Opinião do dono: como é sair de um Renault Duster para um Toyota Yaris?

Ex-dono de Renault Duster agora dirige um Toyota Yaris: o que ele tem a dizer sobre esses modelos? Confira a opinião do proprietário!

Por Andre Willis 23/12/20 às 09h20
fotomontagem toyota yaris xls renault duster techroad
Proprietário trocou SUV de marca francesa por hatch de fabricante japonesa (Fotomontagem André Willis | AutoPapo)

De um lado, o Renault Duster: apesar de ser fabricado há mais de 10 anos no Brasil, o SUV, para alguns, é estigmatizado como “carro francês”. Do outro lado, o Toyota Yaris: lançado em 2018 no país, o modelo ainda é um novato, mas seduz parte dos consumidores pela origem japonesa do fabricante.

VEJA TAMBÉM:

O AutoPapo conversou com um proprietário que trocou um Renault Duster por um Toyota Yaris hatch. Ele vê pontos positivos e negativos nos dois modelos.

Proprietário

  • Nome: Giancarlo Germani.
  • Versão do veículo: Toyota Yaris XLS.
  •  Motorização: 1.5.
  • Ano/modelo: 2018/2019.
  • Há quanto tempo é proprietário do veículo: 2 anos.

Avaliação do carro atual (Toyota Yaris hatch)

Notas, de 0 a 5, nos seguintes quesitos:

Característica Nota
Desempenho 5 ★★★★★
Consumo 5 ★★★★★
Espaço interno 5 ★★★★★
Porta malas 4 ★★★★☆
Estabilidade 5 ★★★★★
Freios 5 ★★★★★
Acabamento 4 ★★★★☆
Itens de segurança 4 ★★★★☆
Equipamentos 3 ★★★☆☆
Ergonomia 4 ★★★★☆
Estilo 3 ★★★☆☆
Custo (aquisição e manutenção) 3 ★★★☆☆

Experiência com os veículos

Quais são os principais pontos positivos do seu antigo Renault Duster e agora do atual, Toyota Yaris? 

“O ponto positivo da Duster é o espaço e a robustez, o porta-malas é imenso, conjunto de som é fantástico e o modelo tem um pacote eletrônico razoável.

Já o ponto positivo do Yaris é o desempenho do conjunto mecânico, conforto e confiabilidade. É um carro confortável mesmo nas ruas ruins brasileiras, é bastante econômico na estrada, o teto solar que equipa o modelo é tudo de bom.”

E os principais pontos negativos dos dois modelos? 

Duster:

“O Duster, o principal ponto negativo é o conjunto de embreagem e a suspensão. A embreagem começa a trepidar já nos primeiros 10 mil km. Tive duas, uma Tech Road e uma Dakar, e ambas apresentavam este problema crônico. A suspensão não é nada confortável, anota qualquer saliência ou irregularidade do piso.

Não é um veículo econômico e a garantia da montadora não serve pra nada, via de regra responsabilizam o proprietário por todos os defeitos reclamados. No caso da embreagem, se dispuseram a desmontar o conjunto do volante do motor e enviar fotos das peças para o fabricante; mas ameaçaram com cobrança de mil coisas caso a fábrica diagnosticasse mal uso por parte do proprietário.

E embora tivéssemos plena consciência de que não foi o caso, obviamente não haveria como contestar qualquer veredicto dos ditos “técnicos” com o carro já desmontado, e com isto perdemos totalmente a confiança na marca.”

Yaris:

“O Toyota Yaris tem como principal ponto negativo os equipamentos eletrônicos e o pós-venda. Quanto aos equipamentos, apesar de ser o modelo top de linha, são de péssima qualidade.

O multimídia é limitadíssimo, não reproduz vídeo, não tem GPS, vários comandos no volante e painel não têm iluminação; é necessário acender luz interna para localizá-los!

A tomada USB é apenas uma e mal localizada, o conjunto de som é péssimo, som horrível e não há iluminação no porta-luvas. Percebe-se que a Toyota no Brasil reproduz muito a cultura automotiva japonesa, de privilegiar a mecânica e a eficiência em detrimento do luxo.

Por exemplo: o ruído externo é todo perceptível com o carro fechado. Os pneus utilizados para equipar o modelo que adquiri também são péssimos. Com 15 mil km começaram a surgir bolhas, isto em um carro que é usado pela mesma pessoa basicamente para deslocamento casa/trabalho num percurso de 14 km todo de asfalto.

Diagnóstico da autorizada: mal uso!

Como tem sido a assistência técnica do Toyota Yaris? Está satisfeito ou não? Como foi com o Duster

“A assistência técnica da Renault me parece mais transparente e orientada a cativar o cliente, mas ficam limitados a políticas do fabricante como no caso da embreagem.

Já a assistência técnica da Toyota, além de ruim, é ineficiente, desonesta e desprovida de ética. Dão a parecer que estão fazendo um favor ao cliente, ao menos na concessionária que utilizamos, a Savarauto, em Porto Alegre (RS). Não há respeito algum com o cliente, só visam receita e querem tentar enganar com explicações absurdas sobre os defeitos do carro.

No caso dos pneus, queriam cobrar para fazer um diagnóstico, não se dispuseram sequer a considerar um defeito de lote de fábrica (mais tarde verificamos nos sites de reclamação dezenas de proprietários reclamando a mesma coisa no Yaris). A insatisfação está sendo tão grande que dificilmente tornaremos a comprar um veículo da marca Toyota”

Por que escolheu o Yaris? Como foi a transição do Duster para ele? Como foi a revenda do Duster?

“Escolhemos o Yaris porque buscávamos um veículo automático, médio, com um porta malas adequado e o mais completo possível, e também em função da proposta de compra envolvendo a Duster no negócio.

Diga-se que a parte de vendas da concessionária Toyota é muito boa, souberam flexibilizar a proposta, valorizaram o nosso usado o suficiente para nos motivar a trocá-lo, não houve aquela tradicional exagerada desvalorização que é prática comum no mercado.

A transição foi tranquila, porque o Yaris tem atributos e o espaço não era tão inferior ao Duster. Observe-se também que saímos de um carro manual para um automático. Mas não sentimos propriamente um decréscimo em trocar um SUV por um hatch médio. A revenda do Duster foi na troca, mas percebemos que o veículo sofreu uma desvalorização acentuada na tabela FIPE e isso dificultou o negócio.”

SOBRE
32 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Marcio Santos 19 de fevereiro de 2021

Tenho um duster 2.0 então problema com desempenho eu não tenho, e o 2.0 gasta mais ou menos o mesmo que o 1.6.
Sobte embreagem, ao menos no 2.0 não tenho nenhum priblema de trepidação mesmo com maid de 70000kn.
Sobfe confirto não entendi nada a suspensão filtra muito bem irregularidades do piso, inclusove em estrada de terra é bem confortavel.

Avatar
MASSA 13 de janeiro de 2021

Na minha opinião as pessoas têm expectativas muito altas em relação a um carro e aí tudo parece que não presta. Antes do Yaris tive um Etios, ambos sedãs e câmbio automático e nada a reclamar. Acredito que tudo passa pelo bom atendimento da concessionária, que no meu caso sempre foi muito bom. Claro que todos os carros têm seus prós e contras mas quando a pessoa compra já deveria ter isso em mente. Nunca compre um carro no impulso..Estude, pesquise e converse com quem já tem antes de comprar e aposto que vai comprar e ficar satisfeito pois já saberá muita coisa sobre o carro.

Avatar
Luiz Carlos Gomes de Jesu 3 de janeiro de 2021

Possuo um Yaris xls top de linha desde zero,sobre barulho nas portas é verdade,pior é 1 passageiro peso médio atrás,bate em qualque ressalto

Avatar
Amarildo rossi papa 26 de dezembro de 2020

Temos que acabar com essa lenda que carro japonês tem mais qualidade que os outros… Hoje em dia é tudo igual. Você vai pagar mais caro e não vai ter mais nada por isso. Nunca tive Honda nem Toyota e não sinto falta nenhuma…

Avatar
Elias Veríssimo 25 de dezembro de 2020

Sobre o multimídia concordo plenamente é muito ruim, sobre os pneus acho que ele não teve sorte pois o meu já está com 16 mil kms e estão perfeito. Concordo totalmente sobre a porta USB além de ser apenas uma e ainda em local inadequado. Mas no geral é um excelente carro muito confortável eu jamais o trocaria por um carro da Renault.

Avatar
Paulo 24 de dezembro de 2020

Tenho um Yaris XS 2019/20, o carro é bom mas peca em alguns itens.
– As peças niqueladas no painel só atrapalham pois refletem a luz ofuscando a visão.
– A iluminação do painel deveria ter controle manual pois ao acendermos o farol durante o dia nas estradas, não se enxerga nada.
– Concessionária na zona sul de São Paulo … ruim.

Avatar
Sérgio Trigoli 24 de dezembro de 2020

Eu não gostei do yaris, comprei um Honda fit dx e estou muito feliz com o carro, está fazendo 2 anos e 34.000 km sem nunca ter que trocar uma lâmpada, só revisão e gasolina nada mais,muito econômico e bom pra viajar, espaçoso tudo de bom,irei trocar por um automático se Deus quiser em breve.

Avatar
Roberto Figueiredo 24 de dezembro de 2020

Tive um Etios hatch com três anos de uso e gostei. Tal satisfação me levou para o yaris xls 1.5 hatch aut. Na ida na riozen, estrada rio do A, campo grande fui muito bem tratado e entao concretizou a transação, ainda não cheguei aos 18 mil km e tenho que dizer que estou muito satisfeito. Um ponto negativo…o ângulo do protetor do painel espelha a claridade vinda do parabrisa e impede de visualizar os instrumentos. Recomendo, sou um cliente satisfeito yaris.

Avatar
Edson 23 de dezembro de 2020

Possuímos um Yaris 2019, realmente carece de tela multimidia, saída ar condicionado pra quem senta atrás do veículo. Acredito que irão evoluir nos próximos Yaris Cross, e nos híbridos de 2021 até 2025.

Avatar
Claudio Lisias Monteiro da Cruz 23 de dezembro de 2020

Tenho um Yaris sedan, automático, 2019, e gosto do carro sim. Ele cumpre a proposta de um sedan menor, com bom espaço interno, porta-malas bom, lugar para colocar o pneu furado, em caso de pane, seguro, estável e econômico.
Acredito que cumpra bem a proposta da categoria, apesar de caro como todo carro brasileiro.
A decepção foi com a LinceToyota, de Goiânia. Mentirosos, enganadores e ladrões.
Não cumprem o que prometem e exploram o cliente, rindo da cara dele.
Quando comprei o carro, dei como entrada um Corolla XEI, 2009. A Toyota estava “dando” um bônus de R$ 5000,00 na tabela do Yaris. Esse “bônus” só apareceu nas propaganda fraudulenta da Lince.
Foi um vexame! Quando cheguei para retirar o carro, verifiquei que a nota de compra do Yaris tinha um valor menor do que o pago pelo carro, de exatos R$ 5000,00.
A justificativa deles: “-o senhor não entendeu o valor da avaliação do seu usado!” Devo ser ediota. Já tive mais de 75 carros na vida e só desta vez não entendi o valor da avaliação do meu usado. Ladrões!!!
Ainda bem que esse loja deles já fechou!
A Toyota não respondeu ao meu pedido de intervenção até o dia de hoje!
Lamentável.
Tenho um outro Corolla muito bom, porém em alguns aspectos pior que meu excelente Ford Focus sedan, 2.0, manual, que em 2012 já tinha controle de estabilidade de série, ABS com EBD, sensor de chuva e de repúsculo, mesmo sendo uma versão CLX

Avatar
Jorge Nicolau 23 de dezembro de 2020

Este é um caso típico de quem pulou da frigideira, mas caiu no fogo. Só buxa.

Avatar
yukio 23 de dezembro de 2020

sempre comprei carro da VW desde 1976 – passat, gol, voyage, quantum, santana e 2 parati – bons tempos nao tinha tinha equipamento e ninguem reclamava, qdo tinha era um toca fita e qdo era mais equipado tinha um arq condicionado e direcao hidraulica…rs.. e todo mecanico fazia manutençao… mas o seguro eram caros….depois troquei por toyota corolla 2010 – nunca tive problemas e vendi com 65000 km e sem trocar nada.. so revisao depois comprei outro 2016 e tenho ele ate hoje, as revisoes sao bem mais baratas que a GM. e se quiser vender a procura esta em alta.

Avatar
MARCELO HENRIQUE 24 de dezembro de 2020

Moço, carro com 65 mil km é pra não ter problema.
Seja Corolla ou Marea.

Avatar
Aparecido Donizete Farinacio 24 de dezembro de 2020

verdade ate 70 mil 80 mil nunca tive problema independente da marca

Avatar
Aparecido Donizete Farinacio 24 de dezembro de 2020

Ia me esquecendo depende do tipo que usa

Avatar
yukio 23 de dezembro de 2020

sempre comprei carro da VW desde 1976 – passat, gol, voyage, quantum, santana e 2 parati – bons tempos nao tinha tinha equipamento e ninguem reclamava, qdo tinha era um toca fita e qdo era mais equipado um arq condiconado e direcao hidraulica… e todo mecanico fazia manutençao… mas o seguro eram caros….depois troquei por toyota corolla 2010 – nunca tive problemas e vendi com 65000 km e sem trocar nada.. so revisao depois comprei outro 2016 e tenho ele ate hoje, as revisoes sao bem mais baratas que a GM. e se quiser vender a procura esta em alta.

Avatar
Lúcio Caldas 23 de dezembro de 2020

Estou no quinto carro Renault. Passei no máximo dois anos com cada um. Não compro mais a marca. Nas revisões não fornecem Nota Fiscal, nunca. Na garantia têm sempre uma desculpa para os defeitos de fábrica. Resumindo: o pós venda é péssimo. O atendimento é péssimo. A consideração e o respeito com o cliente, não existem. As reclamações por escrito, não resultam em nada. Ninguém soluciona problema nenhum. Fica um jogando para o outro. São mentirosos e irresponsáveis.

Avatar
Sergio 24 de dezembro de 2020

5o Renault, só agora percebeu?? Só agora irá mudar?

Avatar
Joao 24 de dezembro de 2020

Kkkk isso é porque não gostou,vai entender

Avatar
Edson Barbosa de Oliveira 23 de dezembro de 2020

Sou proprietário de um duster desde 2016 e estou satisfeito e jamais o trocaria, nem por japonês nem por alemão…

Avatar
elioricardoalves 24 de dezembro de 2020

Tenho destes também usado 12/13 e um carro bom no dia a dia quanto ao pós venda muitos tem esse problema vejam o caso do prius da toyota bateu e fizeram cagada na autorizada para consertar está na quatro rodas um carro até que bom mas caro para manter a economia de combustível não compensa e importado e baixo com o piso que temos roça a parte de baixo tem que torcer para não quebrar uma peça de plástico não são baratas se estiver no seguro beleza

Avatar
Irenio Rocha Jr 23 de dezembro de 2020

Tenho um Duster. 30 k já rodados em 2 anos. Zero de problemas, pneus continuam muito bons…espero rodar mais 30 k. Uso na fazenda, carrego peso e nada de ranger, nada de ruído de peças … nada de ruídode suspensão. Na estrada com 140km por hora tem feito 8,5 km por litro.. na estrada com 90 km por hora tem passado dos 11,5. Ele é Automático… Uso sempre com o ar ligado… ele é bruto… e para mim está perfeito… O som está a contento… O próximo pretendo um Pick Up… até decidir irei estudar qual será às opções x o bolso.

Avatar
Caetano sanros 24 de dezembro de 2020

Olá tenho um duster 2016 já faz três anos em minhas mãos não tenho o que reclamar robusto potente e nunca tive problemas mecânicos com ele e já rodei 110 mil km….carro pra toda família e qualquer tipo de piso

Avatar
Eduardo 25 de dezembro de 2020

Tenho um Captur 2.0 ha 03 anos… meu segundo Renault comprado zero , estou muito satisfeito com o carro e sempre muito bem atendido nas concessionarias da marca. O carro é muito bom, estou gostando muito, quando sair o 1.3 turbo tce se possível trocarei por um.

Avatar
David 23 de dezembro de 2020

Acho que o Cidadão comprou outro Carro, não um Yaris…. Muito menos um Toyota
É verdade que não é um Corolla mas, TODOS os comandos do volante são iluminados. O Pós Venda é ruim? Já tive vários TOYOTA e, nas raras vezes que precisei, NUNCA fui mal atendido.
Quando tive Renault (um Clio depois Megane, troquei Fluence e o ultimo um Sandero) só passei Raiva , a começar pelo atendimento, itens que desmanchavam e o preço das Peças. Pior de tudo é que o que me deu menos dor de cabeça foi justamente o Sandero, só troquei pneus por uso….

Avatar
Sérgio Siqueira 23 de dezembro de 2020

Tenho carros da Toyota já há uns bons anos. São carros muito resistentes e que não costumam dar problemas mecânicos. Mas tenho notado de um tempo para cá , que nas revisões estão sempre tentando empurrar pacotes de serviços desnecessários , que elevam muito o preço das mesmas, então , sigo sempre o que o livreto do carro manda fazer . Fora isto estou satisfeito

Avatar
Altair 23 de dezembro de 2020

Tive 3 Golfs 2.0 ótimos dificil revenda só para quem tem interesse, adquiri um I30 carro sensacional, péssima autorizada, sem peças dreposições, revenda sofrível atualizaram modelos 3 vezes, estou hj 3 Honda Fit, otima revenda e autorizada, sinceramente não pretendo sair dessa marca.
Faça experiência acho que gostaria.

Avatar
Walmir Nunes Meireles 23 de dezembro de 2020

Eu tmb tenho um yaris 2020, carro excelente,meu problema com os pneus foram q não paravam calibrados,lembrando que o pós venda da Toyota não vale absolutamente nada,só quer te vender o carro,depois q vc assinar a note de saída quer q o cliente se exploda.
Eu creio que enquanto existir outras marcas,Toyota não quero mais.
Ir em uma concessionária Toyota (Governador Valadares) é o mesmo q vc ir em uma festa de casamento sem ser convidado.

Avatar
Alex 23 de dezembro de 2020

Não compraria nenhum dos 02. Pra comprar carro olho a nota no Latin Ncap antes e, dentre os que posso comprar, escolho o de melhor nota. Tenho um T-Cross e um novo Onix. Os dois modelos tem nota 5.

Avatar
Mauricio 23 de dezembro de 2020

Sou proprietário de um Yaris XLS. É verdade que o carro merece algumas críticas, especialmente porque os carros da Toyota possuem um custo de aquisição alto.
Mas creio que em alguns pontos as percepções dos proprietários podem ser diferentes, dependendo de expectativas e talvez das regiões em que moram.
O pós-venda, por exemplo; utilizo a concessionária Tsusho em São Paulo e só tenho elogios, inclusive quanto ao custo e presteza das revisões. A qualidade sonora do equipamento de multimídia, acho bastante aceitável. A versão XLS é bem equipada, com muitos itens de segurança e conforto. Não tive problemas com os pneus, ao menos até agora. Se tenho alguma ressalva é quanto à qualidade do acabamento, especialmente em alguns encaixes que geram ruídos.

Avatar
Mauricio 23 de dezembro de 2020

Fiz a primeira revisão do meu Yaris 2019 na concessionária Tsusho e foi uma decepção: Fizeram o rodízio de pneus em desacordo com o manual, cobraram caríssimo pela limpeza do ar condicionado e mais R$ 50 por uma lavagem descuidada. E ainda entregaram o carro com atraso de uma hora.

Avatar
Patrick 23 de dezembro de 2020

também adquiri um Yaris 0km, usei por 4 meses (3.000 km), revendi. Achei o acabamento interno muito pobre, posição ruim de dirigir, ruídos nas portas. Também não recomendo o pós-venda e também dificilmente voltarei a comprar Toyota algum dia.

Avatar
Deixe um comentário