Seguro automotivo: novas normas devem deixá-lo mais acessível

Regras entram em vigência nesta quarta-feira, 1º de setembro, e trazem novidades para motoristas de aplicativo e usuários de carros compartilhados

Por AutoPapo 01/09/21 às 09h03
shutterstock apolice seguro auto documentos carro homem gravata camisa social
Destaque fica para a facilitação do seguro para motoristas de aplicativo (Foto: Shutterstock)

O carro é, muitas vezes, o bem mais caro que um cidadão possui, por isso é importante proteger seu patrimônio. Mas os veículos segurados ainda são minoria no trânsito: apenas 16% dos carros rodando no Brasil estão segurados, de acordo com dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e da Superintendência de Seguros Privados (Susep).

Uma nova norma que entra em vigor nesta quarta-feira, 1º de setembro, pretende aumentar esse número ao flexibilizar e simplificar o seguro automotivo. A regra faz parte de uma circular publicada no Diário Oficial da União e que você pode conferir na íntegra clicando aqui.

VEJA TAMBÉM:

As principais novidades para o seguro automotivo

A principal mudança vem para ajudar motoristas de aplicativos, usuários de serviços de assinatura de carros ou pessoas que estão constantemente dirigindo caros diferentes. É a possibilidade de contratar um seguro sem ter uma identificação exata do carro.

Também será possível contratar coberturas de responsabilidade civil facultativa, assistência e acidentes pessoais de passageiros vinculadas ao condutor, independentemente de quem seja o proprietário do veículo.

Na hora de reparar o veículo, o contrato precisa estar claro se o segurado pode escolher para qual oficina o carro será levado ou se ele terá que utilizar uma credenciada pela seguradora. As seguradoras também precisam manter uma lista atualizada da oficinas credenciadas em seu site.

SOBRE
2 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Polvo 1 de setembro de 2021

Com a escalada da inflação até parece que o seguro vai baixar. Acho bem improvável.

Avatar
Leandro B. 1 de setembro de 2021

Prevejo diminuição dos benefícios e mesmo valor de seguro, assim como quando juraram que a cobrança separada das bagagens em avião iria baratear as passagens e agora vc não pode levar mais a mala e ainda paga o mesmo valor de antes kkkk

Avatar
Deixe um comentário