Picape Ram 3500 tem 5 pontos em comum com caminhões; veja quais são

A nova Ram 3500 chama atenção pela capacidade de reboque e pela necessidade de ter habilitação de caminhão, mas as semelhanças não param por aí

ram 3500 008
Não é apenas a CNH de caminhão, a Ram 3500 tem muito em comum com os pesados (Foto: Ram | Divulgação)
Por Eduardo Rodrigues
26 de março de 2022 09:03

Quando se fala em Ram no Brasil, uma das primeiras associações que vem a mente é que para dirigir a 2500 – e a nova 3500 – é necessário ter uma carteira de habilitação categoria C -a mesma exigidas para caminhões. Mas elas têm ainda mais semelhanças com os pesados.

A nova Ram 3500 traz ainda mais capacidade de carga e de reboque. Nos EUA esse modelo é também vendido em versões cabine-chassi para uso comercial, podendo ser usado literalmente como um caminhão. Veja a seguir os motivos que fazem da nova topo de linha da Ram ser parecida com um caminhão.

VEJA TAMBÉM:

1. Motor Cummins ISB

A Cummins é uma tradicional fornecedora de motores para uso pesado. Caminhões, tratores e até navios usam seus propulsores. Na Ram 3500 é usado o ISB 6.7, mesmo motor que foi usado no Brasil pelo Ford Cargo Power 2431.

No caminhão existe um acerto mais conservador, devido a aplicação do motor exclusivamente para o trabalho. São 310 cv e 112 kgfm, contra 377 cv e 117,2 kgfm da picape. O câmbio automático da Ram é uma caixa Aisin AS69RC HD para uso específico em caminhões também.

2. Freio motor por contrapressão no escape

botao freio motor ram 3500
Esse botão com uma “fumacinha” aciona o freio motor (Foto: YouTube | Reprodução)

Motores do ciclo Otto podem fazer o freio motor através do fechamento da borboleta de admissão, que corta a entrada de ar e o motor “segura” o carro em descidas. Motores diesel não possuem essa borboleta, mas em caminhões toda ajuda para reduzir a velocidade é bem-vinda.

Por isso, os pesados possuem sistemas específicos de freio motor que podem ser acionados de forma independente. A Ram 3500 traz um por contrapressão no escape igual o de caminhões. O motorista pode acioná-lo com um botão no painel para ajudar a segurar a picape enquanto reboca.

3. Capacidade de carga e tração

ram 3500 rebocando trailer
A Ram 3500 pode puxar até 9 toneladas (Foto: Eduardo Rodrigues | AutoPapo)

A Ram 3500 possui peso bruto total de 5.352 kg, similar aos 5.300 kg do caminhão leve Iveco Daily 55-170. Como a picape vazia já é pesada, sua capacidade de carga é de 1.752 kg, baixa perto dos 3.085 kg do Daily.

O trunfo da Ram fica na capacidade de tração de 9.021 kg, 1,021 kg a mais que a do Daily 55-170. Para superar essa capacidade de tração é preciso buscar um caminhão maior, como o Iveco Tector 9-190 que pode puxar até 11 toneladas.

4. Luzes no teto

ram 3500 0195
Essas luzes no teto são obrigatórias para caminhões nos EUA, a Ram adotou por estilo (Foto: Ram | Divulgação)

A legislação dos EUA obriga que veículos acima de certa largura tenha pelo menos três luzes âmbar entre os faróis para sinalizar o seu tamanho. A Ram 3500 com rodado simples vendida aqui não ultrapassa essa largura, mas o fabricante oferece as luzes no teto para quem acha bonito.

Elas vem de série no modelo vendido no Brasil para ajudar a diferenciar a Ram 3500 da 2500. Elas trazem um visual de caminhão norte-americano para a picape.

5. Visual inspirado em caminhões

A segunda geração da Ram, na época ainda vendida pela Dodge, foi um marco para o estilo das picapes norte-americanas. O visual quadradão simples dessas picapes era bastante utilitário a havia pouco apelo visual, sem contar que repetia uma fórmula antiga.

Bob Lutz, gerente global de projetos d Chrysler na época, convenceu os executivos a aprovar um desenho ousado para a nova geração da Ram que seria lançado em 1993. A inspiração eram os caminhões, com para-lamas mais destacados, uma grade grande em destaque

Esse visual inspirado salvou as venda da Dodge Ram, que se tornou um sucesso. O estilo continua nos modelos atuais, com a enorme grade cromada que cria um ressalto no capô.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
3 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Renê 2 de abril de 2022

Com certeza o Boris tem um carro francês….🤣🤣🤣🤣🤣

Avatar
Thomas Valentin 27 de março de 2022

Acho que a matéria, assim como outros também não o fazem,mas aqui o tema é relacionar o Ram 3500 com caminhões, deveria abordar todas as restrições que o motorista terá ao adquirir esse grandalhão e não somente se limitar a questão da habilitação tipo C ou maior! E a questão de rodízios, rodar com velocidades reduzidas em rodovias, obrigatoriamente rodagem nas faixas de veículos lentos, etc., como é a vida do condutor nesse sentido se ele não é rural e não usa na fazenda essa pick-up, imagino que muitos interessados são da cidade e querem ter uma pick-up super luxo mas não pensam nas demais restrições. Não vejo ninguém tratar disso! Até para abastecer não é simples em qualquer posto, tem postos que a saída das bombas são mini. Como fica isso tudo?

Avatar
Alex Muniz 26 de março de 2022

Há um erro.O câmbio da 3500 que acaba de chegar não é o AISIN, e sim o Chrysler 68RFE. O Cummins 6.7 L HIGH OUTPUT é que conta com a caixa da AISIN.

Avatar
Deixe um comentário