VW volta a mentir nos EUA. Depois do “dieselgate”, o “electric gate”

Volkswagen of America faz piada oficial de “1º de abril” de muito mau gosto; entenda a história por traz do nome Voltswagen

Por Boris Feldman 31/03/21 às 10h19
voltswagen volkswagen novo nome
Voltswagen seria o novo nome da fabricante alemã nos EUA (Foto: Volkswagen | Divulgação)

Ainda faltavam três dias para o 1º de abril deste ano (segunda-feira, dia 29) quando a Volkswagen of America deixou “vazar” uma notícia que cairia como uma bomba no setor: mudar seu nome para Voltswagen of America. A intenção mercadológica da filial norte-americana da empresa alemã seria atrair a atenção para sua nova fase dedicada à eletrificação da linha. E emitiu um comunicado oficial, até com imagens da nova marca, explicando os motivos da mudança.

Assista ao vídeo e entenda o caso:

O dia da mentira sempre foi utilizado em todo o mundo por muitas empresas, inclusive do setor de automóveis, para estas brincadeiras, mas não de forma oficial como fez a VW, que divulgou a lorota em seu site oficial nos EUA em 30/03.

LEIA MAIS

A informação foi enviada para todo o mundo na manhã do dia por agências noticiosas internacionais como a Reuters, Associated Press e outras, detalhando que a mudança do nome ocorreria oficialmente a partir de maio. Ela foi divulgada por vários veículos de comunicação no Brasil, inclusive este “AutoPapo”.

Nas primeiras horas desta terça-feira, executivos da VW of America não negaram o fato, reforçando a controversa ação de marketing que indignou imprensa e mercado. O desmentido veio horas mais tarde, depois de provocar até valorização de quase 5% das ações da empresa na bolsa.

Mesmo tendo sido comunicada oficialmente, parte da imprensa e do mercado recebeu a informação com reservas, pela proximidade com o “Dia da Mentira” e porque a troca de “Volks” por “Volts” teria uma série de implicações e desdobramentos de custo incalculável. E até por ir de encontro à caracterização de todos seus veículos elétrico como “ID”, desde o primeiro da série, o ID Buzz (Kombi). Nos EUA, o primeiro a chegar foi o SUV “ID4”.

O tiro da empresa com a brincadeira do Voltswagen pode ter saído pela culatra, pois, além dessa mentira, trouxe novamente à tona a ação criminosa da VW descoberta em 2015 nos EUA: fraude na certificação de seus automóveis diesel que emitiam poluentes num volume cerca de 40 vezes maior que os valores homologados junto ao governo dos EUA.

O chamado “dieselgate” abalou a imagem da empresa no mundo, custou cerca de 20 bilhões de dólares entre multas e indenizações, prisões e cabeças de altos executivos da Volkswagen nos EUA e Europa.

Um dos principais motivos da corrida da VW pela eletrificação de seus modelos é exatamente o de tentar jogar uma pá de cal na imagem de fraudulenta e antiecológica da empresa.

A ação mercadológica foi contestada nos EUA por vários órgãos de imprensa e agencias de notícias que se sentiram trapaceadas justamente quando a empresa precisa reconquistar a simpatia de consumidores e jornalistas. E também por autoridades do setor financeiro pois a valorização das ações da VW na bolsa de valores tumultuou o mercado acionário nos EUA.

SOBRE
8 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Geraldo Lima 1 de abril de 2021

Agora a General Motors vai virar “General Eletric” e a FIAT vira “FAET” (Fábrica de Automóveis Elétricos Turin) kkk

Avatar
Carlos Antonio da Silva 1 de abril de 2021

Se fosse Volkswatts não seria melhor ? Kkkkk

Avatar
amarildo rossi papa 1 de abril de 2021

Não achei nada de errado… É só mimimi da imprensa que também faz isso todos os dias tentando nos enganar manipulando as informações… Quem com ferro fere com ferro será ferido!!! Não sou fã da VW, mas dessa eu gostei.

Avatar
Gleydson Dias 1 de abril de 2021

As vezes vejo empresas fazer cada coisa, que fico imaginando, será que essas grandes empresas não tem um depto de assessoria de comunicação? não tem um depto de marketing? porque e cada cagada que fazem, que imagino que seus deptos de asssoria de comunicação ou marketing aceitar a fazer cada coisa ou e para agradar o patrão e não perder o emprego ou realmente e falta de inteligência por parte de todos……….porque nesse caso já estão carregando um passando recente não muito agradavel, e agora fazer mais uma cagada? se continuar assim vão ter que mudar o nome da marca de volkswagem para outra, porque se continuar assim a imagem da marca vai esta totalmente apagada no mercado, já vi muitas grandes marcas se afundarem e ter que mudar tudo inclusive o nome para recomeçar do zero…………e o que mais tem no mercado, novas marcas criadas em cima de outras que de tanta cagada foram para o lado negro da força……ou do mercado

Avatar
Sir.Alves 1 de abril de 2021

KKKKK VW trollando ate valorizar na bolsa, eita resenha. Pelo menos Elon Musk vai dormir em paz esta noite… Kkkkkk ia ser uma baita concorrente.

Avatar
Odiar Oliveira 31 de março de 2021

É muito mimimi, a brincadeira foi boa, os politicamente corretos que me perdoem.

Avatar
RuyJr 31 de março de 2021

Pois, eu gostei da piada ! Nós, consumidores, estamos sempre sendo engambelados por fabricantes. Nada como aplicar um Primeiro de Abril no tal sr Mercado !!! Bem feito ! Quem manda ser ganancioso ! Além disso, nós, míseros consumidores, não perdemos NADA com isso, então …

Avatar
CRISTINA BRAVO 31 de março de 2021

Boris, parece que a VW não aprendeu a lição. Fico mais surpresa ainda com os profissionais de marketing e comunicação, que validaram como positiva a ação para a reputação da marca.

Avatar
Deixe um comentário