SUVs mais econômicos do Brasil em 2020: top 10

Já tem utilitário esportivo consumindo o mesmo que um sedã compacto; confira nosso ranking baseado nas medições do Inmetro

Por Fernando Miragaya 16/04/20 às 12h46
Especial para o AutoPapo

Os utilitários esportivos estão chegando perto dos hatches e sedãs no que diz respeito a consumo de combustível. Prova disso é o novo Chevrolet Tracker, que acaba de ser lançado com média aferida pelo Inmetro de fazer inveja a muito automóvel de passeio. Inclusive, o modelo da GM mexeu no ranking dos SUVs mais econômicos do Brasil.

Desta forma, elaboramos esta lista com os jipinhos urbanos que menos fazem você ficar amigo do frentista. Mas usamos alguns critérios para este ranking. Só consideramos SUVs compactos com motor a combustão, inclusive modelos com jeito de hatch parrudo (como JAC T40, Peugeot 2008 e Suzuki S-Cross).

Também elencamos apenas versão mais econômica de cada modelo. E a classificação leva em consideração, primeiro, a média de consumo com gasolina na cidade aferida pelo Inmetro para o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV).

VEJA TAMBÉM

1. Chevrolet Tracker 1.0

Chevrolet Tracker 2021 MT: suv mais econômico do Brasil
Chevrolet Tracker 2021 MT: suv mais econômico do Brasil (Foto Felipe Boutros | AutoPapo)
  • Gasolina: 13,0 km/l na cidade e 14,8 km/l na estrada
  • Etanol: 9,0 km/l na cidade e 10,4 km/l na estrada
  • Motor: flex 1.0 12V turbo de 116 cv
  • Câmbio: manual de seis marcas

O Tracker acaba de ganhar nova geração e já chega como o  SUV mais econômico do Brasil. Tudo graças ao excelente conjunto mecânico que a GM colocou no SUV. O 1.0 três-cilindros turbinado promete bom desempenho sem ter sede: obteve médias de 13,0 km/l na cidade e 14,8 km/l na estrada, com o combustível fóssil.

Detalhe é que mesmo com câmbio automático, ou com a variante 1.2 turbo, o Tracker ocuparia todas as posições do pódio desta lista caso se não considerássemos apenas uma versão por carro.

2. JAC T40

JAC T40 CVT
JAC surpreende no ranking dos mais econômicos
  • Gasolina: 11,9 km/l na cidade e 12,8 km/l na estrada
  • Etanol: 8,1 km/l na cidade e 8,7 km/l na estrada
  • Motor: flex 1.5 16V de 125/127 cv
  • Câmbio: manual de cinco marchas

Tradicionalmente, modelos chineses costumam beber bem no Brasil. Mas a JAC prova o contrário com o T40, seu menor utilitário. O SUV econômico conseguiu desbancar modelos consagrados da Ford e da Honda com seu motor Jetflex e na versão manual.

Anota ótima média de 11,9 km/l no ciclo urbano com gasolina, por isso está entre os SUVs mais econômicos do Brasil em 2020.

3. Ford EcoSport 1.5

Ford Ecosport SE 1.5: SUV econômico
Motor 1.5 de três cilindros foi uma das grandes sacadas da Ford
  • Gasolina: 11,6 km/l na cidade e 13,1 km/l na estrada
  • Etanol: 8,3 km/l na cidade e 9,0 km/l na estrada
  • Motor: flex 1.5 12V de 130/137 cv
  • Câmbio: manual de cinco marchas

O motor Dragon 1.5 foi um dos grandes recentes acertos da Ford. No EcoSport, o três-cilindros garante um bom desempenho sem cobrar muito na bomba de combustível, por isso está no pódio dos SUVs mais econômicos.

Com a transmissão manual de cinco marchas, o SUV se garante no pódio como o terceiro utilitário compacto mais econômico do mercado. Pena que as versões automáticas não sejam assim.

4. Suzuki Vitara 1.6

suzuki vitara 4sport
Suuzi Vitara tem motor 1.6
  • Gasolina: 11,6 km/l na cidade e 13,2 km/l na estrada
  • Motor: a gasolina 1.6 16V de 126 cv
  • Câmbio: automático de seis marchas

A Suzuki aparece na lista dos SUVs mais econômicos com o Vitara. O 1.6 aspirado conversa de forma eficiente com a transmissão automática. Resultado: estas versões do SUV da marca japonesa são mais econômicas dos que as variantes com o 1.4 turbo – que também apresentam médias boas. O Vitara tem a mesma média urbana que o EcoSport, contudo fica em quarto por não ser flex.

5. Honda HR-V Touring

Honda HR-V Touring: SUVs mais econômicos
Honda HR-V Touring tem boa relação de desempenho e economia
  • Gasolina: 11,5 km/l na cidade e 14,6 km/l na estrada
  • Motor: a gasolina 1.5 16V turbo de 173 cv
  • Câmbio: automático do tipo CVT com sete marchas simuladas

O Honda HR-V Touring com motor turbo e câmbio CVT é a mais econômica dentro da linha da marca (e um dos SUVs mais econômicos do Brasil) – e desbanca as configurações com motor aspirado, que também se destacam pela eficiência, diga-se de passagem.

Se for pegar a estrada, aí mesmo que o motorista pode ficar feliz: além das boas retomadas, dos 173 cv que sobram para o SUV e das marchas virtuais do câmbio CVT, o HR-V anota média de 14,6 km/l.

6. Suzuki S-Cross

Suzuki S-Cross é SUV econômico com motor 1.4 turbo
Suzuki S-Cross é SUV econômico com motor 1.4 turbo
  • Gasolina: 11,5 km/l na cidade e 13,3 km/l na estrada
  • Motor: a gasolina 1.4 16V de 146 cv
  • Câmbio: automático de seis marchas

Hatch parrudo, station metida a SUV… tanto faz. O certo é que o S-Cross é um foguetinho com seu pequeno motor 1.4. Tem força de sobra para arrancadas e as retomadas são beneficiadas pelo bom torque a baixas rotações. E nem por isso é beberrão. Pelo contrário, apresenta ótimas médias no ciclo urbano e rodoviário. Empata até com o HR-V Touring entre os SUVs mais econômicos na média na cidade, porém, perde na estrada.

7. Nissan Kicks X-Tronic

Nissan kicks sl linha 2020
Nissan Kicks é um dos queridinhos do mercado
  • Gasolina: 11,4 km/l na cidade e 13,7 km/l na estrada
  • Etanol: 7,7 km/l na cidade e 9,4 km/l na estrada
  • Motor: flex 1.6 16V de 116 cv
  • Câmbio: automático do tipo CVT

O bom casamento entre o câmbio CVT e o motor 1.6 é a receita para o modelo da marca japonesa estar nesta lista, O quatro-cilindros rende bem com a caixa automática, com ótima eficiência na estrada. Segundo SUV mais vendido em março de 2020, o Kicks é um dos poucos casos em que a versão automática é mais econômica que a manual.

8. JAC T50

JAC T50 é um dos SUVs mais econômicos
JAC T50 é um dos SUVs mais econômicos
  • Gasolina: 11,3 km/l na cidade e 11,5 km/l na estrada
  • Motor: a gasolina 1.6 16V de 138 cv
  • Câmbio: automático do tipo CVT

Vendido em versão única, o JAC T50 surpreende com um consumo baixo, mesmo com a transmissão automática continuamente variável. Mas é justamente a caixa quem dosa o desempenho do carro na cidade, deixando-o bastante econômico.

A falta de torque em baixos giros, porém, compromete a eficiência na estrada, pouca coisa mais econômica que na cidade.

9. Volkswagen T-Cross 200 TSI

VW T-Cross 200 TSI manual
VW T-Cross 200 TSI com câmbio manual é um SUV econômico
  • Gasolina: 11,2 km/l na cidade e 13,2 km/l na estrada
  • Etanol: 7,7 km/l na cidade e 9,4 km/l na estrada
  • Motor: flex 1.0 12V turbo de 116/128 cv
  • Câmbio: manual de seis marchas

O sempre elogiado motor TSI não decepciona, nem mesmo em um SUV mais pesado. Além de boas arrancadas e retomadas, o tricilíndrico turbo é bastante econômico, seja na cidade ou na estrada – há relatos de médias rodoviárias de até 18 km/l.

Contribui para o T-Cross 200 TSI estar entre os SUVs mais econômicos o câmbio manual muito bem escalonado e com a sexta marcha funcionando como um belo overdrive.

10. Citroën C4 Cactus 1.6

citroen c4 cactus para pcd feel
Citroën C4 Cactus com motor 1.6 está entre os SUVs econômicos
  • Gasolina: 11 km/l na cidade e 12,5 km/l na estrada
  • Etanol: 7,7 km/l na cidade e 8,9 km/l na estrada
  • Motor: flex 1.6 16V de 115/122 cv
  • Câmbio: manual de cinco marchas

O Citroën C4 Cactus tem no motor aspirado e na caixa manual a versão mais econômica da linha. Apesar de não ter a disposição do conjunto THP turbinado, o desempenho do C4 Cactus é bastante agradável e confortável para a cidade. Mas a eficiência com etanol cai significativamente na estrada.

9 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Avatar
    Amarildo rossi papa 23 de abril de 2020

    Senhores, não quero desmerecer seu trabalho mas os números do inmetro são totalmente irreais e não refletem a realidade, gostaria de saber como conseguem chegar a esses números. Não acredito nesses números. Gostaria de sugerir que fizessem um teste de verdade, alugar os carros e andar no transito da avendia paulista, aí sim saberemos o verdadeiro consumo. (Não vale usar os números dos computadores de bordo mentirosos, encham o tanque antes e depois do percurso).

    • Avatar
      Thiago Garcia 10 de maio de 2020

      Se você fizer um teste de consumo em um engarrafamento é lógico que será ruim.

  • Avatar
    marcus mendes 23 de abril de 2020

    Carro Chinês só se for um presente…………………de Grego. Vendo no dia seguinte. Tracker também é um ploduto plojetado pela Chinesada. Tõ fora.

  • Avatar
    marcus 23 de abril de 2020

    Carro Chinês só se for um presente…………………de Grego. Vendo no dia seguinte.

  • Avatar
    Samarone 23 de abril de 2020

    Os “SUVs” estão com consumo parecido com Hatchs exatamente por serem Hatchs bombados, infelizmente!

  • Avatar
    Leo Braga 23 de abril de 2020

    Daonde esse Cactus é um SUV kkkkk, o T-Cross também, parece um Stepway, fala sério. E a Ford que vai trazer o Ka SUV, cruzes, para onde estamos indo, manobras de medidas que fazem se enquadrar como SUV, então coloca o Kwid aqui, o SUV dos compactos kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Avatar
    Leo 23 de abril de 2020

    Daonde esse Cactus é um SUV kkkkk, o T-Cross também, parece um Stepway, fala sério. E a Ford que vai trazer o Ka SUV, cruzes, para onde estamos indo, manobras de medidas que fazem se enquadrar como SUV, então coloca o Kwid aqui, o SUV dos compactos kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Avatar
    Antonio 18 de abril de 2020

    A Duster não poderia ficar de fora

  • Avatar
    FALX 17 de abril de 2020

    Tenho um C4 faz 1w.9 na estrada ok gasolina

Avatar
Deixe um comentário