Novo Mercedes Benz Classe S é repleto de tecnologias: conheça 5 delas

Sedã de alto luxo está ainda mais sofisticado na atual geração, que traz equipamentos de direção autônoma e de conectividade nunca antes vistos

Por AutoPapo 08/09/20 às 19h20

A Mercedes-Benz acaba de apresentar a nova geração do Classe S. O sedã, que há décadas é o mais luxuoso da marca alemã, foi completamente reprojetado e incorporou diversas tecnologias.

Há um verdadeiro arsenal de equipamentos, para fazê-lo competir em pé de igualdade com os também sofisticadíssimos BMW Série 7 e Audi A8.

VEJA TAMBÉM: 

A ostentação começa pelo porte: com 5,17 m de comprimento, 3,10 m de distância entre-eixos, 1.95 m de largura e 1,50 m de altura, o modelo é praticamente uma limusine. O porta-malas tem 550 litros de capacidade.

Para movimentar todo esse “corpinho”, o novo Mercedes Classe S é equipado com motores de seis cilindros a gasolina (com potências que vão de 367 cv a 435 cv) e a diesel (286 cv até 330 cv). Achou pouco? Pois o fabricante promete oferecer também um V8 e uma versão híbrida em 2021.

Porém, o melhor do Mercedes Classe S são os recursos tecnológicos. De direção autônoma a dispositivos de conectividade, o modelo esbanja novidades. Os equipamentos são tantos que renderam até um listão: conheça 5 dos atrativos do modelo.

1. Direção autônoma de Nível 3

mercedes classe s conducao autonoma

Ainda não existe outro automóvel com tantas funções de direção autônoma quanto o novo Mercedes Classe S. O sistema consegue manter o sedã dentro das faixas de rolamento e a distância segura do veículo que segue à frente, inclusive em congestionamentos, com parada total e arrancada. Além disso, é capaz de realizar manobras evasivas e realizar frenagens em situações de potencial risco de acidentes.

Em alguns países, inclusive na Alemanha, esse sistema, batizado de Drive Pilot, atuará somente em velocidades de, no máximo, 37 km/h, por força da legislação. Mas a Mercedes-Benz afirma que o novo Classe S pode rodar sem qualquer intervenção do motorista a até 60 km/h.

O sistema conta ainda com o Intelligent Park Pilot, cuja função é estacionar em diferentes tipos de vagas. O nível de automação é tão grande que o Mercedes Classe S pode deixar os ocupantes em determinado local e se dirigir, sozinho, para uma vaga. Depois, pode fazer a operação inversa. Contudo, para tal, a área de estacionamento deve ter uma infraestrutura apropriada.

2. Sistema multimídia MBUX de segunda geração

Todos os recursos de conectividade do novo Mercedes Classe S estão reunidos em uma única interface. O habitáculo do modelo é equipado com cinco telas, permitindo que todos os ocupantes possam desfrutar dos recursos de infotenimento ao mesmo tempo.

Mas o objetivo desse sistema não é só entreter. Duas das telas dianteiras têm função de head-up display, que pode projetar até 6 informações diretamente no campo de visão do motorista. Integrado a esse sistema, está o navegador GPS, que tem realidade aumentada e comandos por voz.

3. Sensores biométricos

mercedes classe s interior

Por falar em comandos por voz, eles estão presentes no Classe S: tal como ocorre em outros modelos da marca, basta dizer “olá, Mercedes” para “conversar” com o sistema MBUX. Mas o sedã vai além: por meio de câmeras e sensores voltados para os ocupantes, o equipamento consegue interpretar gestos e antecipar ações.

Por exemplo: quando o motorista volta o corpo em direção ao banco do passageiro, o sistema “entende” que ele está procurando algum objeto e acende a luz interna. O mecanismo até ajusta automaticamente os retrovisores se o condutor olhar fixamente para eles. Caso “perceba” falta de atenção, o dispositivo ativa automaticamente o modo de direção autônoma.

Além disso, há um sistema de reconhecimento facial que permite identificar até 7 condutores distintos. Com base nas configurações, o veículo consegue ajustar até 800 parâmetros diferentes para cada um dos perfis armazenados, que incluem as configurações do rádio, a posição do assento até a iluminação ambiente.

4. Iluminação inteligente

mercedes classe s iluminacao interna

Sofisticadas soluções de iluminação ambiente não são novidade em sedãs de alto luxo. Mas o novo Mercedes Classe S traz um sistema refinadíssimo, com 250 LEDs espalhados pelo interior. A cor e a intensidade das luzes são totalmente configuráveis.

Assim como o sistema multimídia, os recursos de iluminação também têm função utilitária. Os LEDs podem transmitir alertas e mensagens para o motorista, ficando vermelhos, por exemplo.

5. Faróis digitais

mercedes classe s iluminacao farois

Não foi só na iluminação de bordo do Classe S que a Mercedes-Benz caprichou. Os faróis full-LED são um capítulo a parte: há 1,3 milhão de micro-espelhos para refletir a luz. O sistema, claro, é direcional, mas atua com base no reconhecimento da via, de modo a permitir sempre a máxima visibilidade.

A resolução é tão grande – 2,6 milhões de pixels – que permite ao sistema “desenhar” imagens na via à frente, ao mesmo tempo que a ilumina. Quando detecta que o veículo está circulando em uma área em obras, por exemplo, um ícone de advertência é projetado no pavimento. O sistema também pode alertar sobre pedestres.

Fotos: Mercedes Benz | Divulgação

1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Fernando Lopes 10 de setembro de 2020

    Lamento pela traseira, feia, muito arredonda para o carro que é, com uma frente imponente,estragou tudo, por isso é que prefiro um usado da série mais antiga.

Avatar
Deixe um comentário