Cronos “peladão”

Visando manter a competitividade no segmento dos sedãs compactos, a Fiat optou por produzir versões mais simples do modelo Cronos

Fiat Cronos agora está disponível em versões mais simples
Fiat Cronos agora está disponível em versões mais simples (Foto: Fiat | Divulgação)
Por Boris Feldman
09 de fevereiro de 2022 07:32

Durante muito tempo o sedã compacto mais em conta da linha Fiat era o Grand Siena, que deixou de ser produzido no início deste ano por vários motivos. Entre eles, seu velho motor que não era adequado à nova legislação de emissões: a fase L7 do Proconve que passou a valer em janeiro deste ano.


Mas, nada de trocar só o motor, pois o Grand Siena seria modelo único na linha de montagem, sem compartilhar plataforma com nenhum outro carro, o que encarece muito a produção.

A solução? Mais ou menos óbvia e até prevista pelo mercado: substitui-lo por um sedã mais moderno e sucesso de mercado, o Cronos.

VEJA TAMBÉM:

Porém, como ele é mais luxuoso e mais bem equipado, a solução foi despojá-lo de equipamentos mais sofisticados (sem deixá-lo totalmente pelado…) e sob o capô, o motor 1.0 de até 77 cv.

👍  Curtiu? Apoie nosso trabalho seguindo nossas redes sociais e tenha acesso a conteúdos exclusivos. Não esqueça de comentar e compartilhar.

TikTok TikTok YouTube YouTube Facebook Facebook Twitter Twitter Instagram Instagram

Ah, e se você é fã dos áudios do Boris, procure o AutoPapo nas principais plataformas de podcasts:

Spotify Spotify Google PodCast Google PodCasts Deezer Deezer Apple PodCast Apple PodCasts Amazon Music Amazon Music
Boris Feldman

Jornalista e engenheiro com 50 anos de rodagem na imprensa automotiva. Comandou equipes de jornais, televisão e apresenta o programa AutoPapo em emissoras de rádio em todo o país.

Boris Feldman
28 Comentários
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Comentários com palavrões e ofensas não serão publicados. Se identificar algo que viole os termos de uso, denuncie.
Avatar
Joselio dos santos Silva 13 de fevereiro de 2022

O melhor carro é um jumento não tem emplacamento, IPVA, combustível barato é só dá água a ele e capim homem esse menino anda que só a gota só assim agente não vai dar mais dinheiro a esse governo ladrões.

Avatar
João 11 de fevereiro de 2022

Mesmo fora da lei,se bem que tem muita coisa fora da lei no Brasil,sou mais um grand siena 1.6 16v com seus 117 cavalos de potência na gasosa. Cada um cada um,mas eu quero lá saber de carro mil pra viajar. E dar um dinheirão num carro mil pra trabalhar pra mim não vale a pena,pra tenho um celta. É só minha opinião. Desculpa se falei besteira.

Avatar
Allan 12 de fevereiro de 2022

Onix plus turbo 1.0 tem os mesmos 116 cv de potencia, e é bem mais carro q todos esses ai!
Apesar de estar caro(qual carro do ano nao esta caro hj em dia)
Esta muito mais completo e honesto que o cronos!

Avatar
Carlos Reis 14 de fevereiro de 2022

Concordo em relação de nao comprar carro 1000 mais em relacao a grand siena 1.6 1y val. Também não tem mais , diga dw passagem e um otimo carro , pri cipalmente pra trabalho e viajar no gnv e fz 21km por metro cubico na estrada

Avatar
Daniel 21 de fevereiro de 2022

Ainda bem que pediu desculpa,,,parabéns

Avatar
Paulo Roberto de Camargo 11 de fevereiro de 2022

Bem pessoal
Eu estou vendo o carro hoje em dia é o valores esta alta demais e mas eu estou falando o carro popular esta absurdo o gol zerinho por R$ 72 mil reais que vergonha entre outro carro popular que esta no mesmo nivel os valores que é o preço do carro luxo a 3 a 4 anos atrás
Mas o governo esta cobrando alto demais sem noção no bolso do trabalhadores brasileiros e o trabalhador trabalha e esta juntando os trocos para conseguir comprar o carro novo e imagina um salário e mas para conquistar só daqui 15 a 20 anos
É pra criar vergonha na cara do governo que atrapalha de tudo
No americano um catador de lixo comprou um corolla luxo com apenas 4 meses e o Brasil pode levar 360 anos
O governo brasileiro não tem noção

Avatar
Júlio 11 de fevereiro de 2022

Se ninguém comprasse, queria ver aumentarem.
Sobe, sobe, sobe e todos estão comprando.

Avatar
Marcelo 11 de fevereiro de 2022

Eu estava pensando em entrar em um Virtus 1.0 MPI aspirado. Acho que não vou não. O Virtus com certeza é mais pesado que o Cronos. Deve ser uma lástima numa subida carregado.

Avatar
José Fonseca 15 de fevereiro de 2022

Não tem Virtus com essa motorização, eram produzidos com o motor 1.6 e o 1.0 turbo, agora, só com 1.0 turbo.

Avatar
Fat Jack 11 de fevereiro de 2022

O problema não é tirar dele toda “frescura” presente em grande parte dos veículos atualmente – ar+direção+4 vidros elétricos+travas+alarme já atende 90% do público consumidor de um veículo desta categoria – e sim a colocação do motor 1.0l aspirado (de pouca potência e torque) num sedã (destinado a uso familiar e com bagagem). É pouco motor e isso é óbvio, quem sabe alguém da marca italiana põe a mão na consciência e o disponibiliza por um preço decente com motor maior. (Sonhar não paga imposto mesmo…)

Avatar
Adriano Ojeda 11 de fevereiro de 2022

Opa isso que penso, carro cambio manual, ar condionado, vidros eletricos motor bom e pontente e suspencao restiste fechou pacote, carros de hoje sao mimizentos cheios de frescura, é carphone mistura de carro com Iphone, carros anos 90 pra mim é tudo.

Avatar
Ramiro 10 de fevereiro de 2022

Bem, o Cronos realmente é um modelo mais novo e até mais tecnológico que o “cansado” Grand Siena, mas nem tanto mais equipado, afinal em 2015 eu comprei meu Grand Siena Attractive 1.4 e o mesmo veio até com faróis de neblina. Lembro que na época o modelo foi faturado por R$ 44.990,00 e o valor final foi R$ 50.0000,00 após colocar alarme, vidros traseiros elétricos e sensor de estacionamento. O rádio “ganhei de brinde”, assim como os tapetes e o protetor de cárter (importante pra mim pois ando muito em estrada de barro). Já o Xronos eu adquiri em 2019 (modelo 2020) por R$ 60.990,00 na versão Drive 1.3 e o mesmo nem veio com os faróis de neblina. Fora que a desculpa do motor, por si só não cola, já que a Fiat atualizou o motor Fire 1.0 para o Mobi e o 1.4 para a Fiorino pra aprender à nova legislação. Mas Cronos 1.0 (77cv) eu não quero acreditar … Podiam ter deixado o Grand Siena 1.0 em vez de “rebaixar” o Cronos!

Avatar
Sir.Alves 11 de fevereiro de 2022

Poxa amigo, em 2015 pagasse 50.000,00 no gran siena? Não que o veiculo não tenha qualidades, não é isso, é que pelo valor do carro + todos esses opcionais que pagaste, tu levavas um Linea 2015 zero por 52.000,00 com muitos mais outros itens que o sienão. As vezes as concessionárias preferem nos vendem um modelo mais basicão e lascar opcionais que no fim vão superar o valor de um outro modelo com mais benefícios… a fiat é mestre nisso, vender opcionais que as vezes nem precisamos… Mas tudo bem, sucesso. Abraço.

Avatar
Fábio 11 de fevereiro de 2022

Concordo, o problema é que o linea já estava a beira de sair de linha a essa altura.

Avatar
Airplane 9 de fevereiro de 2022

Mesmo só com o motorista fica muito pesado para esse raquítico motor 1.0 aspirado!
Imaginem ultrapassagens com 5 passageiros (mais o Totó) e todas suas bagagens numa estrada montanhosa e de pista simples !
É para chorar ou rir ? Kkkk

Avatar
Polvo 10 de fevereiro de 2022

Apesar do esforço dos fabricantes, o motor 1.0 aspirado não consegue ter torque adequado para empurrar estes sedans. Quem compra um carro desse porte geralmente vai levar vários passageiros e bagagem e, às vezes usar o ar condicionado. Imagina o risco para a segurança numa estrada, por exemplo.

Avatar
Arnaldo 10 de fevereiro de 2022

Vai ficar parecendo o kwid

Avatar
Marco Antônio Oliveira 9 de fevereiro de 2022

As fabricas devem acordar e vender veículos e não sistemas de informática, automóvel deve vir somente com adicionais de
ar condicionado e direção hidráulica, o resto é frescura

Avatar
Sir.Alves 9 de fevereiro de 2022

Até concordo contigo, mais freio ABS não abro mão, já salvou minha vida amigo, vale a pena. Agora tirar aquela central INUTILmidia… Tirar sensor de pressão de pneu que erra sempre… tirar chave presencial e outras inutilidades que só encarecem o carro, seria interessante Sim.

Avatar
Marco Antônio Oliveira 10 de fevereiro de 2022

É isto vc esta certo, é que no comentário iria falar “servo freio” e não tinha certeza se este termo esta certo, Vc tem toda razão.

Avatar
Antonio Milton 10 de fevereiro de 2022

Vdd. Concordo. Apesar de ter um Cronos Drive 1.3 21/22.

Avatar
Reinaldo 12 de fevereiro de 2022

Não são as fábricas que tem de acordar e tirar certos itens, é o consumidor quem tem de acordar e parar de ser otario e comprar. As montadores subiram os preços na pandemia para evitar que comprassem mais do que elas conseguiam produzir devido a crise dos semi condutores. O que o consumidor fez em plena pandemia?? Fez fila de espera e mostrou para as montadoras o quanto estão dispostos a pagar por carroças. 1 gol que custava 40k custa 60k e tem fila de espera. Porque eles abaixaram o preço?

Avatar
Marco Antônio Oliveira 14 de fevereiro de 2022

Concordo plenamente, parabéns pelo comentário.

Avatar
Mister Gasosa 9 de fevereiro de 2022

Essa carro é pelado de apenas uma coisa: motor!

Avatar
Polvo 9 de fevereiro de 2022

Motor 1.0 aspirado em um sedan como o Cronos é uma aberração. Não faz sentido nenhum, só no Brasil mesmo.

Avatar
Sir.Alves 9 de fevereiro de 2022

Concordo, mas o Gran Siena 1.0 já era uma aberração amigo, só passou a vez para o Argo exercer esse cargo. O Logan 1.0 assim como o antigo Versa 1.0 também são aberrações, não pelas qualidades dos carros, mais por usarem um motor 1.0 aspirado muito fraco sub-dimensionado. O pior é que o novo Prisma 1.0 aspirado também faz parte deste mesmo clan de aberrações.

Avatar
Polvo 10 de fevereiro de 2022

Exato, todos estes sedans com proposta familiar e motores 1.0 são raquíticos. A única exceção era o Classic que era pequeno e leve, os demais sempre tiveram desempenho inadequado. Para uso nas cidades e só com o motorista pode até ser suficiente, mas coloque mais 3 pessoas e veja o sofrimento que é dirigi-los, fora que a economia vai pro espaço, pois tem que dirigir com giro alto o tempo todo. Não tem jeito, motor 1.0 aspirado não consegue proporcionar torque adequado para estes carros, exceto os turbinados.

Avatar
Fat Jack 11 de fevereiro de 2022

Vocês está certíssimo, não tem como um motor deste tamanho e aspiração conseguir deslocar com alguma decência um sedã, neste caso eu acho que é um reflexo do público consumidor atual que não entenda absolutamente nada de carros muito menos de motores e só quer saber qual o tamanho da tela do multimídia que o carro oferece, se tem sensor de chuva e crespuscular e fica fascinado com sensor de pressão dos pneus enquanto seu carro sequer tem um medidor de temperatura do motor.

Avatar
Deixe um comentário