Vai sair de linha! Veja 5 carros que deixarão o mercado em 2022

Até o fim do ano, esses automóveis darão adeus ao Brasil: listão tem modelos bastante queridos pelos consumidores

data vw gol sair de linha
Gol e Voyage estão entre os modelos que vão sair de linha em 2022 (Arte: Ernani Abrahão | AutoPapo)
Por Alexandre Carneiro
03 de abril de 2022 08:04

Ninguém que vai comprar um carro quer ser surpreendido ao vê-lo, logo depois, sair de linha. Por isso, o AutoPapo listou 5 automóveis que deixarão o mercado brasileiro até o fim deste ano. Alguns deles, inclusive, já tiveram a produção encerrada, mas seguem à venda, uma vez que ainda existem unidades em estoque.

VEJA TAMBÉM:

Vai sair de linha em 2022!

Confira o listão e descubra quais são os “condenados” de 2022. Se você estiver de olho em algum deles, pechinche bastante e peça um bom desconto. Ou então parta logo para outro modelo. Confira o listão!

1. Volkswagen Gol

VW_Gol_G7_vermelho
Gol vai sair de linha com série especial de despedida

Tudo indicava que o Gol sobreviveria por mais algum tempo, mas ele vai sair de linha ainda em 2022, conforme já explicou o colunista Leonardo Felix. Em homenagem ao hatch, que detém o título de carro mais vendido do Brasil – já são mais de 7 milhões de unidades emplacadas desde o lançamento, em 1980 -, a Volkswagen lançará uma série especial de despedida, de acordo com informações do site Autos Segredos.

A Volkswagen prepara um novo produto para ocupar a lacuna do Gol: trata-se de um SUV compacto menor e mais barato que Nivus e T-Cross. Esse modelo deve chegar ao mercado em 2024 e não herdará o nome do antecessor. Para segurar as pontas até lá, o fabricante lançará uma versão mais despojada do Polo, batizada de Track.

Boris Feldman fala mais sobre o Polo Track, o sucessor do Gol. Assista ao vídeo!

2. Volkswagen Voyage

volkswagen voyage 2019 com transmissao automatica 13
Ao contrário do “irmão” Gol, o Voyage deixará o mercado discretamente

O Gol não vai embora sozinho: levará junto o sedan da gama. O Voyage também vai sair de linha até o fim de 2022 e, ao contrário do hatch, deixará o mercado de maneira mais discreta, sem série especial de despedida. Ele tampouco terá sucessor direto.

A história do modelo começou em 1981, quando surgiu a primeira geração, que durou até 1995. Após um hiato de mais de uma década, a terceira safra chegou em 2008 e permanece no mercado até hoje (ao menos por enquanto).

3. Caoa Chery Arrizo 5

caoa chery arrizo5 2021 21
Vendas do Arrizo 5 ficaram abaixo das previsões do fabricante

O desempenho comercial do Arrizo 5 ficou abaixo do que a Caoa Chery previa. Quando lançou o sedan, em novembro de 2018, a fabricante pretendia comercializar de 300 a 400 unidades por mês, mas esses números ficaram só nas expectativas. No ano passado, o modelo chegou até a ganhar uma nova versão intermediária, a RXS, mas a esperada atualização Pro nunca veio.

Na verdade, o Arrizo 5 já é uma espécie de morto-vivo no mercado, pois a Caoa Chery já encerrou a produção há vários meses. O sedan segue à venda simplesmente porque ainda existem exemplares em estoque: portanto, ele pode “sair de linha oficialmente” a qualquer momento. Além do desempenho comercial tímido, o modelo também sofreu com o “fogo amigo” do “irmão” Arrizo 6, que é mais sofisticado, mas tem preços próximos.

4. Hyundai ix35

hyundai ix35: Listamos os SUVs sem controle de estabilidade que ainda são vendidos - o equipamento de segurança se tornará obrigatório em breve!
Hyundai já encerrou a produção do ix35, mas ainda existem unidades em estoque

Outro morto-vivo no mercado de automóveis é o ix35. O SUV já não é mais produzido em Anápolis (GO) desde o fim do ano passado, mas segue no site comercial da Hyundai Caoa, às custas das unidades em estoque. As vendas no modelo vinham caindo sucessivamente nos últimos anos e, por isso, não valeria a pena enquadrá-lo na nova Fase L7 de exigências ambientais do Proconve. As informações são da AutoEsporte.

A estreia do ix35 no Brasil ocorreu em 2010: ele chegou como importado, mas ganhou cidadania nacional três anos depois. A Hyundai Caoa também interrompeu a produção do New Tucson, porém, nesse caso, trata-se apenas de uma pausa: a empresa deve começar a montar no país a nova geração do modelo, possivelmente com propulsão híbrida, a partir de meados deste ano.

5. Honda Civic

honda civic touring 2020 32
Honda Civic é outro que já saiu de linha, porém segue à venda devido a estoques

Quem acompanha o AutoPapo já sabia que o destino do Civic estava selado. Ele também deixou de ser produzido no ano passado e segue no site do fabricante apenas devido aos estoques. É verdade que a Honda vai lançar uma nova geração no segundo semestre deste ano, mas ela será importada e, provavelmente, vendida em versão única, com propulsão híbrida. Consequentemente, terá preços bem mais elevados.

O Civic foi o primeiro carro que a Honda produziu no Brasil: a nacionalização ocorreu em 1997, junto com a inauguração da fábrica de Sumaré (SP). Nada menos do que 24 anos e cinco gerações depois, o mercado vê o sedan sair de linha, mas ao menos vai presenciar a chegada do sucessor, via importação, em 2022.

Por que a Honda tirou o Civic de linha? Boris Feldman explica!

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
18 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
E. A. Capuano 20 de maio de 2022

Em sendo motorista há mais de quatro décadas, tendo carros de vários fabricantes nesses anos todos, avalio a VW como um empresa que se deu bem enquanto vigeram dois cenários favoráveis para ela no Brasil: 1) estradas ruins em geral, onde a ROBUSTEZ dos veículos era uma característica muito valorizada; 2) RESERVA DE MERCADO, ao lado da Ford (que já foi embora), GM e FIAT. Quando em 1990 o então Pres. Collor chamou os produtos dessas empresas de “carroças” e, nos anos seguintes (depois do Plano Real – 1995 em diante), quando o poder aquisitivo dos assalariados melhorou devido à estabilidade econômica, o nível de exigencia também aumentou em termos de qualidade, mostrando que essas empresas não tinham produtos competitivos no Brasil.

Avatar
Paulinho 9 de abril de 2022

Francamente eu não entendo estes “cabeças de bagre” da VW. Nos anos 80 a aqui no Brasil a cada 10 carros 8 eram WV destes 8 6 eram gol, dai com o lançamento do gol bola, aquele do vidro que não abria e quando abria não fecheva, a posição do volante é torta, a VW achou que era dona do mercado facilitou e já era!!! O polo deviria se chamar gol.
Agora com o fim do produção do gol, a WV pode fechar as portas e já vai tarde.
Adeus carroças caras da VW!!!

Avatar
Fabrício Santos 9 de abril de 2022

Fala bumbum de nutela! Saiba que suspensão muito mais compromete a estabilidade do carro nas estradas. Por outro lado, a suspensão firme contribui para a carroceria torcer menos, dentre outros fatores, como sua rigidez. A tecnologia da Vw usada na construção do monobloco é a mais moderna, excetuando os projetos nacionais como o Gol, e, obviamente, os carros de alto nível do mercado.

Avatar
Rui Fonseca Munhoz 11 de abril de 2022

Bumbum de Nutela é quem acha que VW é carro, VW nunca deixou de ser exatamente aquilo que seu nome diz: “Carro do Povo” e tem que ser “povinho mesmo” que nem tem ideia do que “é um carro” para achar que VW é carro e que VW é tecnologia…… fabrica que não sabe fazer um motor que nao consome (ou desaparece) oleo não deveria nem fabricar carro…..VW tecnologia…rsss.rsss

Avatar
Ricardo Saad Lucena Cavalcanti 8 de abril de 2022

Carros da WV não vale a pena ter não. São carros desconfortáveis em termos de suspensão e são bem mal acabados. Se tem valor bom de revenda eu não sei. Os zero km são tão caros quanto os concorrentes melhores, até onde sei sem saber números exatos.

Avatar
Fabrício Santos 9 de abril de 2022

Fala bumbum de nutela! Saiba que suspensão muito mais compromete a estabilidade do carro nas estradas. Por outro lado, a suspensão firme contribui para a carroceria torcer menos, dentre outros fatores, como sua rigidez. A tecnologia da Vw usada na construção do monobloco é a mais moderna, excetuando os projetos nacionais como o Gol, e, obviamente, os carros de alto nível do mercado.

Avatar
Fabrício Santos 9 de abril de 2022

Fala bumbum de nutela! Saiba que suspensão muito macia compromete a estabilidade do carro nas estradas. Por outro lado, a suspensão firme contribui para a carroceria torcer menos, dentre outros fatores, como sua rigidez. A tecnologia da Vw usada na construção do monobloco é a mais moderna, excetuando os projetos nacionais como o Gol, e, obviamente, os carros de alto nível do mercado.

Avatar
GEORGES CHRISTIAN COSTARIDIS 8 de abril de 2022

O povo quer SUV e não importa o tamanho. Até o Kwid é anunciado como um…kkkk

Avatar
José Luiz Correia 7 de abril de 2022

Lixo que já vai tarde. E o Civic não vai , ele já está retornando. Melhor o velhote de atualizar .

Avatar
Oscar Souza 7 de abril de 2022

Tirando o Civic, o resto já vai tarde.

Avatar
Wendel 7 de abril de 2022

Kkkkk
Exato. A carroca da vw, ooooops, o gol deveria ter ido antes da virada do seculo…

Avatar
amarildo rossi papa 7 de abril de 2022

Alguém aqui acha que é possível um polo ser mais despojado (pé de boi) do que já pe?

Avatar
amarildo rossi papa 7 de abril de 2022

Moro bem em frente a GM de são caetano do sul e todos os dias saem carretas cheias de spin, continua produzindo sim.

Avatar
Bruno 6 de abril de 2022

Alguém tem notícias da Spin? Parece que não está sendo mais produzida pela GM, estando em falta nas CSS. Não sei se é apenas uma pausa para a adaptação dos motores ao Proconve L7.

Avatar
Rene 3 de abril de 2022

Boris bom dia,
Esses carroa que sairão de linhs os preços são mais em conta?tem um desconto??
Um ótimo e abençoado domingo pra vc.

AutoPapo
AutoPapo 3 de abril de 2022

Olá, Rene

Você pode usar esse argumento para tentar negociar na concessionária.

Abraço

Avatar
Gilberto 8 de abril de 2022

Certamente oferecerão desconto. Mas se usar seu veículo atual, como entrada, esteja certo que o valor que vão oferecer, já terá o “desconto” compensado, ou seja, vão desvalorizar seu usado na maior cara de pau…

Avatar
Gustavo Baldissera 24 de abril de 2022

Se quiser perder dinheiro, entregue seu carro em uma CSS autorizada.

Avatar
Deixe um comentário