Picaretagem: Nem a Amortex confia em seu próprio amortecedor…

Fabricante de amortecedor divulga cartilha de recomendações que determina troca “preventiva” da peça aos 50 mil km, independentemente da condição

amortecedor amortex
Amortex recomenda troca "preventiva" a cada 50 mil km, mas não se sabe se é por falta de confiança no produto ou honestidade (Foto: Amortex | Divulgação)
Por AutoPapo
15 de julho de 2022 19:03

Trocar peças dos automóveis é algo corriqueiro. Amortecedor, pastilha, lâmpadas, é algo que faz parte do cotidiano de quem tem um carro. Afinal, o automóvel é constituído por milhares de pequenas e grandes partes. E muitos desses “pedaços” sofrem desgaste e precisam ser substituídos periodicamente.

Assim, itens como pastilhas, lonas, discos, filtros, correia, palhetas de limpadores, buchas, fluidos, velas, cabos, amortecedores, dentre outros precisam ser verificados rotineiramente. Os parâmetros de inspeção e substituição se devem pelo tempo ou quilometragem.

VEJA MAIS:

Itens como fluidos devem ter sua substituição seguindo rigorosamente as especificações do fabricante de tempo ou quilometragem, valendo o que vencer primeiro, assim como filtros. Mas outras peças devem ser trocadas de acordo com o desgaste.

Mas como a indústria sobrevive da venda de peças, há alguns fabricantes que determinam a troca imediata, independentemente das condições da peça. É o caso do amortecedor.

Amortecedor perecível?

É impressionante como fabricantes de amortecedores impõem uma troca desnecessária da peça, já na embalagem. Há cerca de sete anos, uma marca, que oferece o mesmo amortecedor no Brasil e nos Estados Unidos, divulgou uma cartilha de cuidados, com orientações bem distintas para lá e cá.

Nos EUA, a fabricante recomendava a verificação dos amortecedores a cada 80 mil quilômetros. Aqui, ela determinava a troca a cada 40 mil quilômetros.

Mas o que determina o desgaste não é só o piso, mas as condições de seu uso. Se o carro trafega sempre numa pista plana e sem buracos, esse amortecedor vai durar muito mais que os 40 mil km. Ao mesmo tempo que se o mesmo carro rodar diariamente em vias esburacadas a durabilidade da peça pode ser até menor. Daí, a necessidade da inspeção rotineira, e não a troca com data marcada.

Após ter sido questionada sobre a discrepância entre as recomendações, que lhe rendeu inclusive o indigesto prêmio “Pinóquio de Ouro”, a fabricante modificou as orientações em seu site. Limitou a dizer que é necessário inspecionar a cada 10 mil km.

Piada antiga

Mas eis que, em 2022, a fabricante Amortex divulga um material com dicas de manutenção e nele recomenda a verificação a cada 10 mil quilômetros. Até aí, tudo certo. No entanto, logo em seguida determina que a troca dos amortecedores seja feita “preventivamente” a cada 50 mil km.

“Os amortecedores têm como recomendação uma revisão preventiva a cada 10 mil quilômetros e a substituição preventiva a cada 50 mil. Lembrando que essa é uma recomendação geral preventiva, já que cada montadora tem seu plano de revisão veicular, fora os acontecimentos inesperados do dia a dia”, recomenda Felipe Ferrari, gerente de desenvolvimento de produtos do Grupo Universal Automotive Systems.

De onde a Amortex tirou ser necessária a troca “preventiva” do amortecedor aos 50 mil km? Questionamos a fabricante se essa troca preventiva se deve à qualidade inferior do produto, uma vez que o correto seria uma inspeção acima dos 80 mil km, como recomenda aquele outro fabricante aos seus clientes norte-americanos. E também se há outro motivo para tal. A assessoria empurrou daqui, enrolou dali e não obtivemos uma resposta definida.

Resposta da Amortex

Em nota, ela atesta a qualidade de seu produto, que passou pela mesma bateria de ensaios que seus produtos concorrentes, e que é seu amortecedor é certificado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

“A sugestão de troca preventiva aos 50 mil km é apenas uma recomendação que deve ainda ser validada pelo especialista no ato da inspeção ou até mesmo validado de acordo com os manuais de cada montadora. Visa garantir a segurança e evitar outros danos que outros componentes podem sofrer de forma colateral. Sabemos que a vida útil dos amortecedores depende muito das condições e aplicações nas quais ele está inserido, sendo severa ou não.

Por isso a recomendação de inspeção preventiva é válida tanto para o caso de aplicações de uso severo, onde o amortecedor trabalha em condições adversas constantes, muitas curvas, sujeira, pouco arrefecimento, lombadas, ruas e estradas mal conservadas, quanto para os veículos que transitam por muito tempo em rodovias onde o amortecedor trabalha por muito tempo em uma mesma faixa de frequência não sendo exigido em sua totalidade o que também é prejudicial”, fecha nota.

Conversa fiada

No entanto, a resposta da Amortex é a mais pura conversa para boi dormir. A começar pelo fato de o Inmetro não garantir a qualidade de nada. A função do instituto não é atestar qualidade, mas certificar que o produto atende as especificações de acordo com uma norma ou regulamento técnico.

Segundo, a Amortex não especifica quais são os critérios de verificação. Diz que o amortecedor deve ser inspecionado a cada 10 mil quilômetros, de acordo com o manual. Mas qual manual? Como que o mecânico tem a exata noção de que esse amortecedor já passou dos 50 mil quilômetros? Ele vai empurrar a peça nova e pronto.

Das duas, uma: ou seu amortecedor é de qualidade questionável, ou a idoneidade da fabricante é tão duvidosa quanto a peça.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
1 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Carlos Neto 16 de julho de 2022

Amortex não fabrica nada. São peças da China.

Avatar
Deixe um comentário