Peugeot 208 é lançado: confira os preços, versões e equipamentos

Hatch compacto chega importado da Argentina completamente reformulado, mas mantém o defasado motor 1.6 16V; versão elétrica só em 2021

Por AutoPapo 08/09/20 às 12h06

A Peugeot lançou o novo 208. O hatch compacto foi completamente renovado e será vendido em cinco versões: Active, Active Pack, Allure Pack e Griffe e a elétrica 208 E-GT (que só chega no começo de 2021). Com exceção da configuração elétrica, todas as outras do 208 2021 serão equipadas com motor 1.6 16V e câmbio automático de seis marchas.

Preços do Peugeot 208 2021

Versão Preço
Active R$ 74.990
Active Pack R$ 82.490
Allure Pack R$ 89.490
Griffe R$ 94.990
208 E-GT Não divulgado

VEJA TAMBÉM:

Versões e equipamentos do 208 2021

Peugeot 208 Active: Rodas de 16 polegadas, DRL em LED, grade com detalhes cromados, 4 airbags, controlador e regulador de velocidade, vidros e travas elétricas, multimídia com tela de 7 polegadas com Apple Carplay e Android Auto, 2 tomadas USB dianteiras e controles de som no volante.

Peugeot 208 Active Pack: acrescenta teto solar panorâmico, ar condicionado digital e câmera de ré.

Peugeot 208 Allure Pack: todos os itens das versões anteriores mais i-Cockpit 3D, bancos em alcântara, carregamento de smartphone por indução, roda 16 diamantada, acesso e partida sem chave e volante em couro.

Peugeot 208 Griffe: adiciona sensores de chuva e crepuscular, faróis full-LED, retrovisor preto brilhante, aerofólio preto brilhantes, câmera 180°, alerta de saída de faixa, frenagem de emergência automática, alerta de colisão, detector de fadiga, assistência de farol alto, reconhecimento de placas de velocidade e sensor de estacionamento traseiro.

Galeria de fotos

Dimensões do novo 208

O novo Peugeot 208 é construído sobre a plataforma CMP, mais moderna do que a que é utilizada na nova geração do modelo. Ele terá 3,975 metro de comprimento, 1,702 m de largura e 1,472 metro de altura.

O entre-eixos, determinante para o espaço interno, é de 2,54 m. O porta-malas tem capacidade para 265 l.

Motor defasado

O ponto fraco do novo Peugeot 208 será a sua motorização. Enquanto os concorrentes diretos, como VW Polo, Hyundai HB20 e Chevrolet Onix já têm motores turbo (os dois primeiros com injeção direta de combustível), o novo Peugeot 208 vai manter o motor 1.6 16V da geração atual, acoplado a um cambio manual de seis velocidades.

O motor 1.6 do novo 208 rende 115 cv de potência a 5.750 rpm e torque de 16,1 kgfm a 4.000 rpm abastecido com gasolina. Com etanol a potência é de 118 cv a 5.750 rpm e o torque é de 16,1 kgfm a 4.750 rpm.

Boris Feldman já andou no carro. Veja suas impressões

Painel digital

O painel digital é equipado com exclusiva tecnologia holográfica, em três dimensões, que projeta algumas informações sobre a condução do veículo à frente do visor principal. O painel digital 3D ainda conta com cinco modos de visualização, sendo dois deles completamente personalizáveis.

Peugeot 208 e-GT

O Peugeot208 e-GT é a versão totalmente elétrica do modelo: ela ainda não está disponível, apenas sob encomenda.

Fotos: Peugeot | Divulgação

7 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Carlos 24 de setembro de 2020

    Tive um peugeot 208 active 1.5 e foi um dos melhores carros que já tive. Vendi porque terminou a garantia e fiquei com receio da má fama que a Peugeot ainda ostenta no Brasil. Esperava o lançamento desse novo 208. Mas 2 decepções: caro demais, e sabe-se que o valor de revenda despenca….. e o mais esperado era o motor 1.2 12V turbo, que foi deixado de lado. Mais um vez o mercado automotivo no Brasil aposta na ideia de que brasileiro gosta só de design… fica pra próxima Peugeot…

  • Avatar
    Ney Verdandi 10 de setembro de 2020

    Infelizmente os “experts” de plantão não entendem nada do nosso mercado automotivo; falavam absurdos sobre a nova pickup Strada; simplesmente se tornou o maior sucesso de vendas. O novo Peugeot 208 será muito bem aceito em nosso mercado, e de imediato irá “superar” o Polo em vendas, até mesmo porque possui uma mecânica mais confiável e robusta, acabamento interno excepcional e muita tecnologia embarcada. Vejam como é a aceitação no mercado de usados de VW Up e Polo turbo. Tudo porque após três anos de uso, que é o prazo médio de durabilidade de turbina, bomba de alta, bomba dágua, bomba de óleo, bicos injetores, sensores, carbonização excessiva, etc. etc. Depois de vários anos de uso o motor 1.6 da Peugeot aceita tranquilamente uma retífica; já os motores TSI necessitarão da troca completa do bloco do motor. Qual vai desvalorizar mais? Qual o doido assalariado que vai querer um carro popular turbo com mais de cinco anos de uso?

  • Avatar
    Isaac Werner 8 de setembro de 2020

    Por que defasado motor …? Em relação ao Polo manual de 16v e 1600cc – digue nos, no que relação de marchas e motor há de diferente…!!!

  • Avatar
    Emerson 8 de setembro de 2020

    Paga 80 no zero, daqui um ano vale 50 e daqui 2 anos valerá 30. Peugeot errando feio, muito feio.

  • Avatar
    Alex 8 de setembro de 2020

    Entre comprar um carro desse e um Duster, ia preferir um Duster. O conjunto mecânico é o mesmo. E o Duster é maior e é um SUV. Vai desvalorizar menor. Vai ser tão fracassado em vendas quanto o atual 208. Tadinha da Peugeot.

    • Avatar
      Isaac Werner 8 de setembro de 2020

      E no penúltimo 208 e C3 que a imprensa elogiou a economia…
      …povo está com menos pré conceito com os carros franceses…
      …em relação aos Duster CVT 1600cc 16v são pesados e perigosos, não são CARROS de corrida e sim de família com único filho…!!! Com certeza que um 208 e C3 de 2018 vende se abaixo da Fipe…bom pra quem está comprando…
      …os donos não vendem esses de 2016 pra cá …
      Escutem e leiam – THP é fria – em minha singela opinião…!!!

  • Avatar
    Marcelo Moraes 8 de setembro de 2020

    O Boris tem um grau de exigência alto – e nem poderia ser diferente, ele conhece carros e conhece montadoras, sabe do que seriam capazes de fazer, se quisessem….. Mas essa é uma das poucas vezes que o vejo se derretendo por um carro…… A Peugeot, no Brasil, deu uma bola dentro apenas…. 0 206 quando lançado, arrebatou o mercado pelo design…. por dentro era bom, mas nada comparável ao que tinha por fora…… com isso, vendeu bem…. talvez bem demais pra estrutura de sua rede……. quem comprava gostava do carro, mas quando precisava de assistência, a vontade era devolver o carro….. Verdade ou não, o fato é que a lenda ficou…… Acho que marca sofre com esse preconceito até hoje. Talvez por isso tenham posicionado o carro na faixa de preço aqui apresentada…… Ganhou preço de carro de nicho…… quem sabe vendendo menos e pra quem é fã incondicional da marca ou tem grana suficiente pra se deixar arrebatar pelo design ( outra vez a Peugeot acertou em cheio ), possa dar um atendimento a altura e assim, aos poucos va obtendo uma credibilidade e confiança que nunca teve realmente…… Se não for isso, vamos ver mais 208 nas vitrines que nas ruas…….

Avatar
Deixe um comentário