Thor vai ajudar a melhorar a segurança dos carros; entenda!

Comprovar a segurança dos automóveis ficará mais difícil, visto que avaliações pós-acidente também serão realizadas

Por AutoPapo 27/05/20 às 17h20

A cada dois anos, o Programa Europeu de Avaliação de Carros Novos (Euro NCAP) atualiza e reforça seus protocolos de testes de impacto. Este ano, novos ensaios serão introduzidos para atender a algumas necessidades de proteção dos ocupantes, melhorar a proteção pós-acidente e promover tecnologias avançadas de assistência ao motorista.

As principais inovações dos testes de impacto europeus serão:

  • a barreira móvel deformável progressiva;
  • o método exclusivo para avaliar a compatibilidade do veículo; e
  • a adoção do manequim masculino de teste de colisão masculino de tamanho médio “THOR” (0 mais avançado do mundo).

LEIA MAIS

Uma mudança importante é a implementação de uma nova barreira móvel ao teste de colisão frontal do carro em movimento, substituindo o teste de barreira deformável por deslocamento moderado. Esse novo método de testes de impacto não apenas avalia a proteção dos ocupantes dentro do carro, mas também como as estruturas da parte dianteira contribuem para ferimentos na colisão.

Testes de impacto lateral

Os impactos laterais são responsáveis ​​pelo segundo maior índice de mortes e ferimentos graves. As atualizações mais recentes nessa área da avaliação de segurança incluem ajustes na velocidade e na massa do teste de barreira lateral, aumentando sua gravidade.

Mais significativamente, o Euro NCAP avaliará pela primeira vez a proteção contra impactos do lado oposto, concentrando-se na proteção do motorista e na interação potencial entre motorista e passageiro do banco da frente.

Com o último teste, a proteção oferecida pelas novas medidas do mercado, como os airbags centrais, pode ser verificada adequadamente.

carro da categoria suv participando de testes de impacto do euro ncap
Carros brasileiros são testados pelo Latin NCAP – que não leva em consideração apenas a nossa legislação

O Euro NCAP continua avaliando a última geração de sistemas de prevenção de acidentes e assistência ao motorista.

Novos cenários de testes são adicionados à taxa da tecnologia AEB para carros e usuários vulneráveis ​​da estrada, incluindo situações de retorno e retorno em uma travessia. Além disso, é dado o primeiro passo para avaliar os sistemas de monitoramento do status do motorista, projetados para detectar a fadiga e a distração como parte da avaliação do Assistente de Segurança.

Em nota à imprensa, o órgão afirmou que “melhorar a segurança dos carros não significa apenas mais airbags ou melhores sistemas de assistência ao motorista. A segurança pós-acidente também desempenha um papel vital na sobrevivência do acidente”.

Por isso, em parceria com a Associação Internacional de Serviços de Incêndio e Resgate, o Euro NCAP desenvolveu novas regras de classificação. Os fabricantes serão recompensados ​​quando as informações de resgate forem precisas e facilmente disponíveis.

O Euro NCAP também verifica, durante os testes de impacto, a facilidade de remoção, maçanetas elétricas e endossa as funções avançadas do eCall.

Aguardemos o dia em que os novos padrões cheguem também à América Latina.

Foto Euro NCAP | Divulgação

0 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Deixe um comentário