos exigem uma coisa…. …geração de energia elétrica em algum lugar… E isso terá um preço, e não vai ser barato..

Fora as famigeradas “baterias”… Em suma, é algo muito, más muito mais caro que manter os veículos à combustão, mesmo que trocando a gasolina pelos bio-combustíveis, vai ser mais barato e mais ecológico… (e quem quiser questionar quem é ou não o menos ecológico, que pesquise sobre os materiais para gerar e/ou armazenar energia elétrica…).

Quando houver um gerador de fusão (que vai gerar energia quase 100% limpa), esqueça… Veículos elétricos vão sempre trazer à tira-colo um custo mais alto, seja no preço do Km rodado ou seja ecológico.

Avatar
Cezar 8 de setembro de 2021

Concordo plenamente

Avatar
Ricardo 6 de novembro de 2021

Em termos de poluição temos o hidrogênio que não polui, e pode (segundo fontes da internet), funcionar em motores a combustão, então pra que carro que tem motor “beberrão”de energia elétrica?. Por mim o viável seria banir a caríssima gasolina,e produzirem kits de adaptação para hidrogênio.

Avatar
José 12 de agosto de 2021

Bom. A matéria é recorrente, enorme. Vou ater-me a ym topico: O Brasil é grande e Desigual. A única solução para o Brasil seria a igualdade social, o pagamento de salarios justos para a população em todas as categorias. Havendo igualdade social, o brasil em 10 anos também sepulta os motores a combustão. Se a classe política trabalhar em prol do país, isso vai dar certo. Masssssssssssss…

Avatar
Brito 18 de agosto de 2021

É isso, José. Aqui no Brasil a introdução de novas tecnologias e que sejam acessíveis a grande massa, sempre esbarrarão nos problemas de desigualdade social.

Avatar
VLADEMIR GONCALVES DOS SANTOS 12 de agosto de 2021

Duvido,kkkkkkk,os motores a combustão estão obsoletos a mas de cinquenta anos,a indústria petrolífera e demais segmentos desse ramo jamais perderão espaço !

Avatar
Sousa 12 de agosto de 2021

Eu li vários comentários motor elétrico é o futuro,por algum lugar nós temos que começar o Brasil não vai suportar a pressão dos outros países sobre a questão clínatica do mundo, então eu acho bom esses monopólio de petróleo e eletricidade sobre a política brasileira começar a evoluir antes que seja tarde a começar colocando pinhas nesses robozinhos de brinquedo e de boa qualidade diga-se de passagem..O FUTURO TA NO AMANHÃ SIGA EM FRENTE.

Avatar
Carlos Alberto 20 de setembro de 2021

“O futuro tá no amanhã” … puxa … a partir de hoje vejo o mundo diferente …

Avatar
Waldir 12 de agosto de 2021

Pessoal acorda…
Bandeira vermelha na conta de energia elétrica, níveis hídricos baixos…
Os europeus usando energia “limpa” e enviando o lixo pra ser descartado aqui…

Avatar
Delinjer souza 11 de agosto de 2021

Com o monopólio da Petrobrás e a política brasileira que se patrocina com rios de dinheiro das empresas estatais, o interesse levará uns 500 anos para podermos começar a engatinhar nesta tecnologia.

Avatar
Paul Muadib 16 de setembro de 2021

O que tem a ver Petrobras com carro elétrico ? Teoria da conspiração ?

Avatar
Sebastião Claudino 11 de agosto de 2021

Acho que a substituição dos carros com motor de combustão por propulsão elétrica tem muitas questões ainda não resolvidas.
A tecnologia de produção dos sistemas de propulsão ainda dá os primeiros passos.
A questão da autonomia das baterias também não está satisfatória. Pelo que eu andei lendo nenhum elétrico oferece autonomia de 500 km. Sem contar o tempo de recarga.
A questão de onde virá é energia para mover os carros elétricos também não está respondida. Vamos gerar essa energia como? Vamos queimar petróleo para gerar a “energia elétrica limpa ” para mover os carros elétricos? Vamos construir centrais nucleares? Alguém já fez as contas de quanta energia é gerada atualmente pela queima de petróleo para mover a frota de veículos mundial?
Talvez essa questão de substituir os carros movidos a combustão interna abra uma janela de oportunidades para se substituir os carros por um meio de transporte mais racional. A ver.

Avatar
Santiago 11 de agosto de 2021

Também questiono essa mudança apressada para veículos movidos a bateria, pelos mesmos motivos.
Uma alternativa bem mais inteligente seria começarmos pela tecnologia hibrido-elétrica Flex, que permite o uso de combustíveis limpos e com grande economia. À qual se seguiria a promissora tecnologia fuel cell, ainda em desenvolvimento.

Avatar
Santiago 10 de agosto de 2021

Tal como a gasolina e o etanol são vendidos a preços supermajorados nos dias de hoje, certamente a eletricidade também o seria no caso de uma massificação dos carros a bateria.
O grande problema está na desregulamentação escancarada. Aqui no Brasil a politica de mercado favorece apenas aos controladores do mercado.

Avatar
Cleyton Camargo 10 de agosto de 2021

Eu fico pensando em como esse povo vai descartar as baterias!
Dá para reaproveitar os composto de uma bateria por quanto tempo?
E o residual? Faz o que com ele? Ah sim, coloca em tambores! Vai transformar em que se a transformação de resíduos é algo extremamente caro?
Não sei não, mas acho que vai dar *lá na Europa e na Ásia! Torço para que não dê…
Sem contar que vamos ter que produzir energia PCR para suprir a demanda em GW.
Aqui no Brasil há uma desculpa esfarrapada para cobrar a bandeira vermelha com a história de que é necessário ativar unidades de produção de forma extraordinária. Puro blefe.

Mas vamos lá, e torcer para matéria prima de produção de painéis elétricos seja suficiente para cobrir as dimensões geográficas, para que seja suficiente uma viagem completa, até que seu carro descarregue e você seja roubado em uma rodovia.
Na verdade pode haver a opção de guardar um pouco de bateria na mala!
Desculpe caros colegas, mas acho que vai demorar muito mesmo!
Só deixando a minha opinião, ainda que seja estúpida.

Avatar
Augusto Lapuente Fazio 10 de agosto de 2021

Aqui no Brasil, o preço dos combustíveis pode fazer a sociedade optar por veículos elétricos, se não houver um cartel para continuar mantendo os veículos elétricos caríssimos como são hoje.

Avatar
Paul Muadib 16 de setembro de 2021

Na Europa e nos EUA também são caros.

Avatar
Alex Araújo Santos 10 de agosto de 2021

Era bom se no Brasil também os dia deles estivessem contando pelo o preço dos combustíveis so subindo tinha que partir pós elétricos🤙

Avatar
Augusto Lima 9 de agosto de 2021

Aqui no Brasil, daqui 50 anos será banido, ou mais. Dependendo da possibilidade de encontrarem mais petróleo por aí.

Avatar
Maichel Gabardo 9 de agosto de 2021

Sobra mais petróleo para minha captiva V6.

Avatar
Hs 10 de agosto de 2021

Cremdeuspai kkkkkk

Avatar
Eduardo 8 de outubro de 2021

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk esse é brabo

Avatar
Joao Luiz Tito Borges 9 de agosto de 2021

Óbvio o Brasil tem geopolítica especial.Tem níveis culturais de diferentes modulações.Temos adaptação social criativa e inconsistências inexplicáveis por ex:
1- o melhor condutos elétrico no mundo .o Grafeno ..
que aqui nem é usado
Os EEUAA tem patente de asfalto com Grafeno ,( uma faixa de autopista ) que pode recarregar imediatamente o carro elétrico .
2- O Brasil tem nióbio ( maior produtor do mundo que com 100 g em 100 toneladas de ferro faz titânio com 200 X mais forte e isso faz uma autopista elevada no Pantanal até RGN sendo uma com Grafeno *

Avatar
Paul Muadib 16 de setembro de 2021

Te contaram um fake e você acreditou: nióbio já é usado há décadas na metalurgia e não é nenhuma mágica como você apontou. E ainda está na mão da indústria privada, ou seja, riqueza para meia-dúzia.

Avatar
Maurilio Previatti 9 de agosto de 2021

Não vamos nos preocupar!!! eles usando os elétricos sobra mais petróleo.

Avatar
Lucas 10 de agosto de 2021

O problema não é sobrar mais petróleo é que vamos bancar americanos , que ditam os preços aqui e suas ações não poderão desvalorizar e os políticos ? Em Minas, 60 por cento é de imposto, tá difícil.

Avatar
Milene Lima 8 de agosto de 2021

Isso é perigoso, pois se o carro elétrico cai num rio, lago ou algo parecido as pessoas morrem eletrocutadodas?

Avatar
Paul Muadib 16 de setembro de 2021

Mais perigoso ainda é incêndio nas baterias, que podem durar até 12 horas sem chance de serem apagadas.

Avatar
Eca 8 de agosto de 2021

Uai…fica como está… Carros 4 a 6 x mais caros que em qualquer lugar no mundo, todo mundo comprando usado com valor de novo e financiado pelo banco!

Avatar
Tim 8 de agosto de 2021

Acaba com a gasolina mais a energia elétrica quadríplica aí não adianta Brasil só acabando é começando de novo sem português, sem filha da nenhum nascendo de chocadeira para não trazer ranso de nada.

Avatar
Lavozier Estevao Dos Santos 8 de agosto de 2021

Isso vai acontecer, não tem volta,
O problema é a política e a politicagem em volta da “questao”,
Quanto vamos pagar pelo carro elétrico? E quanto vamos pagar pelo abastecimento! Quem leva vantagem.

Avatar
Devanil 8 de agosto de 2021

Países desenvolvidos passarão a usar motor elétrico, o lixo continuará nos países pobres.

Avatar
Roberto de Luna 8 de agosto de 2021

Não vejo a hora dos veículos elétricos se popularizar pra acabar com essa festa de aumento dos combustíveis.
Quero ver se Sra Petrobrás irá ficar sugando o povo com o monopólio do combustível, principalmente o povo menos favorecido.

Avatar
Everaldo Moretto 8 de agosto de 2021

Que sonho né pensa eu o povo menos favorecido com meu gol quadradinho que vale 6k encostando meu elétrico de 200k na garagem O sonho Bom.

Avatar
Rhyan Vakula Silva 8 de agosto de 2021

Medo é o aumento das conta de luz kkkkk que o nosso governo vai querer ganhar em cima disso kkkkk, falando o que eu acho né kkkk talvez não aconteça isso

Avatar
Milton 9 de agosto de 2021

Não é um comentário tão fora da realidade, aqui querem colocar impostos em tudo, pior é que aceitamos calados e ainda tem que torna político ídolo.

Avatar
Yukichige Noguchi 7 de agosto de 2021

O Brasil não só vai continuar com os carros de combustível fósseis que por sinal muitos com mais de dez anos de uso, como muita gente vai investir nos veículos de tração animal, a popular carroça e também na charrete.

Avatar
Neivam 7 de agosto de 2021

Imagina 4milhoes de carros ligados a tomada todos os dias?será que vai ter energia para todos carregar as baterias?aqui no Brasil e em todo o mundo nunca vai acabar o carro a gosolina, álcool e diesel

Avatar
Amigão 9 de agosto de 2021

Existem fontes de energia como a luz solar pra isso amigão, só não acha solução quem não quer.

Avatar
Milton 9 de agosto de 2021

A energia solar ainda é cara, mas logo deve se popularizar, isso que eu espero.

Avatar
JUSMAR JOSE CIRIBELI 11 de agosto de 2021

Eu acho que o próprio carro eletrico se recarrega de carregar a bateria..e a própria energia gerada devem ter um adaptador que aumenta o poder da energia gerado pelo próprio motor como e hj.o negócio q deve taxhavebdo uma participação da.shel.e outras fmdistribuidiras mundial q estão querendo q os carros elétricos parem nis postos pra recarregar a bateria..e acho q isso não é necessário só em alguns caso.. as o próprio carro se sustenta e só descobrir um a peça q acumula a energia gerada pelo carro co o e normal é aí essa peça aumenta a carga como una bobina.q já existe.. coque o dedo na ponta do cabo q passa pela bobina e vai pras vendas e muito forte..então acho q é nutridas deste distribuidores com medo de di intuir as vendas de combustível. Etc.

Avatar
Paul Muadib 16 de setembro de 2021

E você acha que tem luz solar quando o pessoal chegar do trabalho e for recarregar o carro ?

Avatar
Milton 9 de agosto de 2021

Vai sim amigo, sendo que esse dia está mais próximo do que pensamos, mas no Brasil demorará muito ainda.

Avatar
Pedro 9 de agosto de 2021

Até os carros elétricos chegarem aqui, eles vão gerar eletricidade de outro jeito, como células foto voltaicas nos vidros, energia de frenagem, rodas como sendo dinamos e outros em desenvo.

Avatar
Paul Muadib 16 de setembro de 2021

4 milhões é pouco….a frota brasileira é muito mais do que isso.

Avatar
Silvio 7 de agosto de 2021

O Brasil tem que acompanhar o mundo, ao meu ver assim que o mundo mudar para carros elétricos no Brasil não vai ser diferente. Pode até demorar um pouco mais, porém não demoraria muito até substituir toda frota Brasileira.

Avatar
Júnior Palhares 7 de agosto de 2021

Reportagem do fim do mundo. Apesar da evolução dos automóveis, com a substituição por carros elétricos e outros tipos, os clássicos e seus fãs, movidos a combustível fóssil, vão permanecer através dos tempos, é paixão e história.

Avatar
Almir Nunes 7 de agosto de 2021

Embora a poluição ambiental pelo combustíveis fósseis seja comprovada apenas localmente, em ocasiões de grandes congestionamentos, a influência da política mundial de controle das tendências globalizadas, para ditar regras de condutas impostas aos países subdesenvolvidos e em desenvolvimento, impõe a ordem mundial de mudanças, as quais vão empobrecer e aumentar ainda mais a dependência dos países mais desenvolvidos. Se o preço do combustível no Brasil já está um absurdo, eletricidade então nem pensar!

Avatar
Ademir Brito 7 de agosto de 2021

NOSSO COMBUSTÍVEL E UM ROUBO ENTÃO VAMOS COMPRAR CARROS ELÉTRICOS E DEIXA A PETROBRAS COM A GASOLINA COM ELES NÉ,KKK

Avatar
Paul Muadib 16 de setembro de 2021

O Bolt da GM tem consumo de recarga de 7.680 W/h, sendo que com isso carrega somente o correspondente a 40 km de autonomia em 1 hora. Se for para dar uma carga total, chega a 10 horas. Já pensou deixar seu chuveiro elétrico ligado por 10 horas seguidas várias vezes no mês ?

Avatar
Artur 7 de agosto de 2021

Meu ponto de vista a respeito: de nada vai adiantar motor elétrico no que refiro-me, a ter que pagar pra dar recarga…. Me pergunto por não promover energia solar no teto dos carros já vindo de fabrica… Aí acabaria com os custos de recarga? (((Simples, pelo motivo de não gerar lucro pra empresário))) -eu já imagina.

Avatar
Samir Mantega 7 de agosto de 2021

Artur, você é um gênio! Como é que ninguém tinha pensado em colocar um teto para captação solar que deixasse o carro totalmente autônomo?!
Vai fundo na engenharia!!!! Parabéns pelo pensamento revolucionário!

Então, quantos kWh produz uma célula solar de 2 m2? Teu carro vai rodar quantos metros?

Avatar
Paul Muadib 16 de setembro de 2021

Esse pessoal que faz conta…

Avatar
Paul Muadib 16 de setembro de 2021

Que não faz conta…

Avatar
Aécio de Morais 7 de agosto de 2021

A tendência é postos com fontes solares para recarregarem os veículos de pequenos e grandes portes.

Avatar
Paul Muadib 16 de setembro de 2021

Já calculou o tamanho da área de coletores solareas para isso ? E quando chegar no fim do dia ?

Avatar
Artur Teixeira 7 de agosto de 2021

QUEREM EMPURRAR ESTAS PORCARIAS AMBIENTAIS PARA O CONSUMIDOR BRASILEIRO. NÃO CAIAM NESSA!!

PRIMEIRO: A AUTONOMIA DOS ELÉTRICOS MAL DARIA PARA ATRAVESSAR A METADE DA DISTÂNCIA DE UM ESTADO COMO A BAHIA OU O MATO GROSSO, OU O MARANHÃO, NEM MUITOS ESTADOS BRASILEIROS;

SEGUNDO: CADA CARRO ELÉTRICO TEM EM IMPACTO AMBIENTAL E ECONÔMICO PROVENIENTE DA MINERAÇÃO E PROCESSAMENTO DE SUAS MATÉRIAS PRIMAS, PRINCIPALMENTE SILÍCIO, CÁDMIO, E COBRE, MAIOR DO QUE AS EMISSÕES DE FIAT UNO DURANTE TODA A SUA VIDA ÚTIL;

TERCEIRO: O PREÇO AO CONSUMIDOR TEM NA SUA ESSÊNCIA UM EXTREMO “LUCRO PELA NOVIDADE”, SENDO MAIS DE 15% DO VALOR DESSES “BRINQUEDOS”, ROYALTIES DE PATENTES;

QUARTO: DEPOIS DE 5 ANOS DE USO, A TROCA DAS BATERIAS CUSTA PARA O USUÁRIO O VALOR DA TROCA INTEGRAL DO CARRO, FICANDO OS FABRICANTES COM O LUCRO DA GERAÇÃO DE “SUCATA” INOPERANTE, ENQUANTO O USUÁRIO ACABA FORÇADO A COMPRAR OUTRO NOVO*;

QUINTO: COM A A PRESENTAÇÃO DA NOVA TECNOLOGIA DE CAPTAÇÃO DOS PAINÉIS SOLARES (1000 VEZES MAIS W POR M2), LOGO A PRODUÇÃO ONLINE DE ENERGIA SERÁ MAIOR QUE A CONSUMIDA NO MOVIMENTO DOS CARROS, AS PLACAS DE CONTROLE, OS TRANSFORMADORES, AS BATERIAS, OS CABOS, OS RELÊS, TUDO TERÁ QUE SER SUBSTITUÍDO PELA “NOVA TECNOLOGIA”

Avatar
MARCELINO WITTIG FRANCO 7 de agosto de 2021

“O Brasil é o celeiro do mundo”
Mas coloca “trator elétrico” no Google e só vai ter resultado de brinquedo.
Como Eng. Agrônomo, creio que o confiável (e barulhento) motor a diesel ainda vai ser o responsável por produzir muito alimento para o mundo.

Avatar
Jonatan stadler 7 de agosto de 2021

A JD tem protótipos em desenvolvimento
,Porém nada definido.
Más como no caso dos caminhões já vi modelos que conseguem ser superiores aos caminhões a combustão.

Avatar
Everaldo Moretto 8 de agosto de 2021

Pensa nos belos caminhões com motorização elétrica transportando alimentos e produtos em nossas moderníssimos vias como a transamazonica,na 319 e outras joias deixadas por governos corruptos.Quanta gente vai morrer à mingua?

Avatar
Claudio 8 de agosto de 2021

Caminhoes pesados, Navios, Aviões,Tratores, etc vão demorar um bocado p serem substituídos.

Qtos veiculosleves o Brasil tem? Já imaginou todos ligados em tomada? A demanda de energia?

Avatar
Hugo Carvalho Cassimiro 7 de agosto de 2021

O bom deste tipo de matéria é que duas coisas ficam claras: 1 – Os especialistas tendem a defender seu nixo, visando não estimular uma corrida e uma pressão para que haja uma aceleração nesta mudança e 2 – podem esperar sim uma mudança rápida, como dizia Jô Soares, quando os especialistas apontam muito em uma direção, espere outra coisa. Se alguém se lembra, a maioria dos especialistas previam que demorariamos mais de 20 anos (ou seja, até hoje) para que nossa frota se tornasse majoritária Flex e não levamos nem 7… Não sei se é pelo patrocínio ou por conservadorismo mesmo, mas podem esperar mudanças muito mais rápida deste mercado.

Avatar
Artur Teixeira 7 de agosto de 2021

Perfeito raciocínio e colocação. Exatamente isso!!

Estão a manipular o mercado consumidor oferecendo mais do mesmo em outra capa. O importante é mover a roda gigante da economia.

Trabalhem e paguem, trabalhem e paguem, trabalhem e paguem..

Avatar
Everaldo Moretto 8 de agosto de 2021

Pense meu comprar o meu Fiat uno 2010 flex por 12000 mil reais,bacana. Agora comprar um Zoe por 160k tu acha que vai ser mel na xupeta? Pensa toda essa frota envelhecida que mal tem pra bota 20 pila na bomba?

Avatar
Teruo 6 de agosto de 2021

Aumentou a gasolina, vou usar álcool,mesmo assim está aumentando os preços, vou comprar veículo mais caro mas movido a diesel, e tá ficando caro tmbm, vou comprar carro híbrido tmbm caro, a bateria tem vida útil, sou obrigado a trocar de carro, vou comprar carro elétrico… Vou arrumar por q vou ficar mais um tempo com ele! Manutenção é caro! E por aí vai, de qualquer maneira vão ter q pagar contas! Acessibilidade pra maioria? Será um sonho ou realidade?

Avatar
Milton 9 de agosto de 2021

Seu raciocínio é incompleto, maneira que você colocou serve para tudo.

Exemplo: tv HD – full HD – 4k – 8k etc

Ex: Smartphone: iPhone 9 -10 – 11 – 12 etc

Só quem pode vai acompanhar..

Avatar
Cezar 8 de setembro de 2021

Concordo plenamente

Avatar
João de Camargo Castro Filho. 6 de agosto de 2021

O que será feito das baterias quando ficarem saturadas pelo uso? Terá lugar para tudo?

Avatar
Everaldo Moretto 8 de agosto de 2021

Eu não sou especialista no assunto mas creio eu que serão recicladas em grande parte.

Avatar
José Aguinaldo do Nascimento 6 de agosto de 2021

Será com a vinda do carro elétrico a energia vai ficar mais barato 😁

Avatar
Rui nei sampaio 6 de agosto de 2021

A melhor coisa pro pkaneta

Avatar
Anônimo 6 de agosto de 2021

A medida que a adoção dos carros elétricos crescem ao redor do mundo, o mesmo acabará acontecendo aqui também.

Avatar
Geraldo Primo irmão caminhoneiro 6 de agosto de 2021

So o Brasileiro fazer uma matemática justa.
O preço do petróleo
Brasileiro cobrado pela esta Petrobrás desgraçada
Mensalmente para quem
Faz uso de veículos
No mínimo 08 horas
Por dia o carro.eletrico
Ainda sai mais em conta.

Avatar
Santiago 6 de agosto de 2021

Os veículos 100% elétricos ainda tem mal resolvida a questão das baterias – tanto no custo, quanto na eficiência e segurança, além da questão ambiental (na fabricação, e no descarte futuro).
Além da pergunta que não quer calar: De onde tirar eletricidade para recarregar as milhões de baterias de uma futura gigantesca frota de elétricos???
Porque tanta pressa, e porque apostar todas as fichas apenas nos elétricos???
Bem menos complicado, e menos caro, seria investir na massificação dos hibrido-eletricos e dos fuell-cell. E posteriormente seguir evoluindo daí.

Avatar
Everaldo Moretto 8 de agosto de 2021

Eu tiro grande parte da energia que consumo de placas fotovoltaicas. Creio que quem tem no mínimo uns 160k para adquirir um carro elétrico não vai se furtar a instalar algumas placas se precisar.

Avatar
Paul Muadib 16 de setembro de 2021

E quando você chegar do trabalho sem luz solar em casa, vai recarregar como ? E já pesquisou o consumo de recarga de um elétrico ? A conta não fecha.

Avatar
Vancleves Cerqueira de Almeida 6 de agosto de 2021

Já estou me preparando para os veículos elétricos, no telhado da minha casa tem 36 painéis solares e pretendo instalar mais 30 de 500w monocristalino,vendi meu carro não pretendo comprar outro até consolidar essa transição para veículos mais eficientes seja a combustão ou elétrico, até lá utilizo veículos alugado e aplicativo de mobilidade urbana.

Avatar
Leonardo Roberto Azrak 6 de agosto de 2021

Brasil deveria ficar num motor exclusivo a etanol, elétrico não vai durar em lugar nenhum do mundo

Avatar
Cezar 8 de setembro de 2021

Só se as baterias durassem 30 anos no mínimo…

Avatar
Paul Muadib 16 de setembro de 2021

E você acha que daria para abastecer toda a frota de etanol ? Só sonhando…

Avatar
Geraldo Fernandes Baptista 6 de agosto de 2021

Carro elétrico só é viável se for por energia solar….o resto é conversa fiada…aqui estamos racionando energia para ecomizar até um pequeno banho de 5 minutos…

Avatar
Diego 7 de agosto de 2021

Exatamente, se os carros fossem elétricos, teríamos que desligar nossas casas da tomada.

Avatar
Roberto 8 de agosto de 2021

Tem razão.
Tudo é mais uma forma de crucificar os menos favorecido

Avatar
Milton 9 de agosto de 2021

A energia solar na chegou ao Brasil faz tempo, existia até um financiamento da Caixa Econômica, não sei se existe ainda.

O problema é que não é uma energia acessível, custo e alto para colocar essas placas solares.

Avatar
Pedro Fonseca 6 de agosto de 2021

Pra variar o POVO enganado duplamente.
A combustão já era. SO PREJUÍZO

Avatar
Lourival dos Santos Junior 6 de agosto de 2021

Acabara a Petrobrás e as roubalheiras ficarão no passado com relação a combustível

Avatar
Paul Muadib 16 de setembro de 2021

Petrobras não fabrica só gasolina, pesquise mais.

Avatar
Adriano b chixaro 6 de agosto de 2021

Quero ver um elétrico puxa uma RONDOTREM COM 80MIL KG.VAI CUSTAR DEMAIS.

Avatar
Everaldo Moretto 8 de agosto de 2021

Se motores elétricos movem trens enormes porque não iriam puxar um Rodotrem ou bitrem?

Avatar
Paul Muadib 16 de setembro de 2021

Uma coisa é estar ligado numa rede elétrica de carga alta, outra é usar bateria. Você liga o seu condicionador de ar em pilhas alcalinas ? É eletricidade, né ?

Avatar
Rosângela 6 de agosto de 2021

Será? Que falo tanta asneira? Ou será que as pessoas estão presas em teoria da conspiração? Não há ninguém sendo controlado senhor “Beagle” viva a vida de forma plena. O homem é livre e nasce livre mas se prende as convenções sociais. Relaxe, fique em silêncio e sinta quem vc é.

Avatar
Sander 6 de agosto de 2021

Fora da realidade do Brasil quantos anos já faz q inventaram carro até hj é complicado comprar um Fusca imagina um elétrico vai é piorar se eles não ganha no petróleo eles ganha na energia fora os preços q sempre são longe de nossa realidade eu nem me imagino em um carro desses kkkkk

Avatar
FABRÍCIO DIEGO PEREIRA 6 de agosto de 2021

Brasil não tem nem um trem elétrico, de alta velocidade, que ligue o Sul ao Sudeste, vai pensar em frota de carros elétricos, pode esquecer,

Avatar
Amigão 9 de agosto de 2021

Olha o tamanho do país amigão, e você quer um trem atravessando um continente todo, tá na Disney, o trem vai passar com o Mickey e cia. 🚆🚆🚆🚆🚆🚆🚆🚆🚆🚆 🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡🤡

Avatar
Marcelo Bento da Silva Junior 6 de agosto de 2021

A ciência está mudando o mundo. Parabéns para os empresário corajosos por infrentar essa máfia do petróleo no Brasil. Os eletrônicos não e a solução definitiva para o transporte no Brasil, seria como um algum a mais pois com a sua autonomia não conseguimos viajar com o carro, a não ser que os cientistas desenvolvam um Sistema onde o sol e o giro das rodas dos carros gerem energia para a bateria. Ou se pudéssemos usar um bio combustível que gere energia para carregar a bateria quando estiver em movimento. Daria até pra percorrer 1000Km. Atenção locadoras de veículos, Vamos investir nos elétricos urgentemente. Tanto os carros quantos as motos elétricos, tem que ter um insentivo do governo Brasileiro. Vamos acabar com a poluição, com o aumento dos combustíveis. Vamos dar boas vidas para os futuro com menos combustível gasolina, disel, etanol e gás.

Avatar
Paul Muadib 16 de setembro de 2021

Já existe o E-Power da Nissan, que um motor a combustão gera energia para uma pequena bateria e esta alimenta um motor elétrico. Chega a fazer 36 kms por litro.

Avatar
Allan 5 de agosto de 2021

No Brasil daqui a cinquenta anos até lá eles vai aumentar a energia elétrica pra 300 reais para todos

Avatar
Sérgio Santos 5 de agosto de 2021

Pensem, tudo vai ser resolvido, o carro elétrico irá baratear muito, exemplo a bateria ficará muito barata, agora com a bateria de ferro, os carros atuais sofrerão retrofit em larga escala, os mecânicos terão que aprender a ser eletro mecânicos, e nos aprenderemos a escolher nossos dirigentes, iremos ter renda melhor os trabalhadores irão trabalhar com amor as profissões, enfim”Paz,amor e prosperidade” para todos.

Avatar
Polvo 5 de agosto de 2021

No Brasil carro elétrico será nicho de mercado, ou seja, carro a combustão continuará a existir por aqui. O que deve acontecer é termos uma menor presença dos fabricantes tradicionais e a entrada de outros fabricantes, principalmente chineses.

Avatar
João das peças 5 de agosto de 2021

Como fica o setor de Auto Peças? Parte mecânica

Avatar
Vancleves Cerqueira de Almeida 6 de agosto de 2021

Vão continuar vendendo, faróis lanternas, baterias, portas vidros pneus e tudo o que for necessário para os veículos eletricos

Avatar
João das peças 6 de agosto de 2021

Trabalho só com com componentes de motor cabeçote , virabrequim etc..

Avatar
João das peças 6 de agosto de 2021

Parte mecânica trabalho , vamos quebrar na imenda uhhh

Avatar
José Cesar 5 de agosto de 2021

O problema maior é o preço do carro. Levando em conta, que a maioria da população brasileira,p não ganha mais que cinco salários mínimo, fica difícil o carro elétrico se popularizar por aqui. Já está muito difícil, comprar um carro zero quilômetro, nos dias atuais. Incentivo do governo? Com esse desgoverno, que nós temos atualmente? Esqueça! Lembrando ainda que a maioria dos eleitores, votam mal e porcamente. Isto vai atrasar muito a tão pretendida aposentadoria dos motores a combustão interna. E os donos de carros antigos? Como é que ficam? Acham mesmo, que eles vão jogar seus carros na sucata? São muitas perguntas sem resposta, pelo menos por ora.

Avatar
Vancleves Cerqueira de Almeida 6 de agosto de 2021

O que é caro no veículo elétrico é a bateria, mais a medida que novas tecnologias e novos materiais mais eficientes começarem a ser utilizado o preço vai cai, e quem quiser continuar com seu carro a combustão pode ficar, a troca não é obrigatória, pois a mudança não vai ser rápida

Avatar
João Eduardo 5 de agosto de 2021

O custo do elétrico ainda é inacessível.

Vamos viver nossa realidade e parar de comer sardinha e rotar caviar

Avatar
Augusto 5 de agosto de 2021

Aqui no Brasil com sempre não tem interesse em nada que possa ajudar o planeta e a população somente o que importa e ter lucro é imposto

Avatar
Pedro Paulo 5 de agosto de 2021

Eu não diria a população, Augusto, as únicas pessoas que se importa com lucro pelo menos aqui no Brasil, são os riquinhos poderosos, políticos que só pensam no seu próprio umbigo e não tão nem aí pra mudar alguma coisa que preste nesse país…..

Avatar
Andre 5 de agosto de 2021

Carro eletrico no Brasil e so para rico quem paga 200 a 500 mil por um carro o povo brasileiro mal consegue comprar um popular e gasolina com precos orbitantes imagina a luz para carregar um eletrico ja esta o olho da cara se inventarum carro movido a agua tem que torcer que chova para abastecer dai ate a agua sobe de preco.

Avatar
otavio silva lima 5 de agosto de 2021

Teu dó de vocês que acha que motor de combustão vai acabar dependendo de nós petrolheads vai continuar tendo até se virar crime.

Avatar
Rodolfo 5 de agosto de 2021

Quanto todos os carros do Brasil forem elétricos vai vir o efeito colateral… vão perceber que carro elétrico também polui. Então o carro elétrico será banido e não poderemos mais andar nem de charrete ou a cavalo, pois também vais ser proibido. E eu tenho dó de cavalo ser usado para puxar carga e charrete. Iremos voltar aos tempos das cavernas.

Avatar
Ravaneri dos Santos 5 de agosto de 2021

Infelizmente aqui no Brasil há muito de mente fechada, egoísta e ganânciosos;querem tirar proveito de tudo, principalmente as nossas altoridades ; eles querem vantagens financeira e livros absurdo não estam nem aí para o progresso da nação; com certeza isto levará muito mais de 20 anos para começar aqui no Brasil.

Avatar
Alvaro Augusto Cini 5 de agosto de 2021

O que ninguém conta é que não se tem ideia onde se armazenará baterias vencidas ou substituídas – são de grande volume. Fora isso imagina um grande congestionamento no meio da neve no hemisfério norte e acaba a bateria do veiculo. Morre todo mundo congelado.

Avatar
Imperius Angiris 5 de agosto de 2021

Esse debate é muito complicado, a Europa quer mudar os carros para motores elétricos por causa do meio ambiente, mas qual é a principal matriz energética européia? Petróleo, gás e carvão, esse último extremamente poluente, ou seja, trocarão seis por meia dúzia para rodarem carros elétricos. Aqui até daria certo, temos muito potência de energia limpa e renovável (hidroelétricas e amplo espaço para energia vinda do sol, ventos e mar), só que isso demanda muito investimento, não temos nem 1% da frota de carros elétricos e já estamos tendo risco de racionamento, imaginem se tivessemos cerca de 30% da frota de veículos com motores elétricos. A discussão desse assunto está muito simplista e se limitando apenas à troca dos motores.

Avatar
Tirso Marçal 5 de agosto de 2021

“Países do exterior” é bão…

Avatar
Marcelo 5 de agosto de 2021

Minha previsão apocalíptica é que em alguns anos de consumo de baterias, estas terão de ser descartadas, causando um desastre ambiental maios que o co2. As baterias destruirão o lençol freático, bem mais difícil de resolver.

Avatar
Aderbal 5 de agosto de 2021

Compre seu carro elétrico e percorra milhares de km sem regarregar na tomada. Sim é possivel mas com minimo de consumo de combustível

Avatar
Ivo Nunes 5 de agosto de 2021

Vai ser igual a TV Digital aqui no Brasil, na minha cidade ainda não chegou e todo mundo usa a Internet pra ter acesso, do mesmo jeito os Carros Elétricos, talvez até lá vamos ter outras alternativas melhores e acredito que um Carro Solar é sim ecologicamente correto.

Avatar
Navi 5 de agosto de 2021

Não vá onda das fábricas, quanto a autonomia do carro, se dizem que é de 500 Kms, na prática não passa de 260kms, não existe milagre, prevejo muita gente insatisfeita e querendo voltar para o combustível, prevejo tb um guincho socorrendo motoristas com bateria descarregada, e usando um gerador para o infeliz poder voltar para casa, depois da recarga, e não sairá barato.

Avatar
Ricardo 6 de agosto de 2021

É isso mesmo que vai acontecer , e se acontecer …., Porque esses entusiastas do carro elétrico acham que todos estão gostando da idéia, sendo que na verdade muitos ainda sonham com a compra de um carro a combustão ou Híbrido, eu acredito que o motor a combustão só vai deixar de ser o preferido, quando motores elétricos veiculares possuírem grande autonomia e uma rápida recarga.

Avatar
Navi 5 de agosto de 2021

Não tem nem energia para o povo, vai ter para milhões de veículos elétricos? E o preço deve seguir o mesmo reajuste que a da gasolina/alcool, com as mesmas desculpas de sempre, esperem e verão, uma nova máfia deve surgir ou as mesmas vão se adaptar para botar as mãos.

Avatar
Paulo S Miranda 5 de agosto de 2021

Estão cuspindo no prato que comem:carro elétrico na Europa não é nem mais barato nem polui menos .Agora o povo paga

Avatar
Navi 5 de agosto de 2021

O negócio é levar um pequeno moto gerador diesel , para emergência no caso de acabar a carga.

Avatar
RICARDO LUIS GAGLIARDI 5 de agosto de 2021

Já existem novos modelos híbridos com motor elétrico exclusivo para locomoção e motor a combustão de etanol exclusivo para rodar um gerador de recarga onbord no veículo. Esse modelo me pare e ser omais inteligente pois não é uma tecnologia tão cara quanto a célula de hidrogênio e resolve a falta de infraestrutura de postos para abastecimento elétrico, que também seriam inviáveis em grande escala pelo tempo que leva para abastecer um único veículo, que é de duas a quatro horas!

Avatar
Scala 8 de agosto de 2021

Isso é carro híbrido!

Avatar
JOSE LEMOS 5 de agosto de 2021

Tenho uma Paratí ano 91 a ALCOOL, o carro tem 120.000 km rodado, originais, com motor AP – 1.8

Ainda terei futuro com este veículo ?

Há alguma alternativa para que possa adaptá-lo para o contexto moderno ?

Avatar
Marco 5 de agosto de 2021

É lamentável o que ocorre no Brasil: aqui se vende elétricos e híbridos como a salvação do meio-ambiente e, no entanto, a gente vê que é só exploração do consumidor pelas montadoras. Lá fora, as montadoras equiparam os Países com uma ampla rede de reabastecimento de elétricos. Aqui no Brasil, terra de bananas, não colocaram um mísero ponto de recarga em lugar nenhum. Eu mesmo tenho um híbrido plug-in. Acabo de rodar 5.000Km pelo Brasil, e sabem onde encontrei um ponto de recarga? em um shopping em Cuiabá. Só. E mais em LUGAR NENHUM! Chega a ser um estelionato isso.

Avatar
Adriano Cosme de Oliveira Machado 5 de agosto de 2021

Em Brasília, no Parkshooping tem, vc não passou por lá.

Avatar
RICARDO LUIS GAGLIARDI 5 de agosto de 2021

Mesmo que existísse uma rede ampla de postos com carregadores, esse sistema jamais funcionaria quando se tivesse um frota em sua maioria elétrica dado o tempo de abastecimento de cada veículo. Os postos estariam sempre lotados com filas de espera por períodos longuíssimos. Só o carro híbrido com gerarador de racarga movido a etanol seria viável no Brasil. A tecnologia de célula de hidrogênio é muito cara e tornaria os veículos pouco competitivos.

Avatar
Rosângela 6 de agosto de 2021

Se eu sou gado vc é conspiracionista. Ninguém quer controlar ninguém nem meter a mão em reserva de petróleo de ninguém. Relaxa e fique em silêncio. Pq tanto barulho se vamos morrer e toda essa ilusão ficará pra trás.

Avatar
Jose Luiz De Martini 5 de agosto de 2021

Carros eletricos hoje ainda são uma promessa de maiores lucros para as montadoras, mas de fato tem todos os argumentos tecnicos para ganharem as ruas. Porém no caso do Brasil ainda seriam um tiro no pé, pois o nosso consumo adicional é atendido com termo eletricas. Mas vale um programa de energia renovavel, principalmente solar e eolica, onde o consumo para veiculos ficaria condicionado a compra num mercado especifico de energia, como já acontece para outros consumidores (mercado livre ou mercado incentivado). Nestas condições o custo operacional do veiculo seria bem reduzido em relação a gasolina/etanol e assim não seriam necessários outros incentivos, além da redução de preços e produção em maior escala dos veiculos.

Avatar
Rodolfo 5 de agosto de 2021

Quanto todos os carros do Brasil forem elétricos vai vir o efeito colateral… vão perceber que carro elétrico também polui. Então o carro elétrico será banido e não poderemos mais andar nem de charrete ou a cavalo, pois também vais ser proibido. E eu tenho dó de cavalo ser usado para puxar carga e charete.

Avatar
Carlos Henrique Teutschbeim 5 de agosto de 2021

Vao criando a perspectiva de morte do motor a combustao os mesmos paises que se apressaram a por as maos em nossas reservas petroliferas do PreSal, coisa paradoxal nao e ? E ainda somos viloes no aspecto da poluiçao atmosferica… Nem o alcool nem o biodiesel se tornaram opçoes unanimes, em relaçao aos combustiveis fosseis…

Avatar
Ivo Nunes 5 de agosto de 2021

Concordo com o seu comentário, pois querem menos poluição e carros elétricos vão demandar mta energia elétrica e essas vão vir de Dieesel e Carvão que aumentará as emissões de poluentes na atmosfera, e nos brasileiros estamos a anos com problemas elétricos pelas faltas de chuva nos reservatórios.

Avatar
Rosângela 5 de agosto de 2021

Ninguém quis botar a mão em reserva de pré sal, para de repetir fakenews.

Avatar
Marcos 5 de agosto de 2021

Quiseram sim senhora gado.

Avatar
Samuel Baier 5 de agosto de 2021

E os caminhoes? Terão pontos de recarga e briga nos mesmos a tapa pra recarregar mais rápido e terminar uma viagem? Quanto consumirá um caminhão movido a álcool? O Brasil não conseguiu uma malha ferroviária decente dirá abolir caminhões a diesel…e tem o Agro ainda…

Avatar
Jose Luiz De Martini 5 de agosto de 2021

Sobre a malha ferroviaria a mesma tem crescido tanto em distancia quanto em capacidade de carga. Logico que é um processo lento, mas as novas concessões e renovação antecipada de outras tem caminhado neste sentido. Só a industria nacional de vagões pode chegar a 5.000 unidades por ano, e na mesma proporção a de locomotivas. Lógico que voltada as grandes cargas, graneis, minerios e contaneires. Infelizmente nosso conturbado momento politico afasta da midia estas noticias, mas recomendo acompanhar os serviços (sites) especializados no setor. As operadoras vem batendo recordes em relação ao transporte ferroviario. Além disto uma nova lei permite a implantação de ferrovias por “autorização” e não necessáriamente por “concessão” o que permitirá um incremento principalmente na capilaridade do sistema ferroviario.

Avatar
Joab 5 de agosto de 2021

Carro elétrico não é novidade, estão aí desde o século 18/19. O tema retorna, ao meu ver não tem a ver com sustentabilidade (poluição do meio ambiente) mas com controle. Com essa onde de obrigar as pessoas a serem marcadas com essas INJEÇÕES “SALVADORAS” (adiante será intenso – futuro é sombrio), será menos difícil controlar a mobilidade das pessoas para longe (um robozinho vai liberar ou não uma recarga, se a pessoa estiver ou não marcada). Motor à combustão até com água pode funcionar funcionar; então é melhor retirá-los logo de circulação antes que uma processo de modificação massivo aconteça…Ah, a Tabata Amaral tem um projeto que, segundo ela, visa melhorar a saúde dos professores em sala de aula (será que irão obrigar as criancinhas à participar desse experimento – TOMAR A INJEÇÃO?).

Avatar
Rosângela 5 de agosto de 2021

Você bebeu o quê? Quero tomar dessa também.

Avatar
Beagle 6 de agosto de 2021

Exato. É tudo pelo controle.

Avatar
Rosângela 6 de agosto de 2021

Será? Que falo tanta asneira? Ou será que as pessoas estão presas em teoria da conspiração? Não há ninguém sendo controlado senhor “Beagle” viva a vida de forma plena. O homem é livre e nasce livre mas se prende as convenções sociais. Relaxe, fique em silêncio e sinta quem vc é.

Avatar
Josué 5 de agosto de 2021

Muito interessante… Em qual árvore brota todas essas baterias que serão utilizadas nos carros elétricos? O bom é que elas duram pra sempre também né? As mineradoras que extraem a matéria prima das baterias são elétricos também? Saudade da época em que estudos e pesquisas de verdade aconteciam.

Avatar
Dhyvid 5 de agosto de 2021

É só comprar um veículo de autônomia maior ou parar para abastecer em postos nas estradas.

Avatar
Dhyvid 5 de agosto de 2021

Eles querem mesmo é que o povo passe fome, e pague tudo caro. É assim que eles querem vê o nosso povo.
Cada dia mais preso e não livre.
Não temos liberdade nosso país, muito menos escolha.
Temos que aceitar tudo do jeito que eles querem.
Resumindo… Viver de esmola.
Isso um dia tem que mudar.
Triste realidade, mas é verdade..

Avatar
Augusto Motta 5 de agosto de 2021

Tudo o que você fala é verdade e é consequência de um governo quase comunista que o nosso presidente Bolsonaro luta por extinguir. Para mudar esse estado de coisas é preciso que em tudo apoiemos o nosso Presidente. Também temos que aprender a votar e valorizar nosso voto; jamais votando em candidatos que apoiem o socialismo e o comunismo. Em tudo temos que apoiar a Bolsonaro! Abraço amigo!

Avatar
Scala 8 de agosto de 2021

Nem Bolsolixo, nem Lulalixo. Terceira via…

Avatar
Deia 5 de agosto de 2021

Meu caro, o mundo está passando por grandes desafios e mudanças justamente por conta das mudanças climáticas e é por conta disso que muitos bilhões foram investidos em tecnologia limpa para que esta transformação mundial aconteça, a questão não é sobre fome ou escravidão, a questão é sobre sobreviver e garantir as mesmas condições para as próximas gerações, nós vamos morrer muito antes de ver grandes avanços e mudanças, portanto precisamos pensar no mundo que deixaremos para o futuro. Se tiver filhos entenderá. O mundo precisa evoluir e caminhar para o futuro com tecnologias que nos ofereçam qualidade e que não tragam prejuízos ecológicos mais do que esses anos desde a revolução industrial explodiu onde sim trouxe avanços mas também danificou a qualidade do ar que todos respiramos. Abraços !

Avatar
Joab 5 de agosto de 2021

Carro elétrico é coisa antiga, já existia no século 19. O tema voltou, porque, tem a ver com controlar as liberdades individuais. Olha em volta, o mundo está convergindo para isso. Motor a combustão, me leva à 700 ou 1000km de distância; o elétrico à 200km. Todo mundo sendo quase que obrigado à ser marcado com essa INJEÇÃO “DA COVID” – NÃO É VACINA, E NÃO IMUNIZA NADA NEM NINGUÉM. O movimento caro elétrico é puramente para contribuir com o aumento do controle sobre a vida das pessoas. Pensa. Abç

Avatar
Paulo 5 de agosto de 2021

Tssssss….. Meu Deus!!!

Avatar
Rodolfo 5 de agosto de 2021

A geração de energia elétrica também polui, veja as usinas termoelétricas e nucleares. E ainda as usinas hidrelétrica podem algar florestas para fazer a represa, o que não é legal. O Brasil deveria sim é combater o desmatamento e investir em reflorestamento e desapropriar áreas de preservação ambiental invadidas.
A solução nas grandes capitais seria investir em transporte coletivo de qualidade, pois assim o cidadão preferirá andar de transporte coletivo confortável do que gastar horrores de gasolina ou etanol.
Eu trabalho a 2 km de casa e vou de ônibus (São Paulo-SP, tem dia que está tão lotado que não tem onde sentar, isso é frustrante!

Avatar
Rosângela 5 de agosto de 2021

Se é só 2 km pode ir a pé.

Avatar
Rodolfo 5 de agosto de 2021

Rosangela,
Não dá para eu ir à pé porque é muita subida, então chego muito suado e fedendo a suor no trabalho, isso é constrangedor.

Avatar
Claudio 5 de agosto de 2021

Será que os motores movidos a eletricidade terão a mesma resistência dos motores a combustão que passam facilmente de 200.000 , 300.000 mil km ?, afinal aqui no Brasil a fatia da população que troca de carro em poucos anos é muito pequena.

Avatar
Joab 5 de agosto de 2021

O objetivo desse movimento é puramente para controle. O mundo está convergindo intensamente para subjugar as poucas liberdades individuais que temos aos governos. Está aí o experimento dessa INJEÇÃO contra COVID (uma injeção – NÃO É VACINA E NÃO IMUNIZA NADA NEM INGUÉM). Carros elétrico reduzirão em muito a autonomia de deslocamento das pessoas – se com gasolina ou diesel a gente anda entre 700 e 1000km, com bateria andaremos 200km. Vai vendo.

Avatar
Claudio 5 de agosto de 2021

Concordo.. Infelizmente estamos a caminho do fundo do poço.

Avatar
André 5 de agosto de 2021

Não esqueça de pegar seu chapéu de alumínio quando sair.

Avatar
Navi 5 de agosto de 2021

Motor elétrico raramente dá problemas, em uso normal dura muito cerca de 80 anos em média (tem motores indls com mais de 100 anos funcionando ainda), se bem construído, o dono não dura tanto, o que se desgasta são: baterias, carroceria, suspensões, instrumentos, e coisas menores, problemas nos elétricos se resumem em rolamentos, enrolamentos, lubrificação, ferrugem em algumas partes, controles, eletrônicos, e só.

Avatar
Roland Graf 5 de agosto de 2021

Vivo na Europa e meu carro e om Seat Diesel com 10 anos e 250 000 mil Km e com 55 litros faco 900 a 1000 Km.Nunca compraria um carro eletrico no momento.

Avatar
Rosângela 5 de agosto de 2021

Europa!!! Quem vai saber? O bom das redes sociais é que ninguém tá vendo de onde o sujeito tá digitando.

Avatar
Beaage 6 de agosto de 2021

Você só fala asneira.

Avatar
Paulo 5 de agosto de 2021

Isso é uma carroça . Kkkkk

Avatar
Geraldo Fernandes Baptista 5 de agosto de 2021

Carro elétrico só se for por energia solar, o resto é balela. Mercado de 4 milhoes de carros no Brasil? Acho q vcs não sabem interpretar os dados de vendas e tb não não conhecem a pobreza do país. Sugiro colocarem o pé no chão, não temos nem energia para nossas geladeiras e continuaremos assim por algumas décadas.

Avatar
Marcos 5 de agosto de 2021

Quando chegar os carros elétricos no Brasil com força, o governo do estado do Rio irá falir, pois o mesmo vive de meter a mão no bolso do consumidor, já que de 100.00 de combustível, 50.00 é do parasita do estado.

Avatar
Waslon 4 de agosto de 2021

Promessas, promessas e mais promessas!

Avatar
Dário Brasil Júnior 5 de agosto de 2021

Inscrição de e-mail !!!
Obrigado !!!

Avatar
Anselmo Augusto de Souza 4 de agosto de 2021

Deverá baixar o preço do petróleo, pois a demanda irá diminuir.

Avatar
Navi 5 de agosto de 2021

Em compensação sobe a conta de luz.

Avatar
Paulo 4 de agosto de 2021

A matéria não fala nada sobre conversão de veículos a combustão para elétricos. Pois o serviço existe, é mais barato e não ficaria sem meu modelo que tanto gosto

Avatar
Rodolfo 5 de agosto de 2021

Autonomia de 100 km é piada do ano! Só você pra querer um carro para não sair da sua cidade. Carro elétrico tem que ter autonomia de uns 700 km no mínimo.

Avatar
Rodolfo 5 de agosto de 2021

Corrigindo:
Autonomia de 300 km é piada do ano! Qual é a autonomia da sua conversão pretendida?

Avatar
Rodolfo 5 de agosto de 2021

* autonomia de apenas 300 km é piada do ano!

Avatar
Donizete Silva 4 de agosto de 2021

É um sonho lindo em um país tão desigual. Temos um clima ótimo para energia renovável isso se puder investir no mínimo 30mil. Então me diz onde em um país com uma diferença social tão desigual um cidadão poderá pagar 150mil em um carro elétrico 😕
O jeito vai ser queimar álcool por muitas décadas

Avatar
Anilton 4 de agosto de 2021

E uma ideia bonita quero ver E onde os europeus vai colocar o Oriente médio rsssss

Avatar
Cely 4 de agosto de 2021

Somos por muito tempo ainda quintal dos europeus e americano por aqui ainda anda muitos carros velhos talvez no próximo século, quem sabe . Em tempo: tem muito mas muito brasileiro pobre que sequer tem como comprar um carro novo. O velho motor a combustão por aqui ainda será carro chefe por muitos anos

Avatar
Dhyvid 5 de agosto de 2021

Engraçado que quase tudo que a Europa e os estados unidos consomem, vai do Brasil.
Incrível não?

Avatar
Rodolfo 4 de agosto de 2021

Por que carro elétrico é tão caro?

Avatar
Paul Muadib 4 de agosto de 2021

Aí você pega seu carro elétrico para fazer uma simples viagem de 250 kms e não consegue chegar no destino…..

Avatar
Dhyvid 5 de agosto de 2021

Porque o nosso país do tem ladrão.
Tanto no governo, como os empresários.

Avatar
Vagner Lorencato 12 de agosto de 2021

O povo no geral é, todo povo bovino brasileiro é malandro inclusive vc então pare de apontar o dedo sendo vc tbm parte da sujeira.

Avatar
JOABE BERNARDES VIEIRA 5 de agosto de 2021

70% do preço do carro elétrico é proveniente das baterias…. matéria prima cara é de difícil produção. Lítio…

Mais interessante seria a propulsão por hidrogênio… convertendo hidrogênio em eletricidade e vapor d’água…

Avatar
Paul Muadib 16 de setembro de 2021

Eletrólise da água para obter hidrogênio sai caro e ainda tem os problemas de armazenar hidrogênio: altamente explosivo, não faz chama quando pega fogo e maior dificuldade de armazenamento.

Avatar
Jusmar José ciribeli 11 de agosto de 2021

E pq tabem os distribuidores .esso.shell Ipiranga etc eles estão querendo q os carros se carregam nos postos e isso acho q não vai acontecer pq. Se existe uma peça como a bobina q triplica ou mais o poder da energia q sai da bateria q w fraca mas qdo passa pela bobina aumenta de força ei acho q eo carro eketrico cai se sustentar ele mesmo sem precisar passar em ponto de carga ..e só esperarmos.o carro mesmo sempre gerou a energia..

Avatar
Deixe um comentário