Yaris PcD não é mais oferecido pela Toyota

Modelo estava com as vendas suspensas desde dezembro; fabricante afirma que a alta do ICMS em São Paulo impossibilita sua isenção

Por AutoPapo 05/01/21 às 10h28
yaris seda xl 3 4 frente
Carrocerias hatch e sedã do Toyota Yaris não são mais vendidas com todas as dispensas (Foto: Toyota | Divulgação)

A Toyota comunicou aos seus concessionários que a versão XL Live do Yaris, voltada para pessoas com deficiência (PcD), não será mais comercializada com as isenções de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

A justificativa da fabricante é que, com a alta do ICMS em São Paulo, manter o preço do hatch e do sedã abaixo dos R$ 70 mil ficou inviável.

LEIA MAIS

O Toyota Yaris XL Live com câmbio CVT estava com as vendas suspensas desde o início de dezembro de 2020.

A Toyota, que produz o Yaris (para PcD e demais opções) em Sorocaba, no estado de São Paulo, explicou que o imposto será reajustado no próximo dia 15 e passará de 12% para 13,3%. Com a mudança, a configuração XL Live 1.3 CVT de carroceria hatch passará a custar R$ 71.290 – valor acima do teto para se enquadrar na isenção do ICMS.

Ainda de acordo com o comunicado da marca, todas as versões continuarão disponíveis com isenção de IPI.

Além do Yaris para PcD, a Toyota oferece o Etios com a dispensa de IPI e ICMS. O Etios sedã automático é vendido para o público, com as isenções, por R$ 53.288.

SOBRE
7 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Selma 1 de fevereiro de 2021

Mas se a gente pagar a diferença a parte não pode? Não faz?

Avatar
telma cristina lima maia 16 de janeiro de 2021

Estou com processo em andamento de compra do yaris pcd desde de junho de 2020, sou de MG BH e hoje 16 de janeiro de 2021 a concessionaria me liga dizendo que havia pendencia de comprovante de endereço , e que achava que não ia mais me atender porque a fabrica não estava mais dando a isenção de icms

Avatar
Samuel 11 de julho de 2021

Meu deus eu consegui o meu em dezembro , e em janeiro quando fui comprar o carro tudo parou 😔

Avatar
renato duarte pierry 5 de janeiro de 2021

canalha

Avatar
Mathias 5 de janeiro de 2021

Doria acabou com o IPVA pra PCD, tirou isenção de transporte público de idoso e aumentou imposto dos carros. Esse é o presidente que o país quer para 2022?

Avatar
Leandro 5 de janeiro de 2021

Tambem aumentou 40% o valor da taxa de licenciamento de veiculos pra esse ano. e ainda que falar que é gestor, gastar com eficiencia, bla bla bla

Avatar
Luis 31 de julho de 2021

Mathias isso é competência dos governos estaduais legislar sobre os seus respectivos tributos no caso IPVA. No tocante ao transporte público a isenção para idosos fica a critério dos municípios e no estados em viagens intermunicipais e intraestaduais, como foi o caso do Estado de São Paulo Com seu respectivo Governo.

Avatar
Deixe um comentário