Sexta-feira 13! Veja 10 carros com preços que são uma ‘facada’!

Se prepare para o terror dos valores surreais de modelos e versões para lá de caros do nosso inflacionado mercado de carros 0 km

sexta 13 territory
Territory, SUV da Ford, já passa dos R$ 215 mil (Arte: Ernani Abrahão | AutoPapo)
Por Fernando Miragaya
13 de agosto de 2021 10:04
Especial para o AutoPapo

No filme Sexta-Feira 13, o personagem Jason já assustou muita gente no cinema entre os anos 1970 e 1990. Hoje, porém, o brasileiro tem outras coisas que o aterrorizam bem mais. Entre elas, os preços galopantes do mercado de automóveis zero quilômetro. Diante dos valores praticados nas concessionárias, o imortal serial killer com sua máscara de hóquei mais parece um figurante dos ursinhos carinhosos…

Não falamos apenas de SUVs, importados ou sedãs mais requintados. Tomamos sustos também com os valores praticados para muitos compactos, inclusive versões de linhas de entrada de algumas marcas. E assim como Jason, que já teve 12 filmes e sempre dá um jeito de voltar à vida, os reajustes nos preços dos carros estão longe de ter fim.

VEJA TAMBÉM:

Ah, e esses preços foram levantados na segunda semana de agosto de 2021. Pode ser que daqui a pouco eles voltem a te assustar mais…

Fiat Doblò – R$ 120.490

fiat doblo prata de frente em movimento

Acredite, a versão única da multivan lançada há quase 20 anos custa mais do que muito SUV moderninho. A seu favor apenas o fato de ter sete lugares e cabine bastante funcional, pois nem mesmo nos equipamentos justifica esse preço.

O Doblò Essence usa o velho motor 1.8 E.torQ de 132/130 cv e sai de fábrica apenas com o suficiente para se viver no trânsito: ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricos e computador de bordo. Para se ter retrovisor elétrico, um som bem chinfrim e limpador do vidro traseiro, é preciso gastar mais R$ 5.000 em um pacote de opcionais.

Ford Territory – R$ 214.990

ford territory branco 18

O SUV médio chinês chegou em setembro de 2020 por preços iniciais de R$ 166 mil e até com um custo-benefício interessante para tentar fazer frente ao líder Jeep Compass. Mas desde que chegou não parou de sofrer reajustes na etiqueta.

A última veio com a linha 2022. Com menos de um ano de mercado, o utilitário esportivo agora só é vendido na configuração Titanium por quase R$ 215 mil. Nem mesmo o fato de ser a versão mais recheada minimiza o susto.

Renault Stepway – R$ 96.490

stepway cvt 2020 023

Depois que a Renault decidiu que o Stepway é um crossover, e que deve ser tratado à parte da linha Sandero, o modelo parece ter subido no salto. Ao ponto de o aventureiro agora partir de R$ 85.590 na versão Zen e chegar a inacreditáveis R$ 96.490, na Iconic.

Detalhe que é o mesmo hatch, com o conhecido motor 1.6 16V SCe e câmbio automático CVT, e aquela velha receita de bolo: pneus de perfil mais alto, suspensão elevada e muitas molduras na carroceria.

Toyota Camry – R$ 319.290

toyota camry prata

Por mais que a marca japonesa seja referência em confiabilidade e tenha uma reputação quase inabalável, não dá para cobrar pelo Camry mais do que se pede por um Mercedes-Benz Classe C ou um BMW Série 3 – mesmo que nas versões mais básicas destes sedãs médios das marcas premium. Ok, o modelo da japonesa é completaço, luxuoso e espaçoso, porém custar quase R$ 320 mil é digno de filme de terror.

Volkswagen Nivus – R$ 115.790

volkswagen nivus 2020

O crossover compacto foi lançado no ano passado com sua aura de SUV-cupê para ser uma alternativa mais urbana ao T-Cross. Continua com apenas duas versões (sempre com o motor 1.0 TSI de 128/116 cv, mas a topo de linha Highline, que custava inicialmente R$ 98.290, agora passa dos R$ 115 mil! Detalhe que as versões intermediárias do T-Cross custavam isso na virada do ano…

Chevrolet Onix Plus – R$ 97.750

Chevrolet Onix Plus Premier foto Alexandre Carneiro
Foto Alexandre Carneiro | AutoPapo

O sedã está em falta no mercado devido à paralisação da produção em Gravataí (RS) – já retomada. Ainda bem, pois menos pessoas se assustarão com o preço da versão topo de linha do Onix Plus. A Premier 2, com motor 1.0 turbo de 116 cv, câmbio automático e tudo a que tem direito – inclusive, alguns itens de auxílio ao motorista – já beira os R$ 100 mil. Mesmo recheada, é bom lembrar que trata-se de um modelo do segmento de compactos

Jeep Renegade – R$ 132.490

jeep renegade limited

Não, esse não é o preço de uma opção turbodiesel do SUV e sim da variante mais completa da linha com motor flex. Ou seja, com o propulsor 1.8 E.torQ de 139/132 cv, que tem fama de áspero e beberrão e que está com os dias contados para dar lugar à nova família GSE turbo.

Tudo bem que nesta versão o Renegade tem sete airbags, controles de estabilidade, tração e subidas, teto-solar, espelho eletrocrômico, chave presencial… mas cobrar mais de R$ 130 mil por um jipe compacto é assustador.

Hyundai HB20X – R$ 93.090

hyundai hb20x 2020 frente

Mais um aventureiro compacto que subiu no salto. Na versão Diamond, este HB20 metido a jipeiro do asfalto passa dos R$ 93 mil. Recebe acabamento preto fosco nas colunas, tem moldura cromada na grade e é equipado com rodas diamantadas com aros de 16”, além de ser uma das mais completas dentro da gama. Porém, só são quatro airbags e sequer usa o motor 1.0 turbo – no caso, apenas o 1.6 16V aspirado.

Nissan V-Drive – R$ 82.790

novo nissan versa v drive 2020 seda sedan

O primeiro Versa só manteve o desenho, porque os preços… Mesmo com a chegada da segunda geração do sedã, o antigo modelo continua sendo produzido, com novo nome e alguns valores assustadores.

A versão topo de linha Premium passa dos R$ 80 mil e nem é o suprassumo entre os equipamentos. Tem ar automático, rodas de liga leve, câmera de ré, central multimídia, mas carece de mais airbags – além dos obrigatórios frontais – e de controles de estabilidade e tração. Usa o conhecido motor 1.6 16V de 111 cv.

Honda Fit – R$ 100.500

honda fit 2018 azul de frente em movimento
Honda Fit

O monovolume da marca japonesa sempre foi um carro caro. Mas cobrar mais de R$ 100 mil pela versão topo de linha EXL do Fit é bastante assustador. Até porque o modelo sairá de linha em breve para dar lugar à nova gama City (que virá com a variante hatch).

Apesar dos seis airbags, ESP e central multimídia, não tem itens de série que saltem aos olhos dentro do segmento e usa também um manjado motor 1.5 16V de 116/115 cv, com o pacato câmbio CVT.

  • Boris Feldman comenta as mudanças na linha Honda:

Fotos: Divulgação 

19 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Luiz Henrique Perez Cardoso 17 de agosto de 2021

Hilux SR 2019 16.000 KM R$ 149.000,00
Compass 2020 limited 4.690 KM R$ 139.000,00
Civic 2020 turbo 10.000 KM R$ 129.000,00
Acho que com média de R$ 140.000,00 será possível pegar carros muito mais confiáveis, e de maior qualidade, que alguns que foram alistados, e olha que utilizei o Ml, para ter estes valores… FIAT DOBLO? O que é isso? Não estão falando de automóvel né?

Avatar
Sergio 16 de agosto de 2021

Cada vez mais amo meu Ford Ka ano 2007 1.6.

Avatar
Alvarenga 15 de agosto de 2021

E tem gente que compra…….Bom, se eu fosse um marajá de algum órgão publico, ganhando 30, 40K por mês, fora os penduricalhos e com emprego garantido vitalício talvez tambem não desse muito valor ao dinheiro…..

Avatar
Anderson 15 de agosto de 2021

Nem todo servidor público é marajá….mas a maioria foi vc quem votou pra ele te roubar….

Avatar
Luiz Henrique 19 de agosto de 2021

Sou servidor público e não ganho 30 ou 40 k. Pelo contrário, não ganho nem 7 k. Quem ganha mais de 40 k do os ministros do “presidente” que você apoia e ajudou a colocar. Que quando essa gente manipulada vai continuar com essa mesma ladainha de culpar o servidor público com tanta mentira e deturpação? Pra comprar um carro com esses valores, nem precisa ser alto funcionário do primeiro escalão: basta ser otário mesmo.

Avatar
Luiz Henrique 19 de agosto de 2021

Sou servidor público e não ganho 30 ou 40 k. Pelo contrário, não ganho nem 7 k. Quem ganha mais de 40 k são os ministros do “presidente” que você apoia e ajudou a colocar. Até quando essa gente manipulada vai continuar com essa mesma ladainha de culpar o servidor público com tanta mentira e deturpação? Pra comprar um carro com esses valores, nem precisa ser alto funcionário do primeiro escalão: basta ser otário mesmo. Concluindo: deixe de ser ignorante e aprenda a votar na próxima eleição.

Avatar
Santiago 15 de agosto de 2021

Pior é essa atual moda dos “SUVs”, que por aqui não passam de hatches anabolizados vendidos a preços exorbitantes. Servindo de argumento pras montadoras puxarem todos os preços pra cima, e lucrarem alto vendendo pra poucos.
Afinal, não faltam incautos se orgulhando de pagar caro e mostrar aos outros “que ele pode”. Enquanto isso as montadoras riem a toa, da nossa cara.

Avatar
Roberval o ladrão de chocolate 🍫 15 de agosto de 2021

Ninguém deveria comprar. Deixar tudo nas consecionarias entulhados!!!

Avatar
Sir.Alves 15 de agosto de 2021

Tem quem pague… fazer o que… Aumenta! Em janeiro veremos populares como Onix e HB20 a partir de R$100.000,00…

Avatar
Rafael 14 de agosto de 2021

Já virou palhaçada já esses preços. Vai chegar um tempo em que mesmo quem tiver muito dinheiro não vai dar conta de tirar 0km da concessionária. Honda Fit EXL a 100 mil só pode ser piada de muito mal gosto.

Avatar
Jucilei Borges de Moura 14 de agosto de 2021

Os preços são sorteados! Só pôde!

Avatar
Marciel 14 de agosto de 2021

Com todo o respeito a todos que vivem da indústria automobilística,mas acho que excederam ao exagero em preços,e impostos carro no Brasil virou fonte de renda ao estados em forma de arrecadar impostos, sou favorável investir nas bicicletas tenho certeza enquanto tiver pessoas a jogar dinheiro fora a indústria vai deitar e rolar como já acontece!!!!;💸💸

Avatar
Lu 14 de agosto de 2021

Absurdo, perderam a noção dos valores, mas acredito que abaixem rapidamente os preços assim que não tiverem resultados, porque uma coisa é pedir o valor outra é vender pelo preço que quer.

Avatar
Gustavo 13 de agosto de 2021

Quero ver achar os baratos…
Tá uma loucura esses preços

Avatar
Nelson 13 de agosto de 2021

Com o preços dos carros subindo praticamente todo mês fica difícil para nós meros trabalhadores.

Avatar
Santiago 13 de agosto de 2021

FIAT Doblo por 120 paus???
Isso sim que é filme de terror.

Avatar
José Carlos dos Santos 13 de agosto de 2021

Não nos lamentamos e pronto. Não sabemos votar. O que vemos em Brasília é o reflexo do que somos e desejamos. Revisão de política tributária é uma discussão que não interessa a quem arrecada. Resta nos ver os belos europeus e japoneses e lanbermos com a testa com suas belezuras automotiva.

Avatar
Omega 13 de agosto de 2021

Bem, nos países desenvolvidos, as pessoas costumar boicotar quando o preço de alguma mercadoria sobe mais do que o normal, mas no nosso, infelizmente, gosta disso só para dizer: “eu estou podendo”.

Avatar
Helcio Velasco 17 de agosto de 2021

Tem toda razão, os consumidores não sabem a força que tem. Não comprem, quero ver o que eles vão fazer.

Avatar
Deixe um comentário