Ram 1500 é ‘brinquedão’ com preço de SUV de luxo

Com motor V8 de 400 cv de potência, picape tem porte de 'full-size', pacote de equipamentos recheado e se destaca pelo acabamento e conforto

ram 1500 rebel 77
Picape Ram 1500: foco no público urbano (Foto: Ram | Divulgação)
Por Felipe Boutros
10 de dezembro de 2020 19:30

Quem esperava a Ram 1500 como uma alternativa às picapes médias, pode tirar o cavalinho da chuva… O novo modelo chega posicionada acima das picapes médias – em tamanho e, principalmente, preço.

A Ram 1500 chega apenas em uma versão, a Rebel, equipada com motor Hemi V8 de 5,7 litros movido a gasolina com 400 cv de potência e 56,7 kgfm de torque. Números que a colocam como a picape mais potente à venda no mercado brasileiro.

VEJA TAMBÉM:

O valor? A partir de R$ 399 mil – quase R$ 1.000 por cavalo. A picape está com 100 unidades em pré-venda e começar a ser entregue em abril de 2021. Todas virão com os pacotes opcionais Night Edition (com acabamento escuro no emblema dianteiro, peito de aço e rodas) e Level II (som Harman Kardon, head-up display, retrovisor interno digital e tampa traseira multifuncional).

Após a pré-venda, a Ram 1500 Rebel Level II deverá custar na faixa dos R$ 420 mil.

Por incrível que pareça, a nova picape chega mais cara que a Ram 2500, que está tabelada, hoje, em R$ 361.990. A 2500 é equipada com turbodiesel de 365 cavalos de potência e 110 kgfm de torque. Contra a novata, pesa o fato de ela vir importada dos EUA, enquanto a veterana vem do México – e com menos imposto na caçamba.

Vale fazer um parênteses com uma curiosidade: a marca Ram virou a “divisão de picapes e comerciais” da FCA e se desvinculou da Dodge em 2009.

A Ram 1500 é uma picape full-size. Ela tem 5,929 m de comprimento, 2,08 de largura e 2,01 m de altura. Para efeito de comparação ela é cerca de 60 cm maior que a Chevrolet S10. Segundo executivos, ela tem um apelo mais urbano enquanto a sua irmã maior, a Ram 2500 continua mais voltada para o chamado “universo agro”.

Por essa distinção, a Ram 1500 aposta em conforto de SUV de luxo e um pacote de equipamentos recheado. Entre os destaques está o sistema de áudio premium Harman Kardon de 900 watts de potência, com 19 alto-falantes, um subwoofer e sistema ativo de cancelamento de ruídos.

Chama atenção também o head-up display, que projeta informações como velocidade, chamadas recebidas e coordenadas da rota no para-brisa à escolha do motorista.

Outro equipamento interessante é o retrovisor interno digital com uma tela de LCD que, ao ser acionada, apresenta a imagem em tempo real de uma câmera voltada para trás.

Esses dois itens fazem parte do único pacote opcional Level II.

A Ram 1500 vem equipada com a central multimídia tão Uconnect 4C 12 NAV. Colocada verticalmente no painel, a tela tem 12 polegadas, podendo ser dividida para mostrar ao mesmo tempo duas funções, como navegação GPS embutida, câmera 360°, comandos do ar-condicionado digital dualzone, música em execução, entre outras. O sistema é compatívelcom Android Auto e Apple CarPlay.

A lista de itens inclui ainda: conjuntos óticos dianteiro (faróis principais e de neblina) e traseiro (lanternas) de LED, carregamento de smartphone por indução, freio de estacionamento elétrico comutação automática de farol alto e baixo, sensores de chuva e crepuscular, chave presencial com partida remota e tela colorida e configurável de TFT de 7” no quadro de instrumentos, entre outros.

Ram 1500 tem ‘tampa de Toro’ – e leva pouco peso

A Ram 1500 Level II traz umaa tampa de caçamba diferenciada: além de abrir da maneira convencional de uma picape, ela também se abre como na picape da Fiat, dividida em duas partes.

Apesar do porte full-size e do peso em ordem de marcha de 2.610 kg, a nova picape tem capacidade de carga de apenas 610 kg – capacidade inferior até mesmo que a da Fiat Strada. Para compensar, a marca destaca a capacidade de reboque da Ram 1500: 5.062 kg (reboque com freio).

Outro diferencial, herdado da 2500, são as RamBox, duas caixas instaladas nas laterais da caçamba ideais para levar pequenos volumes. têm capacidade de abrigar até 103,4 litros cada. O espaço do lado esquerdo da carroceria dispõe ainda de tomada (padrão EUA) de 115 volts e iluminação.

Motor Hemi V8

Na Ram 1500, o motor é um V8 de 5,7 litros com 400 cv de potência e 56,7 kgfm de torque. São números capazes de fazer a picape de mais de 2,6 toneladas acelerar de 0 a 100 km/h em 6,4 segundos. A velocidade máxima é limitada em 174 km/h.

Para minimizar a “fome do monstro” por gasolina, ele tem sistema de desativação de cilindros (MDS): a central do motor corta a alimentação de combustível, as faíscas das velas e fecha as válvulas de admissão e escape em quatro dos oito cilindros durante acelerações leves, como em velocidade de cruzeiro na estrada.

O motor pode trabalhar até 40% do tempo com metade dos cilindros desativados. Outro sistema é o da grade dianteira com aletas ativas que se mantém fechadas sempre que possível, ajudando no aquecimento rápido na partida e reduzindo o arrasto aerodinâmico em movimento.

ram 1500 rebel 67

Consumo da Ram 1500

O consumo declarado da Ram 1500 é de 5,3 km/l na cidade e 6,6 km/l na estrada.

O câmbio é automático de 8 marchas e a tração tem os modos 4×4 High e 4×4 Low (reduzida). O motorista comanda tudo eletronicamente, por meio dos botões ao lado doseletor rotativo do câmbio, no painel de instrumentos. O diferencial traseiro pode ser bloqueado.

Suspensão

A Suspensão dianteira é do tipo independente com braços triangulares (duplo A) e barra estabilizadora. A traseira é eixo rígido, com braços quíntuplos (five-link) com track bar e barra estabilizadora.

Durante a apresentação, executivos da Ram chamaram a suspensão traseira de multilink, o mesmo erro que a Nissan cometeu no lançamento da Frontier.

Para se enquadrar neste conceito, ela tem, necessariamente, que ser independente. A movimentação da roda de um lado interfere o mínimo na outra e procura manter ambas perpendiculares ao piso.

Interior

Os bancos, o painel de instrumentos e os painéis de portas têm revestimento em couro. Ainda falando dos assentos, todos contam com aquecimento, sendo que os dianteiros são ajustáveis eletricamente em 12 posições.

O volante multifuncional também é aquecido e os pedais têm regulagem elétrica de distância. Também chama a atenção o enorme teto panorâmico com 1 m².

Atrás, os passageiros traseiros se beneficiam do assoalho plano e de porta-objetos no assoalho e abaixo do banco. Somando a capacidade de todos os compartimentos de armazenamento na cabine, chega-se ao total de 151 litros de volume.

A Ram destaca que é possível guardar um laptop de 15 polegadas dentro do console central dianteiro, assim como 9 saídas USB, sendo 4 do tipo C, de carregamento rápido, além de duas tomadas de 115 V (padrão EUA).

Ram 1500 na pista: como anda!

A Ram 1500, de cara, impressiona pelo porte e já exige do condutor impulso para entrar: talvez estribos fossem bem-vindos, embora fossem destoar do visual: esqueça o look sertanejo! A nova picape é rock and roll.

O espaço interno é capaz de fazer alguns apartamentos mais novos passarem vergonha na comparação. Há muito espaço para todos os cinco ocupantes, porta-objetos de sobra e um console central do tamanho de um armário. O acabamento está bem acima da média das picapes vendidas no mercado brasileiro.

O contato com a Ram 1500 foi rápido, assim como a aceleração dela: apenas 5 voltas no autódromo Capuava. Mas as curvas do circuito mostraram que o acerto de suspensão é um dos destaques do modelo.

Claro, estamos em uma picape de mais de 2.600 kg e, toda hora, o controle de estabilidade pisca no painel avisando que está “cortando as asinhas” do motorista-piloto.

Por R$ 400 mil da etiqueta, o consumidor da Ram 1500 não vai encher a caçamba de ração, feno ou uma betoneira. Essa picape é um carro esporte de luxo para usar em qualquer piso, preferencialmente na frente do restaurante de luxo.

Boris comenta sobre a corrida por mais potência nas picapes norte-americanas

Fotos: Ram | Divulgação

Você sabia que o AutoPapo também está presente em suas redes sociais favoritas? Clique e confira:

TikTok YouTube Facebook Twitter

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
12 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Sir.Alves 9 de junho de 2021

Pessoal reclamando que fizeram um monstro a gasolina… Kkkkkk, NORMAL, eh importada dos Eua, bem descrito na materia! Pickup la eh V8 a gasolina e pronto! Vai rebocar um trailer com uma ranger ou s10 e depois com uma 1500 ou 2500, a s10 fundir o mangote do turbo nos primeiros kilometros e a ranger aqueceria o carter ate o cortar o torque e desligar… Nossas pickups sao feitas para outros trabalhos.

Avatar
Lucas Simas 22 de dezembro de 2020

Chega ser piada criar um monstro desse a gasolina!

Avatar
Rogério 18 de dezembro de 2020

No Brasil pick-up desse porte tem que ser Diesel nosso combustível é muito caro sem contar o preço estimado dela que é um absurdo

Avatar
Wenderson 18 de junho de 2021

O cara que paga 400 mil em um veículo, não esta preocupado se é diesel ou gasolina, ele esta preocupado em ronco esportivo e bastante força no motor.

Avatar
Luiz Claudio Ventura de Freitas 16 de dezembro de 2020

Acho que RAM uma. Mega Caminhonete, não é á toa, que ela é a TOP das TOP! Oque dificulta a aquisição, é o valor elevado. Mas acredito que ela tem tudo e muito mais.

Avatar
Weber leal 12 de dezembro de 2020

eu prefiro RAM 2500 que a diesel até mais barata…

Avatar
Marcelo Sales 13 de dezembro de 2020

Fazem um monstro desse, e movido a gasolina?!
Ajude-me aí montadora! Pick-up menor que a 2500, porém maior do que a Ranger, Triton, etc haja gasolina pra mover esse monstro, sem falar no absurdo de caro.
No entanto, ficou lindíssima, tecnologia de ponta, mas ainda sim muito cara.

Avatar
Weber leal 12 de dezembro de 2020

muito linda .mas é muito dinheiro para um carro….lindona eu arrumo muitas gtas

Avatar
Wenderson 18 de junho de 2021

Quem é rico e tem dinheiro não fala que é muito dinheiro para um carro, simplesmente ele vai e compra.

Avatar
Capitão 11 de dezembro de 2020

Preço absurdo só trouxa para pagar tanto em um carro desse.

Avatar
Wenderson 18 de junho de 2021

Trouxa é o cara que é liso e não tem condições de comprar uma máquina dessa. kkkk

Avatar
Lúcio 20 de junho de 2021

Brasileiro paga caro em carro porque é consumista. Em outros países os carros além de mais baratos são completos. Agora pagar uma fortuna em um carro que é tão grande que mal da para andar e estacionar em cidades grandes daí é mais burrice ainda.

Avatar
Deixe um comentário