Troque o óleo fora da concessionária e perca a garantia

Quer economizar uns trocados com a troca de óleo e resolve fazer o serviço fora da concessionária, ainda na garantia? Então confira essa dica primeiro

embalagem oleo motor carro troca tampa reservatorio fluido
Trocar o óleo do motor, durante o período de garantia, fora da concessionária é um "tiro no pé" que irá interromper o vínculo da marca com o cliente (Foto: Internet)
Por Boris Feldman
29 de maio de 2022 15:03

O seu carro está novo na garantia. Mas antes de levar na revisão da concessionária, você levou em uma oficina, em uma troca de óleo, e pediu para trocarem o óleo do motor. Solicitou a notinha especificando que o lubrificante é aquele recomendado pela fábrica, como consta no manual do proprietário.

E quando você leva o carro para revisão você mostra a nota e diz: “olha, não precisa de trocar o óleo, eu já o fiz seguindo a recomendação do manual.”

 VEJA TAMBÉM:

Aí, na concessionária, o consultor técnico, responde: “lamento comunicar que o senhor acaba de perder a garantia do seu automóvel.”

Naturalmente, o amigo fica bravo: “mas como assim? Eu fiz o que foi recomendado no manual.”

Mas a concessionária tem razão, porque ela não pode por a mão no fogo pelo que os outros fazem. Quem disse que a notinha emitida pela oficina, pela troca de óleo, foi realmente aquele lubrificante colocado? Ou foi um óleo recuperado, remanufaturado, sabe-se lá de qual procedência?

Então, durante a garantia do seu automóvel, nesse ponto a concessionária, a fábrica, elas têm razão. Não se pode trocar nada fora da concessionária, nem o óleo do motor, nem o fluido do freio, nem o líquido de arrefecimento do radiador, nada!

Depois da garantia o problema é seu, mas durante a garantia quem tem que se responsabilizar por qualquer problema no automóvel é a fábrica e a concessionária. Então, ela não pode realmente confiar na honestidade, na ética de outras empresas.

Confira o canal do AutoPapo no YouTube.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
SOBRE
14 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Luciano Neves 6 de junho de 2022

Agora quero saber?. Se comprar todos produtos na concessionário e a mao de obra ser fora da concessionária, como fica?.

Avatar
Sergio 5 de junho de 2022

Ao menos no manual de veículos Honda está explícito, fora de rede autorizada Honda = extinção de garantia.

Avatar
Nelson 2 de junho de 2022

Desculpe, meu prezado Boris, mas a informação não procede. O fabricante precisa demonstrar o nexo causal para suspender a garantia. Se utilizou o óleo recomendado no manual e o serviço foi realizado corretamente não há o que se falar em perda da garantia.

Avatar
Sergio 5 de junho de 2022

Não precisa, basta ela mencionar no manual de manutenção (garantia). O proprietário compra sabendo disso.
Como a montadora vai dar garantia de algo sendo que um terceiro mexeu? Não é só questão de produto e sim tbm do serviço.

Avatar
Jose 6 de junho de 2022

Correto.

Avatar
Alexandre 30 de junho de 2022

Perfeito. Porque se for seguir a logica da reportagem do UOL você teria que abastecer nas concessionárias também. E inclusive no tal manual diz que conforme o uso o proprietário deve trocar o óleo e filtros antes do recomendado e não vi em nenhum manual de vários veículos a obrigação de sempre que necessitar trocar o óleo o serviço ser feito na concessionaria.

Avatar
Fernando 1 de junho de 2022

Tem concessionária que não faz cambagem, e também não tem solução melhor do que trocar a suspensão.

Avatar
Taymison 1 de junho de 2022

Em 2015 comprei um uno zero km, fazia todas as revisões na concessionária, em menos de um ano deu problema na caixa de direção e foi trocada na garantia sem custo, só que depois de um ano, gastava mais de mil reais por revisão, pra mim ficava pesado, agora faço as revisões seguindo as orientações do manual em oficinas particulares fica mais em conta.

Avatar
Roni oliver 1 de junho de 2022

Não é só automóve,l com um celular ,troque uma bateria original q seja fora da autorizada q garantia já era,tv, computador , portáteis em fim ,a concessionária está certa como si responsabilizar por terceiros, independente da qualidade do serviço,e com certeza vai ficar mais barato trocar óleo na concessionária q processa-la.kkkk

Avatar
CELSO 31 de maio de 2022

Sou proprietário de um veículo que comprei 0km ,quando fui leva-lo à revisão o óleo que seria colocado segundo o site da montadora era de uma marca diferente da recomendada no manual, até então tudo bem ambos são excelentes produtos, porém quando foram efetuar a troca que fiz questão de acompanhar, para minha surpresa era um outro produto . Questionei a concessionária sobre o fato e me disseram que era normal a utilização dessa outra marca. Ou seja nem as concessionárias colocam o que a montadora recomenda.

Avatar
Daniel 31 de maio de 2022

Não é verdade, isso se chama venda casada, vetada no CDC, prática abusiva no código de defesa do consumidor! Artigo 39 inciso I do cdc.
Só ler!

Avatar
Mario 31 de maio de 2022

No manual do veiculo, parece-me, que não está explicitado que a troca de óleo tem que ser efetuada em Concessionária da marca. Apenas indica o óleo da marca e os equivalentes.

Avatar
Roberio callado 31 de maio de 2022

Não se pode generalizar todas as oficinas! Deveria corrigir esse comentário que põe em dúvida a seriedade dos serviços das oficinas mecânicas, que não são concessionária!

Avatar
Bruno 29 de maio de 2022

Aí você entra na justiça e pronto! A garantia está de volta. Simples assim.

Avatar
Deixe um comentário